Arquivo da tag: virtual

Cartório realiza casamento virtual para 30 casais, na Paraíba

Um cartório de João Pessoa realizou um casamento online para 30 casais da Paraíba, por meio da internet. Muitos deles já haviam dado entrada com a solicitação do casamento antes da pandemia do coronavírus, mas com o isolamento social, as cerimônias presenciais foram suspensas.

Para se adaptar ao momento, o cartório entrou em contato com os casais para saber se eles aceitavam fazem a cerimônia online e trinta deles foram os primeiros a participar, com a presença do juíz Romero Feitosa.

“Sempre inicio as minhas celebrações, de quase 80 mil casamentos realizados em João Pessoa, explicitando, fazendo ver a quem está, prestando a minha satisfação, a minha honra, mas acima de tudo de celebrar o amor”, disse o juiz.

A cerimônia durou cerca de vinte minutos, até a pergunta final do juiz aos casais sobre a aceitação ou não da livre e espontânea vontade do casamento. O cartório tem mais de 100 casamentos programados pelo mês de junho na Paraíba que vão acontecer pela internet.

O registro no civil também vai fazer parte de uma espécie de registro digital, que vai deixar o processo mais seguro. Todos os casamentos, além do vídeo com a chamada virtual, estão sendo registrados digitalmente.

G1

 

Devido ao novo coronavírus, Bananeiras e Solânea terão ‘São João virtual’

As cidades de Bananeiras e Solânea, no Brejo paraibano, são conhecidas por realizarem tradicionalmente os festejos juninos, mas devido a pandemia provocada pelo novo coronavírus está fazendo com que as prefeituras das cidades adotem, neste ano, uma modalidade virtual para as festas.

Na cidade de Solânea, o evento acontecerá nos dias 11 e 12 de junho, que é quando se comemora a véspera e o dia de Santo Antônio. O evento receberá o nome de ‘Quarentena Cultural Solidária’, reunindo trios pé-de-serra, poetas, repentistas entre outras atrações culturais da região.

Já em Bananeiras, o tradicional São João da cidade será realizado através de um canal no Youtube. A proposta da organização do evento é transmitir shows de edições antigas da festa, abrindo a possibilidade para que os internautas possam gravar vídeos com relatos de lembranças e histórias que viveram em algum ano da festividade.

“Sei que neste ano, por causa da situação da pandemia, está todo mundo cheio de saudades, de vir a Bananeiras. Neste momento não vamos no encontrar presencialmente, mas virtualmente vamos fazer a programação. Através deste canal (Youtube), as pessoas poderão relembrar shows que foram realizados em outras edições da festa”, disse o Secretário de Cultura e Turismo de Bananeiras, Eduardo Guimarães.

A cidade ainda terá, segundo Eduardo Guimarães, um ‘palco móvel’ com um trio pé-de-serra percorrendo as ruas da cidade. Ainda segundo o secretário, todos os cuidados serão tomados pela prefeitura, mas ele acredita que é essa maneira de agraciar as pessoas com um pouco do tradicional São João.

 

portaldobrejo

 

 

São João Virtual: Campina Grande terá lives de artistas durante o mês de junho

Devido ao isolamento social por conta da pandemia do Coronavírus, o Maior São João do Mundo, em Campina Grande foi adiado para o mês de outubro. Com isso, serão realizadas no mês de junho diversas lives, promovendo assim um São João Virtual.

O evento que está sendo organizado pelo Medow Entretenimento, responsável pela realização do São João de Campina Grande, será realizado direto da área do Complexo Multimodal da Medow, no bairro Itararé, com a participação de artistas regionais e atrações nacionais.

“Diante do novo cenário nacional, que cancelou eventos e adiou O Maior São João do Mundo, a Medow decidiu inovar e levar o evento para perto do público”, adiantou o diretor da empresa, Jomário Souto.

O São João de Campina em Sua Casa será o primeiro programa live junino do país, que reunirá entretenimento, informação, cultura, música, entre outros temas, com transmissão para o mundo inteiro, pelo Instagram, Facebook e You Tube. As transmissões serão feitas de um cenário junino, retratando o Parque do Povo, sem participação do público, mas adotando todas as medidas de proteção determinadas pela Organização Mundial da Saúde e autoridades sanitárias, para garantir a segurança dos artistas e equipe de produção.

“O São João de Campina em Sua Casa chega com a proposta de levar entretenimento para o público, mantendo acesa a chama dos festejos juninos e preparando o clima para O Maior São João do Mundo, em outubro”, disse Jomário.

O projeto tem também um cunho filantrópico e arrecadará doações destinadas a instituições de caridade e famílias carentes de Campina Grande.

 

clickpb

 

 

Em sessão virtual inédita, ALPB aprova por unanimidade estado de calamidade pública contra o coronavírus

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realizou, nesta segunda-feira (23), a 1ª sessão de forma remota de sua história, para votar o decreto de Calamidade Pública contra o coronavírus (Covid-19), publicado no último sábado (21) pelo Governo do Estado.

Atendendo a recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde, a ALPB suspendeu as atividades até o próximo dia 2 de abril, com a ressalva de que poderia ser convocada uma sessão extraordinária a qualquer momento para deliberar sobre projetos de interesse público. Mais de 30 deputados participaram da sessão e aprovaram, por unanimidade, o decreto do Executivo, que leva em consideração a imposição do aumento de gastos públicos e o estabelecimento das medidas de enfrentamento da emergência de saúde pública.

O presidente da Assembleia, Adriano Galdino, declarou que a Casa de Epitácio Pessoa,  em sessão histórica, 100% online, cumpre seu papel em prol dos paraibanos e lembrou que neste momento de crise mundial é extremamente importante que todos deem as mãos. “Em nome da união de todos, vamos fortalecer o Governo do Estado, para que se consiga colocar em prática as medidas públicas de prevenção e combate ao novo coronavírus. Este é o momento de unirmos as nossas forças. Nesse momento, não existe situação nem oposição. Estamos todos unidos para combater essa pandemia, ” afirmou Galdino.

O líder da situação na Casa Epitácio Pessoa, o deputado Ricardo Barbosa, considerou extremamente positiva a iniciativa do Executivo de elaborar o Decreto de Calamidade Púbica. “Essa medida é de extrema relevância diante de uma causa que afeta a Paraíba e todo o mundo. Estamos todos unidos na luta contra o novo coronavírus”, disse Barbosa.

O deputado Raniery Paulino, líder da bancada de oposição, fez questão de ressaltar que o momento é de união e todos devem concentrar forças nas medidas de prevenção à pandemia. “A bancada da Assembleia tem consciência plena do momento delicado. Por isso, precisamos unir forças para o bem da Paraíba. Não existe situação e nem oposição. Estamos todos unidos pelo mesmo propósito”, declarou o líder da oposição.

O presidente da Comissão de Saúde da ALPB, Dr. Érico, reforçou os cuidados que a população deve ter para não contrair o Coronavírus. “Nós estamos trabalhando sem parar para combater esse vírus e não poderíamos ser contra essa matéria. Faço um apelo para que as pessoas continuem se cuidando, para que nós possamos atravessar essa fase da melhor forma”, disse o parlamentar.

 

agenciaalpb

 

 

Mãe faz visita virtual a filho preso em outra cidade; encontro por videochamada é o primeiro da PB

Uma mãe da cidades de Patos, no Sertão da Paraíba, conseguiu ver o filho preso há nove meses na Cadeia Pública de Belém, no Agreste, por meio de uma visita virtual. Essa foi a primeira vez que um detento recebeu uma visita por meio de videoconferência, na Paraíba, de acordo com o Secretário Executivo de Administração Penitenciária, João Paulo Ferreira. Maria do Socorro, que estava a 310 km de distância do filho, o reencontrou também pela primeira vez desde a prisão. A visita foi autorizada pelo Judiciário e aconteceu no último dia 23 de agosto.

Conforme explica João Paulo, a iniciativa faz parte de um projeto piloto para começar a realizar as visitas virtuais em outras penitenciárias. Desde que foi preso preventivamente, no dia 8 de dezembro de 2018, o jovem nunca havia recebido a visita de familiares, em razão do alto custo de deslocamento.

Diante disso, a defensora pública da Comarca de Belém, Diana Guedes, resolveu pedir o benefício à juíza responsável pela Comarca de Belém, que autorizou. Ela contou com a ajuda da defensora pública Carollyne Andrade, que acompanhou a videochamada ao lado da mãe, no Núcleo de Atendimento da DPE em Patos.

O encontro virtual durou aproximadamente 30 minutos. Além das defensoras públicas das respectivas comarcas, a visita virtual também contou com a presença da tia do preso e teve a supervisão de agentes penitenciários.

Mãe e tia do detento participaram da vida, intermediada pela Defensoria Pública da Paraíba — Foto: Defensoria Pública da Paraíba/Divulgação

Mãe e tia do detento participaram da vida, intermediada pela Defensoria Pública da Paraíba — Foto: Defensoria Pública da Paraíba/Divulgação

A defensora pública Carollyne Andrade ressalta que a punição que o Estado impõe aos presos é relativa à privação da liberdade. “Outros direitos, pelo menos teoricamente, continuam assegurados, como o direito à saúde, à religião e a ter contato com a família – conforme dispõe o art. 41 da Lei de Execução Penal”, complementa.

A defensora salienta que a maioria das famílias de pessoas detidas, em razão da exclusão social, não possui condição financeira de percorrer longas distâncias territoriais, mesmo dentro do mesmo Estado. “Acreditando que os familiares do preso não podem ser punidos com esse afastamento, intermediamos essa visita virtual. Por ser uma Instituição que atende os mais vulneráveis, essa iniciativa da Defensoria, acredito, orgulha a todos”, afirma Carollyne.

Para a defensora pública Diana Guedes, a iniciativa deveria ser repetida em outros estabelecimentos penais. Ela lembra, inclusive, que a Gerência Operacional de Articulação com Estabelecimentos Penais (Goaep) da DPE-PB já encaminhou para o Departamento Penitenciário Nacional (Depen) a minuta do convênio de um projeto que prevê a realização de visitas virtuais no Sistema Prisional da Paraíba.

“É importante para amenizar a ansiedade das famílias e dos presos, inclusive para que eles possam cumprir de maneira mais satisfatória os deveres impostos pela Lei de Execução Penal”, ressaltou.

G1

 

Idosa perde R$ 200 mil após golpe do ‘namoro virtual’ com inglês

contaUma aposentada de Mogi das Cruzes, de 69 anos, procurou a Polícia Civil para denunciar um golpe sofrido por ela durante um namoro virtual com um homem que dizia ter nacionalidade inglesa. Em seis meses, ela perdeu R$ 200 mil que teria emprestado ao namorado para pagar os estudos dos filhos.

A vítima contou que conheceu o homem pela internet. Ele se identificou como Ray Roberto e dizia ter nacionalidade inglesa. Durante o relacionamento, que começou no dia 20 de julho deste ano, o homem pediu ajuda financeira para pagar os estudos dos filhos na África do Sul, além das taxas bancárias. A aposentada começou a depositar dinheiro que, até o começo de dezembro, somou R$ 200 mil. Os pagamentos foram feitos através dos sites Moneygram e Ego Brown, do  Quênia, que facilitam transferências internacionais.

O caso foi registrado no 2º Distrito Policial de Brás Cubas. Cópias dos extratos bancários foram entregues à Polícia Civil.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Dia Mundial da Internet Segura alerta jovens para cuidados no ambiente virtual

internetDiversas instituições brasileiras públicas e privadas fazem hoje (10) uma programação para lembrar o Dia Mundial da Internet Segura, que ocorre nesta terça-feira. Com o tema “Vamos criar uma internet melhor juntos”, a ação é feita em mais de 100 países e tem como proposta mobilizar crianças, adolescentes, pais e educadores para criar um ambiente virtual seguro e alertar os internautas para os perigos de expor informações pessoais na rede.

No Brasil, a data será marcada pela apresentação de 61 atividades como palestras, aulas, debates e exibição de filmes, com o engajamento de 40 instituições. A expectativa é reunir cerca de 42 mil pessoas em 44 cidades de todos os estados.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Na página do evento, há jogos e vídeos sobre segurança na internet. A ação também disponibiliza a Cartilha de Segurança para Internet, que contém recomendações e dicas sobre como os usuários podem aumentar a segurança na rede. A cartilha traz informações sobre privacidade, redes sociais, contas e senhas, entre outros temas. O material é acompanhado de um conjunto de slides que podem ser usados em palestras e aulas.

As ações alusivas à data são promovidas no Brasil pela SaferNet, organização não governamental (ONG) criada para combater crimes e violações dos direitos humanos na rede, com patrocínio do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR, do Comitê Gestor da Internet no Brasil e das empresas Google e GVT. O evento tem apoio de instituições como a Polícia Federal, o Ministério Público Federal, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência, além de colégios e ONGs.

A pesquisa TIC Kids Online Brasil 2013,  feita pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação, mostrou que 79% dos usuários brasileiros de internet, entre 9 anos e 17 anos, têm perfil nas redes sociais, sendo o Facebook o canal mais utilizado.

Em relação às situações de risco vividas online, 38% das crianças e dos adolescentes, entre 11 anos e 17 anos, adicionaram pessoas que nunca conheceram pessoalmente à sua lista de amigos ou contatos nas redes sociais. Quando o assunto é a mediação para o uso seguro da internet, apenas 8% dos pais e responsáveis dos jovens consultados na pesquisa acreditam que seu filho tenha passado por alguma situação de incômodo ou constrangimento na rede – percentual semelhante ao verificado em 2012 (6%).

Agência Brasil

Plataforma virtual de auxílio ao eleitor é lançada em parceria com o TSE

TSEEm parceira com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o Google lançou uma plataforma digital para auxiliar os eleitores, intitulada “Google Política & Eleições: Pesquise; Descubra; Vote Consciente”. O site traz informações oficiais sobre candidatos (a presidente e a governador) a partir de informações do sistema “Divulgacand” da Justiça Eleitoral.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Também estão disponíveis informações como agenda de eventos, entrevistas ao vivo de candidatos a cargos majoritários e as mais recentes notícias sobre as eleições divulgadas por mais de 30 parceiros de mídia, entre jornais, revistas, TVs e sites jornalísticos, além de vídeos relacionados.

O site informa que em breve oferecerá informações completas sobre candidatos aos cargos de senador, deputado federal e deputado estadual ou distrital, no caso do Distrito Federal. A ONG Transparência Brasil também é parceira neste projeto.

Assessoria

Sexo sem fronteiras: Veja prós e contras do campo virtual

sexo virtualFaz dias que você está longe e a saudade da parceira começa a bater mais forte. Ou vocês estão perto e querem esquentar o encontro de logo mais. Nessas horas a tecnologia é aliada: instantaneamente possibilita conversas apimentadas e envio de fotos muito quentes. “A troca de imagens sensuais ou eróticas tem a ver com exibicionismo e narcisismo. E se sentir desejável é importante afrodisíaco e saudável ao relacionamento”, explica consultor.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Você tem outro motivo para investir nessa ideia. Um estudo recente da Sociedade de Terapia e Pesquisa Sexual (EUA) comprovou que mais da metade das fantasias sexuais das mulheres são relacionadas com o desejo de ser sexualmente irresistíveis aos homens. É o que ela busca ao se exibir por webcam ou fotos para deixar você excitado.

Prepare o terreno para aproveitar a “tecnologia sexual” e divirta-se com a garota. Mas, por ser uma brincadeira arriscada, siga nossas dicas de segurança.

COMO FAZER
Saiba conduzir o jogo. Mande mensagens sugestivas. Se ela responder no mesmo tom, diga que está com saudade e peça com jeitinho para a parceira mandar a você uma foto de lingerie depois do banho. Se a garota entrar na brincadeira, acrescente que seria maravilhoso se ela tirasse o sutiã – sempre reforçando o quanto a parceira é linda. “Peça para ela tirar uma foto com ajuda do espelho (sem flash, é claro). Assim, você consegue conduzir a garota e excitá-la”. Se ela não pedir, não precisa retribuir as fotos do mesmo jeito. “Mulheres não se excitam com o nu da mesma maneira que os homens”, explica Carrion. Seu papel é mostrar o quanto acha que ela é gostosa. Sugira ações dizendo o que gostaria que vocês fizessem juntos depois, como uma preliminar. “Isso fará com que ela se solte mais com você”.

COM QUEM FAZER
O melhor é começar a brincadeira com quem você já tem uma relação – nem que seja só sexual –, pois a garota pode ficar ofendida. “Aceitar um risco desse depende do grau de confiança que você inspira. Só depois de um tempo de relação a mulher vai se sentir à vontade”.

FIQUE ALERTA
“Sempre vai existir uma chance de fotos e chats se tornarem públicos se seu celular cair na mão errada ou alguém invadir o seu PC”. O melhor é fazer isso em casa, não no computador da firma ou em lugares em que algum espertinho pode pegar seu telefone.Se pedir um show pelo Skype, certifique-se de que não está sendo gravado e de que você não está on-line para mais alguém (imagine sua mãe vendo a cena…). Se o presente for uma foto, aproveite, mas depois apague a prova do crime, principalmente se a imagem identificar a garota (bundas podem ser parecidas, mas o rosto não vai ser confundido). “E lembre-se de que só o delete não é suficiente, porque existe a lixeira. Delete o arquivo lá também. Guardar uma foto ou um vídeo numa pasta no seu computador também é um risco imenso, mesmo que você ache que escondeu bem. Então, aproveite e depois detone o material”.

Fonte: Com informações da Menshealth

Publicado Por: Fábio Carvalho

Telexfree bloqueia acesso de divulgadores a escritório virtual

Diretor Carlos Costa com telefone VoIP(Foto: Reprodução/ Facebook)
Diretor Carlos Costa com telefone VoIP
(Foto: Reprodução/ Facebook)

O acesso ao escritório virtual do site da empresa Telexfree está bloqueado desde esta segunda-feira (15) e, dessa forma, os associados não conseguem visualizar seus ganhos. Um comunicado foi feito na página do Facebook da companhia. De acordo com o advogado Horst Fuchs, a medida precisou ser tomada porque hackers tentaram invadir o sistema. Ainda não há prazo para a situação se normalizar.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A Telexfree está sendo investigada por suspeita de pirâmide financeira, e desde o final de junho estão proibidos os pagamentos de comissões, bonificações e quaisquer vantagens oriundas da companhia aos divulgadores, além de novas adesões à rede, conforme decisão judicial. O descumprimento a qualquer das determinações pode gerar o pagamento de multa de R$100 mil por cada novo cadastramento ou recadastramento e por cada pagamento indevido.

O advogado explicou que o bloqueio do escritório virtual não tem ligação com decisão judicial. “Essa parte do portal continua bloqueada enquanto algumas medidas são tomadas pelos departamento de segurança e tecnologia de empresa. Hackers estavam tentando invadir o sistema e até que não esteja seguro, vamos manter como está, mas garantimos que os ganhos dos divulgadores continuam congelados”, disse.

Divulgadores
Com o bloqueio do escritório virtual, muitos divulgadores usaram a página da Telexfree do Facebook para reclamarem ou, ainda assim, apoiarem a empresa. Uma mulher escreveu que pretende sair da companhia. “Acabou! Pra mim não dá mais, chega de farsa Telexfree! Na hora entrar nessa pirâmide (…) foi muito rápido e agora na hora de me pagarem é uma novela mexicana! Exigimos transparência.”

Outra divulgadora se mostrou desconfiada do bloqueio. “Não podíamos fazer nada mesmo, mas parece que fizeram [o bloqueio] de propósito, para aqueles que querem guardar provas não possa printar (sic) a tela, por exemplo, do valor da adesão paga, onde diz seu nome, e quando foi paga a adesão. Também printar (sic) a tela da parte de renda para verificar quanto o divulgador já recebeu e quanto falta, para qualquer coisa os que saíram no prejuízo receber da Justiça os valores (…) para nos indenizar caso a empresa não volte. Acredito na empresa, mas esta difícil. Não sei porque esta medida de travar o nosso acesso ao backoffice, estanho isso”, escreveu.

Justiça do Acre
A juíza Thaís Borges, da 2ª Vara Cível da Comarca de Rio Branco, no Acre, julgou favorável a medida proposta pelo Ministério Público do Estado do Acre para suspender as atividades da Telexfree, no último dia 18. Com a decisão, foram suspensos os pagamentos e a adesão de novos contratos à empresa até o julgamento final da ação principal, sob pena de multa diária de R$ 500 mil em caso de descumprimento e de R$ 100 mil por cada novo cadastramento. A magistrada afirmou que a decisão não configura o fim da empresa, apenas suspende as atividades durante o processo investigativo.

Os advogados da empresa chegaram a entrar com pedido de reconsideração após a decisão da juíza, mas que foi negado pelo Tribunal de Justiça do Acre.

Julgamento recurso Telexfree (Foto: Rayssa Natani / G1)Julgamento recurso Telexfree no Acre (Foto: Rayssa Natani / G1)
G1