59% das mulheres paraibanas conhecem agressores

Publicado em segunda-feira, novembro 9, 2015 ·

vitimaQuase 60% das pessoas acima de 18 anos agredidas por alguém conhecido no ano de 2013 na Paraíba são mulheres. É o que aponta o Mapa da Violência 2015, divulgado nesta segunda-feira (09). De acordo com o levantamento, em 2013, 81.389 pessoas acima de 18 anos afirmaram terem sido agredidas por conhecidos. Deste total, 48.245 são mulheres, o que representa 59,27% do total. Já o número de homens acima de 18 anos agredidos por conhecidos no Estado, em 2013, foi de 33.144.

Estes números representam que, em 2013, 3,3% das mulheres acima de 18 anos na Paraíba foram agredidas por pessoas conhecidas, como pais, mães, filhos (as), cônjuges, parceiro (a), namorado (a), amigo (a) ou vizinho (a).  Já no universo masculino, 2,6% dos homens relataram este tipo de agressão.

No Estado, também em 2013, 150.301 pessoas acima de 18 anos revelaram terem sofrido algum tipo de agressão, seja de uma pessoa conhecida ou desconhecida. Deste total, 81.602 são homens e 68.699 são mulheres.

Atendimentos no SUS por agressões

Outra diferença nos números de agressões entre homens e mulheres é demonstrada no quesito de atendimentos por violência no Sistema Único de Saúde (SUS). Em 2014, 223.627 pessoas foram atendidas no SUS em decorrência de violência. Deste total, 147.691 são mulheres e 75.936 são homens, o que representa um número quase duas vezes maior no atendimento feminino.

Na Paraíba, em 2014 foram atendidas pelo SUS, 2.505 pessoas vítimas de violência. Deste total,1.563 eram mulheres e 942 foram de homens, o que representa  um número de 1,6 vezes mais atendimento à mulheres no estado. Outro dado relevante é que, a cada 10 mil atendimentos por violência, 5,1 foi de homens e 7,6 de mulheres.

Outros dados da pesquisa

O Mapa da Violência mostrou também que, de 2003 a 2013, mais que triplicou o número de mulheres assassinadas em toda a Paraíba. No primeiro ano pesquisado, foram 35 casos e em 2013 foram 126 casos registrados. No Brasil, em 2003 foram 3.397 casos e em 2013, 4.762, o que representou um aumento de 21%.

 

 

correiodaparaiba

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco







Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br