Arquivo da tag: ultrapassa

Paraíba ultrapassa os 40 mil casos de Covid-19 e tem 842 mortes

Boletim da Secretaria de Estado da Saúde (SES) aponta que nesta quinta-feira (25), a Paraíba registrou 912 novos casos de Covid-19 e 14 óbitos confirmados desde a última atualização, 03 deles ocorridos nas últimas 24h. São 40.824 pessoas que já contraíram a doença, 12.113 que já se recuperaram e 842 faleceram. Até o momento, 120.781 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados.

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 66%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 74%. Em Campina Grande, estão ocupados 71% dos leitos de UTI adulto e no sertão, 46% dos leitos de UTI para adultos.

O índice de Isolamento Social no feriado de São João foi de apenas 43,8%, considerado baixo em relação à meta de 70% e à mínima de 50%.

Os casos confirmados estão distribuídos por 216 dos 223 municípios paraibanos:

Água Branca (20); Aguiar (12); Alagoa Grande (373); Alagoa Nova (145); Alagoinha (327); Alcantil (18); Algodão de Jandaíra (3); Alhandra (289); Amparo (12); Aparecida (21); Araçagi (204); Arara (66); Araruna (47); Areia (148); Areia de Baraúnas (1); Areial (27); Aroeiras (74); Assunção (22); Baia da Traição (141); Bananeiras (71); Baraúna (98); Barra de Santa Rosa (17); Barra de Santana (46); Barra de São Miguel (6); Bayeux (770); Belém (206); Belém do Brejo do Cruz (7); Bernardino Batista (3); Boa Ventura (2); Boa Vista (48); Bom Jesus (3); Bom Sucesso (6); Bonito de Santa Fé (2); Boqueirão (87); Borborema (4); Brejo do Cruz (72); Brejo dos Santos (4); Caaporã (711); Cabaceiras (10); Cabedelo (1657); Cachoeira dos Índios (40); Cacimba de Areia (7); Cacimba de Dentro (40); Cacimbas (30); Caiçara (130); Cajazeiras (433); Cajazeirinhas (1); Caldas Brandão (58); Camalaú (1); Campina Grande (6025); Capim (97); Caraúbas (8); Carrapateira (5); Casserengue (93); Catingueira (12), Catolé do Rocha (129); Caturité (50); Conceição (8); Condado (65); Conde (302); Congo (26); Coremas (25); Coxixola (9); Cruz do Espírito Santo (180); Cubati (38); Cuité (69); Cuité de Mamanguape (37); Cuitegí (93); Curral de Cima (15); Curral Velho (1), Damião (3); Desterro (26); Diamante (2); Dona Inês (8); Duas Estradas (40); Emas (2); Esperança (219); Fagundes (36); Frei Martinho (1); Gado Bravo (55); Guarabira (1894); Gurinhém (137); Gurjão (18); Ibiara (10); Igaracy (2); Imaculada (13); Ingá (270); Itabaiana (511); Itaporanga (22); Itapororoca (153); Itatuba (106); Jacaraú (96); Jericó (4); João Pessoa (11369); Joca Claudino (1); Juarez Távora (102); Juazeirinho (94); Junco do Seridó (21); Juripiranga (261); Juru (9); Lagoa (3); Lagoa de Dentro (30); Lagoa Seca (344); Lastro (13); Livramento (29); Logradouro (39); Lucena (155); Mãe d’Água (11); Malta (18); Mamanguape (1029); Manaíra (7); Marcação (24); Mari (307); Marizópolis (6); Massaranduba (118); Mataraca (81); Matinhas (34); Mato Grosso (7); Matureia (19); Mogeiro (56); Montadas (28); Monteiro (69); Mulungu (123); Natuba (32); Nazarezinho (4); Nova Floresta (12), Nova Olinda (5); Nova Palmeira (25); Olho D´Água (28); Olivedos (26); Parari (4); Passagem (26); Patos (1187); Paulista (57); Pedra Lavrada (20); Pedras de Fogo (828); Pedro Régis (11); Piancó (42); Picuí (70); Pilar (120); Pilões (33); Pilõezinhos (114); Pirpirituba (59); Pitimbu (432); Pocinhos (46); Poço Dantas (1); Pombal (136); Princesa Isabel (37); Puxinanã (150); Queimadas (409); Quixaba (24); Remígio (140); Riachão (19); Riachão do Bacamarte (162); Riachão do Poço (23); Riacho de Santo Antônio (7); Riacho dos Cavalos (2); Rio Tinto (348); Salgadinho (9); Salgado de São Felix (85); Santa Cecília (13); Santa Cruz (9); Santa Helena (9); Santa Inês (7); Santa Luzia (158); Santa Rita (1166); Santa Terezinha (26); Santana de Mangueira (1); Santana dos Garrotes (3); Santo André (1); São Bentinho (20); São Bento (522); São Domingos do Cariri (5); São Francisco (7); São João do Cariri (24); São João do Rio do Peixe (29); São João do Tigre (3); São José da Lagoa Tapada (18); São José de Caiana (23); São José de Espinharas (5); São José de Piranhas (28); São José do Bonfim (44); São José do Brejo do Cruz (2); São José do Sabugi (139); São José dos Cordeiros (4); São José dos Ramos (70); São Mamede (24); São Miguel de Taipu (67); São Sebastião de Lagoa de Roça (115); São Sebastião do Umbuzeiro (4); São Vicente do Seridó (18); Sapé (444); Serra Branca (26); Serra da Raíz (12); Serra Grande (3); Serra Redonda (114); Serraria (22); Sertãozinho (32); Sobrado (64); Solânea (138); Soledade (76); Sossego (4), Sousa (458); Sumé (41); Tacima (51); Taperoá (42); Tavares (25); Teixeira (57); Tenório (11); Triunfo (2); Uiraúna (18); Umbuzeiro (30); Várzea (7); Vieirópolis (4); Vista Serrana (3), Zabelê (1).

*Dados Oficiais preliminares (fonte: SIM,e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 25/06, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

14 óbitos foram registrados, 05 deles ocorridos nas últimas 48h.

Homem, 40 anos, residente em Bayeux. portador de doença respiratória. Início dos sintomas no dia 28/05, foi a óbito em hospital público no dia 15/06.

Mulher, 71 anos, residente em Campina Grande. Comorbidades não informadas. Inicio dos sintomas em 13/05. Foi a óbito em hospital público em 01/06.

Homem, 94 anos, residente em Campina Grande. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 24/05, foi a óbito em hospital público em 23/06.

Mulher, 51 anos, residente em Cuité de Mamanguape.Comorbidades não informadas. Início dos sintomas em 15/06, foi a óbito em hospital público no dia 20/06.

Mulher 91 anos, residente em João Pessoa. Paciente com anemia, doença neurológica e renal. Início dos sintomas em 20/06 foi a óbito em hospital público no dia 24/06.

Homem, 42 anos, residente em Lagoa Seca. Comorbidades não informadas. Início dos sintomas em 13/05, foi a óbito em hospital público em 25/05.

Mulher, 80 anos, residente em Mamanguape. Diabética, cardiopata. Início dos sintomas em 17/06, foi a óbito em hospital público no dia 25/06.

Homem, 50 anos, residente em Mari. Sem comorbidades. Início de sintomas em 29/05, foi a óbito em hospital público no dia 12/06.

Mulher, 89 anos, residente em Rio Tinto. Diabética, Cardiopata, portadora de doença neurológica. Início dos sintomas em 17/06, foi a óbito em hospital público no dia 24/06.

Homem, 55 anos, residente em Salgado de São Felix. Hipertenso. Início dos sintomas em 07/06, foi a óbito em hospital público em 20/06.

Mulher, 53 anos, residente em Santa Rita. Hipertensa. Início dos sintomas em 16/06 foi a óbito em hospital público no dia 20/06.

Mulher, 91 anos, residente em Santa Rita.Hipertensa e cardiopata.Início dos sintomas em 02/06, foi a óbito em hospital público em 20/06.

Mulher, 74 anos, residente em São Bento. Hipertensa e diabética. Início dos sintomas em 16/06, foi a óbito em hospital público no dia 23/06.

Mulher, 79 anos, residente em Serra Branca. Obesa e cardiopata. Início dos sintomas em 10/06, foi a óbito em hospital público no dia 11/06.

 

Portal WSCOM

 

 

PB ultrapassa 12 mil casos de coronavírus; mortes já são 327

Os casos de coronavírus na Paraíba chegaram a 12.011 nesta sexta-feira (29), conforme divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). Em 24 horas, a Pasta registrou 879 novos casos e mais 9 mortes, totalizando 327.

Os dados mostram que 2.435 pessoas se recuperaram da Covid-19, doença causada pelo vírus, e 9.495 casos foram descartados para o patógeno.

Nessa quinta-feira (28), 42% da população do estado seguiram a recomendação de isolamento social, número bem inferior aos 70% recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Segundo a SES, o aumento de casos nos últimos dias é resultado da ampliação da capacidade de testagem e diagnóstico da população. Conforme a secretaria, já foram realizados 42.170 exames na Paraíba.

Resumo | Últimas 24h na Paraíba

  • Confirmados: 12.011 (eram: 11.132)
  • Descartados: 9.495 (eram: 8.495)
  • Cidades: 191 (eram: 189)

Dentre os confirmados

  • Recuperados: 2.435 (eram: 2.430)
  • Isolados em casa: 8.765 (eram: 7.887)
  • Internados: 484 (eram: 497)
  • Mortos: 327 (eram: 318)

Leitos

A ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em todo o estado é de 75%. Na Grande João Pessoa, a ocupação em UTI para adultos é de 89%. O alerta permanece em Campina Grande, onde 91% das UTIs estão ocupadas. No Sertão, a ocupação é de 51%.

  • Leitos para Covid-19 ativos no estado:
    • Enfermaria: 540 (277 ocupados)
    • UTI: 276 (207 ocupados)

Mortes

Segundo a SES, 9 mortes foram confirmadas nesta sexta (29), referentes a pacientes com idades entre 40 e 89 anos, sendo 5 homens e 4 mulheres. Um desses pacientes não tinha histórico de comorbidade.

85,65% dos municípios afetados

Dos 191 municípios afetados, as cidades de Baraúna, Cacimba de Areia e Cubati registraram os primeiros casos de coronavírus nesta sexta-feira (29), conforme boletim da SES. Só em Baraúna foram registrados 7 casos nas últimas 24h. Os dados mostram que 85,65% dos 223 municípios paraibanos já registram pelo menos um caso da Covid-19.

Patos

Com os leitos de UTI lotados, a cidade de Patos ultrapassou a marca de 500 casos confirmados de Covid-19. A recomendação do CRM é de que pacientes graves, que necessitarem de internação, desde essa quinta-feira (28), terão que ser transferidos para Piancó ou Pombal.

 

portalcorreio

 

 

Paraíba ultrapassa 8 mil casos de coronavírus; mortes já são 279

Os casos de coronavírus na Paraíba chegaram a 8.016 nesta segunda-feira (25), conforme divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). Em 24 horas, a pasta confirmou 193 novos casos e mais 7 mortes. Os dados mostram que 2.218 pessoas se recuperaram da Covid-19, doença causada pelo vírus, e 7.284 casos foram descartados para o patógeno.

Resumo | Últimas 24h na Paraíba

  • Confirmados: 8.016 (eram: 7.823)
  • Descartados: 7.284 (eram: 7.178)
  • Cidades: 180 (eram: 178)

Dentre os confirmados

  • Recuperados: 2.218 (eram: 2.208)
  • Isolados em casa: 5.034 (eram: 4.880)
  • Internados: 485 (284 em enfermarias + 201 em UTI)
  • Mortos: 279 (eram: 272)

A ocupação de leitos de UTI em todo o estado é de 76%. Se fizermos um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa (RMJP), 88% estão ocupados. Nesse domingo (24), 54% da população seguiu a recomendação de isolamento social.

Segundo a SES, 7 mortes foram confirmadas nesta segunda, referentes a pacientes com idades entre 36 e 96 anos, sendo cinco mulheres e dois homens. Todos esses pacientes apresentaram histórico de comorbidades.

As cidades de Assunção e Tenório registraram os primeiros casos do novo vírus, conforme boletim da SES nesta segunda-feira (25). A cidade de Mamanguape, no Litoral Norte da Paraíba, registrou a primeira morte por Covid-19. Um homem de 78 anos, hipertenso, diabético, com início dos sintomas no dia 15 de maio. Ele foi internado em hospital público e morreu nesse domingo (24).

A SES informou que a aparente estabilidade no número de casos de algumas cidades do estado ocorre porque as secretarias municipais estão se adequando ao formato de notificação obrigatório determinado pelo Ministério da Saúde. Questionada sobre cidades que poderiam ter dificuldades em adequação e não consigam repassar esses dados da forma correta, a SES disse que os Municípios são obrigados a proceder como manda a Pasta do Governo Federal.

 

portalcorreio

 

 

Covid-19: Brasil tem mais 1.188 mortes em 24h e ultrapassa 20 mil óbitos

No último balanço divulgado nesta quinta-feira (20) pelo Ministério da Saúde o Brasil voltou a bater recorde do número de mortes confirmadas nas últimas 24h pelo covid-19, doença causadora do novo coronavírus. Os dados demonstram que no país mais 1.188 pessoas morreram devido a doença, ultrapassando a marca de 20 mil mortes.

Até agora, o vírus já matou, ao todo, 20.047 no Brasil. O MS informou, ainda, que foram confirmados mais 18.508 casos de brasileiros infectados e esse dado faz com que o país ultrapasse os 300 mil casos.

Com isso, o país continua em próximo da Rússia em relação ao número de infectados. Se continuar com o tendência de crescimento, deve se tornar o segundo país com mais incidência da doença no mundo.

De acordo com o levantamento da Universidade Johns Hopkins, a Rússia soma 317,5 mil infecções. Já os Estados Unidos, que lidera o ranking, tem 1,57 milhão.

Apesar de ter número superior de casos, a letalidade na Rússia está em 1%, enquanto a do Brasil é de 6,5%. De acordo com estudos do portal Covid-19 Brasil, grupo formado por pesquisadores da Universidade de Brasília (UnB) e da Universidade de são Paulo (USP), o alto índice pode ser explicado pela subnotificação de casos no país, que não consegue alcançar infectados assintomáticos e casos leves.

O diretor do Departamento de Análise em Saúde e Vigilância em Doenças Não Transmissíveis, Eduardo Macário, comenta que o Brasil tem conseguido aumentar a capacidade de testagens, o que justifica a explosão de novos casos. É por meio dessa estratégia que o Ministério da Saúde pretende se aproximar do real número de infecções.

“Esses números refletem o aumento da capacidade laboratorial do Brasil por meio dos trabalhadores públicos com um quantitativo razoável de testes já distribuídos. A parceria público-privada está sendo trabalhada para, nos próximos dias,  reforçar essa estratégia de testagem. Isso vai dar ao Brasil a capacidade para que consiga analisar um maior número de casos e, com isso, reduzir sua subnotificação para que nós tenhamos uma dimensão epidemiológica mais real”, disse Macário.

No país, 3.488 cidades brasileiras tem registro de casos da doença, o que representa 62,6% do total. Em 20 de abril, eram 1.426 locais infectados (25,6%).

Redação/com Correio Braziliense

 

 

Brasil ultrapassa mil mortes por covid-19; 19,6 mil estão infectados

O Ministério da Saúde divulgou nesta sexta-feira (10) os números atualizados do novo coronavírus. De acordo com a pasta, o número de infectados, no momento, é de 19.638. o que representa aumento de 1.781 casos em relação ao balanço divulgado ontem (9). Além disso, o número de mortes superou hoje os mil casos. Até o momento, foram registradas 1.056 mortes pela doença. A taxa de letalidade do vírus no Brasil é de 5,4%.

O estado de São Paulo ainda concentra o maior número de casos (8.216) e de mortes (540). O Rio de Janeiro vem em segundo lugar, com 2.464 casos e 147 mortes. Na Região Norte, o Amazonas concentra o maior número de casos, com 981, além de 50 mortes.

No Nordeste, o Ceará se destaca, com 1.478 casos e 58 mortes. No Centro-Oeste, o Distrito Federal tem o maior número de casos, muito à frente dos demais, com 555 casos e 17 mortes. Os estados do Sul do país apresentam números de casos mais próximos. Santa Catarina é o estado da região com mais casos, 693, e o Rio Grande do Sul com menos casos, 636.

 

agenciabrasil

 

 

Patrimônio dos candidatos a prefeito de Solânea ultrapassa meio milhão

eleiçõesO patrimônio dos quatro candidatos a prefeito de Solânea ultrapassa o valor de meio milhão de reais. Juntos, Davi Cabeleireiro (PRB), Giseliane Azevedo (PSD), Kayser Rocha (DEM) e Rosa Vital (Psol), somam a quantia de R$ 505 mil.

Quem possui mais bens, de acordo com os dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), é Kayser Rocha, que declarou R$ 285 mil. Giseliane Azevedo é a segunda com maior patrimônio, R$ 150 mil. Ela vem seguido de Rosa Vital (R$ 40 mil) e Davi (R$ 30).

Veja abaixo o patrimônio declarado por cada candidato

Davi Cabeleireiro (PRB)

  • Terreno medindo 4×16 na Rua Projetada – R$ 30.000,00

Giseliane Azevedo (PSD)

  • Citroen, jumper, m33m hdi, branco, 2008 – R$ 30.000,00
  • Casa localizada na rua Alfredo Pessoa de Lima – R$ 100.000,00
  • Volkswagen Saveiro GL, 1987 – R$ 5.000,00
  • Volkswagen, Novo Voyage, 2013 – R$ 15.000,00

Kayser Rocha (DEM)

  • Corsa ano 2002 – R$ 10.000,00
  • Imóveis tipo comercial na Rua 13 de Maio – R$ 100.000,00
  • Terreno localizado na Rua Alfredo Bandeira da Costa – R$ 100.000,00
  • Terreno na Rua Harrison Nogueira Pinto – R$ 25.000,00
  • Quarto comercial na rua 13 de maio – R$ 50.000,00

Rosa Vital (Psol)

  • Casa no Conjunto Colinas do Sul, em João Pessoa – R$ 40.000,00

*O texto foi atualizado às 15h44 para correção do valor do patrimônio de Giseliane Azevedo. Segundo a candidata, na hora de declarar os bens ao Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) houve um erro de digitação e a casa que ela tem no valor de R$ 100 mil apareceu com o valor de R$ 1.000.000. Giseliane informou, ainda, que a correção já foi enviada ao TRE.

Focando a Notícia

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Paraíba ultrapassa metas na 2ª Campanha Nacional de hanseníase, verminoses e tracoma

hanseniaseA Paraíba ultrapassou as metas estabelecidas pelo Ministério da Saúde para 2ª Campanha Nacional de Hanseníase, Verminoses e Tracoma (inflamação dos olhos), com a adesão de 50 municípios, 1.031 escolas e 123.841 escolares, de cinco a 14 anos de idade. Foram investigados 84,6% em relação à hanseníase, enquanto a meta era atingir 70% dos escolares por meio do formulário de auto-imagem; quanto às verminoses, foi atingido um percentual de 85,1% e a meta era de 80% dos escolares com idade entre cinco e 14 anos de idade.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A Campanha começou no dia 26 de maio de 2014, foi intensificada no período de 4 a 8 de agosto e teve a inserção dos dados no FormSUS finalizada no dia 24 de dezembro. O objetivo foi identificar casos suspeitos de hanseníase e referenciar para a rede básica de saúde; tratar casos positivos da doença e seus contatos domiciliares; reduzir carga parasitária de geohelmintos em escolares, mediante tratamento com Albendazol de 400 ml e identificar casos de tracoma mediante busca ativa e tratá-los.

Segundo a chefe do Núcleo de Doenças Endêmicas, da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Mauricélia Holmes, o resultado da 2ª Campanha foi um grande avanço, já que no primeiro ano, em 2013, apenas 16 municípios aderiram. “Este é o fruto de uma boa parceria entre o Estado e os municípios no diagnóstico precoce dessas doenças que têm tratamento oferecido gratuitamente pelo SUS”, disse.

Bananeiras e Riachão foram eleitos como os municípios prioritários para a tracoma, que entrou somente nesta segunda campanha. Os municípios de Pitimbu e Sapé também decidiram realizar a investigação sobre a doença. No total, foram investigados 2.766 escolares de 5 a 14 anos de 44 escolas. Dos quatro municípios, foram registrados três casos em Bananeiras: dois estudantes e um familiar. Todos foram tratados com o antibiótico Azitromicina.

A previsão é que a 3ª Campanha inicie no mês de maio de 2015. A expectativa é que mais municípios façam adesão.

Geohelmintíases (Verminoses) – Verminoses, no geral, interferem e afetam o desenvolvimento físico e intelectual das crianças. Com o Albendazol, aumenta o rendimento e, consequentemente, melhora a qualidade do aprendizado.

Hanseníase – A hanseníase é uma doença infecciosa e contagiosa causada por um bacilo denominado Mycobacterium leprae. A doença não é hereditária e sua evolução depende de características do sistema imunológico da pessoa infectada.

Os sintomas incluem: sensação de formigamento; fisgadas ou dormência nas extremidades; manchas brancas ou avermelhadas, geralmente com perda da sensibilidade ao calor, frio, dor e tato; áreas da pele aparentemente normais que têm alteração da sensibilidade e da secreção de suor; caroços e placas em qualquer local do corpo e diminuição da força muscular (dificuldade para segurar objetos).
A hanseníase tem cura e o tratamento é feito nas unidades de saúde gratuitamente. A cura é mais fácil e rápida quanto mais precoce for o diagnóstico.

Tracoma – Tracoma é uma doença oftálmica altamente contagiosa, de etiologia bacteriana, causadora de comprometimentos na córnea e na conjuntiva. Provoca fotofobia, dor e lacrimejamento, podendo levar à cegueira. É causada por infecção bacteriana crônica deflagrada pelo micro-organismo Chlamydia trachomatis, transmitida por moscas caseiras e falta de higiene.

Se não for tratada adequadamente com antibióticos orais, os sintomas poderão causar cegueira, resultado da ulceração e cicatrização da córnea. A doença pode ser efetivamente tratada com azitromicina, cirurgia, antibióticos e boas condições de higiene.

paraiba.com.br

Maranhão lidera pesquisa e Lucélio Cartaxo ultrapassa Santiago, diz Ipespe

maranhãoO Instituto Ipespe também ouviu o eleitorado paraibano quanto à sua preferência na disputa pelo Senado. Faltando apenas oito dias para o dia da eleição, a pesquisa encomendada pelo Jornal da Paraíba foi realizada entre os dias 23 e 25 deste mês e ouviu 1.500 eleitores.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A pesquisa, registrada no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba sob o protocolo número PB-00035/2014 e no TSE sob o protocolo número BR – 00863 / 2014, tem margem de erro de 2,6 pontos percentuais para mais ou para menos e possui nível de confiança de 95,45%.

Confira o resultado:

José Maranhão (PMDB) – 33%

Lucélio Cartaxo (PT) – 14%

Wilson Santiago (PTB) – 13%

Professora Leila (PROS) – 1%

Walter Brito (PTC) – 1%

Nelson Júnior (PSOL) – não pontuou

Rama Dantas (PSTU) – não pontuou

Brancos e nulos – 14%

Não sabe ou não respondeu – 23%

MaisPB com JP online

Pesquisa mostra queda em torcidas de Fla e SP; Atlético-MG ultrapassa rival

torcida_flamengoO instituto Ibope divulgou nesta quarta-feira (27), através do diário Lance!, a quinta edição de sua pesquisa para mensurar o tamanho das torcidas dos clubes do futebol brasileiro. O Flamengo se manteve como o time mais popular do país, mas viu sua participação diminuir, assim como o São Paulo. Quem teve uma forte alta foi o Atlético-MG, que ultrapassou o arquirrival Cruzeiro no ranking.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O Flamengo detém 16,2% dos torcedores do país, representando 32,5 milhões de pessoas – uma queda de 1% em relação à pesquisa anterior, realizada em 2010. O Corinthians aparece em segundo lugar, com 13,6% (aumento de 0,2%) e 27,3 milhões de aficionados.

Terceiro colocado, o São Paulo viu sua torcida reduzir em 1,9% e possui 6,8% dos torcedores – 13,6 milhões de pessoas. O Palmeiras, quarto colocado com 5,3% e 10,6 milhões de aficionados, também sofreu queda de 0,7%. Completa a relação dos cinco primeiros o Vasco, com 3,6% e 7,2 milhões de torcedores (redução de 0,5%).

O clube de maior ascensão na última pesquisa foi o Atlético-MG, que teve um aumento de 0,9% e saltou da nona para a sexta colocação, com 3,5% dos torcedores (7 milhões). Com isso, o Cruzeiro caiu para o sétimo lugar com 3,1% e 6,2 milhões de aficionados (queda de 0,4%).

Grêmio e Internacional aparecem em seguida, praticamente empatados. O tricolor gaúcho é o oitavo com 3% da participação e 6 milhões de torcedores (queda de 1%). Já a equipe colorada é a nona com 2,8% e 5,6 milhões de aficionados (crescimento de 0,3%).

O Santos completa a lista dos 10 clubes mais populares do país. Apesar da queda de 0,3%, aparece com 2,4% da participação e 4,8 milhões de torcedores. Fluminense é o 11º, com 1,8% e 3,6 milhões de aficionados (alta de 0,2%). Já Botafogo e Bahia aparecem empatados em 12º com 1,7% (3,4 milhões).

O Ibope ouviu 7.005 entrevistados em todos os estados mais o Distrito Federal. A pesquisa incluiu torcedores entre 10 e 16 anos de idade e possui uma margem de erro de um ponto percentual.

UOL

Fiat Pálio ultrapassa Volkswagen Gol nas vendas de julho

carrosA concorrência não está dando moleza para o Gol. Tradicional líder entre os hatches compactos, o modelo foi ultrapassado pelo Palio nas vendas de julho. Ao todo, o Volkswagen emplacou 14.347 unidades no mês, enquanto o Fiat comercializou 15.989 unidades, de acordo com relatório da associação de revendedores Fenabrave. É o segundo mês consecutivo que o Gol fica atrás do Palio nas vendas. No acumulado do ano, no entanto, o VW continua na liderança, com 107.949 unidades emplacadas. Na comparação com o mesmo período do ano passado, o número representa uma queda de 24,7%.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Com uma diferença de apenas 332 unidades, o Onix está na cola do Gol. O Chevrolet encerrou o mês de julho na terceira posição do segmento, com 14.015 unidades emplacadas. Este é o melhor desempenho em vendas do hatch no ano. O Hyundai HB20 é o quarto colocado. O compacto, que recentemente entrou na linha 2015, ficou ligeiramente mais caro. Ainda assim, conseguiu emplacar 10.857 unidades, superando o resultado de junho.

Os 10 hatches compactos mais vendidos em julho:
1º Fiat Palio 15.989
2º Volkswagen Gol 14.347
3º Chevrolet Onix 14.015
4º Hyundai HB20 10.857
5º Ford Fiesta 10.591
6º Fiat Uno 9.613
7º Volkswagen Fox/CrossFox 7.284
8º Volkswagen up! 6.316
9º Renault Sandero 5.425
10º Toyota Etios 3.120

Reforçado pelas vendas do veterano Rocam, o Fiesta tem conseguido se manter entre os líderes de segmento desde a chegada da versão nacional do New Fiesta. O Ford foi o quinto hatch compacto mais vendido no mês e é o quarto no acumulado do ano. Nas lojas, o modelo está sendo vendido com taxa zero de juros para o financiamento.

O Fiat Uno se recuperou do fraco desempenho que teve em junho, quando vendeu apenas 7.580 unidades. No último mês, o compacto emplacou 9.613 unidades. O modelo será reestilizado em breve, o que deverá ajudar a alavancar as vendas do hatch, que vem sofrendo desde a saída do Mille do portfólio.

O veterano Volkswagen Fox também ganhará nova versão em breve. Apesar de não ter o mesmo desempenho de anos atrás, o carro está conseguindo se manter entre os dez mais vendidos da categoria. Em julho, o hatch emplacou 7.284 unidades. O irmão mais novo up! parece ter, enfim, embalado um bom ritmo de vendas. No mês passado, o pequeno novato obteve o melhor resultado desde seu lançamento, com 6.316 unidades emplacadas.

Recém renovado, o Renault Sandero mantém o bom fôlego nas lojas, fechando o mês com 5.425 unidades vendidas. O Toyota Etios é o lanterna do grupo, na décima posição com 3.120 unidades emplacadas.

 

revistaautoesporte