Arquivo da tag: vagina

Homem é preso suspeito de cortar a vagina e ânus da esposa com uma faca na PB

Um servidor do Governo do Estado, de 40 anos, foi preso na tarde deste domingo (2) suspeito de cortar a vagina da mulher com uma faca. O caso aconteceu no bairro Valentina de Figueiredo, em João Pessoa.

De acordo com a delegada da Mulher, Conceição Casado, familiares da comerciante e pescadora, de 30 anos, relataram que o fato aconteceu de madrugada quando o filho da mulher acordou e encontrou a mãe ensanguentada.

“Ela tinha um corte da vagina para o ânus e sangrava muito. A mulher foi levada para a UPA de Valentina onde foi transferida para a Maternidade Cândida Vargas e passou uma cirurgia de emergência”, disse a delegada.

Casado disse ainda que a família da vítima apontou o marido da mulher como sendo o autor do crime. O casal, segundo a delegada, vive um relacionamento há 15 anos conturbado entre idas e vindas.

“Ouvimos todo mundo e logo depois os agentes foram até o trabalho dele e o conduziram para a delegacia. Ele é vigilante de um órgão do Estado e aqui o achei muito frio, sem demonstrar nenhuma reação, mesmo com a mulher internada em situação delicada. Inicialmente, eu iria apenas ouvi-lo e liberá-lo, mas resolvi o manter preso devido a situação de frieza e elementos que o incriminam”, explicou.

O vigilante foi indiciado por lesão corporal grave e será levado nesta segunda-feira (2) para a audiência de custódia.

 

 

PBhoje

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Mulher tenta entrar em presídio com droga no ânus e vagina

presidio.rogerAgentes penitenciários detiveram, na manhã deste sábado (1), uma jovem que tentou entrar no presídio do Róger, em João Pessoa, com três pequensos pacotes de maconha escondidos no ânus e na vagina.

A suspeita foi levantada após a mulher passar pelo scanner corporal, equipamento instalado para coibir a entrada de material ilícito na unidade prisional.

Ela foi encaminhada para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena onde passou por exames e que constataram a presença da droga.

A mulher foi encaminhada para a Central de Polícia, no bairro do Geisel e a droga levada para perícia.

MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Dez curiosidades sobre a vagina podem mudar a sua vida

vaginaSe você que está lendo esta reportagem é uma mulher, provavelmente, se identificará com pelo menos alguns dos itens listados abaixo. Se é homem, o texto pode ajudá-lo a entender melhor a sua parceira. O assunto? A vagina.

Para começar, é preciso diferenciar vagina de vulva. A vulva compreende toda a genitália feminina, incluindo a vagina, que é apenas o canal interno da vulva. Mas até os médicos se referem ao conjunto como vagina.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O inglês Jamie McCartney criou, em 2011, o “Great Wall of Vagina” (grande mural da vagina, em tradução livre), que traz 400 órgãos esculpidos de gesso, formando um conjunto de dez painéis, justamente para mostrar que, assim como o pênis, cada vagina tem formato, tamanho (pelo menos externo) e aparência diferentes.

“Muitas mulheres se preocupam com o aspecto do seu órgão genital e o comparam. Pensei que quando elas vissem todas aquelas vaginas no mural se sentiriam mais seguras. É a arte com um propósito social, além de ser um espetáculo surpreendente, claro”, afirma o artista.

Jamie, que disse conhecer apenas cerca de dez das 400 que serviram como voluntárias para o projeto, contou que teve como objetivo “libertar as mulheres da ansiedade e dúvida sobre a estranheza de seu corpo”. E deu resultado: “Várias me mandaram e-mails falando que meu trabalho mudou suas vidas, que a autoestima aumentou. Isso é incrível”.

 

Divulgação

Parte do “Great Wall of Vagina” (grande mural da vagina, em tradução livre), de Jamie McCartney, que estampou 400 vaginas esculpidas em gesso

 

A seguir, listamos dez curiosidades. Confira:

1. Tamanho: a vagina é elástica e, segundo Flávia Fairbanks, membro da Sogesp (Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo), o tamanho muda de acordo com a idade. “Na fase adulta, tem de 7 cm a 8 cm de comprimento, em repouso. Durante a relação sexual, essa medida pode chegar a 12 cm de comprimento e 3 cm de largura”, afirma. Flávia explica que a cavidade vaginal atinge o máximo de dilatação durante o trabalho de parto: 10 cm.

2. A vagina “fala”: marcas ou manchas na calcinha, mau cheiro e coceira podem ser sinais de alguma doença. O corrimento, porém, nem sempre é um problema: quando é inodoro, trata-se de um mecanismo natural de defesa da mulher. “Quanto ao sexo, dor durante a penetração ou dificuldade de lubrificação podem denunciar uma disfunção sexual que precisa de tratamento”, explica a terapeuta sexual Paula Napolitano.

3. Ruídos: você já se constrangeu durante o sexo por causa de algum barulho na hora da penetração (parecido com gases)? “É normal. Com o movimento sexual, pode haver a entrada de ar na vagina”, afirma Carolina Ambrogini, ginecologista, sexóloga e coordenadora do Projeto Afrodite da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo).

4. Depilação não faz mal: de acordo com as ginecologistas Flávia Fairbanks e Carolina Ambrogini, os pelos servem como proteção contra atrito e entrada de corpos estranhos na vagina. Porém, não há mal nenhum em depilá-los. “Para as mais sensíveis, deixá-los é mais confortável, por conta do atrito, mas nada é proibido ou prejudicial”, diz Carolina.

5. Plásticas: algumas mulheres se incomodam com o tamanho dos lábios genitais e buscam na cirurgia plástica a saída para se sentirem mais confortáveis com seu corpo. Segundo Luiz Carlos Ishida, cirurgião plástico e membro da SBP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica), a procura por esse tipo de intervenção aumentou. “Em 2010, realizávamos cerca de quatro operações dessas por ano. Hoje, não passamos uma semana sem fazer”.

6. O poderoso clitóris: muitas mulheres chegam ao orgasmo apenas com o estímulo do clitóris, que está localizado na parte exterior da vulva. Segundo Paulo Tessarioli, psicólogo especialista em sexualidade humana, o órgão tem cerca de oito mil terminações nervosas e, por isso, é tão sensível. “Esse detalhe da anatomia feminina é muito curioso, já que a mulher tem um órgão destinado exclusivamente ao prazer”, afirma.

7. Tamanho não é documento: se formos levar em consideração a possibilidade de prazer feminino, a afirmação de que o tamanho do pênis não importa procede. “Os cinco primeiros centímetros da vagina são os mais ricos em terminações nervosas e, por isso, dizer que o pênis maior dá mais prazer é um mito”, explica a terapeuta sexual Paula Napolitano. Além disso, a vulva pode ser explorada por inteiro.

8. Transpiração e ventilação: muitas mulheres se incomodam com o suor vaginal, mas, de acordo com Flávia Fairbanks, por ter grande quantidade de glândulas sudoríparas, a transpiração é natural. “Algumas mulheres relatam que é a região do corpo onde mais suam”, conta. Ela explica que, como é um órgão fechado e, por isso, quente e úmido, é favorável à proliferação de fungos e bactérias. “Por isso, quanto mais ventilado for, menores as chances de infecções. Dormir sem calcinha ou usar peças 100% algodão é altamente recomendado”.

9. “Autolimpeza”: segundo a médica Flávia Fairbanks, o corrimento inodoro e esbranquiçado é o responsável por eliminar toxinas, bactérias e células mortas vaginais. Justamente por isso, não é preciso lavar o canal vaginal. “Usar água e sabonete com pH neutro na região externa já é suficiente para manter a higiene”, diz.

10. Ginástica vaginal: o pompoarismo é um treinamento da musculatura vaginal que aumenta o prazer sexual do casal durante a penetração. Além disso, a vagina é composta por músculos e precisa ser exercitada, assim como o resto do corpo, segundo a terapeuta sexual Paula Napolitano. “Faz parte do bem-estar e do autoconhecimento feminino. Exercícios como os de contração e relaxamento ajudam a fortalecer a musculatura e deixam a vagina mais sensível. São muito indicados para problemas que podem surgir com a idade, como a flacidez genital e a incontinência urinária”.

 

 

Uol

Pesquisa diz que homens têm nojo da vagina. Qual o problema deles?

mulherHomens adoram sexo oral. Receber, não oferecer. Pelo menos é isso que diz a pesquisa da empresa Sex Wipes, que falou com 1.252 homens heterossexuais e sexualmente ativos entre 18 e 30 anos. O resultado diz que 78% recebe sexo oral frequentemente, mas quatro em cada 10, o que representa 43% deles, não o pratica de volta.

Tentar entender o que passa na cabeça dos caras não é tarefa fácil, mas mesmo dentre os que fazem sexo oral na parceira, 35% diz ter nojo durante a brincadeira. Eles explicam que só o fazem porque têm “medo de ser considerado gay”, “medo de ser traído”, “porque estou com tesão e não penso na hora”, “porque amo minha parceira”, “para dar prazer a ela” e “para retribuir”.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Mas, afinal, do que eles têm tanto nojo? Do cheiro, do gosto, da umidade, dos pelos, da aparência da vagina. Outras respostas, ainda mais surpreendentes, foram: “sou egoísta” e “não acho que a boca foi feita para isso”. É claro que no meio há questões como medo de contrair DST, religião, falta de confiança na parceira e a falta de vontade da própria parceira.

Acredito que um ponto importante para se observar é a falta de intimidade com o órgão feminino. Todas as vaginas têm cheiro característico, são úmidas, têm pelos e tem aparência de vaginas. Os filmes pornográficos e revistas masculinas colaboraram muito para a busca por um padrão estético que não existe no mundo real. O que os homens dizem ter nojo é, basicamente, tudo o que uma vagina é. Eles têm nojo do órgão feminino em sua totalidade. Quão estranho é isso?

O sexo oral é uma das maneiras mais eficientes de levar a mulher ao orgasmo, já que se concentra no clitóris e a maior parte das mulheres só chega ao clímax com sua estimulação. Sem ele, e sem a estimulação clitoriana, mulheres não têm prazer e as relações estão fadadas a uma vida sexual desestimulante,

Uma saída para isso é descobrir o órgão junto com o companheiro, em um momento de inersão para os dois. Muitas mulheres também têm nojo da própria vagina, já que somos ensinadas desde criança que ela é algo vergonhoso. Amem suas vaginas, respeitem-a e mostrem toda sua beleza para seu parceiro. Não dá para transar com alguém que tem nojo de uma parte sua tão importante.

 

 

yahoo

Mulher esconde drogas na vagina e é presa tentando entrar em cadeia na Paraíba

Reprodução/Bayeux jovem
Reprodução/Bayeux jovem

Uma jovem de 24 anos foi presa, na manhã deste domingo (14), quando tentava entrar com maconha e loló, dentro da vagina, na cadeia pública de Alhandra, no Litoral Sul da Paraíba. De acordo com a Polícia Militar, a mulher iria entregar as drogas para o marido.

Segundo a PM, a mulher reside na cidade de Bayeux, região Metropolitana da Capital, e estava em Alhandra para visitar o marido, que está preso.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Jovem foi detida e, de acordo com a PM, prestará depoimento para esclarecer a procedência das drogas.

O fato curioso é que a jovem fez pose para a foto na delegacia.

 

portalcorreio

Vereadora de João Pessoa detona beijo gay e dispara: “o PSOL só vê vagina e pênis”

Eliza VirgíniaA vereadora de João Pessoa, Eliza Virgínia (PSDB), criticou a exibição do beijo gay no guia eleitoral do PSOL na última semana. Segundo a vereadora, que também disputa as eleições como candidata a deputada estadual, “esse pessoal [do PSOL] só vê vagina e pênis andando por aí”.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook
Para Eliza, não havia necessidade alguma em se mostrar um beijo gay na TV, principalmente em horário nobre, quando as famílias e, principalmente, as crianças estão em frente à televisão.

A parlamentar também criticou as ONGs ligadas ao movimento gay e as acusou de serem “heterofóbicas”.

Alexandre Freire – MaisPB

Mulher é barrada em presídio com celular e duas baterias escondidos na vagina

Divulgação/ Seap
Divulgação/ Seap

Uma mulher identificada como Valclécia Alves da Silva foi flagrada tentando entrar na Penitenciária Padrão de Campina Grande, a Máxima, com um celular e duas baterias escondidos na vagina. O fato ocorreu neste domingo (5) durante a revista íntima.

Ao entrar na penitenciária para visitar o marido, que está preso por assalto, durante a revista, as agentes encontraram os objetos nas partes íntimas de Valclécia Alves, segundo informou Anselmo Vasconcellos, diretor da unidade prisional.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

– A Valclécia Alves foi barrada durante a revista íntima, que é minuciosa e de praxe. As agentes quando começaram a revista encontraram de imediato o aparelho celular e duas baterias na vagina dela – disse o diretor.

Valclécia Alves foi levada para a Central de Polícia Civil de Campina Grande onde foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e liberada. Entretanto, ela está proibida de entrar da penitenciária.

– Como esse crime cabe apenas um TCO, a Valclécia e o seu esposo sofrerão algumas punições administrativas como, ela não pode mais entrar na penitenciária e ele vai responder a um procedimento administrativo – adiantou Anselmo Vasconcellos.

 

portalcorreio

Mulher tenta entrar em presídio com drogas, celular e isqueiro escondidos na vagina

Bayeux Jovem
Bayeux Jovem

Danielle da Silva, 42 anos, foi presa neste sábado (4), quando tentava entrar na Cadeia Pública da cidade de Bayeux, na região metropolitana de João Pessoa, com um celular, carregador, maconha, crack e isqueiro dentro da vagina. Ela foi surpreendida por agentes da Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap) durante a revista íntima.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

De acordo com coronel Arnaldo Sobrinho, gerente executivo da Administração Penitenciária da Paraíba, o flagrante ocorreu durante uma visita de rotina. Sobrinho informou que as agentes estavam fazendo a inspeção na mulher quando ela disse que não tinha nenhum objeto ilícito.

“Numa revista minuciosa, as agentes encontraram 150g de maconha, uma pedra de crack, um celular, um carregador e um isqueiro nas partes íntimas (vagina) da mulher”, revelou o coronel Arnaldo Sobrinho.

Segundo a Polícia Militar, Danielle da Silva estava na unidade prisional para visitar o irmão identificado como Dimas Rodrigues da Silva, que cumpre pena por tráfico de drogas.

A acusada foi encaminhada para a 5ª Delegacia Distrital, em Bayeux. Ela será transferida para o Presídio Feminino Julia Maranhão, em João Pessoa.

 

Daniella da Silva na delegacia Foto: Daniella da Silva na delegacia
Créditos: Bayeux Jovem

 

 

Hyldo Pereira

Mulher com tablete de 200g de maconha na vagina é detida tentando entrar em presídio

Jaceline Marques
Jaceline Marques

A namorada de um presidiário identificada como Katiane da Silva Sousa, 26 anos, foi flagrada tentando entrar na cadeia pública da cidade de Sapé, Zona da Mata paraibana, com um tablete de 200g de maconha prensada dentro da vagina.  O fato ocorreu nesta quarta-feira (6), durante a visita.

Segundo informações do diretor da cadeia, Silva Neto, o serviço de inteligência da Secretaria de Administração Penitenciária do Estado recebeu uma ligação anônima informando que uma mulher estava levando uma quantidade de drogas para um traficante.

“As nossas agentes já estavam avisadas. Quando Katiane da Silva foi para a revista, ela ficou nervosa e daí desconfiamos de que seria ela a pessoas que estava portando a droga”, comentou Silva Neto.

As agentes penitenciárias levaram a suspeita para o hospital da cidade e quando foi feito o exame ginecológico, o médico retirou o entorpecente. “Foi encontrado um tablete de maconhada prensada de 200g dentro de um preservativo”.

Durante depoimento, a acusada disse que a droga seria para o traficante Emanuel José Bezerra da Rocha, conhecido como ‘Chinês’, como forma de pagamento de uma dívida. “O namorado de Katiane tem uma dívida de R$ 900 com o traficante. Ela disse que estava sendo ameaçada e por isso fez o transporte da droga para o presidiário”, comentou o diretor.

Katiane da Silva foi autuada por tráfico de drogas na delegacia de Sapé e será encaminhada para o Presídio Feminino Júlia Maranhão, em João Pessoa.

 

 

 

Hyldo Pereira

Portalcorreio

Mulher é flagrada com drogas, celular, comprimidos e dinheiro na vagina

Imagem (Folha do Sertão)

Jeane Lopes da Silva Sarmento, de 32 anos, foi flagrada com drogas, celular, comprimidos e uma quantia de R$75,00 nas partes íntimas durante revista íntima na Colônia Penal de Sousa.

A mulher foi à Colônia Penal visitar o marido Fabiano Sarmento, 32 anos, preso há 13 anos por furto. O casal tem três filhos, todos menores de idade.

Ela foi encaminhada até o Hospital Regional de Sousa para fazer exames ginecológicos e logo após, foi conduzida até à Delegacia para os procedimentos cabíveis ao caso. Ela ficará presa no Presídio Feminino de Cajazeiras.

Folha do Sertão