Arquivo da tag: Vigilante

Vigilante é assassinado com dois tiros na cabeça, em Santa Rita, na PB

O vigilante de uma farmácia foi morto a tiros na noite desta segunda-feira (3), no município de Santa Rita, na Grande João Pessoa. O homem, identificado como Carlos Alberto Menezes de Coelho Júnior, de 36 anos, era filho de um policial.

O crime aconteceu em uma área comercial no bairro Alto das Populares Segundo a Polícia Civil, as primeiras investigações dão conta que o crime se tratou de uma execução.

Ainda conforme a Polícia Civil, as relações interpessoais da vítima serão investigadas. A perícia identificou que houve cinco disparos, sendo dois na cabeça. Também esclareceu que a vítima estava parada no momento dos disparos e que houve reação nem tentativa de fuga. Até as 6h15 desta terça-feira (4), nenhum suspeito havia sido localizado.

G1

 

Vigilante é assassinado a tiros em frente a UFPB, em Santa Rita

Um vigilante foi assassinado em frente ao campus da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em Santa Rita, na região metropolitana de João Pessoa. O crime aconteceu na noite deste sábado (27), no km 38 da BR-230, no conjunto Boa Vista, bairro de Várzea Nova.

O núcleo de comunicação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que a vítima estava de moto e foi encontrada pela equipe policial, já sem vida, caída no acostamento em frente à universidade.

O Nucom da PRF relatou que um grupo de policiais fazia patrulhamento na região quando viu a moto caída sobre a via da BR-230. Outro segurança, em serviço na UFPB, disse aos policiais que ouviu disparos de arma de fogo momentos antes do corpo ser encontrado já caído no acostamento.

O motivo e os autores do homicídio ainda não foram revelados, até a noite deste sábado. A Polícia Civil deve acompanhar o caso.

Edição de imagem: Nucom/PRF-PB

 

clickpb

 

 

‘Tive que correr pra não morrer’, diz vigilante baleado em assalto a carro-forte na UEPB

O vigilante Erivaldo Barbosa, armado com um revólver com apenas seis balas, contra bandidos armados com pistola e fuzil, tentou evitar que criminosos assaltassem um carro-forte e ferissem alunos dentro da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Campina Grande. O vigilante foi baleado, durante o confronto, depois que o revólver ficou sem munição. “Tive que correr pra não morrer ali”, disse, em entrevista à TV Paraíba.

O vigilante contou como aconteceu o assalto ao carro-forte que resultou em 16 pessoas feridas na Central de Aulas da universidade. Segundo ele, o horário de abastecimento dos caixas eletrônicos é sempre tenso. “O carro-forte apareceu. Aí eu olhei e pensei: “O perigo agora é grande”. Aí veio o primeiro segurança do carro-forte pegar a senha pra depositar o dinheiro. Quando ele voltou foi que o outro segurança veio com malote (com dinheiro)”, disse.

Foi nesse instante que os suspeitos sacaram as armas e anunciaram o assalto. Um dos assaltantes estava com um fuzil escondido dentro de uma bolsa usada para carregar instrumentos musicais.

Criminosos entraram na UEPB escondendo arma dentro de bolsa usada para carregar instrumento musical — Foto: Reprodução/TV Cabo Branco

Criminosos entraram na UEPB escondendo arma dentro de bolsa usada para carregar instrumento musical — Foto: Reprodução/TV Cabo Branco

O vigilante baleado conta que estava bem próximo de onde o assalto foi anunciado.

“Eu estava na frente. Aí o cara (o bandido) da pistola entrou e disse: “para, para, para” e atirou. Eu consegui desviar, puxei minha arma e dei dois disparos nele. Só que o outro (bandido) passou correndo com o fuzil. Eu efetuei mais quatro disparos e vi que minha arma havia acabado a munição”, disse.

No confronto com os criminosos, o vigilante ficou ferido no joelho e no calcanhar. Ele foi socorrido e levado para o Hospital de Emergência Trauma de Campina Grande, foi atendido e já recebeu alta.

Mesmo compreendendo que não era um massacre, o vigilante ficou com medo de que alunos fossem atingidos.

“Eu fiquei preocupado com os alunos, porque eles estavam ali na hora do intervalo da aula, depois de 9h30 pra lanchar e conversar. Havia muita gente mesmo”, disse o vigilante Erivaldo Barbosa.

Entenda o tiroteio na UEPB

Um tiroteio durante assalto na Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Campina Grande, deixou um vigilante e uma estudante baleados na manhã desta segunda-feira (1º) no campus Bodocongó. Outros alunos ficaram feridos devido ao tumulto e, ao todo, 16 pessoas foram levadas para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande.

Até as 9h40 desta terça-feira (2), nenhum dos suspeitos que participaram do assalto foi preso. Segundo a Polícia Militar, os criminosos entraram no local fingindo serem estudantes. Um dos assaltantes portava um fuzil dentro de um “case” de violão.

G1

 

Troca de tiros resulta em vigilante baleado na UFPB, em João Pessoa

No final da tarde desta sexta-feira (15), uma tentativa de assalto terminou em troca de tiros e duas pessoas baleadas no campus de João Pessoa da UFPB. Um dos feridos trabalha como vigilante na instituição.

Uma dupla em uma moto se aproximou e abordou o vigilante em uma das entradas do campus. Os suspeitos anunciaram o assalto e pediram que a vítima entregasse a arma. O vigilante reagiu e houve troca de tiros.

O vigilante, que tem 30 anos de idade, foi atingido na panturrilha e garantiu a polícia que conseguiu ferir um dos suspeitos e que ele fugiu em direção a mata. Uma Unidade de Suporte Básico (USB) do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada e socorreu a vítima para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa.

Ninguém foi preso.

 

PB Agora

 

 

Vigilante é ferido na cabeça durante suposto assalto em escola

Foto: Google Street View

Um vigilante de uma escola pública que fica no bairro das Malvinas, em Campina Grande, foi baleado de raspão na cabeça durante uma suposta tentativa de assalto, na manhã desta quarta-feira (28).

De acordo com o tenente-coronel Cristóvão Lucas, comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar (2º BPM), o crime aconteceu quando dois homens pularam o muro da escola e renderam o vigilante, exigindo que ele entregasse a arma.

“O vigilante nos contou que foi surpreendido pelos homens armados e quando ia pegar a arma para entregar, um dos bandidos atirou. O tiro pegou na cabeça da vítima, mas, por sorte, foi de raspão”, contou o tenente-coronel.

Após o crime, os criminosos fugiram levando a arma do vigilante. Até a publicação desta matéria, a polícia ainda tentava localizar suspeitos.

portalcorreio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Bandidos invadem empresa de ônibus em Campina Grande, praticam roubo e atiram em vigilante

Bandidos armados invadiram e assaltaram a sede da empresa de ônibus Transnacional, em Campina Grande. Conforme informações da Polícia Militar, os bandidos chegaram em um veículo Fiat Uno e derrubaram o portão de entrada e renderam o vigilante do local.

Para ter acesso ao local, os bandidos quebraram várias portas, à procura de um cofre, mas este não continha dinheiro e eles fugiram levando celulares e objetos. O veículo utilizado no assalto havia sido roubado minutos antes na Rua Marinheira Agra, próximo à Transnacional.

Ao saírem do local, os bandidos ainda atiraram várias vezes para cima e colocaram grampos na pista. Um vigilante foi baleado e socorrido para o Hospital de Emergência e Trauma. A polícia fez diligências mas até o momento ninguém foi preso.

PB Agora

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Suspeito de matar vigilante Fábio Alves é preso após troca de tiros com a polícia

Foi preso, no fim da tarde deste domingo (29), um homem suspeito de participação na morte do segurança Fábio Alves, de 38 anos, durante um assalto ocorrido no dia 1º de setembro em frente a uma escola particular do Bairro dos Estados, Zona Norte de João Pessoa.

A informação foi confirmada ao Portal Correio pela base da Polícia Militar no Hospital de Emergência e Trauma da Capital, para onde o suspeito foi levado após ser baleado nas duas pernas.

A prisão do suspeito, conforme o Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop), aconteceu durante o cumprimento de um mandado de prisão contra ele.

“Uma equipe da Polícia Civil foi até o bairro de Mandacaru cumprir o mandado de prisão contra o suspeito, mas os policiais foram recebidos a tiros. Foi solicitado apoio da Polícia Militar e houve confronto. Durante a troca de tiros, o suspeito foi baleado nas pernas e preso”, informou o Ciop.

Socorrido para o Trauma, o suspeito foi encaminhado para a área vermelha, onde, conforme a base da PM no hospital, recebia atendimento médico até a publicação desta matéria.

Vigilante morreu ao tentar deter bandidos

O vigilante Fábio Alves foi baleado no início da manhã do dia 1º deste mês, quando tentou impedir que um homem assaltasse a mãe de uma aluna, que chegava para deixar a filha na escola em que o segurança trabalhava, na Capital.

Ao ver o assalto e o desespero, tanto da mãe quanto da criança, Fábio correu por trás do assaltante e tentou imobilizá-lo, mas não conseguiu. Em meio à luta corporal, o homem, que tinha um revólver na mão, apontou a arma para traz e atirou, acertando a cabeça do segurança, que caiu desacordado.

Socorrido para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, o segurança ainda passou por uma cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos e morreu horas depois.

portalcorreio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Vigilante de escola é preso suspeito de estuprar enteada de dez anos na PB

Reprodução
Imagem ilustrativa

Um vigilante de uma escola pública de Patos, município do Sertão paraibano, a 315 quilômetros de João Pessoa, foi preso na noite dessa quarta-feira (4) suspeito de estuprar a enteada, uma menina de dez anos de idade. O crime vinha sendo praticado na casa da família, no município de São José do Bonfim, também no Sertão, a 336 km da Capital, onde a menina era abusada desde os nove anos.

De acordo com o delegado Demétrius Lima, que investiga o caso, a polícia começou a apurar os abusos a partir de uma denúncia do Conselho Tutelar e os estupros foram confirmados por laudos médicos e depoimentos da vítima.

Porém, o suspeito havia sumido de casa quando soube que estava sendo investigado, mas foi encontrado por policiais quando estava entrando na escola onde trabalha.

Levado para prestar depoimento, o suspeito negou que havia abusado da enteada, mas foi preso e encaminhado para o Presídio Romero Nóbrega, em Patos, para cumprir prisão preventiva.

Este é o segundo caso registrado só nesta semana na Paraíba. Nessa terça, um homem foi preso suspeito de estuprar e engravidar a enteada de 14 anos, em Cajazeiras, também no Sertão.

Portal Correio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Grupo invade pousada, prende vigilante e rouba R$ 25 mil em joias e outros objetos

casos de policiaUm grupo invadiu uma pousada, localizada na Vila Cabral em Campina Grande, na madrugada desta terça-feira (21), rendeu o vigilante do estabelecimento e roubou pertences de dois hospedes que estavam no local. A quadrilha levou cerca de R$ 25 mil em joias, além de dinheiro e outros objetos .

De acordo com o Centro Integrado de Operações Policial, os sete acusados estavam fortemente armados com revolveres, facas e facões quando entraram na pousada. Eles abordaram e prenderam o vigilante na garagem. Em seguida, assaltaram dois hóspedes e levaram as carteiras, três bolsas que estavam com joias, cinco aparelhos de celular, um notebook e R$ 2.100,00.

Depois da ação os bandidos fugiram. A Polícia ainda chegou a fazer rondas na região para tentar prender os acusados, mas não conseguiu.

MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Mais um caso: bandidos armados atacam carro-forte em rodovia; vigilante é ferido a bala

carroforteBandidos atacaram um carro-forte na BR-405 entre Mossoró e Apodi, no Oeste potiguar no final da tarde desta sexta-feira (17. Um vigilante foi ferido no rosto por estilhaços, mas recebeu socorro e não corre perigo, informou o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) de Mossoró. A quadrilha conseguiu fugir.

Ainda segundo o Ciosp, cerca de 8 pessoas atacaram o carro-forte com armamento pesado. Elas teriam chegado ao local em três veículos; um deles, uma Pajero, teria sido queimado pelos bandidos na fuga. Policiais estão na área à procura dos assaltantes. A informação do Centro é de que nada foi roubado.

Bandidos atacaram um carro-forte na BR-405 entre Mossoró e Apodi, no Oeste potiguar no final da tarde desta sexta-feira (17. Um vigilante foi ferido no rosto por estilhaços, mas recebeu socorro e não corre perigo, informou o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) de Mossoró. A quadrilha conseguiu fugir.

Ainda segundo o Ciosp, cerca de 8 pessoas atacaram o carro-forte com armamento pesado. Elas teriam chegado ao local em três veículos; um deles, uma Pajero, teria sido queimado pelos bandidos na fuga. Policiais estão na área à procura dos assaltantes. A informação do Centro é de que nada foi roubado.

G1-RN

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br