Walter Júnior no programa Mãos que Ajudam’: “a segurança pública precisa está mais presente no meio de nosso povo”

Publicado em domingo, novembro 13, 2011 ·

walter jrUma presença mais constante dos Integrantes da Segurança Pública, em todos os quadrantes da sociedade, foi veemente cobrada pelo Jovem Idealista Walter Junior, no seu programa “Mãos que Ajudam”, elevado ao ar, todas as sextas-feiras, das 11 as 11 e 30, através da rádio Integração do Brejo AM, de Bananeiras, objetivando sanar, segundo justificou, os graves problemas que ultimamente estão se verificando, “no meio do nosso povo”.

Como justificativa, Walter Júnior defendeu, entre outras coisas, a introdução, ao longo das ruas, da chamada dupla “Cosmo e Damião”, além de uma patrulha comunitária, se deslocando estrategicamente pelos mais diversos recantos do município, usando se quisesse as Sedes das Associações Comunitárias como ponto de apoio.

Além disso, Walter Júnior defendeu também a constituição de parcerias com a Prefeitura Municipal, Secretária da Educação – “ Na Preparação Educativa e Preventiva do Alunado” -, Agrupamentos Comunitários, Lideranças Populares, entre outros, “de forma tal que mais eficácia fosse efetivada em prol da tranqüilidade de todos, defendeu ele.

Numa das partes do programa, Walter Júnior foi bastante enfático ao evidenciar: “Inconcebível e inaceitável é como tudo vem acontecendo, em termos de segurança pública. Todos os dias nos deparamos com fatos horrendo que, violentamente maculam o nosso tecido social”, mostrou ele, defendendo a Constituição da Chamada Policia Comunitária Rural, agindo programadamente de surpresa, em todos os setores, “resultando em mais tranqüilidade para o nosso povo”.

“OS SITIOS ESTÃO ABANDONADOS”

Dando exemplos, Walter Junior apontou que as maiorias das casas residenciais existentes nos sítios estão hoje desocupada, em face de seus ocupantes terem abandonado, com medo e vindo morar nas cidades, geralmente nas áreas periféricas, enfrentando diversos outros problema, gerados pela conhecida readaptação social.

O comércio, segundo ele, trabalha com medo, “vendo a hora de um meliante entrar e anunciar um assalto e até mesmo cometer uma ação delituosa mais violenta, a exemplos homicídios”, mostrou ele.

“Isso na pode acontecer, o nosso povo está com medo, esta assustado, esta vivendo preso dentro de sua própria casa, fugindo da vida e vivendo sem coragem de viver”, evidenciou Walter Júnior, para mais na frente acrescentar: “Isso precisa muda! As pessoas que ocupam poder; Os Deputados; Os senadores; Os governadores; até a própria presidenta, precisam parar um pouco, arregimentar ideais e instituir uma nova presença de conforto, de segurança e de mais tranqüilidade para nossa gente”, mostrou.

Por conta dessas posições, incontáveis pessoas ligaram, participaram do programa e enfocaram que atitudes como estas levadas a efeito por Walter Júnior, precisam ser defendidas e colocadas em ação, “antes que fatos mais assustadores possam ocorrer no meio social em que vivemos.

Assessoria para o Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627