Arquivo da tag: UFCG

UFPB, UFCG e UEPB paralisam aulas em protesto pela educação

Professores da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) vão parar as atividades nesta terça-feira (13) em adesão ao Dia Nacional de Greve da Educação, que se manifesta contra o programa Future-se, do Governo Federal, e a favor de pautas sociais.

Em João Pessoa, os professores da UFPB vão promover uma manifestação a partir das 14h em frente ao Lyceu Paraibano, Centro da Capital.  Do Lyceu, os manifestantes vão seguir em passeata pelo Centro até o Ponto de Cem Réis. Estão programadas apresentações culturais com a participação de artistas locais.

UFCG e UEPB

Em Campina Grande, professores e estudantes da UFCG e da UEPB vão promover uma manifestação conjunta a partir das 8h em frente ao portão principal da UFCG. Em seguida, ocorrerá um ato público em frente a Reitoria da universidade e às 9h30 sairão em marcha até a Praça da Bandeira, para uma manifestação a partir das 10h30.

 

portalcorreio

 

 

Novo corte na Educação proposto pelo Governo Bolsonaro penaliza em cheio UFCG; Veneziano reage e endurece tom

Membro da Comissão de Educação (CE) do Senado Federal, o Senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) rechaçou a decisão do presidente da República, Jair Bolsonaro, de enviar ao Congresso Nacional o Projeto de Lei N° 18, DE 2019, que estabelece remanejamento de recursos, retirando da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) quase R$ 2,3 milhões em verbas para seu custeio. Veneziano lamenta que, mais uma vez, o presidente Bolsonaro mostre seu descompromisso com a educação pública, fazendo esse remanejamento de verbas para atender emendas de parlamentares.

“Hoje pela manhã os meios de comunicação do país trouxeram que o presidente Jair Bolsonaro fez um remanejamento orçamentário de R$ 3 bilhões, sendo que R$ 2 bilhões foram utilizados para pagamentos de emendas parlamentares. R$ 1 bilhão desses recursos remanejados foram retirados do Ministério da Educação. Ou seja, além dos bloqueios e contingenciamentos para com as universidades, Institutos Federais, etc, tivemos esse prejuízo a mais e que esses (prejuízos) serão mais impostos ao Nordeste. No nosso caso, aqui em Campina, mais de R$ 2,2 milhões foram retirados da UFCG, além de R$ 13 milhões que estavam alocados para o centro de Convenções de Campina Grande”, disse Veneziano. Veja o depoimento completo: https://youtu.be/B6eu0JWBGTg

Como defensor do ensino público gratuito e de qualidade, Veneziano repudiou a atitude e disse que o governo do presidente Jair Bolsonaro deveria rever esse posicionamento nocivo e fortalecer as universidades federais, destinando mais recursos para o ensino, a pesquisa e a extensão.

Ao lembrar que foi contra a Emenda Constitucional 95, que limitou recursos para áreas como Saúde e Educação, Veneziano garantiu continuar na defesa de uma formação superior de qualidade e um ensino capaz de tornar o Brasil uma referência na América.

 

 

Assessoria de Imprensa

 

 

 

Secretário confirma: sem recursos, UFCG vai parar

Recentemente o reitor da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Vicemário Simões, falou que o prazo máximo previsto para que a instituição funcione é o mês de setembro. O motivo da paralisação das atividades seria o contingenciamento de recursos feito pelo governo federal.

Em entrevista concedida à Rádio Correio FM, o professor e secretário de planejamento da UFCG, Camilo Farias, contou que se não houver a reposição dos R$ 27 milhões, que equivalem, segundo ele, a 30% da verba da instituição, as atividades realmente vão ser interrompidas.

O professor falou também que essa porcentagem é utilizada em atividades de capital e custeio da universidade, que são, respectivamente, os recursos aplicados no patrimônio como obras, mobiliário, livros e computadores; e os recursos que impactam os serviços de conservação como limpeza, vigilância patrimonial, além de água e energia.

O secretário explicou que todas essas atividades serão afetadas, mas que os chamados recursos obrigatórios, como auxílio-alimentação, auxílio-moradia, auxílio-transporte não serão atingidos. Por fim, ele contou também que o objetivo agora é mobilizar os parlamentares para que o governo federal reveja a decisão.

“Conseguimos uma reunião junto ao ministro, com os reitores das universidades e com os parlamentares, a bancada paraibana inteira. Infelizmente nem todos puderam comparecer, mas a reunião foi capitaneada pelos parlamentares. Nessa reunião, infelizmente, a gente não teve uma sinalização que esse desbloqueio aconteceria o mais rápido possível”,finalizou.

 

paraibadebate

 

 

UFCG inscreve para concurso público com 86 vagas para técnico-administrativo nesta segunda

A Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) inscreve a partir desta segunda-feira (1°), para o concurso público com 86 vagas para cargos de técnicos administrativos. Das vagas oferecidas, 36 são para cargos de nível Médio, Técnico e Superior.

Confira o edital

As inscrições estarão abertas a partir das 15h do dia 1º de julho até às 23h59min do dia 23 do mesmo mês. Serão realizadas exclusivamente pela internet, no site da Comissão de Processos Vestibulares (Comprov), com taxas de inscrição nos valores de R$ 48 (classe C), R$ 61 (classe D) e R$ 104 (classe E).

A aplicação da prova escrita objetiva está prevista para ser realizada no dia 15 de setembro, nas cidades de Campina Grande, Patos e Cajazeiras, das 9h às 12h (horário local). A divulgação do resultado final para os cargos sem prova prática está marcada para o dia 22 de novembro.

De 30 a 31 de novembro, serão realizadas as prova práticas para os cargos de Tradutor e Intérprete de Linguagem de Sinais e de Revisor de Textos Braille.

Para o cargo de Técnico em Música-Viola, a prova prática será realizada em duas etapas: na primeira, o candidato deverá gravar e enviar/entregar, entre os dias 21 e 23 de outubro, a execução da peça de confronto Johann Sebastian Bach – Suite Nº 2 BWV 1007, I- (Prelude e Allemanda), que servirá para a Banca Examinadora avaliar a performance do candidato. A execução deverá ser gravada com o som e a imagem do candidato.

A segunda etapa da prova prática será presencial, nos dias 12 e 13 de novembro.

 

clickpb

 

 

Concurso para servidores da UFCG será realizado pela Comprov e edital está previsto para dia 31 de maio

A banca organizadora do próximo concurso público para servidores técnico-administrativos da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) é a Comprov (Comissão de Processos Vestibulares), da própria UFCG. A informação exclusiva ao Portal ClickPB é do vice-reitor da instituição, Camilo Farias, secretário de Planejamento da UFCG. A previsão é de que o concurso ofereça entre 80 e 90 vagas, mas ainda não há detalhes sobre os cargos, e o edital ainda está sendo elaborado. “A publicação do edital deve sair até o dia 31 de maio”, informou Camilo.

O último concurso realizado pela instituição, em 2016, para servidores técnico-administrativos, teve a sua vigência expirada no mês de dezembro de 2018. Por isso a UFCG decidiu abrir um novo concurso, face a necessidade de repor os quadros da instituição.

No concurso de 2016, a UFCG ofertou 125 vagas, distribuídas em 53 cargos de nível médio e superior. A UFCG possui ao todo sete campi. Um total de 23,4 mil candidatos se inscreveram para concorrer ao certame.

 

clickpb

 

 

Paraíba perde 81 bolsas de pesquisa na UFPB e UFCG após cortes na Capes

A Paraíba perdeu 81 bolsas de pesquisa científica na UFPB e UFCG após bloqueio e corte feito pelo Ministério da Educação (MEC) no benefícios custeados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Segundo dados passados pelas instituições, foram 42 bolsas suspensas na UFCG e 39 bolsas suspensas na UFPB. O IFPB, que também possui bolsas financiadas pela Capes, não teve registro de suspensão.

O corte nas bolsas da Capes afetou instituições em todo o país. De acordo com nota da Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG), os bloqueios e suspensões podem afetar pesquisas e impedir a retomada do crescimento do país. “Esses cortes que atingem o pior orçamento da década para esses setores consolidam um projeto de governo que fere de morte o ensino superior, a pós-graduação e a ciência nacional, enterrando qualquer possibilidade de retomada do desenvolvimento brasileiro e de futuro”, diz a nota.

UFPB

A Universidade Federal da Paraíba teve um corte de 39 bolsas financiadas pela Capes. De acordo com a pró-reitora de pós-graduação da UFPB, Maria Luiza Alencar, são 34 bolsas de mestrado e doutorado em todas as áreas, duas bolsas referentes ao (Proex) e duas ligadas ao Programa Nacional de Pós-Doutorado (PNPD).

As bolsas cortadas são do campi de João Pessoa e de Areia. Conforme a pró-reitora, os cortes correspondem a 5% do total das bolsas ativas em João Pessoa e 10% no campi de Areia. São cerca de 5.100 discentes nos programas de pós da UFPB, sendo que desses, pouco mais de 1.100 são bolsistas.

“São bolsas de mérito acadêmico, que contemplam a demanda social, da carência socioeconômica dos pesquisadores”, comentou.

De acordo com a professora Maria Luiza Alencar, o sistema da Capes ficou bloqueado durante o processo de remanejamento das bolsas e ocasionou os cortes.

“Todo mês, nos primeiros 15 dias do mês, a Capes abre o sistema para implantarmos as bolsas que abrem, justamente referente aos pesquisadores que concluíram os cursos ou que começaram a trabalhar. Esse mês eram pra ter aberto, mas só abriram o sistema nesta quinta e as bolsas que estariam disponíveis foram cortadas”, explicou.

A pró-reitora explicou ainda que pode ser que o corte se repita no mês seguinte. “Se repetirem isso no próximo mês, um bloqueio do sistema, para haver um corte, pode ser que a gente perca mais bolsas. Esse processo afeta muito a universidade”, comentou.

UFCG

O vice-reitor da UFCG, Camilo Farias, relatou que a universidade foi impactada com a perda de 42 bolsas que eram financiadas pela Capes. Foram 19 bolsas de mestrado, 19 de doutorado e quatro de pós-doutorado.

“A Capes prometeu devolver até segunda 15 bolsas, sendo 10 de mestrado e 5 de doutorado, do programa de pós em Engenharia Elétrica, por ser Proex e ter nota 7”, comentou o vice-reitor da UFCG.

Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) — Foto: Marinilson Braga/UFCG

Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) — Foto: Marinilson Braga/UFCG

Conforme levantamento feito pela instituição de ensino, são 828 bolsas mantidas para amparo à pesquisa científica. São 334 de mestrado, 452 de doutorado e 42 de pós-doutorado.

IFPB não perdeu

A pró-reitora de pós-graduação do Instituto Federal da Paraíba, Silvana Cunha Costa, explicou que o IFPB não perdeu nenhuma bolsa porque todas que são mantidas pela Capes, seis bolsas do único mestrado acadêmico da instituição, estão ativas. No entanto, Silvana Cunha Costa explicou que não há garantia de renovação dessas bolsas em fevereiro, quando os pesquisadores concluírem o curso.

“Temos 15 bolsas do programa de pós, dessas, somente seis são mantidas com recursos da Capes. As demais são mantidas pela própria instituição, com recursos nossos. Mas, infelizmente, com os cortes no nosso orçamento, há uma previsão de que haverá cortes também das bolsas mantidas pelo IFPB”, lamentou a pró-reitora.

Ainda de acordo com o IFPB, havia sido previsto no orçamento bolsas de doutorado para os servidores da instituição, porém, a pró-reitora explicou que a previsão após o cortes anunciados pelo MEC é de que essas bolsas para os servidores sejam cortadas.

G1

 

Sai a sétima chamada da lista de espera da UFCG – SiSU 2018.1

A Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) divulgou nesta segunda-feira, dia 05, a sétima chamada de candidatos da lista de espera, para o preenchimento de vagas remanescentes do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) 2018.1. Estão sendo convocados 69 candidatos.

Veja aqui a sétima chamada.

Na terminologia oficial da UFCG, cadastramento e matrícula são procedimentos diferentes. O cadastramento é o procedimento por meio do qual o candidato aprovado se torna aluno da UFCG. Já a matrícula é o procedimento por meio do qual o aluno define as disciplinas que irá cursar em cada período letivo.

Cadastramento

Devido ao feriado da próxima sexta-feira, dia 30, o cadastramento será realizado nas próximas quarta, dia 28, e quinta, dia 29, das 8h às 11h e das 14h às 17h, na coordenação do curso para qual o estudante foi classificado. O procedimento é obrigatório para garantir a vaga na UFCG e deverá ser feito presencialmente pelo candidato ou por procurador legalmente constituído para esse fim.

Matrícula

A matrícula em disciplinas dos alunos ingressantes também é obrigatória e deverá ser realizada no dia 3 de abril, na coordenação do curso para o qual foi selecionado. As aulas do Período 2018.1 terão início no dia 9 de abril.

Oitava e última chamada

Na oitava e última chamada, a ser divulgada no dia 05 de abril, os candidatos serão convocados em até cinco vezes o número de vagas remanescentes de cada curso, turno e demanda.

A denominação “classificado” identificará o candidato convocado no limite das vagas disponíveis para cada curso, enquanto que a denominação “suplente” identificará o candidato convocado além do limite de vagas ofertadas.

Por exemplo: em um curso com três vagas remanescentes, serão chamados quinze candidatos (se houver), sendo três classificados e 12 suplentes.

Todos os candidatos convocados na oitava chamada (classificados e suplentes) deverão se cadastrar nos dias 9 e 10 de abril. O não comparecimento ou não apresentação da documentação exigida implicará na perda do direito à vaga.

Por meio do cadastramento, os suplentes se tornarão habilitados para concorrer às vagas, ficando sua confirmação condicionada à desistência do candidato classificado ou desistência de outros candidatos até às 17h da terça-feira, dia 10, respeitando-se rigorosamente a ordem de classificação no curso.

A divulgação da relação de suplentes cadastrados efetivamente vinculados à UFCG ocorrerá na quinta-feira, dia 12 de abril, com a matrícula acontecendo nos dias 16 e 17 de abril.

PB Agora com UFCG

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Bando armado invade UFCG, faz reféns e assalta agência da Caixa

(Foto: Imagem compartilhada nas redes sociais)

Pelo menos 15 homens fortemente armados e encapuzados invadiram a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), em Campina Grande, e causaram terror durante assalto à agência da Caixa Econômica do campus. Duas pessoas foram feitas reféns, mas já foram liberadas.

Segundo apuração da TV Correio, os bandidos chegaram em dois carros, atiraram contra a agência e obrigaram os clientes a deitarem no chão. Enquanto pediam dinheiro, os criminosos ameaçavam todos de morte. A quantia em dinheiro roubada não foi contabilizada.

Eles levaram um segurança e o gerente da agência como reféns, mas as duas vítimas já foram liberadas e os dois carros usados no crime também foram encontrados abandonados.

A Polícia Federal e a Polícia Militar foram ao local para apurar informações e começam o trabalho para achar os bandidos. Câmeras de segurança serão usadas para localizar suspeitos. Até o fechamento desta matéria, ninguém havia sido preso.

Vários clientes precisaram ser atendidos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levados para hospitais porque passaram mal com o susto.

portalcorreio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

UFCG divulga 2ª lista de espera do Sisu 2017.1 para 1.054 candidatos

(Foto: Marinilson Braga/UFCG)
(Foto: Marinilson Braga/UFCG)

Foi divulgada, na tarde desta segunda-feira (13), a segunda chamada da lista de espera do Sistema de Seleção Unificada (Sisu 2017.1) da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). Nessa chamada, foram convocados 1.054 candidatos. O cadastramento acontece nos dias 16 e 17 de março na coordenação do curso e do campus para o qual o candidato foi aprovado.

Segundo a Comissão de Processos Vestibulares (Comprov), o horário de atendimento será das 8h às 11h30 e das 14h às 17h.  A matrícula em disciplinas acontece no dia 2 de maio e as aulas estão previstas para começar o dia 8 de maio. Confira a lista.

Estão previstas mais seis chamadas, caso existam vagas remanescentes ocasionadas pelo não comparecimento dos candidatos aprovados ou não apresentação da documentação exigida, a serem divulgadas nos dias 20 e 27 de março, 3, 13 e 24 de abril e 4 de maio.

Para o cadastramento, são exigidos os seguintes documentos: cópias do certificado de conclusão do ensino médio ou curso equivalente, ou diploma de graduação em curso superior, devidamente assinado pelo candidato e pela escola; Identidade; CPF; título de eleitor para os brasileiros maiores de 18 anos, com comprovante de presença na última eleição (1º e ou 2º turno da eleição de 2016); prova de quitação com o Serviço Militar, para os brasileiros do sexo masculino e maiores de 18 anos; certidão de nascimento ou de casamento e comprovante de residência.

Os candidatos aprovados nas vagas reservadas devem apresentar documentação complementar comprovando ter cursado o Ensino Médio na rede pública de ensino e apresentar renda familiar per capita. As informações completas constam no edital. Quem não comparecer a uma chamada perde o direito a vaga, não sendo possível remanejamento de candidatos entre chamadas.

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

 

UFCG e UEPB divulgam lista de espera de candidatos do Sisu 2017.1

(Foto: Marinilson Braga/UFCG/Arquivo)
(Foto: Marinilson Braga/UFCG/Arquivo)

A Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) divulgaram na tarde desta quinta-feira (16) as listas de espera de candidatos do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para o período letivo 2017.1. Na UFCG os alunos devem realizar o cadastro entre os dias 9 e 10 de março. Já na UEPB, os candidatos precisam declarar interesse na vaga a partir da próxima segunda-feira (20), até o dia 5 de março.

UFCG
Segundo a Comissão de Processos Vestibulares (Comprov) da UFCG, a primeira chamada será realizada no dia 6 de março no site da Comprov. O candidato deve realizar o cadastramento entre os dias 9 e 10 de março na coordenação do curso e do campus para o qual foi classificado. O horário de atendimento será das 8h às 11h30 e das 14h às 17h. Clique aqui e veja a lista.

O cadastramento na UFCG é obrigatório e o não comparecimento ou não apresentação da documentação exigida implica na perda do direito à vaga. Já a matrícula em disciplinas acontece no dia 2 de maio. As aulas serão iniciadas no dia 8 de maio deste ano.

Ainda segundo a Comprov, estão previstas mais sete chamadas, caso existam vagas remanescentes. Ocorrendo isso, elas vão ser divulgadas nos dias 13, 20 e 27 de março; 3, 13 e 24 de abril; e 4 de maio.

Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) pode cortar 2,8 mil vagas  (Foto: Leonardo Silva/Jornal da Paraíba)UEPB inicia cadastro do Sisu 2017.1 no dia 20 de
fevereiro (Foto: Leonardo Silva/Jornal da Paraíba)

UEPB
Na UEPB, a Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD) informou que a partir da próxima segunda-feira (20) estará disponibilizando no site da PROGRAD o link de cadastramento para que os candidatos constantes na lista de espera realizem a declaração de interesse pela vaga na instituição.

O cadastramento é de preenchimento obrigatório e deve ser realizado até o dia 5 de março por todos os candidatos que desejarem continuar concorrendo às vagas remanescentes na instituição. A partir desta declaração de interesse pela vaga, no dia 9 de março será divulgada a lista de espera própria da UEPB, já com a primeira chamada desta lista.

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br