Arquivo da tag: UEPB

UEPB aprova regulamentação de aulas online a partir de 3 de agosto

A Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) aprovou na tarde desta sexta-feira (26) a regulamentação de ensino remoto para alunos da instituição a partir do dia 3 de agosto. As atividades presenciais estão suspensas na instituição desde o dia 17 de março por causa da pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

A decisão foi tomada durante uma reunião do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) que analisou sugestões dadas por meio de uma consulta pública. A medida foi regulamentada por meio de uma resolução, dividida em três fases.

A Resolução, com 27 artigos, estabelece normas para disciplinar a realização de componentes curriculares e de outras atividades de aprendizagem, orientação, pesquisa e extensão, por meio de atividades não presenciais, na graduação, na pós-graduação e no ensino médio/técnico.

O texto determina que as atividades não presenciais serão realizadas, excepcionalmente, durante o período de suspensão total ou parcial das atividades presenciais, decorrentes dos efeitos da pandemia de Covid-19.

Ainda conforme a resolução, a matrícula dos alunos em novos componentes curriculares e o reajuste de matrícula serão feitos de 20 a 24 de julho.

Até o dia 3 de agosto, a universidade vai capacitar os professores que tiverem dificuldade com as ferramentas de ensino remoto. Outra medida que deve ser tomada nesse período é a garantia de acesso às aulas para todos os alunos.

Conforme o pró-reitor de graduação da UEPB, o professor Eli Brandão, o ensino remoto já havia sido autorizado pela universidade para professores que possuem afinidades com meio eletrônicos, desde que contassem com aprovação total das tumas.

Ainda segundo Eli, pelo menos 25% das turmas haviam adotado as atividades remotas em uma primeira fase de readequação do ensino durante a pandemia.

A segunda fase começa no dia 3 de agosto, quando se pretende alcançar todos os alunos. Já a terceira fase da resolução estabelece o retorno das atividades presenciais, que ainda não possui data prevista para acontecer.

G1

 

Professor da UEPB Carlos Berlamino morre vítima de COVID-19

O professor Carlos Antônio Belarmino Alves, mais conhecido por Carlos Belarmino, faleceu na noite desta segunda-feira, 22, em João Pessoa, vítima do novo coronavírus, o quadro clínico do professor teve complicações no período da tarde.

Professor universitário da UEPB, Campus III em Guarabira, Belarmino estava entubado e internado há quase um mês no Hospital da Unimed em João Pessoa, onde se tratava da infecção por coronavírus.

Carlos Belarmino era casado com a professora Auricélia Alustau com quem tem três filhas. A médica Nathalya Alustau, filha de Auricélia, também era considerada como filha pelo professor.

 

nordeste1

 

 

Reitores da UEPB e UFCG explicam decisão de prorrogar retorno até 12 de julho

Por conta da pandemia do novo coronavírus, a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) prorrogaram até o dia 12 de julho, a suspensão das aulas.

Diante desse quadro, o reitor da UFCG Vicemário Simões e da UEPB, Rangel Júnior, explicaram em entrevista a Rádio Cariri FM, os motivos da decisão tomada após uma reunião por videoconferência, na última sexta-feira, 05.

O reitor da UFCG destacou que uma nova reunião foi agendada para o dia 03 de julho para reavaliar a decisão.

– Já agendamos uma nova reunião para o dia 03 de julho, para que possamos analisar como estará a situação do nosso Estado em relação à pandemia do coronavírus- disse.

Além disso, na reunião devem ser discutidas as estratégias que estão sendo colocadas em prática por cada uma das instituições.

“Vamos socializar como faremos a acolhida dos alunos e também de todos os profissionais das instituições”, disse.

Já o reitor da UEPB, Rangel Júnior, disse que os reitores sempre pensaram em proteger a comunidade acadêmica durante a pandemia, visto que a prioridade é a preservação da vida.O objetivo de estender a suspensão das atividades é justamente para garantir a segurança em saúde da comunidade universitária, de modo a evitar concentração de pessoas e, com isso, prevenir a infecção pelo novo coronavírus.

“Sempre pensamos em como proteger a comunidade acadêmica e preservar seus direitos e interesses, principalmente, no tocante à preservação da vida”, afirmou.

Conforme o reitor, as recomendações emitidas pelos profissionais de saúde são de muita importância para todos.

Rangel também destacou as ações que já foram desenvolvidas pela instituição para combater a disseminação do novo coronavírus.

A UEPB atualmente, tem atuado com assistência psicológica para os profissionais da saúde, bem como na produção de equipamentos de proteção individual (EPIs).

– O que fizemos agora, além do trabalho regular de enfrentamento à Covid-19, foi uma tentativa de fortalecer estes laços com a comunidade. Mas, principalmente, no sentido de cumprir um papel essencial que a universidade tem, que é dar respostas a problemas sociais no que se refere a inovação, produção de equipamentos, dispositivos e protocolos que venham a resolver problemas da população. Foi isso que fizemos, recentemente, com a pandemia da Covid-19 – concluiu.

As instituições, de forma conjunta, trabalharão, ainda, nas próximas semanas, na elaboração de um protocolo único, debatido com autoridades sanitárias e de saúde, para ser aplicado quando do retorno das atividades presenciais. Participaram da videoconferência que recomendou a prorrogação da suspensão das atividades nas IES os gestores da UEPB, da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), do Instituto Federal da Paraíba (IFPB), da Unesc, Unifacisa, Uninassau, Faculdade Cesrei, Faculdade Rebouças e Faculdades Integradas de Patos (FIP).

SL
PB Agora

 

 

UEPB divulga relação de filmes selecionados para 3º Festival de Cinema de Rua de Remígio

A Coordenadoria de Comunicação (Codecom) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) divulgou a relação de filmes selecionados para concorrer nas mostras competitivas do 3º Festival de Cinema de Rua de Remígio, que acontecerá entre os dias 13 e 16 de maio, de forma virtual, em decorrência das medidas de segurança em saúde, necessárias para prevenção da Covid-19.

Serão 18 filmes concorrendo na Mostra Arribaçã – Panorama Nordeste; 15 filmes na Mostra Pedra da Letra – Panorama Brasil; e quatro filmes na Mostra Especial – Cinema Instantâneo. Todas as informações sobre o evento podem ser conferidas e acompanhadas pelo Facebook (www.facebook.com/festcineremigio) e pelo e-mail festcinederua@gmail.com.

Assessoria

 

 

Pesquisadores da UEPB desenvolvem ventilador pulmonar e equipamento segue para testes

O enfrentamento à pandemia do coronavírus tem mobilizado pesquisadores em todo o país para desenvolver equipamentos que auxiliem no combate ao covid-19. Na Paraíba não é diferente. Desta vez, os pesquisadores do Núcleo de Tecnologias Estratégicas em Saúde (Nutes) da Universidade Estadual da Paraíba(UEPB) finalizaram o projeto de um ventilador pulmonar mecânico, essencial para a manutenção da vida em casos de deficiência em atividades cardiorrespiratórias, como a insuficiência respiratória, comum nos pacientes graves do novo coronavírus.

Depois do protótipo finalizado, o equipamento agora segue para testes clínicos e regulatórios. após ser aprovado nestes testes, poderá seguir para produção em escala industrial.

O equipamento é fundamental para manter a vida do paciente durante o tempo em que ele não consegue fazer sozinho o movimento respiratório. O modelo de equipamento envolve uma interface do usuário que possibilita a manipulação de diferentes variáveis utilizadas no tratamento por parte do profissional na UTI.

A iniciativa surgiu diante da necessidade do uso do equipamento em hospitais que tratam de pacientes da Covid-19 e da dificuldade de aquisição por parte dos órgãos de saúde em virtude da pandemia, do alto valor de aquisição, bem como da demanda necessária. O primeiro desafio foi encontrar uma solução que apresentasse baixo custo e fosse capaz de ser multiplicada com facilidade. Outra questão que precisou ser superada foi encontrar materiais necessários com o comércio local fechado devido a quarentena.

“Partimos da ideia de que precisávamos produzir um equipamento que não dependesse de compras externas e componentes difíceis de encontrar. Não só por este momento, mas visando também o futuro, pois sabemos que é necessário internalizar a produção desse equipamento e neutralizar os riscos”, comentou Widson Gomes de Melo, pesquisador do Nutes e um dos idealizadores do projeto.

O tempo de finalização do projeto foi menos de um mês. Duas semanas foram dedicadas ao desenvolvimento do projeto e testes de componentes. E mais uma semana para finalização do protótipo, que agora vai iniciar os testes clínicos, regulatórios e depois seguir para produção em escala industrial. O tempo recorde se deu devido à necessidade de um equipamento produzido nessas condições para atender à saúde pública.

“Temos trabalhado intensamente para apresentar essa solução com rapidez. Estamos numa guerra contra o vírus e temos que ser rápidos no desenvolvimento de produtos que possam contribuir com os órgãos de saúde”, destacou o outro idealizador do projeto, professor Misael Morais, doutor na área de Processamento da Informação e coordenador geral do Nutes.

O ventilador mecânico é mais uma iniciativa do Nutes no enfrentamento à pandemia da Covid-19. Antes, os pesquisadores já haviam desenvolvido um protetor facial, cujas doações já ultrapassaram 15 mil unidades em todas as regiões do Estado. Também foram desenvolvidas duas plataformas: a Ecovid, que permite monitorar os casos do novo coronavírus nos hospitais, em tempo real, e a Unicontrol, em parceria com a empresa 3Wings, que permite o gerenciamento de leitos nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) dos hospitais preparados para tratar dos casos de Covid-19.

 

clickpb

 

 

UEPB divulga terceira chamada da lista de espera do Sisu 2020

A Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) divulgou, nesta sexta-feira (28), a terceira chamada da Lista de Espera do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) 2020.1. Os candidatos convocados nesta chamada devem efetuar matrícula nos dias 2 e 3 de março, das 7h às 12h, na coordenação do curso para o qual foi aprovado.

Para efetivação da matrícula, os convocados devem entregar cópias dos seguintes documentos (podendo optar por trazer os documentos autenticados ou os originais para que o servidor possa atestar a autenticidade): certificado de conclusão do Ensino Médio e Histórico Escolar; RG e CPF; prova de quitação com o Serviço Militar (no caso de candidatos do sexo masculino); Registro de Nascimento ou Certidão de
Casamento; prova de quitação com o TRE, para maiores de 18 anos; uma fotografia 3×4 recente; e o formulário de cadastramento de acordo com a cota escolhida na inscrição.

A matrícula só será permitida aos estudantes que apresentarem todos os documentos exigidos no Edital, não sendo permitida a complementação de documentos posteriormente. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (83) 3315-3350.

A listagem completa de convocados está disponível no sitewww.uepb.edu.br

 

clickpb

 

 

Prefeitura de Areial contrata banca da UEPB por R$ 255 mil para organizar concurso público

A Prefeitura de Areial contratou a Comissão Permanente de Concursos (CPCON) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), para organizar o concurso público do município. De acordo com a publicação, a banca foi contratada pelo valor de R$ 255 mil.

A contratação da banca foi publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (06). A empresa será responsável pela realização do concurso para provimento de vagas no quadro de pessoal da Prefeitura.

Ainda de acordo com o Diário Oficial, não há informações sobre a quantidade de vagas ou cargos que serão disponibilizados. O concurso deve acontecer ainda no primeiro semestre de 2020.

 

clickpb

 

 

UEPB desenvolve máscara de proteção em 3D para jogador

A Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) desenvolveu uma máscara de proteção para o jogador de basquete da Unifacisa, o armador Pepo Vidal, que sofreu uma fratura nasal no jogo contra o Sesi Franca, pela disputa do Super 8 da NBB, no dia 8 de janeiro.

Na semana passada, o jogador voltou a sentir dores durante os treinos e, para atuar diante do Flamengo, nessa terça (28), foi recomendado pelo cirurgião bucomaxilofacial, Alfredo Lucas, que o atleta utilize uma máscara de proteção para evitar agravamento da lesão.

Máscara

A máscara foi desenvolvida na Unidade 2 do Laboratório de Tecnologias 3D (LT3D) do Núcleo de Tecnologias Estratégicas em Saúde (Nutes) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), instalada no Hospital de Trauma de Campina Grande, pelo engenheiro do Nutes, Rodolfo Ramos Castelo Branco, e pelo cirurgião Alfredo Lucas.

O trabalho de escaneamento facial e confecção da máscara em impressora 3D teve que ser feita em tempo recorde, para que o atleta pudesse atuar contra o Flamengo. “Para a proteção ser eficaz, foi preciso desenvolver uma órtese personalizada, levando em consideração as características do rosto do atleta. Além disso, também observamos que, por se tratar de um atleta de alto rendimento em um esporte que exige muito, a máscara tinha que ser o mais leve possível. Pelo que observamos no jogo, a máscara não comprometeu o rendimento do atleta”, destacou Rodolfo Ramos.

LT3D

A Unidade 2 do Laboratório de Tecnologias 3D do Nutes faz parte do Centro Integrado Multiusuário de Referência em Saúde da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). O espaço é fruto da aprovação de projeto da Universidade em edital da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado da Paraíba (Fapesq) e representa um investimento de R$ 2 milhões.

O Laboratório é destinado à impressão 3D e ao processamento de imagens médico-odontológicas de ultrassonografia, tomografia computadorizada, ressonância magnética, mamografia e raios-X, bem como à impressão tridimensional de biomodelos para planejamento cirúrgico na área de cirurgia e traumatologia bucomaxilofacial, ortopedia, cirurgia torácica e neurocirurgia. Desde a inauguração, no dia 4 de dezembro do ano passado, a parceria com o Hospital de Trauma tem permitido maior eficiência no atendimento aos pacientes da unidade hospitalar.

 

portalcorreio

 

 

Começam amanhã as matrículas de aprovados no SiSU 2020.1 para cursos da UEPB

Começam nesta quinta-feira (30), as inscrições dos alunos aprovados no Sistema de Seleção Unificada (SiSU) 2020.1 para cursos da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). As inscrições acontecem até o dia 5 de fevereiro, na coordenação do curso para o qual o candidato foi selecionado.

Para se matricular, o estudante deve apresentar os seguintes documentos (com as respectivas cópias autenticadas): Certificado de Conclusão do Ensino Médio e Histórico Escolar; RG; CPF; Prova de quitação com o Serviço Militar (no caso de candidatos do sexo masculino); Registro de Nascimento ou Certidão de Casamento, Prova de Quitação com o TRE (para maiores de 18 anos); e uma foto 3 x4 recente.
Somente será permitida a matrícula aos estudantes que apresentarem todos os documentos exigidos no edital, não sendo permitida a complementação de documentos posteriormente.

Aqueles que não foram selecionados na Chamada Regular podem declarar interesse, no site do SiSU (http://www.sisu.mec.gov.br/), em participar da lista de espera. A partir do dia 10 de fevereiro, a UEPB iniciará a convocação da lista de espera. Ao todo, serão seis chamadas. As aulas do período letivo 2020.1 serão iniciadas no dia 17 de fevereiro.

Ao todo, a UEPB está ofertando 3.025 vagas para ingresso de novos alunos por meio do SiSU, em cursos de graduação dos seus oito câmpus, conforme o Termo de Adesão aprovado pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe).

Outras informações podem ser obtidas através dos telefones (83) 3315-3350 e 3315-3434.

 

clickpb

 

 

Projeto ensina técnicas de defesa pessoal para mulheres na UEPB, em Campina Grande

Um estudante do curso de Educação Física da Universidade Estadual da Paraíba desenvolveu um projeto que ajuda mulheres a se defenderem de ataques de possíveis agressores, através de técnicas de defesa pessoal, utilizando artes marciais. O projeto da aluna Romênia Soares Barreto é realizada dentro do conjunto de ações desenvolvidas pela Coordenadoria de Esporte e Lazer da instituição.

As aulas são realizadas na sala de Dança do Departamento de Educação física da UEPB, às terças e quintas, das 12 às 13h. As vagas são abertas para alunas da universidade e para o público feminino externo.

Com o nome “O uso da defesa pessoal feminina no combate à violência no cotidiano”, o objetivo é favorecer o acesso das mulheres à informação e às práticas que as ajudem diante de ataques físicos ou psíquicos.

O projeto envolve mais de 15 estudantes que visam promover conhecimentos variados voltados não apenas a treinos físicos, mas também ao trabalho de linguagem corporal, competências psicológicas e verbais. Além disso, conta também com a parte teórica em que dispõe de um acervo bibliográfico de diversos autores que defendem o tema, e fornecem informações sobre a Lei Maria da Penha.

G1