Arquivo da tag: UEPB

UEPB divulga terceira chamada da lista de espera do Sisu 2020

A Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) divulgou, nesta sexta-feira (28), a terceira chamada da Lista de Espera do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) 2020.1. Os candidatos convocados nesta chamada devem efetuar matrícula nos dias 2 e 3 de março, das 7h às 12h, na coordenação do curso para o qual foi aprovado.

Para efetivação da matrícula, os convocados devem entregar cópias dos seguintes documentos (podendo optar por trazer os documentos autenticados ou os originais para que o servidor possa atestar a autenticidade): certificado de conclusão do Ensino Médio e Histórico Escolar; RG e CPF; prova de quitação com o Serviço Militar (no caso de candidatos do sexo masculino); Registro de Nascimento ou Certidão de
Casamento; prova de quitação com o TRE, para maiores de 18 anos; uma fotografia 3×4 recente; e o formulário de cadastramento de acordo com a cota escolhida na inscrição.

A matrícula só será permitida aos estudantes que apresentarem todos os documentos exigidos no Edital, não sendo permitida a complementação de documentos posteriormente. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (83) 3315-3350.

A listagem completa de convocados está disponível no sitewww.uepb.edu.br

 

clickpb

 

 

Prefeitura de Areial contrata banca da UEPB por R$ 255 mil para organizar concurso público

A Prefeitura de Areial contratou a Comissão Permanente de Concursos (CPCON) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), para organizar o concurso público do município. De acordo com a publicação, a banca foi contratada pelo valor de R$ 255 mil.

A contratação da banca foi publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (06). A empresa será responsável pela realização do concurso para provimento de vagas no quadro de pessoal da Prefeitura.

Ainda de acordo com o Diário Oficial, não há informações sobre a quantidade de vagas ou cargos que serão disponibilizados. O concurso deve acontecer ainda no primeiro semestre de 2020.

 

clickpb

 

 

UEPB desenvolve máscara de proteção em 3D para jogador

A Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) desenvolveu uma máscara de proteção para o jogador de basquete da Unifacisa, o armador Pepo Vidal, que sofreu uma fratura nasal no jogo contra o Sesi Franca, pela disputa do Super 8 da NBB, no dia 8 de janeiro.

Na semana passada, o jogador voltou a sentir dores durante os treinos e, para atuar diante do Flamengo, nessa terça (28), foi recomendado pelo cirurgião bucomaxilofacial, Alfredo Lucas, que o atleta utilize uma máscara de proteção para evitar agravamento da lesão.

Máscara

A máscara foi desenvolvida na Unidade 2 do Laboratório de Tecnologias 3D (LT3D) do Núcleo de Tecnologias Estratégicas em Saúde (Nutes) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), instalada no Hospital de Trauma de Campina Grande, pelo engenheiro do Nutes, Rodolfo Ramos Castelo Branco, e pelo cirurgião Alfredo Lucas.

O trabalho de escaneamento facial e confecção da máscara em impressora 3D teve que ser feita em tempo recorde, para que o atleta pudesse atuar contra o Flamengo. “Para a proteção ser eficaz, foi preciso desenvolver uma órtese personalizada, levando em consideração as características do rosto do atleta. Além disso, também observamos que, por se tratar de um atleta de alto rendimento em um esporte que exige muito, a máscara tinha que ser o mais leve possível. Pelo que observamos no jogo, a máscara não comprometeu o rendimento do atleta”, destacou Rodolfo Ramos.

LT3D

A Unidade 2 do Laboratório de Tecnologias 3D do Nutes faz parte do Centro Integrado Multiusuário de Referência em Saúde da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). O espaço é fruto da aprovação de projeto da Universidade em edital da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado da Paraíba (Fapesq) e representa um investimento de R$ 2 milhões.

O Laboratório é destinado à impressão 3D e ao processamento de imagens médico-odontológicas de ultrassonografia, tomografia computadorizada, ressonância magnética, mamografia e raios-X, bem como à impressão tridimensional de biomodelos para planejamento cirúrgico na área de cirurgia e traumatologia bucomaxilofacial, ortopedia, cirurgia torácica e neurocirurgia. Desde a inauguração, no dia 4 de dezembro do ano passado, a parceria com o Hospital de Trauma tem permitido maior eficiência no atendimento aos pacientes da unidade hospitalar.

 

portalcorreio

 

 

Começam amanhã as matrículas de aprovados no SiSU 2020.1 para cursos da UEPB

Começam nesta quinta-feira (30), as inscrições dos alunos aprovados no Sistema de Seleção Unificada (SiSU) 2020.1 para cursos da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). As inscrições acontecem até o dia 5 de fevereiro, na coordenação do curso para o qual o candidato foi selecionado.

Para se matricular, o estudante deve apresentar os seguintes documentos (com as respectivas cópias autenticadas): Certificado de Conclusão do Ensino Médio e Histórico Escolar; RG; CPF; Prova de quitação com o Serviço Militar (no caso de candidatos do sexo masculino); Registro de Nascimento ou Certidão de Casamento, Prova de Quitação com o TRE (para maiores de 18 anos); e uma foto 3 x4 recente.
Somente será permitida a matrícula aos estudantes que apresentarem todos os documentos exigidos no edital, não sendo permitida a complementação de documentos posteriormente.

Aqueles que não foram selecionados na Chamada Regular podem declarar interesse, no site do SiSU (http://www.sisu.mec.gov.br/), em participar da lista de espera. A partir do dia 10 de fevereiro, a UEPB iniciará a convocação da lista de espera. Ao todo, serão seis chamadas. As aulas do período letivo 2020.1 serão iniciadas no dia 17 de fevereiro.

Ao todo, a UEPB está ofertando 3.025 vagas para ingresso de novos alunos por meio do SiSU, em cursos de graduação dos seus oito câmpus, conforme o Termo de Adesão aprovado pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe).

Outras informações podem ser obtidas através dos telefones (83) 3315-3350 e 3315-3434.

 

clickpb

 

 

Projeto ensina técnicas de defesa pessoal para mulheres na UEPB, em Campina Grande

Um estudante do curso de Educação Física da Universidade Estadual da Paraíba desenvolveu um projeto que ajuda mulheres a se defenderem de ataques de possíveis agressores, através de técnicas de defesa pessoal, utilizando artes marciais. O projeto da aluna Romênia Soares Barreto é realizada dentro do conjunto de ações desenvolvidas pela Coordenadoria de Esporte e Lazer da instituição.

As aulas são realizadas na sala de Dança do Departamento de Educação física da UEPB, às terças e quintas, das 12 às 13h. As vagas são abertas para alunas da universidade e para o público feminino externo.

Com o nome “O uso da defesa pessoal feminina no combate à violência no cotidiano”, o objetivo é favorecer o acesso das mulheres à informação e às práticas que as ajudem diante de ataques físicos ou psíquicos.

O projeto envolve mais de 15 estudantes que visam promover conhecimentos variados voltados não apenas a treinos físicos, mas também ao trabalho de linguagem corporal, competências psicológicas e verbais. Além disso, conta também com a parte teórica em que dispõe de um acervo bibliográfico de diversos autores que defendem o tema, e fornecem informações sobre a Lei Maria da Penha.

G1

 

Governo dá garantias e UEPB anuncia para próxima 4ª pagamento do 13ª salário

A Administração Central da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) efetuará o pagamento do 13º salário de todos os servidores da Instituição na próxima quarta-feira (13). Habitualmente paga no dia 20 de dezembro, a gratificação natalina será creditada nas contas dos técnicos administrativos e docentes com mais de 30 dias de antecipação, graças ao provisionamento feito mês a mês pela gestão da UEPB, bem como pela garantia, por parte do Governo do Estado, do repasse integral do orçamento da Universidade para este ano.

O reitor Rangel Junior destacou a medida como resultado de ações administrativas responsáveis, com ajustes realizados ao longo do ano. “É nessa hora que muita gente pode compreender o porquê de certos apertos, de ajustes muito duros, às vezes, no campo da atividade, do trabalho, da liberação de recursos e assim por diante. O resultado é esse. Fizemos a nossa parte, como sempre, mas dessa vez tivemos também uma outra mão ajudando. O Governo do Estado deu as garantias para que a gente pudesse fazer. Então, no dia 13 de novembro, próxima quarta-feira, estaremos pagando o 13º da UEPB”, afirmou.

Em termos financeiros, o pagamento do 13º salário totaliza um montante de R$ 15,3 milhões. Receberão a gratificação natalina todos os servidores, efetivos e temporários. Os efetivos que já solicitaram a antecipação de 50% do benefício receberão o saldo. Os demais receberão a gratificação integral. No caso dos servidores temporários, o pagamento será proporcional ao tempo de serviço até o mês de outubro. O saldo proporcional aos meses de novembro e dezembro será pago junto com as verbas indenizatórias da rescisão contratual, uma vez que os contratos serão encerrados no dia 31 de dezembro.

Rangel explicou que, como no dia 15 é feriado, as pró-reitorias de Gestão de Pessoas (PROGEP) e Gestão Financeira (PROFIN) estão agilizando tudo que é necessário para garantir o pagamento do 13º salário de todos os trabalhadores e trabalhadoras da UEPB, que recebem seus vencimentos pelo Banco Santander, até a noite do dia 13 para que, assim, aqueles que recebem por outros bancos tenham seus valores creditados em conta ainda antes do feriado. “É uma grande conquista para todos nós e fico feliz por estar sendo possível dar esta notícia”, finalizou o reitor.

 

UEPB oferece atendimento gratuito para pessoas com problemas de pele

A Clínica Escola de Fisioterapia da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) está com inscrições abertas para atendimento dermatofuncional da população em geral e comunidade acadêmica.

O público-alvo são pessoas que tenham disfunções como gordura localizada (sobrepeso, mas não obesas), celulite, linfedema, pele flácida, feridas com dificuldade de cicatrização, acne (com sinais inflamatórios) e pele com aderências/retrações devido a procedimentos cirúrgicos ou queimaduras.

Os atendimentos serão realizados até o mês de dezembro, nas quartas e sextas-feiras, das 7h30 às 10h30, na Clínica Escola, localizada no Câmpus de Bodocongó, em Campina Grande.

Os interessados devem preencher formulário on-line (https://goo.gl/forms/o2Umdsxut8TQ2HV23) e, em seguida, enviar uma foto da região que precisa de tratamento para o e-mail do professor Ciro Franco de Medeiros Neto (cirofranco2@gmail.com), que coordena a atividade.

Mais informações sobre este serviço da Clínica Escola podem ser obtidas no blog: https://fisioterapiauepb.blogs… ou pelo telefone (83) 3315-3346.

 

clickpb

 

 

Polícia faz busca e apreensão na casa de estudante suspeito de fazer ameaças de morte na UEPB

A Polícia Civil de Campina Grande cumpriu um mandado de busca e apreensão na manhã desta segunda-feira (21) na casa de um estudante suspeito de fazer ameaças de morte aos colegas de curso de Letras-Espanhol, na Universidade Estadual da Paraíba. De acordo com o delegado de Luciano Soares, que acompanha o caso, o mandado foi expedido após três vítimas registraram Boletim de Ocorrência na última sexta-feira (18).

“Na sexta-feira ocorreram três registros de ocorrência de pessoas temerosas pelas atitudes de um aluno do curso de Letra da UEPB, campus Campina Grande. A Polícia Civil obteve judicialmente um mandado de busca e apreensão, o qual foi cumprido na manhã de hoje, pela Delegacia de Homicídios”, informou Luciano Soares.

Conforme o delegado, a polícia apreendeu um computador na casa do estudante. Além disso, o suspeito foi conduzido à Delegacia de Homicídios de Campina Grande para prestar esclarecimentos do caso, mas foi liberado em seguida.

Também na manhã desta segunda-feira (21), o Reitor da UEPB, Rangel Junior, explicou que o caso aconteceu em uma turma do curso de Letras-Espanhol, no turno da noite. O estudante teria chegado na sala de aula e pedido à professora para ler uma carta para a turma. No texto, o estudante dizia que compraria uma arma para matar sete colegas do curso.

“O fato aconteceu. Houve o relato dos estudantes e da professora sobre a leitura de um texto em sala de aula por parte de um aluno. Esse aluno, além de ler esse texto onde indicava essa questão como ameaça à integridade e à vida das pessoas, posteriormente distribuiu também imagens, links de arquivos num grupo de Whatsapp, e isso fortaleceu essa ideia de que havia uma ameaça”, relatou Rangel Junior.

Ainda segundo o Reitor da UEPB, a instituição tomou providências desde à noite da última sexta-feira (18), quando tomou conhecimento do caso. “O sábado e o domingo foram todos tomados por ações que envolveram diretamente os setores de segurança pública da Paraíba e houve uma ação imediata de todo esse pessoal”, disse.

A universidade conseguiu contato com o estudante suspeito das ameaças. Segundo o Reitor, o aluno relatou pessoalmente que tinha passado por um problema de saúde. “É uma pessoa que sofre de transtornos psicológicos e que há 10 anos tem um acompanhamento psiquiátrico e que estava em situação de crise”, explicou Rangel.

Estudante será afastado da instituição

O estudante suspeito das ameaças chegou a escrever uma nova carta pedindo desculpas pelo ocorrido e informou que, ainda nesta segunda-feira, iria à coordenação do curso de Letras-Espanhol para trancar a matrícula. De acordo com o Reitor da UEPB, o aluno será afastado da instituição.

“Ele mesmo confessa que não se encontra em condições de continuar assistindo aulas, reconhece o erro cometido. E, independente dos desdobramentos deste fato, eu gostaria de tranquilizar as pessoas que não há nenhum risco neste momento sobre a integridade das pessoas na universidade e que todos podem sentir segurança e irem pras suas atividades com tranquilidade porque isso foi assegurado pela polícia e os órgãos de segurança do Estado”, concluiu Rangel Junior.

g1

 

Reitor confirma investigação de suposta ameaça de ataque a estudantes da UEPB

O reitor da Universidade Estadual da Paraíba, professor Rangel Júnior confirmou ao Blog do jornalista Márcio Rangel, nesse final de semana, a existência de uma investigação da Polícia Civil sobre uma suposta ameaça de ataque a estudantes do curso de Letras (Espanhol) do Campus I da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Campina Grande, que teria ocorrido na manhã da última sexta-feira (18).

Ao blog, Rangel disse que foi orientado a aguardar as investigações para tomar uma providência maior. Ele também confirmou a suspensão das aulas somente para as turmas de Espanhol, a pedido da Coordenação, mas que por hora, as aulas no campus estão mantidas.

“Eu fui orientado a aguardar um pouco os desdobramentos das investigações da Polícia, por enquanto é uma questão que está sendo repercutida numa rede social e precisamos ter cuidado para que isso não e transforme num estímulo a um possível agressor”, adiantou Rangel.

Ainda segundo o professor e psicólogo, há uma preocupação para que não se crie um ambiente de pânico na comunidade acadêmica. “Pode ser alguém imbuído de um tipo de pensamento, para tentar criar uma situação de revolta, estamos tendo o cuidado para não criar um ambiente de pânico nas pessoas. Eu estou confiante que polícia deva ter uma orientação nesse sentido e chegar a pessoa”, disse.

ENTENDA

Uma suposta ameaça de atentado a estudantes do curso de Letras (Espanhol) do Campus I da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) está sendo investigada pela inteligência da Polícia Civil após um aluno interromper a aula na manhã da última sexta-feira (18) para ler uma carta relatando a compra de uma arma para assassinar sete pessoas da sala.

Em seguida, o estudante enviou para grupos de WhatsApp do curso, links com reportagens que mostram ataques recentes a escolas criando um clima de pânico do Departamento de Letras. Como prevenção, as aulas do curso de espanhol foram suspensas pela Coordenação do curso.

O estudante foi identificado e seria da turma 2013.2. Ele usou o próprio número para fazer ameaças nos grupos do aplicativo de mensagem e está sendo procurado pela polícia.

 

pbagora

 

 

Cachaça fabricada no Campus II da UEPB obtém registro da marca no INPI

Um produto genuinamente regional, fabricado no engenho de alambique do Centro de Ciências Agrárias e Ambientais (CCAA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Lagoa Seca, a cachaça Serra da Borborema obteve o registro da marca junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) e, com isso, deu um importante passo para, futuramente, ser comercializada e impulsionar de vez as pesquisas no setor de destilados do Complexo Agroindustrial da Instituição.

A produção, em fase de experimento no engenho, ainda é feita em pequena escala, mas poderá ser ampliada em breve. O setor de destilados do Campus II entrou em funcionamento graças a uma parceria público privada entre a Escola Agrícola Assis Chateaubriand (EAAC) com a cachaça Serra Limpa, Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural da Paraíba (Emater) e o Engenho Santa Vitória.

O diretor do Campus II, professor José Félix, comemorou a conquista da marca e destacou que a cachaça Serra da Borborema tem qualidade para atrair o gosto dos paraibanos e impulsionar a economia da região. Ele destacou que, com o registro, a Universidade passou a ser a detentora da marca da Serra da Borborema, que ganhou identidade própria. O próximo passo é obter o registro junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o que garantirá a comercialização em larga escala.

A cachaça Serra da Borborema é fabricada de forma artesanal há um ano e meio, no Complexo Agroindustrial. Além do engenho de alambique, o CCAA conta com o Laboratório de Microbiologia para Fermentação, construído dentro do Complexo Agroindustrial do Campus II. A Unidade de Processamento de Fermentação e Destilados da UEPB possibilitará, no futuro, a criação de um selo que atestará a qualidade da cachaça produzida na Paraíba.

Codecom UEPB