Arquivo da tag: Trocolli

Trócolli é contra possível fechamento de comarcas na Paraíba

O deputado estadual Trócolli Junior (Pros) participou de audiência entre o presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargador Joás de Brito Pereira Filho, colegas parlamentares e prefeitos para discutir a possibilidade de fechamento de comarcas na Paraíba. Trócolli se colocou contra a extinção de, pelo menos, 25 comarcas e o rebaixamento de outras 19.

“Nós temos uma grande preocupação com a extinção de comarcas importantíssimas na Paraíba, algumas com mais de cem anos de criação, que atendem os jurisdicionado paraibano, que nós entendemos será um prejuízo muito grande o fechamento das mesmas”, ressaltou o deputado.

Trócolli disse que o presidente Joás de Brito Filho explicou o que realmente está acontecendo. “O desembargador demonstrou que na verdade houve um vazamento de um estudo que começou em 2015, que não existe absolutamente nada decidido, que existem regras a cobranças por parte do CNJ, no que se diz respeito a cobranças aos senhores juízes e que essas regras têm que ser cumpridas pelo Tribunal de Justiça. Mas deixou bem claro que apenas existe um estudo e que não existe nada decidido”, revelou.

O presidente
O desembargador Joás de Brito foi enfático ao afirmar que não existe nada oficial no sentido de desinstalar comarcas no Estado. “Existe um estudo realizado pelo setor de Planejamento Estratégico do Tribunal e que, ainda, será objeto de debate com os eminentes desembargadores”, explicou o presidente.
Assessoria para o Focando a Notícia

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Ricardo anuncia exonerações, retorno de Trócolli e saída de Olenka da AL

ricardoO governador Ricardo Coutinho (PSB) afirmou, nesta terça-feira (2), que o deputado estadual Trócolli Junior (Pros) reassume na quarta-feira (3) seu mandato na Assembleia Legislativa. Com o retorno de Trócolli, a suplente Olenka Maranhão (PMDB) deixa a Casa de Epitácio Pessoa.

Ricardo disse que não faz críticas a ninguém, aceita o rompimento com o PMDB, mas não quer governar ao lado de quem rompeu uma aliança. “Cada um sabe o caminho que segue”, comentou o governador. Titular do mandato, Trócolli Junior ocupava o cargo de secretário de Articulação Política.

Questionado sobre a exoneração dos peemedebistas que ocupam cargos no Governo do Estado, Ricardo afirmou que isso é algo que naturalmente irá acontecer. No entanto, ele destacou a postura “coerente” dos deputados Nabor Wanderley (PMDB) e Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) que divergiram da decisão do partido em romper a aliança com o PSB.

As informações foram veiculadas durante o programa Rádio Verdade, da Arapuan FM.

MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Após aderir a RC, Trócolli admite se afastar de mandato para beneficiar Olenka Maranhão

TROCOLLIO deputado estadual Trócolli Júnior (PMDB), que aderiu recentemente ao governador Ricardo Coutinho (PSB), não descartou abrir espaço para que a primeira suplente de seu partido, Olenka Maranhão, retorne à Assembleia Legislativa.
“Eu estarei à disposição do meu partido para somar e contribuir. Eu sempre fui homem de partido, com divergências que são naturais”, disse.

 

Apesar de admitir assumir um cargo no governo do estado, o peemedebista lembrou que outros colegas poderão se afastar do mandato para beneficiar Olenka.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

“Isso é um problema que o partido tem que resolver. O senador José Maranhão, o deputado Veneziano Vital do Rêgo, Hugo Motta. Eu não sou o único deputado do PMDB na Assembleia Legislativa”, explicou.

 

Por: Blog do Gordinho

Trócolli admite adesão a Ricardo mas definição só sai em fevereiro

trocolli_serioO deputado estadual Trócolli Júnior (PMDB) decidiu deixar para o início do mês de fevereiro a definição se fará parte o não do Governo Ricardo Coutinho II.

Em contato com o Portal MaisPB, o peemedebista declarou que é uma tendência seguir a orientação do PMDB no apoio ao socialista tendo em vista que apenas ele e o deputado federal Manoel Júnior estão fora da aliança.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Trócolli confirmou que o presidente estadual do PMDB, senador eleito José Maranhão, solicitou a sua ida à Brasília para a Secretária de Representação Governamental, mas ele abdicou da proposta porque problemas familiares o impende  de deixar o Estado.

Questionado sobre as especulações de que ele poderia assumir a pasta de Esporte Recreação e Lazer, Trócolli defendeu que o PMDB precisa de uma secretaria executiva que possa trabalhar pelo Estado e também na captação de recursos e apresentação de projetos ao Governo Federal.

“O PMDB precisa ter espaço para produzir para o Estado e não como cabide de emprego. Uma secretaria executiva, onde possamos captar recurso, levar projeto para Brasília. O problema do PMDB não é emprego, e sim, poder contribuir e colaborar com projeto o político, pois foi pra isso que ele se uniu ao PSB”, defendeu.

Para Trócolli, caso o PMDB consiga o espaço almejado, não significa que apenas ele seja o indicado para o cargo e  outros companheiros peemedebistas também pode ser secretario.

No entanto, Trócolli deixou uma condicionante para apoiar o governo. O parlamentar contou que votará o que for bom para a Paraíba, mas não votará em matéria que seja contra o funcionalismo público.

Trócolli lembrou, por outro lado, que já votou recentemente  na Assembleia, um empréstimo do governo para construção de estradas por considerar importante para o Estado.

Roberto Targino – MaisPB

Trócolli vai para secretaria do governo da PB em Brasília; Olenka assume na ALPB

trocolliO deputado estadual reeleito Trócolli Júnior (PMDB) confirmou na manhã deste domingo (21), que assumirá uma secretária na gestão de Ricardo Coutinho (PSB). O parlamentar adiantou que o escritório que o Governo do Estado mantém em Brasília será transformado em secretaria e que ele cuidará da pasta.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Com a ida de Trócolli para o governo, a primeira suplente de sua coligação, Olenka Maranhão (PMDB) deve assumir a cadeira na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB).

Com informações do Polêmica Paraíba

Trócolli comemora aprovação da PEC da polícia e da Lei dos Subsídios dos Defensores

 

trocolliO deputado estadual Trócolli Júnior (PMDB) comemorou a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC 31) que beneficia policiais militares e bombeiros e também a Lei de Subsídios dos Defensores Públicos. O parlamentar por várias vezes intermediou o diálogo entre as duas categorias e a Assembleia Legislativa e lembrou que o compromisso feito com os profissionais foi cumprido.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“Esse foi um compromisso firmado durante as eleições e que a Mesa Diretora desta Casa agora cumpre, porque somos cumpridores de nossos compromissos. Sempre estivemos ao lado da polícia e dos defensores públicos lutando junto com eles por esses benefícios e agora temos que parabenizar essa Casa por ter honrado essa promessa”, falou Trócolli.

A PEC que garante o retorno de policias militares e bombeiros licenciados às corporações e o projeto de lei que fixa o subsídio da Defensoria Pública foram aprovadas nesta terça-feira (21), por unanimidade.

A PEC 31/14 trata sobre normas de disciplinamento aos integrantes da Polícia Militar da Paraíba e do Corpo de Bombeiros Militar e permite que militares em regime de licença, retornem à corporação, entre outros benefícios.

Já o projeto de lei 1.968/14, de autoria da Defensoria Pública do Estado (DPE), fixa o subsídio dos membros da categoria. O PLO inclui o reajuste dos defensores públicos este ano em 44,30%, dividido em três parcelas iguais, de R$ 1.000,00.

 

Assessoria

Trócolli lamenta números do crack na Paraíba e cobra do governo a construção do Centro de Reabilitação

 

trocolliO deputado Trócolli Júnior (PMDB), autor de uma emenda que prevê a construção de um Centro de Reabilitação para dependentes químicos na Paraíba, lamentou os números apresentados pelo promotor da 1ª Vara e Juventude de Campina Grande, Herbert Targino, que revelou que o estado possui, atualmente, 35 mil usuários de crack, dos quais 62% dos dependentes são crianças e adolescentes com idade entre 10 e 18 anos. Diante dos dados alarmantes, o parlamentar, que tem o combate às drogas como uma de suas principais bandeiras, cobrou do governo estadual que atende à sua emenda apresentada no ano passado e construa o Centro que irá receber e tratar esses dependentes, podendo mudar essa realidade e reduzir esses números.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“O crack já se alastrou no nosso estado, isso não é mais segredo para ninguém e nem muito menos para esse governo que aí está. E uma das formas de combater isso é tratando os dependentes. Nós sabemos que o crack é uma droga muito violenta que vicia já na primeira vez depois de consumida. As pessoas têm acesso muito fácil a ela, mas depois que se viciam essas pessoas não têm onde se tratar e se livrar dessa maldição. Desde que entramos na vida pública lutamos contra as drogas e, no ano passado, apresentamos essa emenda no sentido de ver construído na Paraíba um Centro de Reabilitação. Agora cobramos do governo que tome providências para atender essa proposta e tentar livrar nosso estado desses números preocupantes”, reivindicou Trócolli.

Para o legislador é inadmissível que a Paraíba, esse Centro de Reabilitação, além de se tornar um referencial no tratamento dos dependentes químicos também irá ajudar a mudar outra realidade cruel enfrentada na Paraíba. De acordo com dados do Observatório do Crack, da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), das 223 cidades paraibanas, o crack já está presente em 164. “Já faz um tempo que analisamos os dados da realidade do crack no nosso estado. Nos próximos dias, quando acontecerá a XVII Marcha dos prefeitos a Brasília, a CNM deve apresentar novos números e esperamos que esses atuais não tenham crescido ainda mais. Algo tem que ser feito e de forma urgente e acreditamos que a construção desse Centro de Reabilitação será um grande avanço no combate a essa droga”, falou.

 

 

Assessoria

Trócolli lamenta descaso do governo com hospitais da Paraíba e cobra providências

 

trocolliO deputado estadual Trócolli Júnior (PMDB) lamentou o descaso do governo estadual com os hospitais da Paraíba. O parlamentar fez um discurso duro com relação ao relatório divulgado pelo Tribunal de Contas da União (TCU), onde fica comprovada a superlotação em quatro grandes hospitais e cobrou providências urgentes. Conforme o relatório, estão em situação de superlotação o Trauma de Campina Grande, o regional de Patos, o Complexo Hospitalar de Mangabeira e o Edson Ramalho, em João Pessoa.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“Me causa indignação também saber que a superlotação também é um problema constatado nas maternidade da Capital e Interior. Segundo o Conselho Regional de Medicina da Paraíba, é fato que os hospitais de Urgência e Emergência da Paraíba estão e continuam superlotados. Sempre foram identificadas situações como essas nas inspeções feitas pelo Conselho, e foram encaminhados relatórios às secretarias de Saúde e ao Ministério Público Estadual. Só tenho a lamentar que isso esteja ocorrendo no nosso Estado, e cobrar providências, pois essa situação não pode persistir. É um desrespeito para os cidadãos”, reivindicou Trócolli.

De acordo com o relatório Saúde no Brasil, além da superlotação nos leitos, foram constatados casos de pacientes que permanecem internados sem previsão para a realização de cirurgias na Paraíba. O estudo indica que em diversas situações os pacientes são levados a mais de um hospital, antes de encontrar uma vaga e ser atendido. “Isso demonstra não só a superlotação, a deficiência na regulação hospitalar, como redução da qualidade do atendimento”, disse Trócolli.

O legislador também revelou, em seu discurso, que foram transferidos para o Estado pelo governo federal o montante de R$ 421 milhões para custear as ações e os serviços de saúde em 2013. “Ou seja, recursos o Estado tem, só falta investir para melhorar os serviços. Nós da Assembleia Legislativa estamos fazendo a nossa parte. Já visitamos vários hospitais durante a Caravana da Saúde. Constatamos diversas irregularidades e denunciamos. Não podemos e não vamos ficar calados”, finalizou.

 

 

Assessoria

Trócolli exige pedido de desculpas de auxiliar de Ricardo que chamou deputados de “imbecis”

 

trocolliO deputado estadual Trócolli Júnior (PMDB), 2º vice-presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, vai protocolar um requerimento exigindo que o diretor Administrativo e Financeiro da Companhia de Desenvolvimento de Recursos Minerais da Paraíba (CDRM), Helder Britto Teixeira, se retrate e peça publicamente desculpas a todos os parlamentares da Casa.

Nesta segunda-feira (24) Helder Britto usou seu perfil no Facebook para atacar membros do Parlamento paraibano. Na rede social ele postou o seguinte ataque: “Conheço vários imbecis, sei que eles são necessários para nossas praticas diárias de auto-ajustes, mas tem alguns Deputados da Paraíba que exageram do direito de serem imbecis”.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Trócolli exigiu respeito a todos os parlamentares que compõem o Legislativo Estadual. Segundo o deputado, a Assembleia Legislativa é composta por homens e mulheres honrados que dignificam a população paraibana e trabalham em busca de melhorar a qualidade de vida de todos os cidadãos.

“É inadmissível que um auxiliar do governo estadual use as redes sociais para atacar os deputados dessa forma. Usando palavras que mancham a honra de todos e que ferem a diplomacia estadual. Todos os deputados trabalham diariamente com o único pensamento em beneficiar o Estado e todas as pessoas que aqui vivem. Os problemas que estão estampados pela Paraíba não são consequências do nosso trabalho e sim de um desgoverno que tomou conta da nossa sociedade”, ressaltou Trócolli.

Esse foi o segundo auxiliar de Ricardo Coutinho (PSB) que ataca autoridades políticas esta semana. Na última quarta-feira (19), Wilbur Jácome, da Companhia Docas da Paraíba, fez duras críticas a presidente Dilma Rousseff (PT), usando inclusive palavras de baixo calão para se referir a petista. Os ataques foram gravados e geraram grande polêmica culminando na exoneração de Wilbur.

 

 

Assessoria

Caso do fio preto: após ação de Trócolli, MPF dá 90 dias para Aneel investigar irregularidades

 

trocolli_procuradoriaO Ministério Público Federal (MPF), por meio da sua procuradoria, deu um prazo de 90 dias para que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) investigue as irregularidades denunciadas pelo deputado estadual Trócolli Júnior (PMDB) referentes ao caso do chamado ‘fio preto’ da Energisa. Em reunião realizada nessa terça-feira (18), o procurador Yordan Delgado informou ao parlamentar que, ao final da investigação, quer que seja apresentado um relatório constando tudo que foi apurado sobre o caso.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“Algumas grandes empresas querem fazer com que o povo esqueça os prejuízos que foram causados para a população, mas nós não descansamos, estamos atentos e não vamos permitir que os paraibanos sejam lesados dessa forma. As denúncias feitas contra a Energisa são muito graves e não vamos descansar enquanto tudo não for esclarecido”, afirmou o deputado.

Trócolli ressaltou que, caso sejam comprovadas as irregularidades praticadas pela Energisa, vai exigir que a empresa sofra uma punição. “E se ficar comprovado que a Energisa prejudicou o povo paraibano praticando fraude nas ligações de energia do consumidor nós vamos cobrar, vamos exigir que a empresa seja punida, porque nosso mandato é baseado na defesa do cidadão e não das grandes empresas”, argumentou.

Relembre o caso – no ano passado um funcionário da própria Energisa denunciou que a empresa estaria fraudando as contas dos consumidores paraibanos simulando o chamado ‘gato’ na intenção de lesar o cidadão.

 

 

Assessoria