Arquivo da tag: UFC

Ronda Rousey atropela paraibana Bethe Correia em nocaute aos 34 segundos pelo UFC

Reprodução/ R7
Reprodução/ R7

A campeã peso-galo feminino, Ronda Rousey nocauteou a paraibana Bethe Correia e somou sua décima segunda vitória em seu cartel invicto na madrugada desse domingo (2), no Rio de Janeiro, pelo UFC 190.

Com ambas extremamente focadas e determinadas a colocar um fim na invencibilidade da outra, a luta não passou dos 34 segundos. A brasileira tentou manter a distância, mas a Ronda não a deixou respirar, pressionando-a em cada milésimo com socos e tentativas de queda.

Ela buscava o clinch aproximando com uma saraivada de golpes. Em uma tentativa de distanciamento da atleta paraibana, Ronda acertou um potente cruzado na têmpora da brasileira, levando-a ao nocaute imediatamente.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

 

portalcorreio

Anderson cai para quinto no ranking do UFC e é ultrapassado por Belfort

andersonAnderson Silva atingiu, nesta segunda-feira, sua pior posição no ranking oficial do UFC. A atualização da listagem levou Spider ao quinto lugar do peso-médio. O ex-campeão, que havia sido ultrapassado por Ronaldo Jacaré na semana passada, agora, tem também Lyoto Machida – empatado com o atleta da X-Gym na primeira colocação – Vitor Belfort (3º) e Luke Rockhold (4º) à sua frente.

Anderson venceu Nick Diaz por pontos em sua última luta, mas deve ser suspenso por testar positivo no exame antidoping. Se o gancho ocorrer, o tempo de inatividade fará com que a queda no ranking se acentue.

No ranking peso por peso, a posição de Spider, assim como a dos demais, não se alterou. Ele segue na nona posição, entre o campeão dos galos TJ Dillashaw, oitavo colocado, e Robbi Lawler, dono do título dos meio-médio, que ocupa o décimo lugar.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

No peso-médio, outro brasileiro passou a figurar no ranking. De volta ao evento, Roan Jucão, que finalizou rapidamente Mark Muñoz, no último sábado, pelo UFC 184, estreou no ranking e está na 15ª colocação da categoria.

Ranking UFC (Foto: Reprodução)

Campeã mundial de boxe, Holly Holm galgou três posições após debutar no Ultimate. Ela bateu Raquel Pennington por decisão dividida dos jurados e avançou no peso-galo.

Já na divisão dos leves, Tony Ferguson, autor de bela finalização sobre Gleison Tibau, também no evento de sábado, surge na 13ª posição.

Combate

Dana White diz que Wanderlei Silva está demitido do UFC

O presidente do UFC, Dana White, disse nesta sexta-feira, em entrevista à revista “Fighter’s Only”, em Berlim, que o brasileiro Wanderlei Silva está fora do UFC. O lutador foi retirado do card do UFC 175, sendo substituído por Vitor Belfort na antepenúltima luta do evento, contra Chael Sonnen. Segundo o dirigente, Wanderlei simplesmente fugiu dos emissários da Comissão Atlética de Nevada (NSAC) quando eles o procuraram em sua academia para realizar testes médicos e antidoping surpresa.

Dana White Coletiva UFC 175 (Foto: Evelyn Rodrigues)Dana disse que Wanderlei fugiu dos emissários da NSAC pelos fundos da academia (Foto: Evelyn Rodrigues)

– Wanderlei está fora do UFC. Logo após a conferência de imprensa do UFC 175, que aconteceu na véspera do UFC 173, em Las Vegas, membros da Comissão Atlética de Nevada foram até a academia de Wanderlei Silva para um exame antidoping surpresa. Wanderlei simplesmente fugiu deles, saindo correndo pela porta dos fundos da academia. Ele entrou em seu carro e foi embora. Depois, pelo que eu soube, entrou em um voo da Malasyan Airlines para algum lugar, e não soube mais dele.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Segundo Dana White, a NSAC é muito rígida com os seus protocolos.

– Se você não faz os exames que lhe são pedidos pela NSAC, eles simplesmente não concedem a licença para lutar no estado. Assim que oferecemos a luta para Vitor Belfort, ele aceitou. Sonnen também aceitou. Tudo agora depende da obtenção da licença por parte de Vitor. Ele terá que fazer todos os testes e exames que a Comissão pedir, e eu acho que serão muitos. A reunião que decidirá a questão é dia 16 de junho, e eu estou confiante que Vitor conseguirá a licença.

O dirigente também garantiu que, se vencer Chael Sonnen em julho, Vitor Belfort será o próximo desafiante ao cinturão dos pesos-médios.

– Se vencer, Vitor é o próximo desafiante. Caso Sonnen vença, teremos que ver. Não posso garantir que ele dispute o título, mas será uma vitória imensa para ele. Se Vitor não receber a licença para lutar, a luta entre ele e SOnnen será retirada do card do UFC 175 – finalizou.

Combate

UFC: Velasquez nocauteia paraibano Pezão

UFC: Velasquez nocauteia paraibano Pezão

UFC: Velasquez nocauteia paraibano Pezão, mantém título e encaminha 3ª luta com Cigano 

Não foi dessa vez que o Brasil retomou o cinturão dos pesos pesados  do UFC. Impondo seu jogo e mostrando porque é o mais completo lutador da categoria, Cain Velasquez não deu chance para Antonio Pezão e nocauteouno primeiro round, mantendo o título que retomou no final do ano passado.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Agora, está tudo pronto para o norte-americano fechar a trilogia contra o Junior dos Santos. Com uma vitória para cada lado, os dois devem se reencontrar pela terceira vez para fazer o desempate falando o cinturão dos pesados. Pelo foi o que Dana White tinha indicado antes do combate. Agora é esperar a confirmação.

“Eu venci o título, quero continuar lutando contra os melhores caras”, disse Cain ainda no octógono, explicando que o jogo era se mover bastante. Agora, ele já pensa no desempate contra Junior Cigano. “Ele venceu hoje, é duro, sempre foi duro.”

Velasquez continua com apenas uma derrota em sua carreira, exatamente para Junior no final de 2011. São 12 vitórias com a impressionante marca de dez por nocaute. Essa foi a primeira defesa de cinturão do norte-americano de origem mexicana. Em sua última passagem com o cinturão com sua mão, perdeu logo na primeira chance.

A luta

Pezão começou bem no combate, não aceitando o jogo de Cain. Na primeira tentativa de queda, o brasileiro se defendeu bem. Antonio tentava os contra-ataques e não queria que o rival encurtasse a distância. Pelo menos dois cruzados do brasileiro ficaram na esquiva no norte-americano. Mas contra o mais completo peso pesado do UFC, uma chance é o suficiente.

Na primeira vez que Antonio foi para cima, para tentar o clinch, Velasquez acertou uma sequência de jab e direto de encontro, que levaram Pezão ao chão. Por lá, o campeão deu mais uma série de golpe e o árbitro brasileiro Mario Yamazaki teve de encerrar o combate com um nocaute. O desafiante ainda reclamou, dizendo o juiz poderia ter esperado mais para finalizar a luta.

UOL com foto do Terra