Arquivo da tag: Vigília

Schumacher completa 45 anos lutando para viver; fãs fazem vigília em hospital

Charles Platiau/Reuters
Charles Platiau/Reuters

Michael Schumacher completa 45 anos nesta sexta-feira, mas o clima não é de festa, e sim de torcida. Internado em estado grave desde o último domingo em Grenoble, na França, após chocar-se com uma rocha quando esquiava ao lado do filho Mick, o ex-piloto alemão luta pela vida.

Schumacher já passou por duas cirurgias para amenizar o traumatismo craniano e os hematomas internos formados após o impacto. Em coma induzido, com o estado de saúde estável, porém grave, a equipe médica do Hospital Universitário de Grenoble optou por divulgar novos boletins apenas quando houver alterações significativas.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Além de parentes, o ex-piloto tem recebido a visita de amigos, como Jean Todt, presidente da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) e com quem formou uma parceria vencedora de cinco títulos na Fórmula 1 com a Ferrari. A escuderia italiana, aliás, além das homenagens que já vem fazendo, vai promover nesta sexta, em frente ao hospital, uma vigília com fãs para um ato silencioso em homenagem a Schumacher.

Curiosamente, o gesto da Ferrari com os fãs afronta um pedido da família, que pediu privacidade, e da direção do hospital, que tem reclamado da aglomeração de pessoas e jornalistas no local, o que atrapalha o acesso ao pronto-socorro.

Maior campeão da Fórmula 1, com sete títulos (dois pela Benetton e cinco pela Ferrari), Schumacher tornou-se um ícone do esporte. Detém, entre outras marcas, o recorde de vitórias (91) e poles (68) da categoria. Após se aposentar em 2006, voltou às pistas em 2010, pela equipe Mercedes. Correu mais três temporadas, mas sem o mesmo sucesso que definiu sua carreira, indo ao pódio apenas uma vez, no GP da Europa de 2012.

 

iG

Palmeirenses fazem vigília em hotel por ingressos para a decisão

O Palmeiras encontra tranquilidade no hotel em que está concentrado para a final da Copa do Brasil, contra o Coritiba, nesta quarta-feira, às 21h50m (horário de Brasília), no estádio Couto Pereira. O mesmo não se pode dizer de um grupo de torcedores que faz vigília desde cedo em frente ao local onde a delegação está hospedada. Dez fãs se organizaram na porta do hotel em busca de ingressos para a decisão. Os quatro mil ingressos iniciais foram vendidos em menos de dez minutos. Os 1.500 ingressos extras tiveram o mesmo destino.

Alguns desses torcedores vieram de longe. Luís Gustavo, por exemplo, chegou de Dois Irmãos, no Rio Grande do Sul, e viajou sem qualquer garantia de que assistiria à final.

– Eu vinha ontem (terça) à noite, mas atrasei e perdi o check-in do voo no aeroporto. Tive de remarcar a passagem para esta manhã. Para piorar, estou sem hotel. Minha reserva foi cancelada porque não apareci ontem – disse o torcedor.

Palmeirenses a procura de ingressos (Foto: Diego Ribeiro / Globoesporte.com)Palmeirenses procuram ingressos na porta do hotel (Foto: Diego Ribeiro / Globoesporte.com)

Mesmo com as dificuldades, o clima era de bom humor. Além dele, outros dois gaúchos estavam no grupo, ambos de São Lourenço do Sul, também no interior do estado. Eles foram recepcionados por um grupo de palmeirenses de Curitiba e querem fazer festa na capital paranaense.

Serão cerca de 35 mil torcedores no Couto Pereira, a grande maioria, claro, do Coxa. Todos os ingressos já foram vendidos, mas ainda há algumas vendas em sites de compras coletivas e vendas diretas de torcedores.

Depois de vencer o Coritiba por 2 a 0 no jogo de ida, na Arena Barueri, o Palmeiras pode perder por 1 a 0 ou até por dois gols de diferença desde que marque. O Coxa precisa devolver os 2 a 0 para levar a decisão para os pênaltis. Para conquistar o título no tempo normal, o time paranaense tem de vencer por três gols.

Globoesporte.com

Estado de saúde de Ronaldo piora e familiares e amigos fazem vigília na casa do poeta

O ex-governador da Paraíba, Ronaldo Cunha Lima, apresentou uma piora na noite desta sexta (6) e os familiares e amigos estão apreensivos e em vigília na casa do poeta permanentemente.

No twitter, Ronaldinho Cunha Lima, filho do poeta, comentou que passou momentos difíceis na madrugada, ‘de muita dor’.

Ronaldinho twitou: ‘Noite escura que parece não ter fim. Meu Deus’ , Após a noite em claro, Ronaldinho comentou: ‘O dia clareou, mas não consigo enxergar a luz. Em Deus e nas milhares e milhares de manifestações de solidariedade eu me apego. Muita dor”.

Há pouco, o filho do poeta comentou que familiares e amigos chegam constantemente à casa do poeta. “Familiares a amigos mais próximos se amontoam em cadeiras e sofás aqui na casa do poeta numa vigília q comove e conforta. Momentos difíceis

A noite, Ronaldinho já havia alertado para a piora do estado de saúde do poeta: “Ao lado do Poeta, que infelizmente a noite apresentou uma piora. Uma sedação leve a matem dormindo agora. Estamos todos em oração”, apontou.

 

Marília Domingues

Catedral de Guarabira realiza neste sábado a Vigília de Pentecostes

 


A Catedral Diocesana de Guarabira (PB) realiza a tradicional e litúrgica Vigília de Pentecostes dia 26, sábado, a partir das 20h.

Em toda a Diocese de Guarabira haverá, por ocasião da data, a celebração que antecede o dia de Pentecostes nas comunidades, paróquias e capelas.

Na Catedral, os grupos, pastorais e movimentos estarão reunidos para celebrar um momento de louvor e adoração. “Venha passar um momento com o Senhor, reviver aquele solene dia, em que o Cristo, nosso mestre, apareceu aos discípulos – vivo e ressuscitado!”, convida o Pe. Adauto (Cura da Catedral).

A Celebração será transmitida ao vivo pelo portal da Catedral, através da nossa Twittcam.

Fonte: Site da Catedral
Focando a Notícia

ABORTO: Dom Aldo convoca vigília para comover ministros

O Arcebispo da Paraíba Dom Aldo Pagotto revelou nesta segunda-feira (9), que vai realizar uma vigília para que as orações sensibilizem o coração dos ministros do Supremo Tribunal de Justiça. Eles irão julgar nesta semana a possibilidade de aborto em caso de fetos anencéfalos.

Na próxima quarta-feira (11), será iniciado o julgado no STF pela possibilidade legal de antecipação terapêutica de parto nos casos em que os fetos apresentem anencefalia. (Característica da ausência parcial do encéfalo e da calota craniana, proveniente de defeito de fechamento do tubo neural durante a formação embrionária.)

De acordo com Dom Aldo, a igreja é contra o processo abortivo, mesmo em se tratando de uma gestação onde seja confirmada a má formação do feto.

‘Desde o instante da sua concepção já é uma pessoa. Somos absolutamente contra o aborto provocado. No caso dos anencéfalos falta uma parte da pessoa, ela não vai sobreviver, mas não temos direito de sentenciar uma pessoa indefesa’, declarou dom Aldo.

Ouça entrevista com Dom Algo Pagotto

Ainda segundo o arcebispo, os fiéis católicos estão sendo convidados a participarem de uma vigília de oração a partir de amanhã (10) até a próxima quarta-feira (11), durante o julgamento do Supremo.

Pollyana Sorrentino

Portalcorreio

CNBB convoca para Vigília de Oração pela Vida

Na próxima quarta-feira, dia 11/04, o Supremo Tribunal Federal (STF) realiza o julgamento sobre a descriminalização do aborto de anencéfalos – casos em que o feto tem má formação no cérebro. A presidência da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) enviou nesta Sexta-feira Santa, 06/04, uma carta a todos os bispos do país, convocando para uma Vigília de Oração pela Vida às vésperas do julgamento.

Em agosto de 2008, por ocasião do primeiro julgamento do caso, a CNBB publicou uma nota que explicita a sua posição. “A vida deve ser acolhida como dom e compromisso, mesmo que seu percurso natural seja, presumivelmente, breve. (…)Todos têm direito à vida. Nenhuma legislação jamais poderá tornar lícito um ato que é intrinsecamente ilícito. Portanto, diante da ética que proíbe a eliminação de um ser humano inocente, não se pode aceitar exceções. Os fetos anencefálicos não são descartáveis.  O aborto de feto com anencefalia é uma pena de morte decretada contra um ser humano frágil e indefeso. A Igreja, seguindo a lei natural e fiel aos ensinamentos de Jesus Cristo, que veio “para que todos tenham vida e vida em abundância” (Jo 10,10), insistentemente, pede,  que a vida seja respeitada e que se promovam políticas públicas voltadas para a eficaz prevenção dos males relativos à anencefalia e se dê o devido apoio às famílias que convivem com esta realidade”.

A seguir, a íntegra da carta da presidência da CNBB, bem como o texto completo da nota sobre o assunto.

Brasília, 06 de abril de 2012
P – Nº 0328/12

Exmos. e Revmos. Srs.

Cardeais, Arcebispos e Bispos
Em própria sede
ASSUNTO: Vigília de Oração pela Vida, às vésperas do dia 11/04/12, quarta feira.
DGAE/2011-2015: Igreja a serviço da vida plena para todos (nn. 65-72)
“Para que TODOS tenham vida” (Jo 10,10).
CF 2008: “Escolhe, pois, a vida” (Dt 30,19).
CF 2012: “Que a saúde se difunda sobre a terra” (Eclo 38,8).

Irmãos no Episcopado,

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil jamais deixou de se manifestar como voz autorizada do episcopado brasileiro sobre temas em discussão na sociedade, especialmente para iluminá-la com a luz da fé em Jesus Cristo Ressuscitado, “Caminho, Verdade e Vida”.

Reafirmando a NOTA DA CNBB (P – 0706/08, de 21 de agosto de 2008) SOBRE ABORTO DE FETO “ANENCEFÁLICO” REFERENTE À ARGUIÇÃO DE DESCUMPRIMENTO DE PRECEITO FUNDAMENTAL Nº 54 DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, a presidência solicita aos irmãos no episcopado:
  • Promoverem, em suas arqui/dioceses, uma VIGÍLIA DE ORAÇÃO PELA VIDA, às vésperas do julgamento pelos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a possibilidade legal do “aborto de fetos com meroanencefalia (meros = parte), comumente denominados anencefálicos” (CNBB, nota P-0706/08).

Informa-se que a data do julgamento da ADPF Nº 54/2004 será DIA 11 DE ABRIL DE 2012, quarta feira da 1ª Semana da Páscoa, em sessão extraordinária, a partir das 09 horas.

Com renovada estima em Jesus Cristo, nosso Mestre Vencedor da morte, agradecemos aos irmãos de ministério em favor dos mais frágeis e indefesos,

Cardeal Raymundo Damasceno Assis          Dom José Belisário da Silva          Dom Leonardo Steiner
Arcebispo de Aparecida                               Arcebispo de São Luiz               Bispo Auxiliar de Brasília
Presidente da CNBB                                  Vice Presidente da CNBB                 Secretário Geral da CNBB

Nota da CNBB sobre Aborto de Feto “Anencefálico”

Referente à Argüição de Descumprimento de Preceito Fundamental n. 54 do Supremo Tribunal Federal

O Conselho Episcopal Pastoral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, em reunião ordinária, vem manifestar-se sobre a Argüição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF n° 54/2004), em andamento no Supremo Tribunal Federal, que tem por objetivo legalizar o aborto de fetos com meroanencefalia (meros = parte), comumente denominados “anencefálicos”, que não têm em maior ou menor grau, as partes superiores do encéfalo e que erroneamente, têm sido interpretados como não possuindo todo o encéfalo, situação que seria totalmente incompatível com a vida, até mesmo pela incapacidade de respirar. Tais circunstâncias, todavia, não diminuem a dignidade da vida humana em gestação.

Recordamos que no dia 1° de agosto de 2008, no interior do Estado de São Paulo, faleceu, com um ano e oito meses, a menina Marcela de Jesus Galante Ferreira, diagnosticada com anencefalia. Quando Marcela ainda estava viva, sua pediatra afirmou: “a menina é muito ativa, distingue a sua mãe e chora quando não está em seus braços.” Marcela é um exemplo claro de que uma criança, mesmo com tão malformação, é um ser humano, e como tal, merecedor de atenção e respeito. Embora a Anencefalia esteja no rol das doenças congênitas letais, cursando com baixo tempo de vida, os fetos portadores destas afecções devem ter seus direitos respeitados.

Entendemos que os princípios da “inviolabilidade do direito à vida”, da “dignidade da pessoa humana” e da promoção do bem de todos, sem qualquer forma de discriminação, (cf. art. 5°, caput; 1°, III e 3°, IV, da Constituição Federal) referem-se também aos fetos anencefálicos. Quando a vida não é respeitada todos os outros direitos são menosprezados. Uma “sociedade livre, justa e solidária” (art. 3°, I, da Constituição Federal) não se constrói com violências contra doentes e indefesos. As pretensões de desqualificação da pessoa humana ferem sua dignidade intrínseca e inviolável.

A vida deve ser acolhida como dom e compromisso, mesmo que seu percurso natural seja, presumivelmente, breve. Há uma enorme diferença ética, moral e espiritual entre a morte natural e a morte provocada. Aplica-se aqui, o mandamento: “Não matarás” (Ex 20,13).

Todos têm direito à vida. Nenhuma legislação jamais poderá tornar lícito um ato que é intrinsecamente ilícito. Portanto, diante da ética que proíbe a eliminação de um ser humano inocente, não se pode aceitar exceções. Os fetos anencefálicos não são descartáveis.  O aborto de feto com anencefalia é uma pena de morte decretada contra um ser humano frágil e indefeso.

A Igreja, seguindo a lei natural e fiel aos ensinamentos de Jesus Cristo, que veio “para que todos tenham vida e vida em abundância” (Jo 10,10), insistentemente, pede,  que a vida seja respeitada e que se promovam políticas públicas voltadas para a eficaz prevenção dos males relativos à anencefalia e se dê o devido apoio às famílias que convivem com esta realidade.

Com toda convicção reafirmamos que a vida humana é sagrada e possui dignidade inviolável. Fazendo, ainda, ecoar a Palavra de Deus que serviu de lema para a Campanha da Fraternidade, deste ano, repetimos: “Escolhe, pois, a vida” (Dt 30,19).

Dom Geraldo Lyrio Rocha – Arcebispo de Mariana – Presidente da CNBB

Dom Luiz Soares Vieira Arcebispo de Manaus – Vice Presidente da CNBB
Dom Dimas Lara Barbosa – Bispo Auxiliar do Rio de Janeiro – Secretário Geral da CNBB