Arquivo da tag: voluntários

Escola com 30 voluntários atende 233 filhos de agricultores em Bananeiras

Uma escola construída em terreno comprado com doações e mantida com apoio de pessoas como o teólogo Frei Betto e o trabalho de 30 professores e diretores voluntários atende 233 alunos, a maioria filhos de agricultores da zona rural de Bananeiras, no Agreste da Paraíba. O projeto, que começou em 2005 na casa de um agricultor, foi reconhecido neste mês de abril, como uma ‘Escola Transformadora’, a primeira do estado a ser incorporada pelo programa, que pretende “fortalecer a visão que todo estudante, educador, gestor e comunidade escolar são agentes de transformação”.

A primeira ‘Escola Transformadora’ da Paraíba é a Escola Nossa Senhora do Carmo, um projeto das irmãs carmelitas que atuam na região e que nasceu como uma ação de Educação de Jovens e Adultos. Com uma proposta de educação popular, a escola trabalha as dimensões física, espiritual e psicológica dos alunos, valores como dignidade, respeito, fraternidade e solidariedade e tem como foco quem não tem oportunidade de estudar.

Escola adotou  formato de trabalho com salas multisseries e pedagogia de projetos (Foto: Escola Nossa Senhora do Carmo/acervo)

Escola adotou formato de trabalho com salas multisseries e pedagogia de projetos (Foto: Escola Nossa Senhora do Carmo/acervo)

Segundo a diretora da escola, Leila Coelho, “nada aqui é imposto, tudo parte do interesse dos estudantes e os tutores auxiliam no caminho a ser percorrido pelo grupo”. A proposta revolucionou o currículo e adotou um formato diferente de trabalho, com a pedagogia de projetos em salas que reúnem alunos de séries variadas.

Ainda segundo Leila, a ação se propõe a ouvir intensamente os alunos, respeitando suas trajetórias e repertórios e considerando suas necessidades. “Assim, as crianças sentem-se seguras e as relações estabelecidas são harmoniosas, de respeito e acolhimento”, diz.

Escola foi a única pública com medalhas na Olimpíada Paraibana de Informática (Foto: Escola Nossa Senhora do Carmo/acervo)

Escola foi a única pública com medalhas na Olimpíada Paraibana de Informática (Foto: Escola Nossa Senhora do Carmo/acervo)

Pedagogia além do conteúdo

Antes de ser considerada ‘Escola Transformadora’, a experiência da Nossa Senhora do Carmo recebeu em 2016 um certificado do Ministério da Educação por ser considerada uma “instituição de referência para a inovação e criatividade na educação básica”. No mesmo ano, dois alunos receberam medalhas de prata e honra ao mérito na Olimpíada Paraibana de Informática, os únicos de escola pública entre 36 medalhas distribuídas.

“Alinhadas aos valores do Programa, a escola chega para fortalecer a atuação de uma comunidade dedicada a questionar modelos de educação pautados exclusivamente na aprendizagem de conteúdos cognitivos dissociados da vida e do sentido social da educação”, destaca a assessora pedagógica do Instituto Alana, Raquel Franzim. Ela completa dizendo que “além disso, abrem-se diálogos com a sociedade sobre novos caminhos para o ensino-aprendizagem e o impacto disso nas relações humanas nos territórios”.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Vacina contra a dengue é testada em voluntários de Porto Alegre

vacinaA vacina brasileira contra a dengue desenvolvida pelo Instituto Butantan será testada em voluntários da cidade de Porto Alegre (RS). Esta é a última etapa de testes antes de ser submetida à aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para ser produzida em larga escala e usada em campanhas de imunização.

Participam mil voluntários, com idade entre 18 a 59 anos. Uma equipe médica vai acompanhar os efeitos da vacina durante cinco anos. Os pesquisadores vão comparar a consistência da resposta imune entre os diferentes lotes da vacina.

Durante os testes, dois terços dos voluntários recebem a vacina e, no restante, é aplicado um placebo. A vacina foi produzida para proteger contra os quatro sorotipos da dengue com uma única dose.

Testes

Outros testes também estão em andamento em Manaus (AM), Fortaleza (CE), Boa Vista (RR), Porto Velho (RO), São José do Rio Preto (SP) e São Paulo (SP). No total, os testes envolverão 17 mil voluntários em 13 cidades brasileiras.

As vacinas foram desenvolvidas em parceria com os institutos nacionais de Saúde dos Estados Unidos. São produzidas com vírus vivos, mas geneticamente enfraquecidos, pois assim a resposta imunológica tende a ser mais forte. Os vírus presentes na vacina não têm potencial para provocar a dengue.

O Butantan já tem uma fábrica de pequena escala para produzir 500 mil doses da vacina por ano. Com algumas adaptações industriais, essa capacidade pode ser aumentada para até 12 milhões de doses ao ano. Existe um projeto de construção de uma planta de larga escala para produção de 60 milhões de doses ao ano.

Agência Brasil

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Abertas inscrições para programa de voluntários da Copa do Mundo de 2014

Interessados podem se inscrever no site da Fifa para trabalhar no Mundial de 2014 e na Copa das Confederações de 2013

Estão abertas a partir desta terça-feira (21) as inscrições para o programa de voluntários da Copa das Confederações de 2013 e para a Copa do Mundo de 2014. Os interessados em trabalhar nos eventos esportivos já podem se cadastrar no site da Fifa. É necessário fazer um só cadastro para ambas as competições. O processo de seleção terá ainda entrevistas e treinamentos.

Os primeiros treinamentos serão online e começam em dezembro deste ano. Segundo Rodrigo Hermida, diretor de voluntariado do Comitê Organizador Local (COL), o treinamento à distancia é importante para atingir todas as partes do país e para estabelecer uniformidade das ações. Após a capacitação pela internet, haverá um treinamento presencial, em que as pessoas vão conhecer os locais de trabalho e terão instruções específicas.

Para participar, é necessário que o candidato tenha no mínimo 18 anos até 13 de Março de 2013. Serão 20 dias corridos de voluntariado, e cada turno de trabalho durará até 10 horas. Na hora de se inscrever, o interessado poderá escolher em qual evento quer trabalhar. São quatro opções: sorteio da Copa das Confederações, marcado para dezembro deste ano em São Paulo; Copa das Confederações, em junho de 2013; sorteio da Copa do Mundo da Fifa, previsto para o fim de 2013 na Costa do Sauípe na Bahia, e a Copa do Mundo, que ocorrerá em junho e julho de 2014.

O processo seletivo vai ser simultâneo para os quatro eventos. O período de inscrição será de no mínimo 15 dias, podendo ser encerrado ou prorrogado. A previsão é de que 7 mil voluntários atuem na Copa das Confederações, e 15 mil na Copa do Mundo. Ao se cadastrar, a pessoa pode informar a sua área de preferência, mas as vagas serão preenchidas conforme as ofertas e os perfis que cada atividade exige.

Pessoas com deficiência também podem ser voluntárias. Os dados fornecidos pelos interessados serão confidenciais e estarão sob responsabilidade do Comitê Organizador Local (COL). Serão realizadas verificações de antecedentes criminais de todos os interessados no trabalho. Todas as informações sobre o processo de inscrição serão disponibilizadas no site da Fifa e na página de cadastro de cada voluntário.

As áreas de atuação incluem serviços de transmissão, serviços de alimentação, transporte, protocolo, credenciamento, tecnologia da informação, operações de imprensa, hospitalidade, serviços médicos e competições. Algumas funções possuem requisitos específicos e necessitam de conhecimentos e habilidades determinadas.

O trabalho não terá remuneração, e os voluntários não terão ajuda de custo para hospedagem. O COL e a Fifa vão fornecer os uniformes, um auxílio para o deslocamento até o local de trabalho, desde que dentro da cidade-sede, e alimentação. A Fifa avisa que não serão dados ingressos para que os voluntários assistam aos jogos, e quem estiver trabalhando nos estádios não deverá ter tempo para conferir as competições. Nem todas as atividades exigirão o domínio do inglês ou outros idiomas, mas, em algumas, será um fator determinante para seleção.

A expectativa para o número de inscrições é grande, por isso, o cadastramento será feito pela Fifa, iniciando nesta terça-feira, e também pelo governo federal, no próximo mês. “[Será] um programa único de voluntariado, mas com duas dimensões: uma coordenada pela Fifa para áreas oficiais das competições e um segundo, estruturado pelo Governo Federal, visando atender aeroportos, áreas de fluxo, pontos turísticos nas cidades-sede e fan fests”, explicou o secretário-executivo do Ministério do Esporte, Luis Fernandes. Na esfera governamental, o número de vagas pode chegar a até 100 mil.

Portal Brasil