TJPB oferece reajuste de 10% e greve dos servidores pode acabar nesta quarta

Publicado em quarta-feira, novembro 11, 2015 ·

Reprodução/ TJPB
Reprodução/ TJPB

A greve dos servidores dos servidores do Judiciário paraibano, que começou na terça-feira (10), pode acabar nesta quarta-feira (11), após uma nova assembleia geral da categoria que vai analisar a proposta de reajuste salarial de 10% feito pelo Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB).

A proposta de reajuste foi apresentada na tarde da segunda-feira (9), durante uma reunião da categoria grevista com o presidente do TJPB, desembargador Marcos Cavalcanti.

Segundo a proposta, os servidores teriam um aumento de 8,5% em janeiro de 2016 e de 1,5% em novembro de 2016; os servidores teriam um aumento de 11,1% no auxílio alimentação, com efeito retroativo a fevereiro deste ano; e os oficiais de Justiça teriam um incremento de 20% sobre o valor de gratificação de indenização de transporte, a partir de maio de 2016.

Segundo o presidente da Associação dos Técnicos e Analistas Judiciários da Paraíba (Astaj), Camilo de Sousa Amaral, a principal pauta de reivindicação da categoria é que as perdas da inflação em 2015 sejam repostas no aumento.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

“Temos como principal reivindicação a reposição da inflação deste ano, que deve ficar em torno de 9,5%. Pedimos também o pagamento de 2,5% de reajuste deste ano que o Tribunal não pagou, já que o acertado foi de 8,5%, mas só foi dado 6%. Vamos fazer uma nova assembleia e discutir junto a categoria essa proposta dada pelo TJ e decidir se aceitamos e paramos a greve, ou se continuamos com ela”, disse Camilo Amaral.

A assembleia foi marcada para às 14h30 e vai ser realizado no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Paraíba (OAB-PB).

 

 

portalcorreio

Comentários

Tags : , , , , , ,

REDES SOCIAIS














INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627