Arquivo da tag: vencido

Boleto vencido poderá ser pago em qualquer banco

A partir deste mês, o novo sistema para pagamentos de boletos começa a funcionar. Com o sistema, o boleto, mesmo vencido, poderá ser pago em qualquer banco.

Além disso, o cálculo de juros e multa do boleto atrasado será feito automaticamente, o que reduzirá a necessidade de ir a um guichê de caixa e eliminará a possibilidade de erros no cálculo.

O diretor adjunto de Operações da Febraban, Walter Tadeu, diz que a nova plataforma vem sendo desenvolvida desde o ano passado, devido ao elevado número de fraudes em boletos. “A Nova Plataforma vai trazer mais segurança”, disse. Ele acrescentou que o sistema atual tem mais de 20 anos de existência.

Tadeu explicou que as informações de todos os boletos emitidos pelos bancos estarão nessa nova plataforma única, criada pela federação em parceria com a rede bancária.

Na hora de pagar o boleto, esses dados serão checados na plataforma. Se houver divergência de informações, o pagamento não será autorizado e o consumidor só poderá pagar o boleto no banco que emitiu a cobrança, uma vez que somente essa instituição terá condições de fazer as checagens necessárias.

A Febraban defende que a nova plataforma vai reduzir fraudes na emissão de boletos de condomínios, escolas e seguradoras, por exemplo.

A federação lembra que quadrilhas enviam boletos falsos às casas, que acabam sendo pagos como se fossem verdadeiros, gerando prejuízos. Há também casos de sites maliciosos que emitem “segundas vias” com informações fraudulentas, além de vírus instalados em computadores.

O diretor adjunto não soube dizer se os boletos emitidos com esse novo sistema custará mais caro para as empresas que contratam esse serviço dos bancos.

Ele disse que como se trata de uma polícia de cada banco, a Febraban não pode comentar sobre o assunto.

Cronograma

A implantação da nova plataforma seguirá um cronograma: a partir de 10 de julho, para boletos acima de R$ 50 mil; 11 de setembro, superior a R$ 2 mil; 13 de novembro, acima de R$ 200; e em 11 de dezembro, todos os boletos. Segundo o diretor adjunto, esse cronograma é necessário para evitar falhas no sistema.

Exame

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Boleto vencido poderá ser pago em qualquer banco a partir de julho

A partir de julho, o novo sistema para pagamentos de boletos começa a funcionar. Com o sistema, o boleto, mesmo vencido, poderá ser pago em qualquer banco. Além disso, o cálculo de juros e multa do boleto atrasado será feito automaticamente, o que reduzirá a necessidade de ir a um guichê de caixa e eliminará a possibilidade de erros no cálculo.

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) tem feito a apresentação do novo sistema para empresas e jornalistas em várias cidades. Hoje, foi a vez de Brasília. Na apresentação, o diretor adjunto de Operações da Febraban, Walter Tadeu, lembra que a nova plataforma vem sendo desenvolvida desde o ano passado, devido ao elevado número de fraudes em boletos. “A Nova Plataforma vai trazer mais segurança”, disse. Ele acrescentou que o sistema atual tem mais de 20 anos de existência.

Tadeu explicou que as informações de todos os boletos emitidos pelos bancos estarão nessa nova plataforma única, criada pela federação em parceria com a rede bancária. Na hora de pagar o boleto, esses dados serão checados na plataforma. Se houver divergência de informações, o pagamento não será autorizado e o consumidor só poderá pagar o boleto no banco que emitiu a cobrança, uma vez que somente essa instituição terá condições de fazer as checagens necessárias.

A Febraban defende que a nova plataforma vai reduzir fraudes na emissão de boletos de condomínios, escolas e seguradoras, por exemplo. A federação lembra que quadrilhas enviam boletos falsos às casas, que acabam sendo pagos como se fossem verdadeiros, gerando prejuízos. Há também casos de sites maliciosos que emitem “segundas vias” com informações fraudulentas, além de vírus instalados em computadores.

O diretor adjunto não soube dizer se os boletos emitidos com esse novo sistema custará mais caro para as empresas que contratam esse serviço dos bancos. Ele disse que como se trata de uma polícia de cada banco, a Febraban não pode comentar sobre o assunto.

Cronograma

A implantação da nova plataforma seguirá um cronograma: a partir de 10 de julho, para boletos acima de R$ 50 mil; 11 de setembro, superior a R$ 2 mil; 13 de novembro, acima de R$ 200; e em 11 de dezembro, todos os boletos. Segundo o diretor adjunto, esse cronograma é necessário para evitar falhas no sistema.

Agência Brasil

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Cabedelo esclarece problema que gerou denúncia de leite de coco vencido

leitedecocoA Prefeitura Municipal de Cabedelo, na Grande João Pessoa, tranquilizou a população de que o leite de coco distribuído com a população não está vencido, conforme denúncias de vereadores da cidade.

Ainda segundo a Prefeitura de Cabedelo, documento da empresa distribuidora do leito de coco, a Brazmac Ltda, informa que houve um erro na impressão do rótulo produto.

“O produto pode ser consumido sem causar riscos à saúde da população”, diz a nota encaminhada a imprensa.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Confira abaixo a nota na Prefeitura de Cabedelo sobre o caso

A Prefeitura Municipal de Cabedelo vem a público tranquilizar a população em relação aos produtos de Semana Santa que foram distribuídos pela Secretaria Municipal de Ação e Inclusão Social e informar que todos os itens entregues pela gestão estão dentro do prazo de validade. Todos os lotes foram checados, antes de realizar a entrega à população.

 Os vereadores que fazem oposição à atual gestão fizeram a denúncia da suposta distribuição de leite de coco fora do prazo de validade. A empresa Distribuidora Brazmac Ltda, que forneceu os produtos, esclareceu através de nota (segue anexo) que existe um erro na impressão dos produtos.

 O equívoco aconteceu com a data de fabricação que foi impressa com a mesma da data que o produto sai da validade. Na realidade, o prazo é de um ano após a fabricação, o que significa que o leite de coco tem data de validade até 2016. Ou seja, o produto pode ser consumido sem causar riscos à saúde da população.

 Lamentamos que os parlamentares não vejam a importância deste programa social “Peixe na sua Mesa” que atende tantas pessoas carentes. Nosso objetivo é prestar serviço ao povo de Cabedelo, levando ações que melhorem a qualidade de vida. Denúncias infundadas não farão com que recuemos. Vamos continuar trabalhando para a construção de um município melhor e com justiça social.

Abaixo justificativas da Brazmac, empresa responsável pelo produto, sobre o assunto

Declaração Leite de Côco(1)

MaisPB

Vereador Fernando Sobrinho lamenta distribuição pela prefeitura de Cabedelo de Leite de Coco supostamente vencido  

 

leitedecocoNa tarde desta quarta-feira (01), o vereador Fernando Sobrinho (PROS) foi procurado por moradores de Cabedelo que receberam doação de leite de coco da Prefeitura do município. Os moradores estranharam a data de fabricação e de validade do produto que são bem parecidas causando desconforto para o seu consumo.

O que alguns indagavam era se o produto distribuído pela Prefeitura está em condições de uso ou não. Fernando Sobrinho disse que vai averiguar se há realmente algum problema com a impressão das datas de fabricação e de validade para se pronunciar a respeito.

“Caso isso se confirme, temos somente a lamentar tal ação. Quero acreditar que há uma dificuldade de leitura das datas o que está causando essa confusão. Vou levar algumas amostras para averiguação junto aos órgãos da Vigilância Sanitária e comparar com outros lotes do produto. Ainda é cedo para afirmar alguma coisa”, disse Fernando.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Em se confirmando alguma adulteração, para o vereador, essa postura de remendar, de agir com o pior para o povo, é uma prática recorrente na atual gestão de Cabedelo.

Segundo Fernando a população deve entregar os frascos com Leite de Coco, supostamente vencidos, na sede do ministério público de Cabedelo visando apurar se ele está mesmo vencido e posteriormente, caso constatado,  constituir a prova cabal do descaso da administração pública de Cabedelo com seu povo.

“É preciso que seja investigado e apurado, primeiramente se está vencido mesmo, segundo as responsabilidades do recebimento e conferência”, afirma o vereador.

 

Entenda o caso

Na tarde de hoje os moradores do bairro de Oceania fizeram uma denúncia, informando que na distribuição do peixe, haviam recebido também o leite de coco, no entanto o produto distribuído pela prefeitura através da Secretaria de Ação e Inclusão Social estaria supostamente vencido. A entrega fora feita pelo prefeito, a primeira dama do município que é vereadora também, e pelo secretário da pasta.

 

Assessoria