Arquivo da tag: viral

Chega à Paraíba tríplice viral para crianças com alergia ao leite de vaca

 

Reprodução/ Agência Brasil Vacina protege contra sarampo e outras doenças
Reprodução/ Agência Brasil
Vacina protege contra sarampo e outras doenças

Após o envio de 1,5 milhão da vacinas da tríplice viral para todo o país, as doses já começaram a ser distribuídas e aplicadas em crianças de zero a cinco anos incompletos desde o segundo dia deste mês na Paraíba. A novidade é que crianças que possuem alergia a leite de vaca terão doses específicas.

A Secretaria de Estado de Saúde da Paraíba (SES-PB) não informou a quantidade de vacinas foram recebidas no Estado, mas disse que elas podem ser encontradas nas Unidades de Saúde da Família, as USFs, de cada município e a meta para este ano é vacinar 95% das 57 mil crianças com 12 meses.

Pais de crianças com alergia à proteína do leite da vaca já podem procurar os postos de saúde para vacinar os filhos com a tríplice viral, que protege contra o sarampo, a rubéola e a caxumba. A imunização dessas crianças havia sido suspensa no ano passado, após o registro de casos de reação adversa.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Na campanha nacional de vacinação de 2014, a pasta recomendou aos estados e
municípios suspender a vacinação em crianças com essa condição como medida preventiva já que, ao analisar a composição da dose produzida pelo Serum Institutte of India Ltd., verificou-se a presença de lactoalbumina hidrolisada.

O sarampo é uma doença viral aguda grave e altamente contagiosa. Os sintomas mais comuns são febre alta, tosse, manchas avermelhadas, coriza e conjuntivite. A transmissão é de pessoa para pessoa por meio de secreções expelidas ao tossir, falar ou respirar. A única forma de prevenção da doença é a vacinação.

No mês passado, a Organização Mundial da Saúde alertou que os recentes surtos de sarampo ocorridos nos Estados Unidos e no Brasil sugerem que as taxas de imunização contra a doença em algumas áreas estão abaixo do necessário para prevenir a propagação de casos importados nas Américas e reforçou a importância de os países manterem altas taxas de cobertura vacinal no continente.

 

 

Por  Agência Brasil