alimentação

Verdadeira origem de comidas que você adora

Publicado em segunda-feira, junho 10, 2019 ·

Todos nós temos nossas comidas favoritas. Pizza, batata frita, lasanha, churrasco, sushi. Normalmente são gordurosas ou repletas de um sabor único, exótico e que nos deixa com água na boca só de lembrar. Mas você já parou para pensar nas origens desses alimentos que você tanto ama?

Pois bem. Lamentamos informar, mas certamente você foi enganado a vida inteira a respeito de quem foi o primeiro país ou a primeira pessoa a fabricar o seu prato favorito. Veja abaixo, portanto, as reais origens de alguns obras-primas da culinária mundial.

Macarrão com almôndegas

O macarrão com almôndegas, as famosas porpetas, também não surgiu na Itália. Bom, é verdade que ele foi criado por imigrantes sicilianos, mas não na Velha Bota e sim nos Estados Unidos.

Por isso se você visitar alguma cidade italiana e pedir aquele macarrão bem molhado, com muitas almôndegas, você será visto como louco, já que isso lá não é servido. Pelo menos não pelos tradicionais restaurantes italianos.

Lasanha

A lasanha é uma típica comida italiana, certo? Errado. Não se sabe bem qual é a origem certa da lasanha, mas sabe-se que não foi na Itália. Uma das fontes aponta que surgiu na Inglaterra, durante o reinado do Rei Ricardo II. Isso pode ser conferido em um livro de receitas do século XIV, chamado de Forma de Cury.

Outros, no entanto, acreditam que a famosa lasanha da nonna teria surgido na Grécia. De qualquer modo, o que você entende pelo prato hoje só foi possível a partir de 1492, quando Colombo chegou à América e levou o tomate para a Europa.

Batata frita

Devido ao McDonald’s muitas pessoas acham que as batatas fritas foram criadas nos Estados Unidos. Engana-se quem pensa isso, afinal na terra de George Washington eles chamam essas batatinhas de french fries, ou “batatas francesas”.

Porém elas também não nasceram na França e sim na Bélgica. De acordo com fontes do país, no século XVII era hábito que os pescadores fritassem os peixes que pescavam. Como os rios congelavam no inverno, passavam a cortar batatas no formato de peixe para fritá-los.

Durante a Primeira Guerra Mundial os estadunidenses fizeram uma visitinha a alguns restaurantes típicos e provaram essa iguaria. Aprovaram! Nomearam as batatas como french fries em homenagem ao idioma falado pelos belgas.

Nachos

Você está certo: os nachos nasceram mesmo junto aos mexicanos. Contudo não são parte da culinária mais tradicional do país como o mundo todo pensa. A história de sua criação é engraçada e até meio lendária.

Reza a lenda que havia um clube entre a fronteira mexicana e estadunidense chamado de Victory Club. Nele trabalhava um funcionário chamado de Ignacio “Nacho” Anaya. Durante um pedido realizado por mulheres norte-americanas, Nacho ficou sem ter o que servir, já que o chef havia sumido do restaurante e ninguém sabia dele.

O que Nacho fez? Milagre. Criou tortilhas de milho com queijo e pimenta jalapeño, apilidando-os de Nachos Especiales. A receita não só fez sucesso na hora como ganhou o mundo inteiro rapidamente!

Croissant

Quem vai a Paris não pode deixar de comer croissant. Afinal faz parte da pastelaria típica do país e da cidade, não é? Não! O croissant não foi criado pelos franceses. Essa comida surgiu na Áustria e seu nome original é kipferl, tendo surgido no século XIII, em Viena.

Por essa razão o croissant também é chamado de viennoiserie.

Acarajé

Nosso acarajé é prato típico da culinária baiana, mas suas raízes são mais antigas e remontam ao continenente africano. Ele é um empréstimo do àkará, que vem da África Ocidental e que surgiu como inspiração do falafel árabe.

Interessante dizer que esse bolinho de feijão-fradinho e cebola é uma comida sagrada, sendo oferecido aos orixás.

Pizza

Todos acham que a pizza, assim como a lasanha, nasceu na Itália. O que se entende hoje por pizza veio mesmo de Nápoles. Não é à toa que para uma pizza ser chamada de napolitana ela precisa ser certificada por autoridades!

Mas esse alimento com queijo, sobre uma massa com molho e cortada em fatias já existe na história humana há muito tempo. Tanto gregos quanto egípcios já comiam lanches parecidos com esse.

Além deles, hebreus e babilônios também comiam discos feitos de farinha. Claro que a chegada do tomate à Europa deixou esses discos ainda mais saborosos!

 

 

Conteúdo Gear Ceo

 

 

Comentários

Tags : , ,

REDES SOCIAIS














INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627