Arquivo da tag: violentar

Jovem é apreendido suspeito de violentar criança de seis anos, no brejo da PB

Agentes do 4º Batalhão da Polícia Militar (PMPB), apreenderam um jovem de 14 anos suspeito de violentar uma menina de apenas seis anos, o foi apreendido pela polícia na cidade de Mulungu, no brejo Paraibano.

A ação foi registrada na noite de ontem (03). O ato é considerado atentado violento ao pudor. À polícia, o pai da vítima informou que as partes íntimas da criança haviam sido violadas resultando em sangramento.

O jovem foi detido com acompanhamento do Conselho Tutelar. Ele a vítima e o pai dela foram encaminhados a Delegacia de Polícia Civil da cidade.

 

pbagora

 

 

Polícia prende suspeito de violentar sexualmente sobrinhas na Paraíba

A Polícia Civil da Paraíba prendeu, na tarde desta quarta-feira (10), na cidade de Lagoa Seca, um jovem de 24 anos, apontado como principal suspeito de violentar sexualmente as próprias sobrinhas, de 9 e 11 anos de idade. A prisão se deu por força de mandado expedido pelo juiz Fabrício Meira Macedo, da 1ª Vara Criminal de Campina Grande.

De acordo com informações do delegado Cícero Pereira, o acusado, que atualmente trabalhava como técnico em instalações elétricas, foi detido em sua própria residência, localizada no bairro São José, em Lagoa Seca. Ele teria sido condenado a 12 anos de prisão, depois que o crime de estupro foi confirmado por meio de exames sexológicos feitos nas vítimas.

Conforme informações do delegado, há cerca de dois anos, o pai das garotas procurou a Polícia para fazer a denúncia contra o acusado. Após conhecimento do fato, o delegado que atuava na época em Lagoa Seca chegou a pedir a prisão do acusado, no entanto, não havia provas suficientes, só após realização dos exames e comprovação dos laudos é que ele foi condenado pela prática.

A Polícia de Lagoa Seca está investigando outros casos que envolvem o preso, desta vez seria um relacionamento com uma adolescente de apenas 14 anos de idade. Quando o pai da jovem descobriu, procurou a Polícia para denunciar a prática.

Após ser preso, o jovem foi encaminhado para o Instituto de Polícia Científica em Campina Grande, para a realização de exame de corpo de delito. O suspeito será levado para audiência de custódia e deverá ser transferido, nas próximas horas, para a Penitenciária Regional do Serrotão.

wscom

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Família amarra e agride comerciante suspeito de violentar menina de 13 anos

hospitalO comerciante Francisco Sarmento Dantas, 43 anos, foi amarrado e agredido fisicamente na noite da sexta-feira (05), no Conjunto André Gadelha, localizado o município de Sousa no Sertão paraibano.

Ele havia saído na noite da última quinta-feira (05), levando uma adolescente de 13 anos, com quem manteve relações sexuais, fato comprovado posteriormente, após realização de exame de conjunção carnal na menina. Francisco estava deixando a garota de volta em casa quando foi surpreendido por três pessoas que lhe amarraram e deram socos e ponta pés.

Ele foi resgatado pela polícia e socorrido ao Hospital Regional de Sousa para ser medicado, no entanto, momentos depois ele conseguiu fugir da casa de saúde. Agora, Francisco Sarmento está sendo procurado pela polícia por estupro de vulnerável, mesmo a adolescente alegando que não foi forçada a manter relações sexuais com o suspeito.

Dois dos acusados de agredirem o comerciante foram detidos e encaminhados à Delegacia. O delegado Vicente Honório Filho ouviu as testemunhas, a vítima e o acusado. No depoimento a menor disse que mantinha um relacionamento com o comerciante há muito tempo e já teria mantido relação sexual com outra pessoa. O caso está sendo investigado.

 

 

portalcorreio

Suspeito de violentar criança de 8 anos em Remígio, PB, é preso

Delegacia de Remígio
Delegacia de Remígio

Um dos suspeitos de ter abusado sexualmente uma criança de 8 anos, na cidade de Remígio, no Agreste paraibano, foi preso por volta das 11h da sexta-feira (1), após a juíza do município Ana Carmem Jordão decretar sua prisão e de outros dois suspeitos um dia antes. O delegado Lamartine Lacerda explicou que outro suspeito está fora do estado e outro saiu da cidade por orientação do advogado. Outros oito adolescentes também serão ouvidos e devem responder em liberdade pelo caso.

“Já entrei em contato com o advogado do suspeito que saiu da cidade. O advogado ficou de conversar com ele para saber se existe a intenção de se apresentar. Se não, ele será considerado foragido e procurado pela polícia de toda a Paraíba”, explicou Lamartine.

O delegado disse ainda que estão buscando mais informações do outro suspeito, que, de acordo com as investigações, se encontra fora da Paraíba.

A Polícia Civil de Remígio abriu inquérito após ter acesso a um vídeo em que um menino aparece sendo abusado por duas pessoas. Lamartine Lacerda disse que o vídeo foi entregue pela mãe da criança na terça-feira (26). A gravação foi durante o último carnaval.

De acordo com o depoimento do menino à polícia, ele vem sofrendo abusos sexuais desde que tinha 6 anos. A mãe, no entanto, disse só ter tomado conhecimento do fato quando um parente a entregou o vídeo. “Ela contou que o marido da irmã dela estava investigando por conta própria e conseguiu ter acesso ao vídeo”, disse o delegado.

Segundo Lamartine Lacerda, a mãe procurou o Conselho Tutelar da cidade e contatou a polícia. Em depoimento, a criança apontou outras oito pessoas que já teriam participado dos abusos na mesma comunidade. A vítima contou ainda que praticava os atos sob agressões, ameaças e até pagamentos. “Já sabemos que uma dessas pessoas apontadas pela vítima é um ex-presidiário”, disse o delegado.

O delegado disse que “com base nos relatos da vítima também foi possível chegar às pessoas que aparecem no vídeo, já que os rostos não são mostrados. Os dois que aparecem praticando sexo oral com a criança e o rapaz que fez a filmagem já prestaram depoimento na tarde desta terça-feira”.

Negligência da família
O menino de 8 anos está sendo acompanhado por psicólogos do Conselho Tutelar da cidade. “Existem indícios de que a criança era negligenciada pela familia”, disse Roseluce de Sousa, a presidente do Conselho Tutelar do município nesta quarta-feira (27).

“Realmente foi registrada negligência familiar, uma vez que os pais não tinham total controle e observação do filho”, afirmou a conselheira.

 

 

G1 PB

Adolescente é apreendido por violentar mulher em Campina Grande; vítima disse que era virgem

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa

De acordo com o tenente-coronel Souza Neto a mulher foi abordada pelo o adolescente com uma faca peixeira e anunciou o assalto, mas como a vítima não tinha dinheiro nem celular ele a violentou

A Polícia Militar de Campina Grande apreendeu um adolescente acusado de estuprar uma mulher de 20 anos na segunda-feira (11), em Campina Grande. O crime aconteceu no bairro da Prata,  próximo ao Hospital João XXIII. Segundo a própria vítima ela era virgem.

De acordo com o tenente-coronel Souza Neto, do 2º Batalhão da Polícia Militar, a mulher foi abordada pelo o adolescente com uma faca peixeira e anunciou o assalto, mas como a vítima não tinha dinheiro nem celular ele a violentou.
CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook
“Na negativa da vítima de que não tinha dinheiro ou celular o acusado mandou que a mesma pulasse o muro do quintal de uma casa onde a obrigou a tirar sua própria roupa mesmo aos apelos da jovem que era virgem”, contou.
Ainda de acordo com o tenente, moradores próximo a local do crime ouviram os gritos da vítima e chegaram a perseguir o acusado. A polícia foi acionada e o adolescente foi preso nas imediações do Largo do Açude Novo.
A vítima foi socorrida para o Hospital Estadual de Emergência e Trauma Dom Luis Gonzaga Fernando, em seguida para o Maternidade Instituto Saúde Elpídio de Almeida. Após ser atendida e prestado atendimento médico foi conduzida para a Central de Policia.

Fonte: Portal Correio