Arquivo da tag: Vital

Araruna: Convenção das oposições confirma chapa Vital e Availdo candidatos a prefeito e vice

convençãoAraruna vivenciou na tarde e noite desse domingo (31) uma festa que ficará marcada nos anais do município com a realização da convenção que homologou as candidaturas de Vital Costa e Availdo Azevedo.
Segundo Availdo Azevedo a chapa da mudança para transformar Araruna foi lançada ontem e mostrou um forte apelo popular e partidário para vencer o pleito deste ano na cidade.
A oposição na cidade que compõem cerca de 16 partidos se uniu em torno do PP/PSB nas pessoas de Vital Costa e Availdo Azevedo para devolver ao povo de Araruna sua cidade, entregue atualmente ao caos e ao abandono administrativo público de uma gestão que prioriza os apadrinhados políticos em detrimento de uma politica pública que possibilite uma boa saúde, educação, atração de empresas, dentre outros anseios que os ararunenses tanto aguardam.
Araruna Online

Vital do Rêgo assume TCU e diz que vota parecer sobre Pasadena no dia 11

vital-tcuMomentos após assumir o cargo de ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), o ex-senador paraibano Vital do Rêgo Filho antecipou para a próxima quarta-feira (11) a votação, no tribunal, do parecer sobre a compra da Refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, em operação suspeita de ter sido usada para desvio de dinheiro público nos escândalos envolvendo a Petrobras. O TCU decidirá se serão bloqueados os bens de alguns dos investigados.

“Na próxima quarta-feira, concluindo os andamentos iniciados, vamos votar os embargos de declaração interrompidos em agosto e setembro do ano passado”, informou o novo ministro e relator do caso no TCU, referindo-se ao processo que decidirá se os bens da ex-presidente da Petrobras, Graça Foster, serão bloqueados. “Levo o parecer para colocar o processo em pauta e concluir a votação”, acrescentou.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Segundo ele, a possibilidade de criação de comissões parlamentares de inquérito (CPIs) no Congresso Nacional não significa que a CPI da qual foi presidente no Senado não tenha atingido seus objetivos. “Qualquer assunto que possa trazer elementos novos aos autos da ação que investiga o desvio de recurso da empresa é sempre bem-vindo. Quer do Congresso Nacional, quer do Ministério Público ou do TCU”, afirmou.

Para Vital do Rêgo, as CPIs cumpriram seu papel dentro dos prazos preestabelecidos pelo Congresso Nacional. “Agora, os órgãos de investigação recolherão os documentos que a CPI produziu e continuarão o processo investigatório. Quem tem de avaliar se a CPI deve continuar é o Congresso Nacional”, acrescentou.

Agência Brasil

Diário Oficial da União publica nomeação de Vital do Rêgo para ministro do TCU

VitalzinhoA nomeação de Vital do Rêgo Filho para o Tribunal de Contas da União (TCU) foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (19). O ato foi assinado pela presidente Dilma Rousseff (PT).

O paraibano assume o cargo de ministro do TCU em virtude da aposentadoria do ministro José Jorge de Vasconcelos Lima.

Ele vai “herdar” no TCU todos os processos que envolvem a Petrobras  que eram conduzidos por José Jorge, entre eles, o da polêmica compra da refinaria de Pasadena (EUA), que desencadeou a instalação das duas CPIs no Congresso.

Com a ascensão de Vital ao cargo de ministro do TCU, o primeiro suplente Raimundo Lira ocupará o mandato de senador pelos próximos quatro anos.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Biografia

Vital do Rêgo Filho é filho do tribuno e ex-deputado federal Antônio Vital do Rêgo e da atual deputada federal Nilda Gondim. Natural de Campina Grande, é casado com a odontóloga Vilauba Moraes Vital do Rêgo, com quem tem dois filhos: Vital do Rêgo Neto e Carolina Moraes Vital do Rego.

Vital do Rêgo é formado em Direito pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) e em Medicina pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Professor concursado da UEPB, na cadeira Direito Eleitoral, foi eleito senador da República nas eleições de 2010,  com 869.501 votos.

BlogdoGordinho

Vital indica sobrinha para presidir PMDB Jovem e se opõe a candidato de Maranhão

pamelaO senador Vital do Rêgo Filho (PMDB) indicou na noite desta segunda-feira (15) Pâmela Vital, sua sobrinha, para presidir o PMDB Jovem da Paraíba. O fato coloca a família Vital em oposição ao presidente do partido, José Maranhão, que apoia o jornalista Dhiego Amaranto para o cargo.

Dhiego, inclusive, envolveu-se em uma confusão. Ele foi eleito presidente da divisão, mas o diretório Nacional não o reconheceu como presidente e a votação foi invalidada.

O atual presidente do PMDB Jovem, André Amaral, e o vice-Presidente, Caco Alcântara, já afirmaram apoio a pré candidatura de Pamela, a quem classificam como futuro expoente da política paraibana.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Pamela é neta da deputada federal Nilda Gondim, e sobrinha do ex-prefeito de Campina Grande e deputado federal eleito Veneziano, e do senador e futuro Ministro do TCU, Vital do Rego Filho.

Uma informação de bastidores aponta que Pâmela deve ser candidata a vereadora em 2016 ou até deputada em 2018.
Paraíba.com.br

PMDB deve indicar Vital do Rêgo para ministro do TCU nesta terça-feira

vitalzinhoA bancada do PMDB irá indicar nesta terça-feira (25) o nome do senador Vital do Rêgo Filho para a vaga de ministro do Tribunal de Contas da União (TCU). A informação é do jornal ‘O Globo’.

Segundo a publicação, a indicação de Vital enfraquece as chances de Ideli Salvatti (PT), que também pleiteia a vaga, porque a bancada do PMDB é a maior do Senado e são necessárias 28 assinaturas de senadores para subscrever a indicação.

Além disso, o nome dela enfrenta muita resistência devido à relação ruim que se estabeleceu entre ela e o Congresso no período em que foi ministra da Secretaria de Relações Institucionais.
Confira a matéria na íntegra:

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A bancada do PMDB no Senado indicará nesta terça-feira o nome de Vital do Rêgo (PB) para vaga de ministro do Tribunal de Contas da União, aberta com a aposentadoria de José Jorge. A indicação cabe ao Senado e havia um entendimento prévio entre o presidente da Casa, Renan Calheiros, e a presidente Dilma Rousseff de apoiar a ministra Ideli Salvatti (Direitos Humanos) para o tribunal, mas a rejeição à ministra entre os senadores peemedebistas levaram à indicação de um nome do próprio partido. Renan já havia indicado este ano Bruno Dantas para a vaga de Valmir Campelo, que se aposentou em junho passado.

Ideli estava visitando os gabinetes dos senadores, em campanha, mas há muita resistência à sua indicação pela relação ruim que se estabeleceu entre ela e o Congresso no período em que foi ministra da Secretaria de Relações Institucionais. A indicação de Vital enfraquece as chances da petista, porque a bancada do PMDB é a maior do Senado e são necessárias 28 assinaturas de senadores para subscrever a indicação. Após a validação do requerimento, o pretendente a ministro do TCU deve ser sabatinado na Comissão de Constituição e Justiça e, depois, ser aprovado no plenário do Senado. O nome é ainda submetido ao plenário da Câmara. As votações em todas essas instâncias são secretas.

BlogdoGordinho

LDO que garante salário mínimo maior pode ser aprovado nesta terça; Parecer de Vital é favorável

vitalzinhoColegiado quer aprovar a Lei de Diretrizes Orçamentárias e o Orçamento 2015 antes de 1º de janeiro, início do mandato de presidente da República. Objetivo é garantir um valor mais alto para o salário mínimo e recursos para programas sociais, para saúde e para educação.

A Comissão Mista de Orçamento (CMO) pode votar hoje o relatório preliminar do Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2015. A reunião está marcada para as 14h30.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O relator do projeto (PLN 3/2014), senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), deu parecer pela aprovação com acolhimento de parte das emendas ­apresentadas.

Na semana passada, o senador Romero Jucá (PMDB-RR), relator-geral do Orçamento 2015, disse que o colegiado pretende aprovar tanto a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) quanto o próprio ­Orçamento antes de 1º de janeiro, início do próximo mandato de presidente da República.

“É muito importante que a gente possa encerrar o ano aprovando o Orçamento, garantindo um valor mais alto para o salário mínimo, garantindo recursos para os programas sociais e garantindo mais recursos para o trabalho da saúde e da educação”, afirmou.

Vital do Rego (PMDB-PB), que é relator do projeto, está otimista com o avanço da matéria neta semana. “Depois do relatório preliminar que eu entreguei no tempo devido, a oposição fez serias restrições no cursos da aprovação do relatório, não no relatório em se, mas numa tentativa de obstrução de outras matérias de interesse da oposição. Nós agora esperamos que a LDO, possa ser rapidamente votada. A LDO caminha no caminho da desenvolvimento da estabilidade econômica, da baixa de inflação e garantindo as conquistas sociais”, disse Vital.

Assessoria

‘Não poderia deixar de votar em Ricardo pelo apoio que ele deu a Dilma’, diz Vital

dilma-vitalO senador Vital do Rêgo (PMDB) agradeceu a expansiva votação pela reeleição de Ricardo Coutinho (PSB) e disse que a parceria do socialista foi fundamental para fortificar a aliança com a presidente eleita Dilma Rousseff (PT).

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

– Dilma é a força que eu preciso para continuar fazendo bem a Paraíba. A vitória de Ricardo Coutinho mostra que o trabalho é fundamental. Depois de não ter ido ao segundo turno, eu não poderia deixar de votar em Ricardo Coutinho pelo apoio que ele deu a presidente Dilma – colocou

Assessoria

Ricardo diz que vai defender Dilma no 2º turno e buscar apoio de Vital e Maranhão

ricardoMomentos após a confirmação de sua passagem para o segundo turno nas eleições estaduais, o governador e candidato à reeleição Ricardo Coutinho (PSB), declarou, durante coletiva à imprensa, que vai defender o apoio a presidente Dilma Rousseff (PT) dentro do seu partido em âmbito regional e nacional.

“Acho que o Brasil não pode ter um retrocesso de um discurso maquiado como se a gente não soubesse o que eles fizeram na Paraíba e no Brasil. É preciso olhar para frente avançar e Dilma representa este pensamento”, disse Ricardo, na noite deste domingo (5).

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Ele também afirmou que vai procurar o apoio dos senadores Vital do Rego e José Maranhão, ambos do PMDB. “Já cumprimentei o senador eleito Maranhão pela vitória e tenho um transito bom com os dois senadores. Existe a convergência numa aliança entre nossos partidos, mesmo porque seria muito estranha uma aproximação do PMDB com o esquema político do PSDB”, avaliou.

O socialista destacou o bom desempenho do candidato a senador Lucélio Cartaxo (PT), que ficou na segunda colocação, e a importância do petista e do Partido dos Trabalhadores em sua campanha. Ele lamentou ainda que o candidato ao senado Wilson Santiago (PTB) tenha sido usado como moeda de troca em várias regiões pelo seu opositor.

O governador demonstrou confiança que vencerá as eleições no segundo turno, visto que o cenário é amplamente favorável, inclusive com o debate entre dois candidatos com histórias e práticas diferentes. “O cenário é melhor possível, quem tinha de ir para o outro lado, já foi. Quem desse perfil dos eleitores de Vital do Rêgo, e dos partidos de esquerda vai apoiar uma candidatura que usa de todos esses métodos reprováveis que o outro candidato usa?”, questionou.

 

portalcorreio

Souza Lopes/Correio aponta Cássio com 44,9%, Ricardo com 38,1% e Vital com 3,8%

cassio-vital-ricardoPesquisa de intenções de votos realizada pelo Instituto Souza Lopes, contratada pela Empresa de Televisão João Pessoa LTDA, aponta o candidato do PSDB, senador Cássio Cunha Lima, à frente na disputa para governador da Paraíba com 44,9%. Considerando a margem de erro da pesquisa – de 2,6 pontos percentuais para mais ou para menos – o tucano tem de 42,3% a 47,5%.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Em segundo, aparece o governador Ricardo Coutinho (PSB), que concorre à reeleição, com 38,1%. Com a margem de erro tem de 35,5% a 40,7%. Em terceiro lugar, segundo a pesquisa, ficaria o senador Vital do Rêgo Filho (PMDB), com 3,8%. Com a margem de erro, oscila entre 1,2% e 6,4%.

O deputado federal Major Fábio, candidato do Pros, aparece em quarto na pesquisa com 0,5%. O candidato do PSTU, Antônio Radical, teria 0,3% e Tárcio Teixeira (Psol), 0,1%. Os votos brancos e nulos seriam 5,1%. Não sabe e não quis opinar somam 7,2%.

Na consulta espontânea, Cássio Cunha Lima aparece com 42,7%, seguido de Ricardo Coutinho, com 34,7%. Vital também aparece em terceiro lugar na consulta espontânea, com 3,7%. Antônio Radical tem 0,5% e Major Fábio, 0,3%. Outro aparece com 0,1%. O candidato Tárcio Teixeira não foi citado na pesquisa espontânea. Os votos brancos e nulos, na consulta espontânea, somam 4,8%; e 13,2% dos entrevistados não sabem ou não opinaram.

A Empresa de Televisão João Pessoa integra o Sistema Correio de Comunicação. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba sob o número PB-0041/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01036/2014. As consultas foram realizadas pelo Instituto Souza Lopes entre os dias 30 de setembro e 02 de outubro. Foram ouvidos 1.500 eleitores de todas as faixas etárias, idades e classes sociais. O nível de confiança da pesquisa é de 95%. As eleições para presidente da República, governador, deputados estadual e federal, além de senador, serão realizadas neste domingo, em todo o país.

Maranhão lidera para senador

Na disputa para o Senado, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Souza Lopes, em primeiro aparece o ex-governador José Maranhão (PMDB) com 27,9% das intenções de voto. Em segundo lugar, está o ex-senador Wilson Santiago (PTB) com 19,7%. Lucélio Cartaxo, que concorre pelo PT, aparece em terceiro lugar com 16,1%. Leila Fonseca (Pros) tem 1,2%.

Walter Brito Filho (PTC) está com 0,9%. Nelson Júnior (Psol) aparece com 0,3% e Rama Dantas, do PSTU, 0,2%. De acordo com o Instituto Souza Lopes, 11,1% dos eleitores paraibanos responderam que votariam em branco ou anulariam o voto para senador. Já 22,6% disseram não saber em quem votar ou não quiseram opinar.

Na consulta espontânea, José Maranhão também aparece na liderança, com 22,7%, seguido de Wilson Santiago, com 16,2%, e Lucélio Cartaxo, com 12,7%. Walter Brito Filho tem 0,9% e Leila Fonseca, 0,7%. Nelson Júnior e Rama Dantas têm 0,1%, cada. ‘Outro’ aparece com 0,3%. Os votos brancos e nulos seriam 8,6%. Não sabem ou não opinaram somaram 37,7%.

Dilma na frente com 51,9%

Sobre a disputa para presidente da República, na Paraíba, a pesquisa estimulada do Instituto Souza Lopes traz a presidente Dilma Rousseff, candidata do PT e que concorre à reeleição, na liderança com 51,9%. A candidata do PSB, Marina Silva, tem 17,3%. O candidato do PSDB, Aécio Neves, está em terceiro lugar, com 16,4%. O Pastor Everaldo (PSC) tem 0,8%. Eduardo Jorge (PV) está com 0,5%. Os candidatos Levy Fidelix (PRTB) e Luciana Genro (Psol) têm 0,2%, cada. Já Eymael (PSDC), José Maria (PSTU), Mauro Iasi (PCB) e Rui Costa Pimenta (PCO) tiveram 0,0%. Os votos brancos e nulos na preferência para presidente são 4,7%; e 8% não sabem em quem votar ou não quiseram opinar.

Na consulta espontânea, Dilma também aparece em primeiro na preferência dos eleitores, com 51,5%. Marina está com 16,9% e Aécio aparece com 15,5%. Pastor Everaldo tem 0,7%. Eduardo Jorge, Levy Fidélix e Luciano Genro aparecem na consulta espontânea com 0,2% cada. O percentual de eleitores que responderam votar em branco ou nulo é de 4,7%. Os que não sabem ou não quiseram opinar somam 10,1%.

Vai votar

A pesquisa Souza Lopes também quis saber do eleitor paraibano: “No domingo, dia 5 de Outubro, o(a) Sr(a) com certeza vai ao local de votação para votar em algum dos candidatos, ainda não decidiu se vai votar ou com certeza não pretende ir ao local de votação?”. Dos eleitores entrevistados, 93,7% responderam que

Guias e debates influenciaram

Mesmo faltando um dia para as eleições, ainda há um grande contingente de eleitores indecisos. São mais mulheres do que homens e podem se definir para qualquer um dos lados. A avaliação é do presidente do Instituto Souza Lopes, Bruno Souza Lopes. Ele disse que a presidente Dilma Rousseff (PT) reagiu muito bem na Paraíba, nos últimos dias, por causa do programa de TV e dos debates.

Afirmou que a candidata do PSB, Marina Silva perdeu um percentual importante e que o candidato do PSDB, Aécio Neves, pelos que se verificou na Paraíba, foi beneficiado com os votos da adversária. “A presidente Dilma subiu muito acima da margem de erro”, comentou Bruno Souza Lopes.

Para o Senado, segundo ele, o candidato José Maranhão (PMDB) mantém uma distância confortável em relação aos adversários, mas 37,8% ainda não têm candidato a um dia do pleito. “Os números da pesquisa mostram que os programas eleitorais e os debates, na reta final, produziram mudanças nas cabeças dos eleitores”, disse.

Reta final

Conforme Bruno, o interesse pelas eleições também aumentou na reta final. “Mas a decisão está nas mãos dos indecisos. E mantendo a tradição das últimas eleições, muitos paraibanos vão aguardar até o último minuto para decidir em quem votar”, frisou Bruno Souza Lopes.

 

Jornal Correio da Paraíba

‘Votos em Vital e votos brancos, nulos e abstenções serão decisivos para definir segundo turno na Paraíba’, afirma cientista político

jose-henrique-artigasPara o cientista político José Artigas, dois aspectos podem influenciar definitivamente a possibilidade de um segundo turno nas eleições deste ano na Paraíba.

“O primeiro deles é a votação de Vital do Rêgo Filho (PMDB), especialmente em Campina Grande. Lá ele vem demonstrando uma intenção de votos pequena, mas nós sabemos que sua família é muito forte na cidade, e pode diminuir a votação de Cássio Cunha Lima (PSDB) na cidade. Este fator pode embolar ainda mais as candidaturas de Ricardo e Cássio”, declarou.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O outro fator são os votos brancos, nulos e as abstenções. “O que vale nas eleições são os votos válidos. Quanto mais votos brancos, nulos e abstenções, maior a tendência de distanciamento entre o primeiro e o segundo colocados. Isso pode gerar uma grande alteração do cômputo geral das eleições”, afirmou.

Ele lembrou que o número de abstenções nas últimas eleições foi de 20%. “Um em cada cinco eleitores não foram votar nas últimas eleições. Isso é um reflexo de um desencantamento das pessoas com o sistema político. Esse número vem crescendo nos últimos 12 anos”, explicou.

Ele espera que as pessoas pensem bem se querem realmente se abster de participar do processo eleitoral. “Esperamos que a população reflita muito bem sobre seu voto e participe. Quem deixa de votar abre caminho para que outros decidam por ele, e abre mão da legitimidade de cobrança. Quem vota tem direito de cobrar os candidatos, quem não vota não tem”, concluiu.

João Thiago