Arquivo da tag: triplo

Notícia falsa de triplo homicídio assusta moradores de Solânea

Uma brincadeira de muito de mal gosto. É assim que pode ser definida a notícia falsa que foi espalhada nessa quinta-feira (9) no município de Solânea. No aplicativo de mensagens foram espalhados áudios onde algumas pessoas informavam sobre um triplo homicídio que teria acontecido na cidade. Para piorar ainda mais a situação, fotos e vídeos se espalharam deixando a população assustada.

A notícia falsa, conhecida por fake news, teria sido divulgada por um morador de Solânea e em pouco tempo quem recebeu a informação, fotos e vídeos já estava apavorado, já que o fato se expandiu nos grupos de WhatsApp.

E a fake news não se limitou a Solânea. Na delegacia de Polícia Civil e no Batalhão da Polícia Militar, repórteres de outras cidades começaram a ligar na tentativa de saber sobre o fato, que seria notícia a ser publicada em jornais, TVs e portais.

Um repórter de João Pessoa recebeu como resposta de um policial que “há tempos existiriam uns “gaiatos” estão espalhando notícias falsas sobre ocorrências naquela região”.

No fim, se descobriu que tudo não passava de um boato, de uma brincadeira de péssimo gosto, que assustou os moradores e atrapalhou o trabalho da polícia.

 

Redação FN

 

 

Justiça nega habeas corpus a acusado de cometer triplo homicídio contra finlandeses

(Crédito: Web)
(Crédito: Web)

A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba negou, por maioria de votos, na manhã desta terça-feira (7), o pedido de habeas corpus a Francisco das Chagas Vasconcelos Lima, acusado de praticar triplo homicídio e ocultação de cadáveres no Distrito de Jacumã, Conde/PB. O caso teve repercussão e ficou conhecido como ‘O crime dos finlandeses’.

O acusado está em prisão preventiva decretada há mais de 3 anos, pela Vara única da Comarca de Alhandra, nos autos do processo n° 0412012000342-5. Ao pedir a soltura de Francisco das Chagas, a defesa alegava excesso de prazo, sem julgamento, e pedia a decretação da ilegalidade da prisão, bem como “a concessão de habeas corpus ou substituição por medidas cautelares, por ser paciente primário e com profissão definida (servidor da CAGEPA há quase 30 anos), não apresentando indício de que praticará crime”.

O relator do processo, juiz convocado Marcos William de Oliveira, denegou o pedido afastando a alegação de constrangimento ilegal por excesso de prazo, observando que o processo está prestes a passar à fase de julgamento. “A gravidade concreta das infrações e alta reprovabilidade da conduta perpetrada, conduzem à constatação de periculosidade do agente e, uma vez considerados de forma concreta, tais fatores pelo juízo de primeiro grau ao decretar a prisão é de se entender haver motivação idônea e suficiente para a preventiva respaldada na garantia da ordem pública, como forma de cautelar o meio social e preservar a credibilidade da justiça”, alegou o relator ao votar pela manutenção da prisão.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Ele acrescentou que o juiz de 1º grau, que decretou a prisão do acusado, alegou que a demora na instrução do inquérito se dever ao fato da expedição de cartas rogatórias e precatórias demandadas pelo outro réu Constantino Alexandre da Silva, também acusado de cometer os crimes, que arrolou testemunha residente no exterior. “Sendo assim, considerados os fatores citados pelo Juízo de primeiro grau ao declarar a prisão, deve-se entender ao contrário do sustentado pela defesa do réu, haver motivação idônea e suficiente para a preventiva”, afirmou o relator.

O triplo homicídio ocorreu na manhã de 30 de novembro de 2011, na praia de Jacumã. Segundo a denúncia, Francisco das Chagas e o corréu, Constantino Alexandre, efetuaram diversos disparos contra três finlandeses: um casal que morou no local e uma amiga deles. E, após cometerem o crime, teriam transportado os corpos para o Município de Pitimbu. De acordo com as investigações, na época, os finlandeses teriam sido mortos por motivos patrimoniais. Com o crime, os dois estariam pretendendo se apropriar dos bens que o casal de finlandeses possuía na Paraíba, a exemplo da casa em Jacumã e de terrenos.

WSCOM Online

Em três anos, gestão de RC investiu o triplo da de Cássio em pavimentação de estradas na Paraíba

estradasLevantamento feito pelo blog do jornalista Tião Lucena junto ao Departamento de Estradas e Rodagens (DER) revela que, proporcionalmente, em apenas 3 anos e 4 meses de gestão, o governador Ricardo Coutinho (PSB) investiu mais que o triplo do que foi investido em 6 anos pelo ex-governador Cássio Cunha Lima  (PSDB) na pavimentação de rodovias estaduais na Paraíba.  O levantamento faz também um comparativo com a gestão do ex-governador José Maranhão (PMDB).

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Conforme descobriu o blog de Tião Lucena, em 10 anos, a gestão do PMDB pavimentou 438, 1 quilômetros de rodovias e restaurou outros 654,1 quilômetros, perfazendo um total de 1.092,2 quilômetros feitos nos governos Maranhão I, II e III.

Ainda segundo o levantamento, o tucano Cássio Cunha Lima, que governou a Paraíba por um período de seis anos, pavimentou 227,5 quilômetros e restaurou 358,5, chegando a um total de 586 quilômetros. Já Ricardo Coutinho, nos últimos 3 anos e 4 meses de gestão, pavimentou 424,6 quilômetros e restaurou 580 quilômetros, perfazendo um total de 1.004,6 quilômetros.

Compare no gráfico abaixo os investimentos feitos em pavimentação pelas gestões do PMDB, PSDB e PSB.

Da Redação com informações do blog do Tião Lucena

Em um dia no Facebook, Lula tem triplo de amigos de FHC

Em um dia no Facebook, Lula tem triplo de amigos de FHC

Página pessoal do ex-presidente será administrada pelo Instituto Lula (reprodução)

 

Bastaram poucas horas para que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso fosse superado pelo sucessor em mais uma seara. Em um dia de vida no Facebook, Luiz Inácio Lula da Silva já foi “curtido” por 87 mil pessoas, mais de três vezes o acumulado por FHC em nove meses de presença na rede social.
Na quinta (17), ao lançar sua página pessoal, que será controlada pelo instituto que leva seu nome, Lula afirmou que será um espaço importante para discutir os projetos que tem tocado. “Queremos reunir aqui todos os interessados em continuar compartilhando esperança e solidariedade na luta por um mundo mais justo”, afirmou.
A internet era um dos últimos comparativos vantajosos do tucano em relação ao petista. Quanto à popularidade, Lula deixou o Palácio do Planalto com 87% de aprovação, maior índice da redemocratização. Fernando Henrique, ao final de 2002, tinha avaliação positiva de 26% dos entrevistados pelo Ibope.
Restam agora os títulos de doutor honoris causa, concedidos por universidades do mundo inteiro a pessoas cujo conhecimento é considerado digno de reconhecimento acadêmico. Liderança que não deve durar muito. Segundo a página do Instituto FHC, o ex-presidente tem “mais de 20” títulos do gênero. Após receber cinco de uma tacada na última semana no Rio de Janeiro, Lula chegou a 12.
Em julho do ano passado, um deles irritou em especial parte da imprensa brasileira. A Sciences Po, de Paris, na qual estudaram alguns presidentes franceses, decidiu dar a Lula o honoris causa pela “verdadeira revolução econômica e social” promovida em seus oito anos de governo. Irritada, uma repórter do jornal O Globo perguntou ao reitor da universidade: “Por que não o FHC?”. Talvez o Facebook ajude a oferecer uma resposta.

Rede Brasil Atual
Focando a Notícia