VALDIR FACHINI – Chico terremoto

Publicado em terça-feira, julho 26, 2016 ·

 

contosAs pendências com ele eram todas resolvidas na porrada, sem essa de ficar alisando barbado, bêbado, vagabundo, pedinte e vendedor, se ele não fosse com a fuça do sujeito, era só rasteira, pernada, rabo de arraia, cola brinco, soco no zóio, qualquer coisa que fizesse o outro gritar de dor, deixava ele feliz e aliviado.
Até eu que nunca fiz mal nem pra uma mosca, uma vez quase apanhei na oficina dele, só porquê falei uma bobeirinha de nada, nem falei da imundice  do lugar, nem disse que ele era um grosso idiota, Nem me lembro qual foi meu vacilo, só sei que ele veio pra cima de mim com uma chave inglesa do tamanho do mundo, por pouco não faz um talho na minha cabeça.
Um dia, era hora do almoço, Chico foi tomar uma cachaça no bar do Pororoca (esse também era outro fanfarrão e mentiroso, ele insistia na história que tinha caído na pororoca e ela tinha levado ele dois quilômetros acima ) então chegou o Meio Quilo (um merdinha de homem que não servia pra nada) e queria uma pinga fiado, ai começou a confusão, porquê ele nunca pagava. Chico comprou a briga e pôs o baixinho pra fora no pescoção.
O quase anão prometeu vingança, ia fazer o Terremoto virar um ventinho de bosta.
Tem um ditado muito antigo, que diz,…quem bate não lembra, quem apanha não esquece …..Terremoto se esqueceu do sucedido e continuou levando a vida dando suas porradas nos seus desafetos, mas pro projeto de gente era questão de honra.
Não deu outra, sábado de sol, uma da tarde, o brutamontes tomava uma cerveja ali mesmo na oficina, enquanto esperava o Zé Perna Torta que vinha buscar sua Kombi, chegou o tampinha com um trabuco maior que ele e mandou bala no Brucutu.
E ali no chão ficou aquela mistura indigesta de graxa, areia, sangue, cerveja e merda.
Sem se preocupar com os últimos ai -ais do valentão, o Quinhentos Gramas foi embora, passou na casa da viúva fresca, contou o ocorrido e ainda obrigou ela a fazer amor com ele, depois foi na delegacia se entregar.
Lá chegando, já perguntou …..em que cela vou ficar? não precisa se preocupar com o cardápio porquê. eu como qualquer coisa.
Dai que o delegado falou…..peraí , não é assim não, quem manda aqui sou eu, você fez um favor pra cidade, esse cara já tava enchendo o saco, já tinha passado dos limites, pode ir embora, leva vinte contos pra tomar umas manguaças e vê se da umas voltinhas lá pelos lados do açude, que tem um tal de João Tempestade que está precisando de uns corretivos.
Meio Quilo virou herói, matador de tranqueiras, passou a ter pinga grátis em todo boteco da cidade e pega a mulher que quiser……eu é que não deixo a minha sozinha dando sopa…nem a pau Juvenal.
  valdirfachini53@gmail.com

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627