Tião Gomes insiste em CPI do Trauma para todos os governos e avisa que já tem 12 assinaturas

Publicado em quarta-feira, setembro 21, 2011 ·

bola_na_redeO deputado estadual Tião Gomes(PSL) comentou na terça (20), em entrevista ao Rede Verdade da TV Arapuan, que a CPI para investigação do Trauma já conta com as 12 assinaturas necessárias e que falta apenas uma determinação da mesa da AL para sua aprovação.


Gomes garantiu que ela será instalada o mais breve possível. Ele ainda alfinetou a oposição afirmando que os deputados não têm outro argumento a não ser a questão do Trauma e da permuta de terrenos em Mangabeira.


O deputado garantiu que na terça (13) os parlamentares visitaram o Trauma e que tentaram levar os oposicionistas para ver a situação. “O Trauma está bem, quem foi lá viu… A oposição na Assembleia Legislativa perdeu o rumo”, alfineta.


Gomes comentou que a CPI proposta vem mostrar à Paraíba o que aconteceu no Trauma e como ele está hoje. O deputado elogia o governo de Ricardo Coutinho (PSB), afirmando que o hospital hoje é diferente do que foi pego. Ele comentou das diversas denúncias que existem no Trauma que vem de governos anteriores.


“Queremos mostrar à Paraíba quem tem culpa, o governo Ricardo não tem medo da CPI”, assegura.


O deputado destaca algumas denúncias recebidas da administração anterior, como o desvio de milhões de reais para a compra de medicamentos, deputados ligados à José Maranhão (PMDB) tinham leitos reservados para eleitores e de médicos que recebiam mais de R$ 60 mil.


“A CPI vai apurar essas denúncias e vai ter deputados da oposição e do governo”, explica. O deputado garantiu que existem ainda denúncias em dezembro de que foram comprados R$ 2,7 milhões de medicamentos e em janeiro o governador não encontrou um medicamento; denúncias de médicos que tiravam equipamentos de última geração para fazer operações particulares. Gomes comentou, inclusive, a denúncia de que furadeiras domésticas estariam sendo utilizadas em cirurgias já no governo de Coutinho.


“Tudo o que acontece com o Trauma agora já acontecia há muito tempo”, ressalta. O deputado comentou a manifestação dos médicos que atuam no Trauma aconteceria porque foram quebrados os privilégios dessa classe “viviam engordando seus salários dentro do Trauma”.


A respeito da denúncia da furadeira, Gomes afirmou que a utilização do equipamento foi feita de forma deliberada para que fosse filmado e exibido na mídia. “Essa questão da furadeira é uma falta de ética sem tamanho… é uma infantilidade”, reclama.


O deputado explicou ainda que a CPI propõe investigar todo o governo Ricardo Coutinho, como também o governo anterior à Maranhão. Ele denunciou que os deputados Anísio Maia (PT) e Gervázio Maia (PMDB) não assinam a CPI porque tem medo “e sabem muito bem o que fizeram no trauma”, bate.






Marília Domingues

Do Paraíba.com
Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627