Voo atrasa e co-piloto paraibano escapa de tragédia no Recife

Publicado em quarta-feira, julho 13, 2011 ·

pilotoO co-piloto paraibano Hemerson Amorim Viegas estava escalado para pilotar o bimotor da Noar Linhas Aéreas que caiu na manhã desta quarta-feira (13) e matou tragicamente todos os 16 ocupantes, em Recife. “Foi muita sorte. Não era o dia dele”, contou emocionado o amigo e piloto Eudócio Dantas, do Aeroclube da Paraíba.

Por conta da chuva, Hemerson atrasou um outro voo da Noar e não chegou a tempo de embarcar na aeronave LET-410. De acordo com Rômulo Araújo, presidente do Aeroclube, Hemerson foi substituído e designado para pilotar o próximo voo.

O co-piloto Roberto Gonçalves, de 55 anos, acabou sendo designado para substituir Emerson.

A produção da TV Cabo Branco entrou em contato com o co-piloto. Ele explicou que na terça-feira (12) pilotou a aeronave LET-410 e ela não apresentou nenhum tipo de falha.

Acidente

A aeronave partiu por volta das 6h51 do Recife com destino a Mossoró, com escala em Natal, conforme a Força Aérea Brasileira (FAB). Assim que decolou, o piloto informou à torre de controle que estava em emergência e tentou fazer um pouso forçado em um terreno próximo à praia de Boa Viagem, no Recife.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) afirmou que não irá suspender os voos da empresa Noar Linhas Aéreas e que a aeronave acidentada no Recife “estava com a manutenção em dia”.

Segundo a assessoria de imprensa da companhia, o avião bimotor LET-410 foi comprado novo na República Tcheca. A Noar começou suas operações diárias no Nordeste em 14 de junho de 2010 com duas aeronaves.

(Do G1)

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627