Arquivo da tag: vídeo

Em vídeo, João cobra à população cumprimento de quarentena e faz alerta

O governador da Paraíba, João Azevêdo, neste domingo (22), usou seu perfil nas redes sociais para alertar à população com relação às medidas adotadas no plano de contingência de enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19) que está sendo executado na Paraíba.

O líder do Executivo ressaltou a necessidade da quarentena para que a saúde pública do estado não entre em colapso. Segundo ele, as medidas duras, porém necessárias, se forem cumpridas, podem ajudar na não disseminação do Covid-19.

O governador garantiu que vem realizando investimentos necessários para garantir o atendimento às vítimas do Coronavírus no estado. No último sábado, João anunciou ainda ontem (21), mais 300 novos leitos de UTI serão instalados na Paraíba.

João Azevêdo autorizou às forças de segurança a fazerem valer a determinação de isolamento social, fechando comércios considerados não problemáticos essenciais, como bares e restaurantes e retirando das ruas as pessoas que não fazem parte do grupo de profissionais dos serviços essenciais. Em caso de desobediência, as polícias podem até prender os infratores.

– Nesse momento a chegada do vírus é inevitável, mas o caos na saúde pública pode ser evitado. Depende de nós.

E acrescentou:

– Por isso, pedimos a todos que entendam, quarentena não é férias, trabalhar de casa não é folga. Evitam aglomerações, fiquem em casa.

 

PB Agora

 

 

Vídeo: moradora mostra feira lotada em CG em meio à pandemia; ‘sentimento de revolta’

Uma moradora da cidade de Campina Grande, no Agreste do estado, gravou vídeo onde diz estar revoltada com o não cumprimento do isolamento social no município. A quarentena é uma recomendação do Ministério da Saúde como medida extrema para conter a disseminação do novo coronavírus (Covid-19).

No vídeo, compartilhado em aplicativos de mensagens e nas redes sociais, é possível ver imagens da Feira da Prata, onde a população transita livremente descumprindo a determinação de isolamento social.

Em seu desabafo, a internauta expressa seu sentimento de revolta. “Estou aqui na varanda do meu prédio e nesse momento (…)a Feira da Prata, em Campina Grande, Paraíba, está acontecendo normalmente. Eu acordei cedo e vim à varanda para ver se realmente iria acontecer. Eu tinha esperança que as autoridades não iriam deixar acontecer”, declarou a moradora.

E continua:

– No tempo que estamos vivendo hoje, meu sentimento é de revolta. Vamos ficar em casa, pessoal.

A moradora diz ainda visualizar pessoas caminhando de mãos dadas e sem proteção alguma.

Confira vídeo:

PB Agora

 

 

Estudante assassinado deixou vídeo alertando para risco de execução por “guardinhas”

O estudante Clayton Tomaz de Souza, de 32 anos, cujo corpo foi identificado hoje pelos pais depois de ficar desaparecido desde o dia 6 deste mês, havia gravado um vídeo no dia 27 de janeiro do ano passado alertando que corria o risco de ser assassinado. Mais do que isso, ele disse, na gravação, que os responsáveis poderiam ser “os guardinhas da UFPB”. O caso está sob a responsabilidade do delegado Paulo Josafá. O vídeo está disponível no perfil de Clayton, cujo apelido era Alph, no Twitter.

“Sabe quando tem aquelas moscas em volta da b****? Eu me sinto a b****. Estou brincando assim, mas o fato é que a minha vida está em risco, hein, galera? Qualquer hora esses cabras dão cabo de mim. Fica aí o recado. Se eu aparecer morto, foram eles. Não tem outros: foram os guardinhas da U…”. O vídeo termina sem que a frase tenha sido completada.

Um amigo de Clayton confirmou que ele estava sendo ameaçado.

Clayton era natural de Arcoverde, interior de Pernambuco, estudava Filosofia e lutava jiu-jitsu. Na última vez que foi visto, saiu de casa, no bairro do Castelo Branco, em João Pessoa, apenas com a roupa do corpo.

O cadáver foi encontrado no dia 8, com um tiro na cabeça, mas apenas nesta segunda-feira os pais do jovem fizeram sua identificação. Ele foi encontrado em uma mata em Gramame

O Diretório Central dos Estudantes da UFPB emitiu uma nota de pesar pela morte de Clayton. Confira:

O DCE UFPB lamenta a morte do estudante de filosofia Alph Tomaz, ex coordenador geral de nossa entidade na gestão “Pra Frente” nos anos de 2016/2017. Sendo também presidente do Centro Acadêmico de Filosofia por três anos. Alph foi conselheiro estudantil do CONSUNI (Conselho Superior Universitário) por dois anos, e membro estudantil na comissão da revisão estatutária da UFPB (ESTATUINTE) pelo CCHLA.

As diferenças políticas nesse momento são insignificantes, pelo tamanho da perda do Movimento Estudantil da UFPB no dia de hoje, desejamos conforto aos familiares e amigos/as.

Quando um/a estudante morre todos/as nós sofremos, pois é a interrupção de sonhos e metas comuns a todos/as nós estudantes que fazemos parte da UFPB.

 

parlamentopb

 

 

Vídeo com suposto tubarão na praia do Bessa viraliza nas redes sociais

Um vídeo de um suposto tubarão nas águas da praia do Bessa, em João Pessoa, registrados no dia de ontem, sábado (08), viralizou nas redes sociais nas últimas horas.

Um homem chegou a duvidar e argumentou que seria, na verdade, um golfinho. Mas o colega dele, que gravou o vídeo, disse: “É… subiu aqui a barbatana dele.” E continua gravando e mostrando na água: “Tubarão aqui no Bessa, agora.”

Até agora não há informações oficiais sobre a veracidade das imagens.

VEJA

PB Agora

 

 

Vídeo mostra ação de bandido que bloqueia trava de carro e furta bolsas em estacionamento de shopping em João Pessoa

Um vídeo mostra o momento em que um homem bloqueia a trava de um veículo estacionado por uma condutora em um shopping e furta os objetos de dentro do carro.  O fato aconteceu na segunda-feira (27), no Bairro dos Estados, em João Pessoa.

A motorista sai com uma amiga do veículo, o homem passa por uma delas, volta pela mesma calçada, vai até próximo da faixa de trânsito, depois se aproxima e entra no carro da mulher.

Após vasculhar o automóvel por dentro, ele abre o porta malas e pega duas bolsas. Em seguida, o homem vai embora caminhando pela calçada.

O ClickPB já havia registrado em vídeo a dica do especialista para que sempre os condutores verifiquem se o veículo está realmente com as portas travadas.

clickpb

 

Bolsonaro se irrita com vídeo em que Witzel chama Mourão de ‘presidente’

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) demonstrou irritação com o vídeo em que o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC-RJ), liga para o vice-presidente Hamilton Mourão e o chama de “senhor presidente”. Em entrevista na Índia, onde está em seu último dia de visita oficial, Bolsonaro afirmou: “Pelas imagens, ele tá no seu carro e um assessor filma; aí ele liga para o presidente em exercício. Eu acho que não é usual alguém fazer isso; eu não gostaria que fizessem isso comigo, o que se trata por telefone, tem que ser reservado.”

Enquanto Bolsonaro está fora do país, em viagem à Índia, Mourão é o presidente em exercício.

No vídeo compartilhado por Witzel em sua conta no Twitter, ele é filmado por um assessor enquanto liga para Mourão e diz: “senhor presidente, boa tarde” e fala sobre os problemas causados pelas chuvas em municípios do Rio e a necessidade de levar água para o local. Mourão diz estar ciente. “Vou pedir para o ministro Fernando (Fernando Azevedo, ministro da Defesa) intensificar isso aí”, diz. “qualquer coisa a gente apoia mais alguma coisa aí no RJ, governador. Fica tranquilo”.

Bolsonaro e Witzel, que é pré-candidato à Presidência, têm entrado em atrito nos últimos meses. No fim de novembro, Bolsonaro acusou Witzel de manipular as investigações do caso Marielle Franco e disse que a sua vida “virou um inferno” desde a eleição do seu ex-aliado. Ele afirmou, ainda, que o governador do Rio tem usado a Polícia Civil do estado para atingi-lo.Em seu Twitter, ao compartilhar o vídeo, Witzel afirmou: “Solicitei ao presidente da República em exercício, Hamilton Mourão, e ao Ministério da Defesa apoio para o envio de água potável às pessoas atingidas pelas chuvas no Norte/Noroeste do RJ. A ajuda do Governo Federal será fundamental para socorrer a população dessa região.”

 

FOLHAPRESS

 

 

Carlos Bolsonaro volta às redes sociais e posta vídeo mirando artilharia contra deputado federal Julian Lemos

O vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, voltou às redes sociais neste domingo (29), mirando artilharia pesada contra o deputado federal paraibano Julian Lemos (PSL). Em publicação nos stories, o parlamentar posta o link de um vídeo em que Julian estaria sendo contra os paraibanos que o elegeram.

No vídeo Julian diz que é um deputado que não ficará só em twitter e não lamberá botas de ninguém e que não faz rachadinha.

EM TEMPO

Nas redes sociais, Julian reage à publicação e trata Carlos Bolsonaro como um ‘maluco’ com a seguinte postagem:

A quem trate esse maluco como “pitt bull”, mas na realidade é apenas um poodle, claro sem insultar o podre cãozinho.
Eu que sei, um maluco cheio de fantasmas na sua cabeça, alguém que não consegue ter vida social, só dorme no remédio controlado, não consegue ver alguem que não consegue baixar a cabeça pra ele, só tem essa marra nas redes sociais, devia ter feito isso lá dentro da Globo News, mas cadê ?
Pois é, esse Paraíba aqui não vai baixar “Carluxa” Seus dias de perversidade e covardia vai ter oposição, você pode bancar o fodão para muita gente, pra mim não, esse ano o lugar do debate vai ser no microfone da Câmara dos Deputados, o remédio de um doido é outro na porta.
Esse aí é o grande influenciador do líder do nosso país, apenas um desequilibrado.

ASSISTA

PB Agora

 

 

Após agressão, vereador publica vídeo e acusa adversários de ‘tentativa de homicídio’

O vereador do município de Tavares, no Sertão do Estado, Pablo Dantas, publicou em seu perfil em uma rede social, nesse domingo (20) onde aparece machucado e acusa membros da gestão municipal, de tentativa de homicídio.

Dantas contou que estava gravando o vídeo nas dependências do Hospital Regional de Princesa Isabel, onde seria atendido. Ele agradeceu aos vizinhos, afirmando que se não fosse por eles estaria morto. “Só não morri porque Deus é maior”, disse.

“O chefe do gabinete da Prefeitura de Tavares conjuntamente com um cidadão que tem a esposa dentro da gestão tentaram me matar”, falou o vereador, sem citar nomes.

Para o vereador, a agressão foi em represália à “sua atuação como parlamentar”. Ele citou que foi realizada uma fiscalização que comprovou inúmeras irregularidades, e citou o Bolsa Família, alegando que isso teria provocado a tentativa de homicídio contra ele.

O vereador deve prestar depoimento nesta segunda-feira (21) na delegacia de Princesa Isabel. O caso foi levado à delegacia pela Polícia Militar. Pela gravidade dos ferimentos, o parlamentar foi encaminhado para o Hospital para fazer exame de corpo delito e deve voltar para relatar o fato.

paraiba.com.br/

 

 

Em vídeo, homem confessa que agrediu idoso: ‘dei dois murros na cara dele’

Preso, um homem identificado como Lealdo Monteiro de Oliveira, de 34 anos, nesta sexta-feira (27), confessou que agrediu um idoso de 80 anos chamado José Barbosa de Lira na tarde da última quinta no mercado púbico do Município de Patos.

De acordo com o agressor, Lealdo, que é servente de pedreiro desempregado, ele tteria sido agredido primeiro por José quando foi pedir dinheiro. “Ele colocou a mão do meu rosto e disse ‘vai para lá’, aí eu fiquei com raiva e bati nele”.

Perguntado quantos socos teria desferido, o homem garantiu que, apesar dos inúmeros ferimentos apresentados pelos idosos, foram apenas dois socos. Ele ainda garantiu que havia se arrependido do que fez.

Assista:

Lealdo confessa crime

A filha da vítima, Socorro Lucena, postou em suas redes sociais: “Meu pai, à tardinha foi ao mercado público (mora muito próximo) fazer umas compras e um cara pediu dinheiro pra ele. Papai não deu o dinheiro que o referido pediu, não deu outra, bateu em papai. Se não fosse uns senhores defende-lo, teria morrido de tanto apanhar. Estamos no Hospital de Patos, o nariz dele está sangrando, pressão altíssima e o olho inchado e roxo das pancadas”.

O relato da professora repercutiu bastante diante da covardia e do ato criminoso praticado em pleno centro da cidade de Patos. Ainda não se sabe, mas, provavelmente, o agressor pode ser um dos viciados em drogas que circulam o mercado público.

Socorro Lucena não deixou claro em sua postagem se o caso foi levado à Delegacia de Polícia Civil para que os fatos sejam apurados e que se localize o agressor.

Reprodução/Redes sociais

PatosOnline

 

 

Maioria dos brasileiros aprova árbitro de vídeo, mostra Datafolha

Pesquisa nacional feita pelo Datafolha mostra que a maioria dos brasileiros aprova a implantação do árbitro assistente de vídeo (VAR, na sigla em inglês) no futebol. De acordo com o levantamento, 58% dos entrevistados acham que o auxílio tecnológico aos juízes mais ajuda do que atrapalha.

Das 2.878 pessoas ouvidas em 175 municípios nos dias 30 e 31 de agosto, todas com mais de 16 anos, 29% disseram que o VAR mais atrapalha do que ajuda. Para 2%, a novidade não ajuda nem atrapalha. Outros 11% não souberam responder.

A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.
No universo daqueles que têm um time de futebol, 63% afirmaram que o VAR mais ajuda, 31% disseram que mais atrapalha, 2% opinaram que não ajuda nem atrapalha e 5% não souberam responder.

Entre os que não têm um time, há uma parcela maior que não sabe responder: 30%. Ainda assim, é considerável a vantagem dos que disseram que o juiz de vídeo mais ajuda (44%) em relação aos que consideram a novidade prejudicial (24%) e aqueles que veem o efeito como neutro (2%).

A pesquisa mostrou também aprovação geral por parte da torcida de cada clube.

Todas as equipes que atingiram ao menos 2% da preferência nacional (em ordem alfabética, Atlético-MG, Corinthians, Cruzeiro, Flamengo, Grêmio, Internacional, Palmeiras, Santos, São Paulo e Vasco) têm maioria de torcedores que considera o juiz de vídeo positivo.

No caso do Flamengo, por exemplo, com margem de erro de quatro pontos percentuais para mais ou para menos, 67% disseram que o VAR mais ajuda do que atrapalha.

A edição atual do Campeonato Brasileiro é a primeira com a presença do VAR. O recurso está presente nas competições nacionais do país desde o ano passado, quando foi acionado a partir das quartas de final da Copa do Brasil.

Sua estreia na Copa do Mundo também ocorreu na edição de 2018, realizada na Rússia.

Apesar da aprovação, a experiência não tem sido realizada sem tropeços. Há críticas ao seu uso em lances interpretativos e à falta de agilidade na checagem das jogadas.

Levantamento feito pela Folha até a 17ª rodada mostra que as partidas do Brasileiro em que o VAR é usado e relatado na súmula têm, em média, 8min54 de acréscimos. É um aumento de 31,5% em relação aos 6min46 de 2018.

“Da maneira de que o VAR está sendo tratado, com penduricalhos, com um protocolo bem amplo, é um desastre”, disse o ex-árbitro Arnaldo Cezar Coelho, uma das vozes que se levantaram contra o juiz de vídeo. “Desastre porque mexe com a essência do futebol, que é o gol. O cara não vibra como poderia vibrar. Ou vibra seis minutos depois.”

Houve mesmo casos em que a espera foi longa até que se tomasse uma decisão. No empate por 1 a 1 do Flamengo com o Corinthians, em julho, por exemplo, o árbitro Leandro Vuaden aguardou mais de cinco minutos, com a mão no ouvido, até validar o gol de Gabriel Barbosa, que tinha sido anulado.

O atacante rubro-negro celebrou, aos 45 minutos do segundo tempo, como se tivesse acabado de balançar a rede, o que ocorrera aos 39.

Ele mesmo admitiu posteriormente o constrangimento com a situação, que se tornou recorrente.

Os jogadores, os torcedores e os narradores estão tendo de se habituar à nova realidade, com gritos e punhos cerrados retardatariamente.

Para a CBF, vale a pena. Em apresentação feita no mês passado, a confederação apontou que foi de 98% o índice de acerto em lances capitais até a 14ª rodada.

Ainda de acordo com a entidade, o acerto sem o VAR no mesmo período foi de 77,4%. Com o auxílio, diz a organizadora do Brasileiro, os árbitros erraram em 10 lances capitais, contra 88 na mesma altura do Nacional de 2018.

“Isso é uma melhora de 90%. Eu enxergo o copo meio cheio. O auxílio do VAR é indispensável hoje em dia. A reclamação dos clubes diminuiu muito. Os acertos da arbitragem brasileira crescem”, afirmou Leonardo Gaciba, presidente da comissão de arbitragem da CBF. “O VAR mostra que a velocidade do jogo acabou vencendo o olho humano.”

Nas 139 partidas que entraram na contabilidade da CBF, foram realizadas 764 checagens e 87 revisões.

De acordo com a entidade, até a 14ª rodada, houve acerto de 91,76% nos lances de pênalti, que sempre têm revisão em vídeo. Nos impedimentos, os dados apresentados apontam 93,5% de acerto.

Para 58% dos brasileiros, como apontou o Datafolha, a avaliação também é positiva.

 

FOLHAPRESS