União de Vivo e TIM no Brasil é danosa ao mercado, diz Anatel

Publicado em quarta-feira, setembro 25, 2013 ·

vivo timUma possível união entre as operadoras Vivo e TIM, decorrente do aumento da participação da Telefónica no capital da Telecom Italia anunciada nesta semana, é danosa para o setor de telecomunicações brasileiro, já que, juntas, as empresas teriam mais de 50% do mercado de telefonia móvel no país. A opinião é de Marcelo Bechara, conselheiro da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que participa hoje de seminário realizado pela Associação Brasileira das Prestadoras de Serviços de Telecomunicações Competitivas, TelComp, em São Paulo.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Segundo Bechara, ainda não é possível dar uma opinião concreta sobre o assunto, já que a operação não foi submetida à Anatel. Ele lembrou, no entanto, que as regras do setor limitam a quantidade de frequência que uma operadora pode ter. Há também a questão da rede de suporte para prestar o serviço com qualidade.

Bechara disse ainda que as operadoras já passaram para avaliação dos órgãos reguladores a primeira alteração de participação de capital da Telefónica na Telecom Italia em 2007. ‘Uma mudança de cenário implica uma mudança de a nálise que pode levar à possibilidade de não convivência em uma só estrutura societária, o que levaria à venda de uma delas, provavelmente a TIM’, disse. A opinião foi apoiada por Maximiliano Martinhão, secretário de telecomunicações do Ministério das Comunicações.

‘As operadoras participaram de licitações que tinham regras que falavam sobre a limitação de frequências. Além disso, uma mesma operadora não pode ter duas autorizações em uma mesma área’, disse.

 

Do Valor OnLine

Comentários

Tags : , , , , ,

REDES SOCIAIS


















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627