Arquivo da tag: vendidos

Os 50 carros mais vendidos de 2017

(FOTO: FÁBIO ARO/AUTOESPORTE)

O ano de 2017 ficará marcado na história da Chevrolet do Brasil. Há muito um modelo não liderava as vendas de forma tão incontestável como fez o OnixO hatch da GM somou 188.654 unidades, quase o dobro do volume emplacado pelos rivais Hyundai HB20 e Ford Ka, segundo e terceiro colocados no ranking. O sucesso foi tamanho que o compacto da gravata dourada vendeu 2,5 vezes mais que o Volkswagen Gol, quarto colocado. Nem a reprovação no crash test do Latin NCAP foi suficiente para derrubá-lo.

Entre os dez primeiros colocados de 2017, foram poucas surpresas. A maior delas talvez seja o Fiat Mobi, muito criticado desde o lançamento. O subcompacto fez 54.270 unidades, ficando em nono. O Toyota Corolla foi o único médio a aparecer no pelotão da frente, e com números igualmente notórios aos do Onix. O sedã emplacou mais que o dobro do arquirrival Honda Civic, que acabou decepcionando, sem esboçar qualquer reação.

Jeep Compass (Foto: Divulgação)

Parte dessa apatia do Civic se deve à estratégia da Honda, que trabalha no limite de produção da fábrica de Sumaré. A japonesa priorizou a fabricação do HR-V, que liderou o segmento em 2015 e 2016, mas não esperava o sucesso tremendo do Jeep Compass, que fechou 2017 na ponta da categoria, com 49.187 unidades. Por sinal, o nicho de utilitários consolidou a ascensão no último ano — é a fatia que mais cresce.

Dos modelos lançados em 2017, o Hyundai Creta é outro que se destacou. No seu primeiro ano de vendas, o SUV conseguiu a terceira colocação entre os SUVs, ficando bem próximo de Compass e HR-V, com 41.625 unidades. O Creta só não vendeu mais porque a Hyundai, a exemplo da Honda, opera no limite da fábrica de Piracicaba — que também produz a linha HB20. Correndo por fora vem o Nissan Kicks, em quarto lugar.

Fiat Strada Adventure 2017 (Foto: Divulgação)

Entre as picapes, ainda não foi em 2017 que a Fiat Toro passou a veterana Strada. Os utilitários ficaram separados por apenas 4 mil unidades — a picapinha somou 54.870 emplacamentos contra 50.723 da Toro. Já entre as médias, a Toyota Hilux manteve a liderança frente à arquirrival Chevrolet S10, que tentou fortemente resgatar o primeiro lugar da categoria, com várias novidades e refinamentos recebidos ao longo do ano.

Entre as marcas, a Chevrolet também faturou o posto de líder de mercado em 2017. O sucesso do Onix garantiu o volume de 394.099 unidades entregues no período, com mais de 100 mil veículos à frente da vice-líder Fiat, que somou 291.324 modelos. A terceira colocada foi a Volkswagen, com 272.079 unidades vendidas, enquanto a quarta colocação volta para as mãos da Ford, que registrou 206.746 vendas com a decolada do Ka.

Confira os 50 modelos mais vendidos de 2017 e a disputa entre marcas

1º) Chevrolet Onix — 188.654 unidades
2º) Hyundai HB20 — 105.539 unidades
3º) Ford Ka — 94.893 unidades
4º) Volkswagen Gol — 73.919 unidades
5º) Chevrolet Prisma — 68.988 unidades
6º) Renault Sandero — 67.344 unidades
7º) Toyota Corolla — 66.188 unidades
8º) Fiat Strada — 54.870 unidades
9º) Fiat Mobi — 54.270 unidades
10º) Fiat Toro — 50.723 unidades
11º) Jeep Compass — 49.187 unidades
12º) Honda HR-V — 47.775 unidades
13º) Volkswagen Fox — 42.716 unidades
14º) Volkswagen Saveiro — 42.414 unidades
15º) Toyota Etios hatch — 41.986 unidades
16º) Hyundai Creta — 41.625 unidades
17º) Volkswagen Voyage — 40.822 unidades
18º) Jeep Renegade — 38.330 unidades
19º) Toyota Hilux — 34.368 unidades
20º) Fiat Uno — 34.165 unidades
21º) Volkswagen Up — 34.161 unidades
22º) Nissan Kicks — 33.464 unidades
23º) Hyundai HB20S — 32.232 unidades
24º) Toyota Etios sedã — 31.395 unidades
25º) Ford Ecosport — 31.195 unidades
26º) Chevrolet S10 — 30.438 unidades
27º) Fiat Argo — 27.925 unidades
28º) Ford Ka+ (sedã) — 27.647 unidades
29º) Renault Logan — 26.010 unidades
30º) Honda Civic — 25.871 unidades
31º) Honda Fit — 25.347 unidades
32º) Fiat Grand Siena — 24.955 unidades
33º) Chevrolet Spin — 24.713 unidades
34º) Nissan Versa — 23.370 unidades
35º) Chevrolet Cobalt — 22.949 unidades
36º) Renault Kwid — 22.576 unidades
37º) Fiat Palio — 20.138 unidades
38º) Chevrolet Cruze — 19.192 unidades
39º) Ford New Fiesta — 19.057 unidades
40º) Ford Ranger — 17.830 unidades
41º) Renault Duster — 17.638 unidades
42º) Honda City — 15.974 unidades
43º) Honda WR-V — 15.353 unidades
44º) Chevrolet Montana — 14.872 unidades
45º) Nissan March — 14.052 unidades
46º) Renault Captur — 13.742 unidades
47º) Toyota SW4 — 12.567 unidades
48º) Peugeot 208 — 12.157 unidades
49º) Chevrolet Tracker — 12.136 unidades
50º) Volkswagen Amarok — 11.964 unidades

Vendas por marcas

1º) General Motors — 394.099 unidades (18,14%)
2º) Fiat — 291.324 unidades (13,41%)
3º) Volkswagen — 272.079 unidades (12,53%)
4º) Ford — 206.746 unidades (9,52%)
5º) Hyundai — 201.955 unidades (9,30%)
6º) Toyota — 189.974 unidades (8,75%)
7º) Renault — 167.014 unidades (7,69%)
8º) Honda — 131.086 unidades (6,03%)
9º) Jeep — 88.185 unidades (4,06%)
10º) Nissan — 78.817 unidades (3,63%)
11º) Peugeot —26.855 unidades (1,24%)
12º) Citroën — 22.556 unidades (1,04%)
13º) Mitsubishi — 21.866 unidades (1,01%)
14º) Mercedes-Benz — 14.340 unidades (0,66%)
15º) BMW — 10.165 unidades (0,47%)
16º) Audi — 9.910 unidades (0,46%)
17º) Kia Motors — 8.433 unidades (0,39%)
18º) Land Rover — 6.476 unidades (0,30%)
19º) Suzuki — 4.545 (0,21%)
20º) JAC Motors — 3.823 unidades (0,18%)
21º) Chery — 3.734  unidades (0,17%)

revistaautoesporte

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Mais remédios serão vendidos sem receita nas farmácias

remedioNova resolução aprovada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) cria regras para definir quais medicamentos podem ser vendidos sem receita, cujo número pode aumentar nas farmácias brasileiras. A mudança atende a um pedido de indústrias do setor, que afirma que remédios com tarja vermelha poderiam estar na lista dos “isentos de prescrição”.

Agora, a agência finaliza uma resolução que define critérios para classificar quais medicamentos podem trocar de categoria e serem liberados da exigência de receita. A medida entrará em vigor em um mês.

A ideia é que remédios considerados de baixo risco e indicados para sintomas mais simples e de fácil identificação sejam enquadrados como isentos de prescrição.

Esses medicamentos também devem cumprir outros critérios: estar no mercado há pelo menos dez anos (ou cinco no exterior sem precisar de receita), não produzir efeitos adversos significativos ou criar dependência.

DJ Online e Agencias

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Materiais escolares só podem ser vendidos com selo do Inmetro a partir deste mês

Foto: Agência Brasil A recomendação é que os pais exijam no momento da compra do material escolar o selo do Inmetro
Foto: Agência Brasil
A recomendação é que os pais exijam no momento da compra do material escolar o selo do Inmetro

A partir deste mês, materiais escolares só podem ser vendidos ao consumidor se tiverem o selo do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). O diretor de Avaliação da Conformidade do órgão, vinculado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Alfredo Lobo, recomendou aos pais e responsáveis que “passem a exigir, no ato da compra, a marca do Inmetro”.

Após consulta pública, o Inmetro publicou no dia 7 de dezembro de 2010 a Portaria 481, que estabelecia requisitos mínimos de segurança para a fabricação, importação e comercialização de artigos escolares. Dependendo do tipo de material, o produto tem de ser submetido e aprovado por testes químicos, mecânicos, toxicológicos e biológicos para poder obter o selo de identificação da conformidade.

Segundo o Inmetro, é considerado artigo escolar qualquer objeto ou material com motivos ou personagens infantis usados em ambiente escolar ou em atividades educativas, com ou sem funcionalidade lúdica, por crianças menores de 14 anos.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Um total de 25 itens é abrangido pela portaria. Entre eles estão apontador, borracha e ponteira de borracha, caneta esferográfica, caneta hidrográfica ou hidrocor, giz de cera, lápis preto ou grafite, lápis de cor, lapiseira, marcador de texto, cola líquida ou sólida, corretor adesivo, compasso, régua, esquadro, estojo, massa de modelar, massa plástica, merendeira ou lancheira com ou sem acessórios, tesoura de ponta redonda, tinta guache ou nanquim, pintura a dedo plástica ou aquarela.

Lobo informou que todos os prazos para adaptação à portaria estão esgotados, englobando não só a fabricação e importação de artigos escolares sem a certificação, como também a venda para o varejo de estoques fabricados ou adquiridos anteriormente. O último prazo para o fim da comercialização, pelo varejo, dosprodutos sem selo, se esgotou no dia 28 de fevereiro.

“Na fiscalização, nós já vamos passar a exigir a presença do selo nesses materiais”, disse Lobo. Ele destacou que, como a maioria dos estabelecimentos é formada por micro e pequenas empresas, “porque as papelarias são empresas familiares, empresas pequenas”, a fiscalização terá, nesse primeiro momento, um caráter mais educativo.

Os fiscais vão notificar o estabelecimento e dar um prazo para o comércio se posicionar, em geral de dez a 15 dias. “Depois desse prazo, o fiscal determina o que fazer. A nossa orientação é que ele dê uma advertência, dizendo que tem um regulamento a ser cumprido. Em uma próxima fiscalização, se você mantiver o produto que não esteja conforme a portaria no mercado, você pode ser penalizado com multa”. As multas variam de R$ 100 a R$ 1,5 milhão, de acordo com o estabelecido na Lei N° 9.933/99.

O diretor ponderou que agora, por força de lei, tem de ser dado um tratamento diferenciado à micro e pequena empresa no que diz respeito a prazos de adequação e à fiscalização. A rede de fiscalização do Inmetro foi orientada a manter uma fiscalização de esclarecimento aos comerciantes até outubro. A partir daí, haverá penalização para aqueles que descumprirem a regra. “Não tem mais jeito. Vai ser penalizado mesmo, independente do porte da empresa”.

Apesar de orientar para uma fiscalização mais educativa até outubro, Lobo disse o Inmetro já notificou empresas que fabricaram ou importaram material escolar sem o selo exigido pela Portaria 481/2010. Ele esclareceu que a aplicação da multa considera parâmetros como o porte da empresa; sua localização geográfica – os estabelecimentos situados em grandes centos são penalizados de forma maior do que no interior; a reincidência; o histórico – se é uma empresa que tem muitas penalizações, por exemplo, o valor é mais elevado.

Lobo aconselhou que se os consumidores verificarem que o produto não tem o selo do Inmetro denunciem o fato à Ouvidoria do instituto pelo telefone 0800 285 1818. “Fazendo isso, a ouvidoria comunica direto ao órgão local para que vá àquele estabelecimento fazer a fiscalização. Se o consumidor denunciar, está nos ajudando a acelerar a retirada do mercado desses produtos”.

Agência Brasil

MP irá monitorar nível de agrotóxico em vegetais vendidos em supermercados e aponta uso de produtos ilegais

glauberto-bezerraO Ministério Público do Estado (MPPB), através da Promotoria do Consumidor, reuniu nesta quinta-feira (16) representantes de quatro órgãos para discutir o combate à utilização irregular de agrotóxicos. Na reunião ficou definida que será feito monitoramento do nível de  agrotóxico utilizados nos vegetais comercializados nos supermercado e mercado de João Pessoa. O MP também aproveitou para denunciar o uso ilegal de agrotóxicos não permitidos.

Segundo o promotor Glauberto Bezerra, os próprio produtores paraibanos já começam a enfrentar dificuldades de comercializar seus produtos em outros estados por causa do uso excessivo de agrotóxicos. Bezerra contou que um produtor de Mamanguape que vendia seus produtos em Recife já não consegue mais entrar naquele mercado.

Nesta quinta foi feita a primeira reunião para traçar estratégicas e os órgãos presentes resolveram chamara outros órgãos como Sudema, Secretaria da Saúde e INCRA.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A fiscalização – A idéia é que a fiscalização seja mais intensificada e vire um rotina de longo prazo. A ação começou na Empasa e deve se estender para supermercados e mercados públicos a partir de novembro. Futuramente ainda deve avançar para feiras de produtos orgânicos.

As hortaliças passarão por teste de laboratório aferindo o valor do agrotóxico e em caso de verificação de nível irregular serão tomadas as medidas como multas e até a proibição do produto. Os responsáveis pela entrada de agrotóxicos com uso proibido no estado também serão responsabilizados criminalmente.

Na primeira fase da ação proposta pelo MP foram fiscalizados tomates e pimentões, na segunda fase será a vez dos mamões e repolho.

Participaram da reunião no Ministério Público, a Secretaria de Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap), Luiz Carlos Barros e João Alberto Silva, a diretora-geral da Agência de Vigilância Sanitária do Estado (Agevisa), Glaciane Mendes Roland, a técnica da Agevisa, Djanira Machado, o representante da Receita Estadual, Marcelo Pio Chaves, o presidente da Empasa, João Tavares.

 

Paulo Dantas/João Thiago

Ingressos para o jogo Botafogo e Treze já estão sendo vendidos

Imagens da Internet
Imagens da Internet

O clássico entre Botafogo e Treze acontece na quinta-feira(29), às 20h30, no Estádio José Américo de Almeida, O Almeidão. O confronto será válido pela 12ª rodada do segundo turno do Campeonato Paraibano 2014. Nesta sexta-feira, os ingressos começaram a  ser vendidos. Com valores reduzidos, o objetivo é lotar as arquibancadas.

Para o primeiro lote, foram disponibilizados quatro mil ingressos no total. Os preços estão fixados em R$ 20,00 para arquibancada sol, com meia-entrada por R$ 10,00, e R$ 30,00 para arquibancada sombra, com meia-entrada por R$ 15,00. Os valores são válidos até o encerramento deste lote.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“Esta será a primeira grande decisão deste ano e para enfrentar esta batalha, o time precisa do apoio da torcida. O desafio que faço é lotar as arquibancadas na quinta-feira”, convocou o Presidente Nelson Lira.

As vendas já estão acontecendo na Loja Oficial BeloMania e contando com a promoção “Com Timemania paga Meia”, que continua. Quem adquire o volante da Timemania na Loja Oficial tem 50% de desconto no valor de inteira.

Vale salientar que a Timemania está acumulada e a previsão de pagamento para o prêmio principal é de R$ 9,2 milhões no sorteio deste sábado (24). “O Belo precisa do seu 12º jogador em campo, lotando as arquibancadas”, acrescentou o Presidente.

Quem compra o ingresso para os jogos do alvinegro da estrela vermelha concorre a um apartamento no valor de 150 mil reais, na promoção Um Belo Apartamento pra Você, em parceria com a Fibra Construtora.

 

ClickPB com a Assessoria

Em 90 minutos, 57.695 ingressos são vendidos no site oficial da Fifa

A última fase de vendas de ingressos para a Copa do Mundo d  2014 congestionou o site da Fifa logo após às 7h (de Brasília) e em apenas 90 minutos 57.695 já estavam comercializados, segundo divulgou o Twitter oficial da entidade. O Maracanã, no Rio de Janeiro, e a Arena Corinthians, em São Paulo, eram os estádios mais procurados e não tem mais bilhetes disponíveis.

Mesmo assim, os torcedores ainda podem tentar vagas em partidas de outras cidades-sedes da Copa do Mundo, como Belo Horizonte. Por volta das 9h30, ainda era possível solicitar ingressos para a partida entre Bélgica e Argélia, no dia 17 de junho. Assim como o jogo Suíça x França, no dia 20 de junho, na Arena Fonte Nova, em Salvador.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Estádio Maracanã (Foto: Agência Reuters)Estádio Maracanã tem grande procura por ingressos na manhã desta terça-feira (Foto: Agência Reuters)

 

Em Brasília, no mesmo horário, o torcedor ainda tinha a chance de conseguir um ingresso para a disputa de 3° lugar, que será realizada no dia 12 de julho. Além disso, os jogos Colômbia x Costa do Marfim e Portugal x Gana também apresentavam vagas.

Essa fase de vendas começou com 10 jogos esgotados:: abertura (Brasil x Croácia), final e jogos 2 (México x Camarões), 8 (Inglaterra x Itália), 11 (Argentina x Bósnia e Herzegovina), 17 (Brasil x México), 19 (Espanha x Chile), 33 (Camarões x Brasil), 34 (Croácia x México) e 35 (Austrália x Espanha).

Serão aceitos somente cartões de débito da Visa e de crédito – não haverá opção de boleto. Caso o pagamento não seja concretizado ou algum patrocinador devolva ingressos, os mesmo serão novamente disponibilizado no site oficial da Fifa.

A entidade divulgou no fim da tarde desta segunda-feira que estariam disponíveis 199.519 entradas para 54 partidas. A partir na próxima sexta-feira, serão abertos os centros de retirada de ingressos nas 12 cidades-sedes do torneio (com exceção de Porto Alegre e Brasília). Eles funcionarão nos primeiros três fins de semana e, depois, todos os dias. A comercialização de ingressos nos centros de venda começará somente no dia 1 de junho.

Confira a lista dos locais onde os ingressos podem ser retirados a partir desta sexta:

Belo Horizonte – Boulevard Shopping
Cuiabá – Shopping Pantanal
Curitiba – Pátio Batel Shopping
Fortaleza – Centro de Convenções de Fortaleza
Manaus – Centro Cultural dos Povos da Amazônia
Natal – Shopping Cidade Jardim
Recife – Recife Shopping
Rio de Janeiro – Casarão General Severiano
Salvador – Iguatemi
São Paulo – Ginásio do Ibirapuera

 

 

 

Por 

Fla x León: mais de 30 mil ingressos já foram vendidos para ‘decisão’ no Rio

A vitória heroica sobre o Emelec, no Equador, provocou efeito imediato na venda de ingressos para a decisiva partida contra o León, dia 9 de abril, no Maracanã. Segundo a assessoria do clube, mais de 30 mil ingressos já foram vendidos entre os sócios-torcedores. A tendência, portanto, é que o Rubro-Negro tenha casa cheia no fechamento da fase de grupos.

O comércio de bilhetes para torcedores comuns terá início no dia 06 de abril, domingo, às 10h, pelo site da Futebolcard e nos pontos físicos de venda. Ao todo, serão 13 postos oficias de venda de ingressos para a partida.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Na terceira posição do grupo com sete pontos conquistados, o Rubro-Negro precisa apenas despachar o León, em casa, para avançar às oitavas de final. A partida começa a partir das 19h45 (de Brasília).

Mosaico torcida, Flamengo x Atlético-PR (Foto: Pedro Kirilos/Agência O Globo)Expectativa é de Maracanã lotado na ‘decisão’ contra o León (Foto: Pedro Kirilos/Agência O Globo)

Confira os preços e os pontos oficiais de ingressos para Flamengo x León:

Norte e Sul
Preços: Inteira R$ 100 (ST: R$50) / Meia R$50 (ST: R$40) / ST Tradição R$90 (meia: R$45)

Leste Superior
Preços: Inteira R$ 120 (ST: R$100) / Meia R$60 (ST: R$50) / ST Tradição R$110 (meia: R$55)

Leste e Oeste Inferior
Preços: Inteira R$ 160 (ST: R$130) / Meia R$80 (ST: R$65) / ST Tradição R$150 (meia: R$75)

Maracanã Mais (serviço incluído)
Preços: Inteira R$ 300 (ST: R$240) / Meia R$150,00 (ST: R$120) / ST Tradição R$270 (meia: R$135)

Pontos de venda/troca exclusivos para Sócio-Torcedor:

Barra da Tijuca – FlaBoutique – Av das Américas, 7607 Loja 151
07/04 a 08/04 – 10h às 19h (quarta-feira dia do jogo a definir)

Tijuca – FlaBoutique – R. Conde de Bonfim, 685 Loja D
07/04 a 08/04 -10h às 19h (quarta-feira dia do jogo a definir)

Irajá – FlaBoutique/ViaBrasil – R. Itapera, 500 Loja 134 Piso L1
07/04 a 08/04 – 10h às 19h (quarta-feira dia do jogo a definir)

Andaraí – FlaBoutique/Iguatemi – R. Barão de São Francisco, 236 Loja 15
07/04 a 08/04 – 10h às 19h (quarta-feira dia do jogo a definir)

Centro – Espaço Rubro Negro – R. da Quitanda 87
07/04 a 08/04 – 10h às 17h (quarta-feira dia do jogo a definir)

Centro – Espaço Rubro Negro – R. Buenos Aires 113, loja 2, 3 e 4
07/04 a 08/04 – 10h às 17h (quarta-feira dia do jogo a definir)

Barra da Tijuca – Espaço Rubro Negro – Av das Américas, 500 – Bloco 3 – Loja 114
07/04 a 08/04 – 10h às 19h (quarta-feira dia do jogo a definir)

Pontos de venda/troca para todos os torcedores:

Maracanã – Estádio Maracanã – Container do Indio Mata Machado –
07/04 a 09/04 – 10h às 17h (quarta-feira até o intervalo de jogo)

Gávea – Sede do Flamengo – Rua Borges de Medeiros
07/04 a 08/04 – 10h às 17h (quarta-feira dia do jogo a definir)

Engenho de Dentro – Stadium Rio – Bilheteria Sul
07/04 a 08/04 – 10h às 17h (quarta-feira dia do jogo a definir)

Tijuca – Vila da Feira – Rua Hadoock Lobo 195
07/04 a 08/04 – 10h às 17h (quarta-feira dia do jogo a definir)

Méier – Loja Cariocas FC/Shopping Méier – Rua Dias da Cruz 997
07/04 a 08/04 – 10h às 17h (quarta-feira dia do jogo a definir)

Ponto de venda/troca exclusivo para torcedor comum:

Araruama – Loja Fanático/Lagoa Shopping – Av John Kennedy, 292 Loja 217
07/04 a 08/04 – 10h às 17h (quarta-feira dia do jogo a definir).

 

 

 

GLOBOESPORTE.COM

Mais de 2,5 mi de ingressos já foram vendidos, revela Fifa

Torcida durante partida da Copa das Confederações na Fonte Nova em Salvador - Ivan Pacheco
Torcida durante partida da Copa das Confederações na Fonte Nova em Salvador – Ivan Pacheco

A Fifa anunciou nesta terça-feira que um total de 2.577.662 ingressos para a Copa do Mundo já foram reservados aos torcedores que solicitaram as entradas em todos os canais de vendas, incluindo o programa de hospitalidade (entradas para setores vip). O balanço foi feito depois do término do segundo período da segunda fase de vendas, na terça. A Fifa destacou que 65% dos bilhetes foram alocados a torcedores brasileiros, que adquiriram um total de 1.041.418 ingressos. Os Estados Unidos estão em segundo na lista, com 154.412 entradas, seguidos pela Austrália (40.681), Inglaterra (38.043) e Colômbia (33.126).

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

 

A Fifa também anunciou que 261.988 ingressos foram vendidos com desconto em todas as categorias (Bolsa Família, idosos e estudantes). Os torcedores que compraram os bilhetes com desconto devem apresentar a documentação necessária para obterem as entradas nos Centros de Distribuição da Fifa. Todos os compradores também devem levar a confirmação da compra dos ingressos e a identidade ou passaporte utilizado no processo.

 

Os Centros de Distribuição das doze cidades-sede, com exceção de Brasília e Porto Alegre, abrirão a partir do dia 18 de abril, das 12h às 18h (horário de Brasília). Eles irão operar apenas aos sábados e domingos nas três primeiras semanas. A expectativa é que 540.000 ingressos sejam entregues aos brasileiros e estrangeiros que optaram pelo recebimento em casa no início de maio.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook
Siga VEJA Esporte no Twitter

O período final de venda dos bilhetes começa no dia 15 de abril, às 7 horas (de Brasília) e irá até o final da Copa. Nesta fase, os torcedores brasileiros só poderão pagar pelas entradas utilizando cartão. Se alguém optar pela compra em dinheiro, as vendas estarão disponíveis diretamente nos Centros de Distribuição apenas a partir do dia 1º de junho.

 

Onde retirar os ingressos

Belo Horizonte Boulevard Shopping : Avenida dos Andradas nº 3.000, Santa Efigênia, Belo Horizonte (MG)
Brasília Centro de Convenções Ulysses Guimarães : Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade, S/n Asa Sul, Brasília (DF)- (Data de abertura não definida)
Cuiabá Shopping Pantanal – Av. Historiador Rubens de Mendonça, 3.300 – Jardim Aclimação, Cuiabá (MT)
Curitiba Patio Batel Shopping – Avenida do Batel, 1.868 – Batel, Curitiba (PR)
Fortaleza Centro de Convenções de Fortaleza: Avenida Washington Soares nº 999, Portão E – Edson Queiroz, Fortaleza (CE)
Manaus Centro Cultural dos Povos da Amazônia: Praça Francisco Pereira da Silva, s/n°, Manaus (AM)
Natal Shopping Cidade Jardim: Av. Eng. Roberto Freire, 2.920 – Capim Macio, Natal (RN)
Porto Alegre Barra Shopping Sul: Av. Diário de Notícias, 300 – Cristal, Porto Alegre (RS) (Data de abertura não definida)
Recife Recife Shopping: Rua Padre Carapuceiro nº 777, Edifício Garagem B1, Boa Viagem, Recife (PE)
Rio de Janeiro Casarão General Severiano: Av Venceslau Brás, nº 72 – Botafogo, Rio de Janeiro (RJ)

Cidade das Artes: Av. das Américas, 5.300 – Barra da Tijuca, Rio de Janeiro (RJ) (A partir do dia 1º de junho)

Salvador Iguatemi Shopping : Avenida Tancredo Neves nº 148, Estacionamento I-1, Salvador (BA)
São Paulo Ginásio do Ibirapuera: Rua Manoel da Nóbrega, 1.361, Ginásio do Ibirapuera, Paraíso, São Paulo (SP)

Centro Cultural São Paulo: Rua Vergueiro, 1.000, Paraíso, São Paulo (SP) (A partir do dia 1º de junho)

Banco de São Paulo: Rua XV de Novembro, 347 – Centro – São Paulo (SP) (A partir do dia 1º de junho)

veja (Com Estadão Conteúdo)

Confira a lista dos carros mais vendidos em novembro

golConfira a lista da Federação Nacional da Distribuição de Veículos (Fenabrave) que mostra quais os carros que foram mais vendidos em novembro de 2013. Foram comercializadas 288.221 unidades, o que representa queda de 2,95% se comparado ao mesmo período de 2012.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O acumulado do ano registra 3.240.020 emplacados, baixa de 1,54% em relação a 2012. O mercado nacional registrou queda de 8,06% nas vendas de automóveis e comerciais leves em novembro com relação ao mês anterior. Confira as listas organizadas por marcas, nome e tipo dos veículos.

Marcas
1º FIAT 59.723 20,72%
2º VW 52.565 18,24%
3º GM 51.437 17,85%
4º FORD 26.579 9,22%
5º RENAULT 20.758 7,20%
6º HYUNDAI 19.229 6,67%
7º TOYOTA 14.888 5,17%
8º HONDA 12.278 4,26%
9º NISSAN 6.102 2,12%
10º CITROEN 5.162 1,79%
11º MITSUBISHI 4.289 1,49%
12º PEUGEOT 4.224 1,47%
13º KIA 2.255 0,78%
14º M.BENZ 1.248 0,43%
15º BMW 1.231 0,43%
16º CHERY 1.008 0,35%
17º JAC 988 0,34%
18º LAND ROVER 741 0,26%
19º AUDI 523 0,18%
20º SUZUKI 497 0,17%

Automóveis
1º VW /GOL 20.363
2º FIAT /UNO 15.854
3º FIAT /PALIO 13.866
4º FORD /FIESTA 12.642
5º FIAT /SIENA 11.581
6º GM /ONIX 10.318
7º HYUNDAI/HB20 10.067
8º RENAULT/SANDERO 9.774
9º VW/FOX/CROSS FOX 9.397
10º GM /PRISMA 6.945
11º VW /VOYAGE 5.930
12º GM /CLASSIC 5.670
13º HONDA/CIVIC 5.639
14º TOYOTA /COROLLA 5.137
15º GM /CELTA 5.007
16º GM /COBALT 4.433
17º HYUNDAI/HB20S 4.380
18º GM /SPIN 3.677
19º HONDA/FIT 3.119
20º RENAULT/CLIO 2.768
21º FIAT /PUNTO 2.706
22º CITROEN/C3 2.465
23º HONDA/CITY 2.465
24º TOYOTA /ETIOS HB 2.426
25º VW /GOLF 2.034
26º FIAT /IDEA 2.019
27º TOYOTA /ETIOS SEDAN 1.913
28º VW /SPACE FOX 1.885
29º PEUGEOT/208 1.862
30º GM /CRUZE SEDAN 1.715
31º GM /CRUZE HB 1.714
32º FORD /FIESTA SEDAN 1.676
33º NISSAN /VERSA 1.613
34º NISSAN /MARCH 1.588
35º FIAT /PALIO WEEKEND 1.470
36º FORD /KA 1.469
37º FORD /NEW FIESTA 1.352
38º FORD /FOCUS 1.229
39º FORD /FUSION 1.208
40º GM /AGILE 1.200
41º RENAULT/LOGAN 1.101
42º VW /JETTA 1.086
43º CITROEN/C4L 913
44º PEUGEOT/308 867
45º NISSAN /SENTRA 855
46º NISSAN /LIVINA 817
47º RENAULT/FLUENCE 759
48º GM /SONIC 598
49º BMW/320 593
50º FIAT /500 564

Comerciais Leves
1º FIAT /STRADA 6.954
2º VW /SAVEIRO 5.629
3º RENAULT/DUSTER 5.159
4º GM /S10 4.216
5º FORD /ECOSPORT 4.104
6º GM /MONTANA 3.902
7º TOYOTA /HILUX 3.595
8º VW /KOMBI 2.383
9º VW /AMAROK 2.103
10º FORD /RANGER 1.967
11º MITSUBISHI /L200 1.340
12º HYUNDAI/TUCSON 1.316
13º FIAT /DUCATO 1.185
14º NISSAN /FRONTIER 1.173
15º TOYOTA /HILUX SW4 1.163
16º MITSUBISHI /PAJERO 1.073
17º HONDA/CRV 1.043
18º HYUNDAI/IX35 1.025
19º FIAT /DOBLO 968
20º MITSUBISHI /ASX 936
21º RENAULT/MASTER 838
22º GM /TRACKER 810
23º FIAT /FIORINO 745
24º CITROEN/C3 AIRCROSS 717
25º KIA/SPORTAGE 674
26º HYUNDAI/HR 670
27º TOYOTA /RAV4 623
28º MITSUBISHI /Outlander 589
29º LAND ROVER /EVOQUE 572
30º GM /TRAILBLAZER 453
31º VW /TIGUAN 440
32º FIAT /FREEMONT 384
33º RENAULT/KANGOO 344
34º KIA/SORENTO 331
35º IVECO/DAILY 3514 328
36º LIFAN/X60 325
37º HYUNDAI/SANTAFE 295
38º SUZUKI /GVITARA 283
39º KIA/K2500 283
40º FORD /EDGE 273
41º PEUGEOT/BOXER 269
42º FORD /TRANSIT 233
43º CITROEN/JUMPER 208
44º VOLVO/XC60 185
45º GM /CAPTIVA 185
46º M.BENZ /SPRINTER 311 181
47º DODGE/JOURNEY 180
48º BMW/X1 176
49º CHERY/TIGGO 169
50º SUZUKI /JIMNY 151

 

 

jornaldaparaiba

Com 13 mil ingressos vendidos, Amigão terá casa cheia na final da Copa Nordeste

campinenseO Estádio Amigão, em Campina Grande, está recebendo os últimos preparativos para sediar a final de um dos maiores campeonatos regionais do país, a Copa Nordeste 2013, na tarde deste domingo (17).

Cerca de 13 mil ingressos já foram vendidos para a disputa entre Campinense e o time alagoano ASA , mas o público estimado é de 19 mil torcedores.

O jogo terá início às 16h e para o representante paraibano conseguir levantar a taça de campeão basta um simples empate, já que venceu a primeira partida por 2 a 1, jogando em Alagoas. “A Paraíba toda está de mãos dadas para que o Amigão marque esse dia onde um clube nosso foi campeão de forma inédita”, comentou Limeira.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Reformas – O Estádio Amigão, a exemplo do Almeidão, em João Pessoa, passará por uma grande reforma. Serão investimentos de quase R$ 19 milhões e a ordem de serviço já foi assinada pelo governador Ricardo Coutinho durante um jogo do Campinense válido pela primeira fase da competição nordestina.
Segurança – Um esquema especial de segurança foi montado para garantir a tranquilidade dos torcedores que assistirão ao jogo entre Campinense e o time alagoano ASA. Serão utilizados 350 policiais militares e 45 homens do Corpo de Bombeiros. Além disso, estarão de plantão aproximadamente 50 policiais civis, entre agentes, delegados e escrivães.
paraiba.com.br