Arquivo da tag: Velho

Tem celular velho parado na gaveta? Conheça sites que compram seu aparelho antigo

celularesHoje em dia os celulares ficam obsoletos com uma velocidade impressionante. O mesmo aparelho que você comprou há apenas seis meses e pelo qual zerou suas economias, se torna uma versão ultrapassada antes que seja possível terminar de pagar as prestações do cartão de crédito. Por conta dessa velocidade tecnológica, não são raras as pessoas que possuem algum celular antigo encostado em alguma gaveta.

Uma opção inteligente antes de adquirir um aparelho top de linha, é vender o antigo e assim usar o dinheiro na aquisição do novo. Alguns sites nacionais especializados no chamado “recommerce” (comércio de itens usados), prometem uma forma simples e rápida para quem deseja vender seu celular velho. E isso vale até mesmo para os aparelhos que sequer funcionam, pois suas peças podem ser reutilizadas.

Especializado apenas em aparelhos da Apple, o Brused compra e vende iPhones, iPads, iPods e Macbooks. Bastante intuitivo, basta clicar na imagem do aparelho que deseja vender ou comprar e depois clicar nas informações solicitadas: se o aparelho é desbloqueado ou não e sua capacidade de armazenamento. Um iPhone 4 de 32 GB em bom estado é avaliado no site em R$ 450 enquanto um em excelente estado chega a valer R$ 490.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

No Redial é possível vender aparelhos de qualquer marca. Basta digitar o nome do aparelho que você deseja vender no campo de busca, responder algumas perguntas relacionadas a condição do dispositivo – se ele está como novo, se funciona muito bem, se possui arranhões e rachaduras ou se não funciona mais. Quanto melhor ele estiver, mais dinheiro é pago pelo aparelho. Testamos o valor do iPhone 4 de 32 GB. No site o valor pago pelo aparelho fica em torno de R$ 245,00.

O site Ziggo é outra opção de site que compra aparelhos usados. Para isso, é preciso indicar a condição de uso de seu celular escolhendo entre “Excelente”, “Bom”, “Tela Trincada” ou “Danificado”. No site o valor pago pelo iPhone 4 de 32 GB é de no máximo R$ 430.

O Uzlet também é outro especialista no recommerce de aparelhos celulares e funciona de maneira similar aos outros já citados. No site, o valor pago pelo iPhone de 32 GB é de no máximo R$ 450.

Via Catraca Livre

Idoso é preso suspeito de tentar matar irmão mais velho na Paraíba

casos-de-policiaUm idoso de 67 anos foi preso na noite deste sábado (25) suspeito de tentar matar o irmão mais velho, de 73 anos, com golpes de facão no município de São Sebastião de Lagoa de Roça, no Agreste Paraibano. O crime aconteceu por volta das 21h, segundo o relatório de ocorrências de destaque do 10º Batalhão de Polícia Militar.

Ainda de acordo com o documento, o homem tentou matar o irmão com quatro facadas. Os golpes atingiram os pulsos esquerdo e direito, a orelha direita e a cabeça. A vítima foi socorrida e encaminhada para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. A unidade hospitalar não informou o estado de saúde do idoso.

O suspeito foi levado para a Delegacia de Esperança, segundo a PM. No local, ele foi autuado pelo crime de tentativa de homicídio. A motivação da violência não foi informada pela polícia.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Outros crimes
No início da noite do sábado, outro crime foi registrado no Agreste paraibano, dessa vez em Solânea. Segundo o relato da Polícia Militar, o suspeito, de 30 anos, estava jogando baralho quando sacou um facão. A vítima tentou segurá-lo e acabou sendo atingida no pescoço. De acordo com informações de familiares da vítima repassadas à PM, o suspeito, que foi detido, não tinha a intenção de ferí-lo.

Uma mulher foi morta em Santa Rita, cidade da Grande João Pessoa, na noite do sábado. A jovem tinha 19 anos e a polícia ainda não tem informações de quem teria cometido o crime. Ainda de acordo com a polícia, a vítima não tinha envolvimento com drogas nem passagem pela polícia.

Em um sítio de São José de Caiana, no Sertão, um agricultor de 29 anos foi morto por volta das 22h30. De acordo com o relatório, a vítima estava bebendo na casa de um amigo e saiu com um colega para urinar no mato. Assim que chegou do lado de fora, por atingido por tiros. O colega conseguiu correr para dentro da casa, mas informou que não viu nada por causa do escuro. A autoria do homicídio segue desconhecida.

Já na madrugada deste domingo (26), por volta das 4h, um homem foi ferido com um golpe de facão nas costas no município de Belém, no Agreste. A vítima estava bebendo com um amigo quando o suspeito apareceu. Eles começaram a discutir e, em seguida, o suspeito o feriu, conforme mostra o relatório. O principal suspeito, já identificado, ainda está foragido. A vítima foi levada para um hospital por familiares.

 

Do G1 PB

Usuário mais velho do Facebook é mulher e tem 105 anos, diz jornal

usuario fabookO usuário mais velho do Facebook, maior rede social do mundo com mais de 1,2 bilhão de usuários registrados, é muçher e tem 105, de acordo com reportagem do jornal “NY Daily News”. Edythe Kirchmaier criou a sua conta no Facebook em janeiro, quando fez aniversário, e, assim, superou Florence Detlor, que tem 101 anos e também está no Facebook.

Ao jornal, Edythe disse que ganhou um iPad mini de Natal e que o utiliza para enviar e receber e-mails, jogar “Paciência” e “procurar por assuntos na internet”. “Acho a internet muito educativa”, disse.

Ela teve problemas ao criar a conta no Facebook porque a rede social não reconhecia sua idade. Ao tentar colocar sua idade, o sistema do site dizia que ela tinha 40 anos. Tudo o que ela queria com a conta era chamar a atenção para seu trabalho voluntário para  uma ONG.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Levou mais de três meses para que os engenheiros do Facebook resolvessem o problema e permitisse que Edythe colocasse sua idade real. Ela nasceu em 22 de janeiro de 1908.

Ela já tem mais de 78 mil “Curtir” no Facebook, mas seu objetivo é chegar aos 105 mil.

Além de ser o usuário mais velho do Facebook, Edythe é também o motorista mais velho da Califórnia, os Estados Unidos. Ela dirige há 82 anos e recém renovou sua licença.

G1

Você sabia que pode ‘alugar’ um velho no Japão?

idosos1No Japão, você pode alugar um idoso. O serviço oferecido pelo site Ossan Rental oferece duas opções para sua escolha: o ex-jogador de beisebol Mikio Sendou, de 65 anos, e o produtor de moda Takanobu Nishimoto, de 46 anos de idade.

Você pode realizar qualquer atividade com eles, como ir às compras, fazer uma refeição, pedir conselhos amorosos, visitar museus, ir ao cinema ou simplesmente reclamar da vida – e eles vão te dar toda atenção. Mas o serviço de companhia vai só até aí, que é para ninguém pensar besteira.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O que chama a atenção sobre esse site é que ele existe desde 1996, e pelo que consta em seus registros mais de 50 pessoas alugaram seus velhinhos desde o final de julho. Desse número, 70% são mulheres, e há pessoas que contrataram o serviço mais de uma vez nesse período.

Será que esses senhores são companhias tão boas assim, que vale até repetir o aluguel? Aparentemente, ninguém mais precisa se sentir sozinho no Japão, nem que para isso tenha que pagar um personal velhinho para ter ao lado.

Curiosamente, a palavra japonesa “ossan” é uma maneira não muito educada de se referir a pessoas idosas ou de meia-idade. A melhor tradução para o português é mesmo “velho”, o que pode soar um pouco grosseiro. Será que os senhores se sentem ofendidos? E você, o que acha desse serviço? Vai um velhinho aí?

Mega Curioso

Pirâmides financeiras: saiba por que você não deve cair nesse velho golpe do ‘dinheiro fácil’

piramideO crime de pirâmide financeira, comum no Brasil durante os anos 1990, voltou a ser alvo de investigações nos últimos meses, depois que uma ação conjunta de Ministérios Públicos passou o pente fino em 33 empresas, sendo a TelexFree a principal delas. Estimuladas pela difusão de informação sobre as empresas nas redes sociais, mais de 1,3 milhão de pessoas se envolveram no negócio, segundo a Justiça. Todas buscavam ganhar dinheiro em “aplicações” que têm como base a essência da pirâmide – o golpe antigo do dinheiro rápido e fácil, de preferência, sem sair de casa.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O primeiro caso de pirâmide de que se tem notícia foi criado pelo italiano Charles Ponzi, na década de 1920. Ele arquitetou um lucrativo esquema de compra e revenda de selos do correio internacional nos Estados Unidos que o deixou muito rico rapidamente. Ponzi prometia retornos de 100% em apenas 90 dias. Mas, na verdade, os ganhos dos investidores mais antigos eram custeados pela entrada de novos, e não pela revenda dos selos. O esquema foi desmascarado por um auditor. Ponzi foi preso, deportado e morreu no Rio de Janeiro, em 1949, como indigente. A proporção de seu golpe foi tamanha que a expressão ‘Esquema Ponzi’ dá nome ao modelo de pirâmide financeira nos Estados Unidos.

Ponzi foi a inspiração do megainvestidor americano Bernard Madoff, cujo esquema que drenou mais de 60 bilhões de dólares e foi descoberto durante a crise financeira de 2008. Madoff foi condenado a 150 anos de prisão por ter arquitetado a fraude e a mantido por mais de 40 anos. No Brasil, os casos marcantes são o do Avestruz Master (1998) e da Fazendas Reunidas Boi Gordo (2004).

A nova “onda” de pirâmides usa como fachada o modelo de negócio de marketing multinível, muito comum nos Estados Unidos – e que caracteriza empresas como Avon, Natura, Herbalife e Tupperware. Como não há na legislação brasileira nada que diferencie marketing multinível de pirâmide financeira, os casos, quando descobertos, se enquadram na lei 1.521/51, que define como crime o ganho ilícito decorrente do prejuízo alheio mediante especulação ou fraude. A penalização é detenção de seis meses a dois anos, suspensão das atividades da empresa e multa a ser definida pela Justiça.

Como o Brasil tampouco possui lei específica que se aplique aos criadores de pirâmides, especialistas acreditam que muitos cometem a fraude por acreditarem na impunidade. Além disso, os esquemas acabam se sustentando por muito tempo porque as pessoas envolvidas acreditam que terão o retorno fácil e rápido, o que dificulta o poder coercivo da lei. “As reclamações chegam quando os sintomas de saturação começam a aparecer”, afirma a advogada Thais Mayumi Urita, do escritório KBM.

A lista de pessoas envolvidas em operações desse tipo ainda não está fechada. Por enquanto, apenas a Telexfree e a BBom tiveram seus bens bloqueados e estão impossibilitadas de operar temporariamente, enquanto não houver uma decisão judicial que garanta a idoneidade das empresas. Juntas elas possuem, pelo menos, 1,3 milhão de pessoas em sua rede. De acordo com o Ministério Público do Rio Grande do Norte, outras 31 companhias também estão sendo investigadas pelas mesmas acusações, entre elas a Nnex, Multiclik, Cidiz e Priples.

Diante da falta de informação clara e segura sobre o tema e da quantidade de dúvidas que surgem quando esse tipo de operação é colocada em xeque, o site de VEJA elaborou uma lista de perguntas e respostas para ajudar a evitar que esquemas de pirâmide façam novas vítimas.

PB Agora com VEJA

Como lidar com o irmão mais velho após a chegada do bebê

Aos olhos dos pais, a chegada do segundo bebê da família é motivo de alegria. Muitos dizem até que um irmão é o melhor presente que o primeiro filho poderia ganhar. Só que nem sempre os primogênitos veem a situação desta maneira. É comum os mais velhos terem reações agressivas em relação ao “pequeno intruso” ou resgatarem comportamentos de etapas pelas quais já passaram, como querer chupeta e fralda novamente. A situação, por mais conflituosa que pareça, é natural e deve ser trabalhada no dia a dia.

Arquivo pessoal

Pedro,2, ficou enciumado com a chegada do irmão mais novo, André, de nove meses

“O nascimento de um irmãozinho surge como uma ameaça de perder o amor e o carinho de seus pais, já que até agora todas as atenções eram voltadas para o filho mais velho. Além de compartilhar os cuidados básicos, ele terá que dividir a atenção das figuras mais importantes em sua existência. A partir daí, podem surgir insegurança, ciúmes e agressividade”, afirma a psicóloga Regina Rocha .

Mesmo as crianças maiores, que demonstram alegria com a chegada do bebê, podem acabar tendo reações negativas, principalmente por causa do comportamento dos familiares. A psicóloga Veronika Eleutério explica: “Muitas pessoas colaboram com a fantasia de desvalorização sem perceber. Elogiam o bebê e se esquecem de acolher o primogênito, que se sente posto de lado diante de uma ‘atração mais interessante’.”

Arquivo pessoal

Isadora fez questão de incluir o filho Pedro na preparação para a chegada do caçula

Pulso firme com agressões

A compreensão dos pais é essencial, mas isso não significa perder o controle sobre o filho mais velho. Shirley Santos, psicóloga do Centro Pediátrico da Lagoa, é enfática ao defender o pulso firme. “Caso aconteça uma agressão de fato, a mãe e o pai devem explicar com firmeza que tal comportamento não será admitido. Há insegurança, sim, porém esse sentimento, até certo ponto, pode ser um bom exercício para a criança aprender a se relacionar com a frustração, que faz parte da vida”. Veronika complementa: “Impor castigos não físicos, privá-lo de brinquedos ou levá-lo para um local onde ele reflita sobre o evento são medidas que os pais podem tomar. Essa dinâmica resulta em sucesso quando, na sequência, há um diálogo sobre o porquê do castigo e o reforço de que o amor permanece o mesmo. É preciso deixar claro para a criança que suas ações levam à rejeição, não sua pessoa.”
CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Voltar no tempo

A administradora Ana Caroline Alegre presenciou pouca agressividade de sua filha Elisa, 3 anos, em relação à caçula, Amanda, 1 ano. Uma das raras passagens de que lembra foi uma vez em que a mais velha deu um empurrão forte na bebê. “A Amanda caiu e a Elisa levou um susto, não sabia o que fazer”, conta. O problema enfrentado na família foi a regressão da primogênita. “Ela queria mamadeira, chupeta, tivemos que esperar para tirar a fralda. Percebemos que, para isso passar, tínhamos que agir com ela como antes, de acordo com a idade dela, e fazê-la perceber que continuava sendo especial para a mamãe e o papai”, diz.

As psicólogas afirmam que essa fase é superada naturalmente, com diálogo e compreensão, e aprovam a atitude de Ana Caroline. Segundo Shirley, “o sentimento de insegurança é minimizado quando fica claro que o ‘posto de primogênito’ não está ameaçado”. Além de reafirmar o espaço do irmão mais velho, Regina sugere também que a rotina do primogênito seja alterada o mínimo possível.

Arquivo pessoal

Ana Caroline com as filhas: a primogênita Elisa começou a regredir após o nascimento da irmã caçula, Amanda

Para evitar grandes transformações no dia a dia de Pedro, 2 anos e 10 meses, quando André, hoje com 9 meses, nascesse, a relações-públicas Isadora Leone começou a fazer pequenas mudanças assim que soube que estava grávida. “Além de sempre incluir o Pedro na preparação da chegada do irmãozinho, mudei algumas coisas na rotina dele aos poucos. Parei de dar banho no suporte, mudei-o do berço para a cama. Tudo isso para ele não estranhar quando o bebê chegasse”, relata. Ainda assim, houve um pouco de ciúmes no começo. Hoje, ela garante que os dois são amiguinhos e tratados da mesma maneira pelos adultos: “Se o André apronta, ouve bronca no mesmo tom que o Pedro. Os dois precisam ter consciência de que ninguém é o rei da casa.”

Dicas para evitar atritos entre o primogênito e o bebê

– Durante a gestação, estimule o primogênito a tocar sua barriga e demonstre carinho por essa interação entre ele e o filho que ainda nascerá.

– Inclua o mais velho na preparação para a chegada do bebê: mostre as roupinhas quando começar a montar o enxoval e peça a opinião dele em relação aos objetos do quarto, por exemplo.

– Diga que precisará de sua ajuda nos cuidados com o caçula, que será pequenininho e necessitará de atenção, assim como aconteceu com ele quando era recém-nascido.

– Reforce que gosta da fase mais avançada pela qual ele passa, que é uma vantagem poder contar com uma criança com suas qualidades nesse momento de mudança.

– Seja tolerante com as possíveis reações negativas, mas sem perder o controle da situação.

– Mantenha atividades e brincadeiras para serem feitas exclusivamente com o filho mais velho. O espaço dele dentro da rotina da família deve ser preservado.

– Evite mudanças significativas, como troca de escola e retirada de chupeta, mamadeira ou fralda.

– Elogie atitudes positivas.

 

 

 

Raquel Paulino – especial para o iG

Corpo é encontrado boiando no Açude Velho em Campina Grande

CorpoO 2º Batalhão de Bombeiro Militar de Campina Grande foi acionado na manhã desta quinta-feira (31), após pessoas que caminhavam às margens do Açude Velho, no Centro da cidade, encontrarem um cadáver boiando nas águas do reservatório. O corpo de um homem foi retirado do local.

O corpo foi encontrado por volta das 5h30 (horário local) e retirado por um oficial do Corpo de Bombeiros. De acordo com a Polícia Militar, até as 7h40 (horário local) não havia identificação da vítima. A polícia acredita que o caso se trata de um morador de rua que teria morrido por afogamento no açude. O homem foi encaminhado para realização de perícia no Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Campina Grande.

 

Fonte: G1 PB

Em Guarabira, detentos do regime semi-aberto reclamam da precariedade do Presídio Velho

 

Uma movimentação foi registrada na manhã dessa quarta-feira (16), no pátio externo do Presídio Vicente Claudino de Pontes, conhecido como “Presídio Velho”, no bairro do Juá, em Guarabira.

Segundo informações, cerca de 72 detentos do regime semi-aberto, além de outros detentos dos regimes aberto e fechado, reivindicam melhores condições nas instalações elétricas, hidráulicas e no ambiente de pernoite. Pois desde a última reforma, não houve melhoramentos nestes setores.

Em entrevista à imprensa, alguns apenados relataram, entre outros problemas, o espaço pequeno, as camas desconfortáveis e falta de materiais para o higiene das celas.

Os apenados também reclamam a ausência do diretor do presídio, Marcelo Belota, além do fato da direção não aceitar atestado médico como justificativa para ausência.

Em meio a tudo isso, os detentos afirmaram que passarão a dormir na frente do presídio caso não resolvam o problema. Procurada pela imprensa, nenhum representante da direção do presídio quis se pronunciar.

Redação e fotos: Nordeste1

Focando a Notícia

Prefeitura de Campina Grande conclui até o final deste mês a urbanização do Açude Velho

 

Até o final de novembro, a Prefeitura Municipal de Campina Grande, estará entregando à comunidade a completa obra de urbanização e requalificação do Açude Velho. Neste momento, seguem em ritmo acelerado os serviços de recuperação das calçadas daquela área da cidade, que serve, inclusive, aos praticantes de caminhadas, ciclismo e cooper, além de outras atividades de lazer e esportivas.

Ao longo da atual gestão, o Açude Velho recebeu o máximo de atenção do prefeito Veneziano Vital do Rêgo. Entre os benefícios implantados no local, destacam-se ações com a implantação de nova e moderna iluminação. As chamadas “luminárias portuguesas” deram nova vida ao açude, pois iluminam tanto a parte interna (espelho d’água), quando a área destinada aos caminhantes e à circulação de veículos.

As ações desenvolvidas no Açude Velho fazem parte de um amplo projeto de recuperação e revitalização de logradouros públicos do Município. Para tanto, foram beneficiadas praças e áreas de lazer, espalhadas pelo centro da cidade e nos mais diversos bairros do Município.

Na região do Açude Velho, a população também foi beneficiada com muitas iniciativas, tais como a recuperação do Parque da Criança. Além disso, a PMCG contemplou quem frequente o velho “açude” com a recente instalação de academia popular, além da concretização de um grande sonho da comunidade evangélica, que foi a construção do Monumento à Bíblia.

Por todas estas ações, o prefeito Veneziano Vital avalia que terminará a sua gestão, neste dia 31 de dezembro, com a certeza de que, ao longo de oito anos, contribuiu para a valorização e resgate do mais tradicional cartão postal campinense.

Condecom-CG para o Focando a Notícia

Menina de 4 anos morre ao ser atingida por rojão em Porto Velho

 

Jamili foi atingida por um rojão (Foto: Reprodução/Arquivo pessoal)Jamili foi atingida por um rojão e caiu na piscina
(Foto: Reprodução/Arquivo pessoal)

Jamili Souza da Silva, de 4 anos, morreu ao ser atingida por um rojão e depois cair dentro de uma piscina, em Porto Velho. O fato ocorreu por volta das 20h do domingo (7), no Bairro Três Marias, em Porto Velho, em um clube onde a menina estava junto com a mãe. A família comemorava o resultado das eleições municipais.

A mãe da criança, Maria das Judas de Souza, conta como foi o desespero de quando aconteceu o acidente. “Eu estava perto dela, olhando para ela, quando eu vi a explosão. Na hora, eu vi aquele clarão e saí correndo para pegar a minha filha. Eu só ouvi aquele barulho e aquele clarão, e a água da piscina subindo. Quando a tiramos da água, ela já estava colocando sangue pela boca. Não queria que isso acontecesse”, conta, chorando.

Ana Luísa Leocádia, tia de Jamili, conta que a criança estava na escada da piscina do clube quando foi atingida na cabeça por um rojão. Jamili caiu dentro da piscina e foi socorrida pelas pessoas que estavam no local. “Ainda tentamos reanimá-la, mas quando tentamos fazer massagem cardíaca ela já estava cuspindo sangue e aí não resistiu”, explica.

A irmã da menina, de 5 anos, também foi atingida e teve ferimentos nas mãos.

O rapaz que soltou o rojão, José Nilton Ferreira da Silva, de 19 anos, foi preso em flagrante pela polícia após ter fugido para a casa da irmã, que fica em frente ao clube. “Foi um acidente. Eu não tinha raiva de ninguém, não queria que acontecesse isso. Eu estou muito arrependido do que fiz”, diz.

Segundo Silva, ele se assustou ao acender o artefato e o jogou no chão. Os rojões dispararam e acertaram a criança, que caiu na piscina.

Tia da menina contou que ainda tentaram fazer ressuscitação, mas ela não resistiu (Foto: Larissa Matarésio/G1)Tia da menina contou que ainda tentaram reanimar
Jamili, mas ela não resistiu
(Foto: Larissa Matarésio/G1)

José Dilson de Oliveira, que mora perto do clube, conta que as pessoas que estavam no local começaram a correr atrás de Silva.  “Todo mundo começou a correr atrás dele. Se ele não tivesse entrado na casa da irmã, o Nilton teria sido linchado”, afirma.

A perícia da Polícia Civil foi até o local na manhã desta segunda-feira (8) para fazer a vistoria. O laudo deve ficar pronto em até 30 dias.

O velório de Jamili está previsto para acontecer no final da tarde desta segunda-feira.

G1