Taperoá: vereador pede à Prefeitura reativação da Filarmônica

Publicado em sábado, agosto 13, 2011 ·


BetinhoO vereador José Humberto Cardoso, o Betinho de Genuíno, apresentou requerimento endereçado ao governo municipal pedindo a reativação da Filarmônica Municipal Maestro João Ferreira de Souza.

O documento foi aprovado pelos colegas na sessão da última sexta-feira, 05, e cita ainda que a Prefeitura deixou de repassar a bolsa musical criada através de lei há quatro anos.

Foi devido a Lei 24 aprovada pela Câmara em 2007 que alunos da orquestra musical conquistaram o direito de receber valores entre R$ 80 e R$ 100 se freqüentassem as aulas de música com regularidade bem como mantivessem assiduidade escolar. O número total de benefícios é de no máximo 20 de acordo com o texto da norma que teria deixado de ser cumprida há quase um ano pela Administração, segundo informou Betinho.

“Pelo que fiquei sabendo por alguns músicos que me procuraram para me contar a triste situação deles e da orquestra, o governo municipal não repassa mais os montantes do benefício desde dezembro do ano passado”, denuncia José Humberto, que avisou, ainda, que a ‘banda de músicos’, como a Filarmônica é mais conhecida, está inutilizada desde a morte do maestro José Fernandes, há quase dois anos, e que ela só é convidada para apresentações em eventos como inaugurações e em ocasiões como o dia da independência do país no mês que vem.

Após ficar sabendo da possibilidade de a Filarmônica acabar foi que o parlamentar decidiu solicitar ao governo local para encontrar meios de reestruturar física e materialmente uma das manifestações da cultura popular mais tradicional da cidade. Há 112 anos que a banda vem encantando os taperoaenses em procissões religiosas, nos aniversários do município e em amostras em eventos artísticos o que a fez ser reconhecida em todo Estado.

Betinho está bastante esperançoso de que o prefeito que costuma enaltecer a cultura de Taperoá sempre que tem oportunidade atenda ao seu pedido e regularize o quanto antes a situação da orquestra e dos músicos. Para o legislador, a Filarmônica é de fundamental importância para a história artística do município.

“Considero a Filarmônica um patrimônio histórico e cultural de Taperoá e devido a isso merece o nosso respeito e reconhecimento. Além de nos oferecer música de qualidade, a banda também vinha fazendo seu papel social ao retirar crianças carentes da ociosidade e possibilitar para elas aulas de instrumentos de sopro, de música clássica, entre outros”, orgulha-se Betinho.

O atual maestro Natanael Bezerra teve a sua atuação a frente da banda prestigiada pelo vereador ao lembrar que ele ao assumir o posto, após o talentoso José Fernandes ter sido morto no começo do ano passado, deu uma nova roupagem à Filarmônica sem que ela perdesse a sua essência. Betinho disse, ainda, que Natanael é um exemplo artístico irrefutável que saiu justamente do celeiro didático da orquestra de Taperoá.

Jandro Gomes para o Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627