Arquivo da tag: Zona Sul

Criança de 6 anos se afoga em piscina, na zona sul de João Pessoa

Criança de 6 anos se afoga em piscina numa casa na rua Agente Fiscal Walfredo Bezerra da Silveira, Jardim Cidade Universitária, zona sul de João Pessoa, no fim da tarde deste sábado (6).

O Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) foi chamado e conseguiu reanimar o menino ainda no local.

O atendimento durou cerca de 40 minutos e a criança não precisou ser deslocada para um hospital.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Ex-governador Sérgio Cabral é preso pela PF na Zona Sul do Rio

prisao_cabralA Polícia Federal prendeu, na manhã desta quinta (17), o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral. Além dele, outros mandados foram expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro, sob a acusação de cobrança de propina em contratos com o poder público. Contra Cabral também está sendo cumprido um mandado de prisão expedido pelo juiz Sergio Moro, em Curitiba, no âmbito das investigações da Eletronuclear.

Por volta das 6h50, um carro saiu da garagem do ex-governador e muitas pessoas que estavam na porta tentaram invadir o local e gritavam muito pela prisão dele. Para sair do local, a polícia chegou a jogar spray de pimenta nas pessoas.

No início da manhã também foi preso o assessor de Cabral, Wagner Jordão Garcia, na Barra da Tijuca, Zona oeste do Rio. Ao todo, a polícia visa cumprir 38 mandados de busca e apreensão, 8 de prisão preventiva, dois de prisão temporária e 14 conduções coercitivas, dentre eles, um contra a ex-primeira-dama do Estado Adriana Anselmo.

A polícia chegou à casa de Cabral, no Leblon, Zona Sul do Rio, por volta das 6h. Cabral e os outros acusados são suspeitos de receber propina em troca da concessão de obras públicas como a reforma do Maracanã e a construção do Arco Metropolitano.
A ação surgiu a partir da delação homologada de executivos da Andrade Gutierrez e da Carioca Engenharia. Só a Carioca Engenharia comprovou o pagamento de mais de R$ 176 milhões em propina para o grupo.

O mandado expedido pelo juiz Sergio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, visa cumprir, de forma coordenada, 14 mandados de busca e apreensão, 2 mandados de prisão preventiva e 1 mandado de prisão temporária. A estimativa de desvio chega a R$ 220 milhões.

Além de Cabral, a polícia também busca cumprir mandados de prisão preventiva contra o ex-secretário de governo de Cabral, Wilson Carlos, e do ex-secretário de obras,
Hudson Braga. Também será conduzida coercitivamente até a sede da Polícia Federal a ex-primeira-dama do Estado, Adriana Anselmo.

A operação foi batizada de “Calicute”, região da Índia onde o descobridor do Brasil, Pedro Álvarez Cabral, teve uma de suas maiores tormentas.

Delatores disseram que Cabral cobrou propina de 5%
No início desse ano, dois ex-executivos da Andrade Gutierrez afirmaram, em delação premiada a procuradores da Lava Jato, que Sérgio Cabral cobrou propina da empreiteira Andrade Gutierrez em obras do Maracanã para a Copa do Mundo.

De acordo com os ex-executivos da Andrade Gutierrez Rogério Nora de Sá e Clóvis Peixoto Primo, Cabral cobrou pagamento de 5% do valor total do contrato para permitir que a construtora se associasse à Odebrecht e à Delta, no consórcio que disputaria a reforma do Maracanã, em 2009.

Na época, por meio de nota, o ex-governador disse que manteve apenas relações institucionais com a empresa Andrade Gutierrez e negou que tenha interferido em processos de licitação de obras ou solicitado benefício financeiro para ele ou para campanha eleitoral.

A Delta pertencia a Fernando Cavendish, amigo de Cabral que foi preso em julho deste ano ao desembarcar no Aeroporto Internacional Tom Jobim. Cavendish também foi preso após o juiz Marcelo Bretas aceitar uma denúncia contra 22 suspeitos de participar de um esquema que desviou R$ 370 milhões dos cofres públicos.

Pedágio pela ‘bondade’
De acordo com a revista  “Época”, Nora de Sá contou que conseguiu uma reunião com o ex-governador para tratar da inclusão da Andrade Gutierrez no grupo e, segundo os delatores, Cabral concordou. Determinou, no entanto, que a empresa acertasse os percentuais com a Odebrecht, já que os 30% da Delta não poderiam ser modificados.

Um trecho da delação, citado pela revista, diz que “o então governador não permitiria a exclusão da Delta” porque “tinha consideração pela empresa e gostava dela”. Os dois contam que Cabral deixou claro que havia um pedágio a ser pago pela “bondade”.

Ainda segundo a “Época”, Nora disse que a “conversa foi franca”, mas o pedido de propina foi veiculado com o uso de outra palavra: “contribuição”. Nora procurou Benedicto Júnior, executivo da Odebrecht, preso na 23ª fase da Operação Lava Jato com uma planilha com o nome de mais de 200 políticos, entre eles o de Sérgio Cabral.

Os pagamentos, de acordo com as delações, começaram em 2010 e foram feitos “parte em espécie, parte em doações oficiais”.

Segundo a revista, a “operacionalização” coube a outro diretor da Andrade Gutierrez, Alberto Quintaes – que tinha participado da reunião com Cabral –, com a ajuda de Primo. Os pagamentos, segundo a delação, ocorreram somente até 2011. Nenhum dos dois informou aos procuradores quanto foi desembolsado.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Grávida é baleada no peito e homem é morto em atentado na Zona Sul de João Pessoa

traumaUma grávida sofreu um disparo no peito e um homem foi morto em um atentado no conjunto Cidade Verde, no Bairro das Indústrias, Zona Sul de João Pessoa, na noite desta segunda-feira (21). Em outra situação ocorrida na mesma noite, desta vez no bairro dos Bancários, também na porção Sul da Capital, um suspeito de assalto foi baleado.

No primeiro caso, segundo oficiais do 5º Batalhão da Polícia Militar, a gestante relatou que uma dupla de moto teria chegado ao local onde ela estava e efetuado os disparos, também atingindo o homem, que veio a falecer ainda na cena do crime. A ferida disse aos policiais que não conhecia a outra vítima e não sabia o que podia ter motivado o fato. A PM informou que ela foi socorrida consciente, orientada e estável para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Nos Bancários, conforme a PM, um suspeito de assalto foi baleado enquanto estaria cometendo o crime. A polícia não tinha dados sobre quem poderia ter atirado. Ele também foi socorrido para o Trauma. Tanto nesta, como na situação relatada acima, a instituição de saúde não divulgou oficialmente o quadro clínico dos feridos.

Até as 21h desta segunda, a PM ainda não tinha suspeitos pelas ocorrências e ninguém havia sido detido.

 

 

portalcorreio

Bebê é encontrado morto dentro de lata de lixo na Zona Sul de João Pessoa

localUm bebê foi encontrado morto dentro de uma lata de lixo na manhã desta segunda-feira (21), no bairro José Américo, em João Pessoa.

De acordo com o delegado Reinaldo Nóbrega, da Delegacia de Crimes Contra a Pessoa (homicídios), o bebê foi encontrado por um catador de materiais recicláveis. “O catador verificava o tonel usado para depósito de lixo e verificou que havia um pacote diferente. Era um bebê, que estava envolto em várias sacolas plásticas e já sem vida”, relatou, ao programa Correio Manhã, da TV Correio.

Após encontrar o bebê, o catador de lixo acionou o Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop) da Polícia Militar, que, por sua vez, informou o delegado sobre o ocorrido. Conforme Reinaldo Nóbrega, a Polícia Civil recebeu informações de que duas jovens foram vistas próximas a lata de lixo durante a madrugada.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Segundo o delegado, a polícia vai solicitar aos comerciantes locais imagens das câmeras de segurança dos estabelecimentos, na tentativa de identificar as mulheres e confirmar se elas tiveram mesmo participação no abandono do bebê.

Ainda não informações sobre a idade e causa morte da criança. Uma equipe da perícia foi enviada ao local.

 

portalcorreio

Um morre e três ficam feridos após atentado na Zona Sul de JP; menor segue em estado grave

Reprodução/ Instagram/ Emerson Machado
Reprodução/ Instagram/ Emerson Machado

Quatro rapazes foram vítimas de disparos de arma de fogo enquanto conversavam em frente a uma casa no Bairro das Indústrias, na Zona Sul de João Pessoa. O crime aconteceu na tarde desta quarta (19).

Segundo a Polícia Militar, um homem teria se aproximado dos jovens caminhando e ao chegar em frente à casa teria mandado eles ficarem parados; assim o criminoso teria sacado a arma de fogo e efetuado disparos nas quatro vítimas. Uma delas morreu no local.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Dois dos rapazes são menores de idade e foram socorridos pelo Samu para o Hospital de Emergência e Trauma da Capital, um deles sofreu dois disparos em um dos braços e um outro em uma das pernas. O outro menor sofreu um tiro nas costas e outro em uma perna, o que ocasionou fratura. Segundo o hospital, um deles segue em estado grave e outro em quadro regular.

De acordo com a polícia, um outro rapaz sofreu dois disparos de raspão na mão e foi socorrido por um familiar para o Ortotrauma, em Mangabeira, Zona Sul da Capital, onde passa bem e deve ser liberado ainda nesta quarta.

Ainda segundo a polícia, moradores do local relataram ter visto quando o autor dos tiros correu e entrou em um carro cinza a poucos metros do local do crime; rondas foram realizadas nos arredores do local dos tiros, mas nenhum suspeito foi localizado.

 

portalcorreio

Mulher perde o carro em assalto e ainda é ferida a tiro na Zona Sul de João Pessoa

Reprodução/Instagram/Emerson Machado
Reprodução/Instagram/Emerson Machado

Uma mulher foi assaltada no começo da tarde desta sexta-feira (12), teve o carro roubado e ainda foi ferida com um tiro, no bairro do Geisel, na Zona Sul de João Pessoa.

De acordo com informações do 5º Batalhão da PM, a vítima foi abordada perto de uma igreja, pelos homens armados.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Os bandidos roubaram o carro dela, um Pálio de cor prata, e fugiram levando outros objetos da vítima. Após a ação, eles atiraram e a mulher foi ferida com um tiro de raspão no braço. Segundo a PM, não houve gravidade.

Os criminosos fugiram e até as 16h desta sexta-feira (12) ainda não haviam sido localizados.

 

portalcorreio

Homem é baleado dentro de ônibus na Zona Sul e fica em estado grave em João Pessoa

Aguinaldo Mota
Aguinaldo Mota

Uma tentativa de homicídio foi registrada no início da tarde desta sexta-feira (8) em um ônibus da linha 103-Gramame/Engenho Velho da empresa Santa Maria, que circulava pelo terminal de integração do Gervásio Maia, no Colinas do Sul, em João Pessoa. Um jovem de 18 anos foi baleado e ficou em estado gravíssimo.

Segundo informações do 5º Batalhão da Polícia Militar, dois suspeitos entraram no ônibus que se encontrava no terminal e pularam a roleta. Em seguida um dos suspeitos efetuou um tiro contra um dos passageiros e os dois conseguiram fugir do local.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O disparo atingiu a cabeça da vítima que foi encaminhada para o Hospital de Trauma, onde foi internada em estado gravíssimo, conforme boletim médico divulgado no fim da tarde desta sexta.

A polícia trabalha com a hipótese de acerto de contas e o caso será investigado pela Polícia Civil na Capital.

 

portalcorreio

Chacina deixa seis mortos na Zona Sul de São Paulo

Seis pessoas morreram e três se feriram numa chacina ocorrida no final da noite dessa sexta-feira (4) em Campo Limpo, na Zona Sul de São Paulo, de acordo com a Polícia Militar.

As vítimas estavam em um bar no momento da ocorrência. Um dos baleados chegou a ser levado para o Pronto Socorro do Campo Limpo, mas não resistiu.

Durante a madrugada deste sábado (5), a perícia foi até o local do crime. Ninguém havia sido preso até as 4h30.

g1