Técnico do Operário-PR diz que 1 a 0 é goleada contra o Campinense

Publicado em quarta-feira, setembro 16, 2015 ·

tecnicoO Operário-PR está proibido de ser vazado jogando no estádio Germano Krüger no mata-mata da Série D.

Essa é a “norma” estabelecida pelo técnico da equipe, Itamar Shulle, que trabalhou no futebol paraibano em 2010, quando comandou o Botafogo-PB, o que o faz pensar que será difícil decidir as oitavas de final da Série D pegando o Campinense no Amigão no jogo da volta.

Nesta segunda-feira (15) a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) definiu os horários dos confrontos da segunda fase da quarta divisão. Operário-PR e Campinense se enfrentam no domingo, dia 27, às 15h30, em Ponta Grossa. A volta está agendada para as 16h do dia 4 de outubro, em Campina Grande

A partir de agora, a Série D segue em formato igual ao da Copa do Brasil. Por conta disso, time que levar gol em casa vai ter um baita problema para poder avançar de fase.

Os tentos marcados na casa do adversário são critério de desempate – é como se tivessem peso 2. Como exemplo, dois resultados de igualdade: Se o Operário-PR ficar no 1 a 1 no Germano Kruger com o Campinense e empatar em 0 a 0 na Paraíba, a vaga será da Raposa.

Ciente disso, o técnico Itamar Schulle tem pregado para os jogadores que não é um bom negócio tomar gol no jogo de ida.

O treinador já considera desvantagem ter que fazer o segundo jogo fora de casa. Porém, quer compensar este fator a partir das regras da Série D.

– Vencer em casa por 1 a 0 é goleada. Às vezes é melhor do que vencer por 2 a 1, 3 a 1, por conta do gol fora – disse.

Schulle lembra do mata-mata na Copa do Brasil, no qual se classificou, para reforçar a ideia.

– Quando estava no Novo Hamburgo, ganhamos do JMalucelli por 1 a 0. Falaram que era pouco, mas fizemos um gol na volta e eles tinham que fazer três –  recorda.

Para o comandante alvinegro, a equipe precisa reforçar o espírito do Campeonato Paranaense, resgatado nos últimos jogos.

– Temos que buscar a vitória, mas com uma marcação forte e intensa – destaca Itamar Schulle.

Retrospecto recente

Durante o mata-mata do Campeonato Paranaense, o Fantasma venceu os três jogos que teve em casa e, melhor, não levou gols. Nas quartas, 3 a 0 diante do Paraná; na semifinal 2 a 0 sobre o Foz do Iguaçu; resultado igual diante do Coritiba na final.

Operário-PR x Campinense é o único duelo de campeões estaduais das oitavas de final da Série D.

*Com Netesporteclube.com.br

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS


















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627