Arquivo da tag: Ucrânia

Papa Francisco pede paz no Oriente Médio, no Iraque e na Ucrânia

papaO papa Francisco pediu neste domingo (27) que as autoridades do Oriente Médio, do Iraque e da Ucrânia busquem o caminho da paz, o bem comum e o respeito pela pessoa, “abordando cada disputa com a tenacidade do diálogo e da negociação e com o poder da reconciliação”.

Em discurso no Vaticano, após a oração do Angelus, ele disse que o centésimo aniversário da eclosão da Primeira Guerra Mundial será lembrado amanhã (28) e que espera que os erros do passado não se repitam.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“Que no centro de cada decisão não coloquem interesses particulares, mas o bem comum e o respeito pela pessoa. Lembrem-se que tudo está perdido com a guerra e nada se perde com a paz”, disse o pontífice aos fiéis reunidos na Praça São Pedro.

Francisco também lembrou que as crianças perdem a esperança de uma vida descente com a guerra.

“Penso, principalmente, nas crianças, das quais se tira a esperança de uma vida decente, um futuro de mortes de crianças, crianças feridas, crianças mutiladas, crianças órfãs, crianças que têm como brinquedos materiais bélicos, crianças que não sabem sorrir. Parem, por favor! Peço-vos com todo o meu coração. É hora de parar! Parem, por favor!”, disse o papa.

Fonte: Agência Brasil

Obama faz apelo para que Rússia tire tropas da fronteira com Ucrânia

obamaO presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta sexta-feira que o aumento da presença de tropas russas na fronteira com a Ucrânia não é normal e pediu para que Moscou recue suas tropas e inicia conversas para baixar as tensões.

“Você tem visto uma variedade de tropas se juntando ao longo daquela fronteira sob a forma de exercícios militares”, disse Obama ao programa “This Morning” da emissora CBS, durante entrevista na Cidade do Vaticano. “Mas isso não é o que a Rússia estaria fazendo normalmente.”

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Obama disse que a movimentação pode não ser nada além de um esforço para intimidar a Ucrânia, mas também pode ser uma preliminar para outras ações. “Pode ser que eles tenham planos adicionais”, disse.

Reuters

Jornalista é espancada após criticar ministro na Ucrânia

Rosto de Tetyana Chernovil ficou desfigurado após agressão (Foto: Twitter / Reprodução)
Rosto de Tetyana Chernovil ficou desfigurado após agressão (Foto: Twitter / Reprodução)

Uma proeminente ativista e jornalista foi brutalmente agredida nessa quarta-feira em Kiev, capital da Ucrânia, no último ataque de uma série contra manifestantes e membros da oposição em meio a semanas de protestos pedindo a saída do presidente Viktor Yanukovych e de seu gabinete, de acordo com informações da agência AP.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Centenas de colegas jornalistas e oposicionistas se reuniram perto do Ministério do Interior depois do ataque a Tetyana Chernovil exigindo a renúncia do ministro Vitali Zakharchenko. Alguns seguravam retratos de Chernovil, uma das líderes das grandes manifestações que têm acontecido em Kiev há mais de um mês, desde que o presidente Yanukovych decidiu recusar um acordo de associação política e de livre comércio com a União Europeia para se aliar aos russos.

Tetyana Chernovil, 34 anos, foi atacada quando dirigia até sua casa. Seu carro foi encurralado por outro e, ao tentar fugir, teria sido agredida por vários homens. A jornalista teve uma concussão, além de fraturas no nariz e rosto, de acordo com seu marido, Mykola Berezovy. O incidente aconteceu horas depois de Chernovil publicar um artigo sobre uma residência que estaria sendo construída para o ministro Zakharchenko.

O presidente Yanukovych condenou o incidente e ordenou uma investigação completa. O campeão mundial de boxe e líder oposicionista, Vitali Klitschko, acusou as autoridades de tentar intimidar ativistas e pediu um boicote nacional sobre o governo. “Eles querem paralisar as pessoas com medo. Isso não vai acontecer”, disse Klitschko.

“Nós expressamos nossa preocupação com uma série de eventos similares nas últimas semanas, tendo como alvos indivíduos, propriedade e atividade política”, afirmou em nota a embaixada dos Estados Unidos no país europeu.

Terra

França supera temporal, passa pela Ucrânia e acaba com seca de vitórias

Jeremy Menez e Benzema comemoram gol da França (Foto: Reuters)

A França deu um passo importante para garantir uma vaga na próxima fase da Euro 2012. Nesta sexta-feira, os “Bleus” venceram a Ucrânia por 2 a 0, com gols de Ménez e Cabeye, todos no segundo tempo. Mas nem tudo foi fácil no confronto em Donetsk. Antes do triunfo da equipe de Laurent Blanc, a partida chegou a ficar 55 minutos paralisada por conta do temporal que castigou a cidade ucraniana. Além disso, raios e trovões também assustaram jogadores e torcedores.

A seleção francesa não vencia uma partida em fase final de competição (Eurocopa ou Copa do Mundo) desde a semifinal do Mundial de 2006. Naquela ocasião, o time derrotou Portugal por 1 a 0, com um gol de Zinedine Zidane, de pênalti. De lá para cá, o time obteve quatro empates e quatro derrotas.

Com o resultado, a França assumiu a liderança do Grupo D, com quatro pontos. Os ucranianos seguiram com três. A Inglaterra, que encara a Suécia (lanterna, com zero) ainda nesta sexta-feira, está em terceiro, com apenas um.

A partida começou truncada. Com os franceses tocando bola, e os donos da casa marcando em cima e com todo apoio dos torcedores. Mas não demorou para o árbitro holandês Björn Kuipers paralisar a partida. O forte temporal que caiu com raios e trovões assustadores incentivaram a interrupção.

Após 55 minutos e um árduo trabalho dos funcionários da Donbass Arena, que tiveram que furar o campo para acelerar a drenagem, o jogo recomeçou. E a paralisação atrapalhou as duas equipes. O primeiro tempo foi ruim. Com poucas oportunidades de gol. A disputa de bola no meio de campo prevaleceu. Até que aos 28, Ribéry arrancou pela direita e cruzou para Ménez, que bateu colocado. Pyatov esticou as pernas e fez a defesa.

O lance acordou os franceses que ainda tiveram mais uma oportunidade na etapa inicial. Aos 38, Nasri cobrou falta da esquerda na cabeça de Mexès. O zagueiro subiu mais do que os defensores e testou com força para outra grande defesa de Pyatov.

França garante triunfo na etapa final

 Yohan Cabaye comemora gol da França contra a Urcrânia (Foto: Reuters) Yohan Cabaye comemora gol da França contra a Urcrânia (Foto: Reuters)

Os franceses voltaram melhor na etapa final e garantiram a vitória nos dez primeiros minutos. Aos seis, Ribéry puxou contra-ataque e tocou para Benzema na entrada da área. O atacante do Real Madrid perceu a entrada de Ménez pela direita e rolou para o companheiro. O jogador deu um corte no marcador e chutou de canhota para vencer Pyatov: 1 a 0.

Quatro minutos depois, em novo contra-ataque, Benzema lançou para Cabaye na entrada da área. Mesmo marcado, o apoiador conseguiu chutar cruzado para superar Pyatov. A partir do segundo gol, os ucranianos passaram a buscar mais o ataque. Por outro lado, os franceses passaram a jogar nos contra-ataques para matar a partida e garantir os três pontos. Cabaye acertou a trave aos 19 e quase fez mais um para os “Bleus”.

Na última rodada do Grupo D, a França vai encarar a Suécia, na terça-feira, no estádio Olímpico de Kiev, na Ucrânia. No mesmo dia, os ingleses vão enfrentar os ucranianos, na Donbass Arena, em Donetsk.

globoesporte