Arquivo da tag: tragédia

Flexibilizar distanciamento social pode gerar tragédia humana sem precedentes, diz comitê científico

O Comitê Científico do Consórcio Nordeste para o COVID-19, integrado por representantes de todos Estados da região e assessorados por cientistas e médicos de outras regiões do país e do exterior, está estudando todos aspectos da pandemia através de 9 subcomitês, alertou no boletim número 03 do dia 09 de abril que a flexibilização do distanciamento social pode gerar uma tragédia sem precedentes no Brasil.

Veja as recomendações:

1 – Distanciamento social

As determinações de distanciamento social e medidas restritivas correlatas são, no momento, as medidas mais eficientes de combate à pandemia e o relaxamento do distanciamento social amplo.

Assim sendo, o Comitê Científico do Consórcio do Nordeste ratifica nos mais fortes termos e sem hesitação que, baseados em todas evidências disponíveis no Brasil e em todo mundo, não há justificativa alguma para qualquer tipo de relaxamento no distanciamento social. Reafirma, portanto, que qualquer flexibilização agora vai gerar tragédia humana sem precedentes no país.

Como resultado da medida, o isolamento social reduziu a velocidade de contaminação por coronavírus em Fortaleza e no Estado do Ceará. Estudo realizado pelo Grupo de Sistemas Complexos, do Departamento de Física, da Universidade Federal do Ceará (UFC), com apoio da Secretaria de Saúde do Estado (SESA-CE) e da Vigilância Epidemiológica da Prefeitura de Fortaleza, concluiu que em 24 de março Fortaleza registrava 542, e o estado do Ceará, na mesma data, 607. Sem o isolamento determinado pelo governo estadual o número seria 1.194 para a capital e 1.349 para o estado.

2 – Hidroxicloroquina

Em vista das notícias veiculadas na mídia e nas redes sociais, o Comitê Científico enfatiza que, neste momento, não existe nenhum embasamento científico ou clínico que justifique o uso da hidroxicloroquina no tratamento de pacientes em qualquer fase da infecção produzida pelo coronavírus.

Artigos publicados nos últimos dias em diversas revistas científicas de grande relevância, corroboram esta compreensão e indicam os graves riscos, inclusive de morte súbita, que o uso indiscriminado desde medicamento pode acarretar.

Em meio a uma pandemia, não se justifica aumentar ainda mais o risco a que estão submetidos pacientes infectados, com a possibilidade de submetê-los a graves efeitos colaterais de uma droga que não foi devidamente testada neste tipo de infecção.

O artigo muito apresentado pelo governo Trump com justificativa para a defesa da hidroxicloroquina como tratamento para a infecção pelo novo coronavírus recebeu uma declaração de preocupação da sociedade que publica o periódico em questão trabalho foi publicado.

No dia 3 de abril de 2020, o International Journal of Antimicrobial Agents, afirmou que o artigo de 20 de março, “Hidroxicloroquina e azitromicina como tratamento de Covid-19: resultados de um ensaio clínico não randomizado de rótulo aberto” não atende ao padrão esperado da [Sociedade Internacional de Quimioterapia Antimicrobiana], especialmente relacionado à falta de melhores explicações sobre os critérios de inclusão e à triagem de pacientes para garantir a segurança do paciente. [1].

Uma equipe da Universidade de Paris e do Hospital Saint-Louis, também na capital francesa, avaliaram 11 pacientes consecutivos internados com o mesmo curso de tratamento que o grupo criticado. Um paciente morreu (e outros dois foram para a UTI) e, dos dez sobreviventes, 8 ainda eram positivos para o vírus 5/6 dias após o tratamento. Um paciente teve que interromper a terapia no dia 4 por causa do prolongamento do intervalo QT, efeito colateral conhecido da hidroxicloroquina que pode levar à arritmia cardíaca fatal.

Outro ponto potencialmente importante e levantado na toxicologia de ratos relata interação com metformina, com cerca de 30% de mortalidade. Se isso se traduzir em seres humanos, pode ser uma má notícia, porque os diabéticos parecem um grupo de alto risco e muitos pacientes podem estar tomando metformina quando se apresentam no hospital. [2]

Os resultados com a Hidroxicloroquina são tão erráticos que há hospital deixando de usar HcQ.

1 –https://blogs.sciencemag.org/pipeline/archives/2020/04/06/hydroxychloroquine-update-forapril-6
https://retractionwatch.com/2020/04/06/hydroxychlorine-covid-19-study-did-not-meetpublishing-societys-expected-standard/

3 – Monitora Covid-19

Foi lançado nesta quinta-feira, 9, o app Monitora Covid-19, aplicativo ratificado por este comitê e desenvolvido por instituições privadas, em parceria com o Consórcio Nordeste, a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação da Bahia (Secti), a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (SESAB) e a Fundação Estatal Saúde da Família (Fesf-SUS/FESF-tech).

A ferramenta pode ser baixada gratuitamente no Google Play, marca que detém 92% do mercado de aplicativo das plataformas Android, e será uma das principais ferramentas no combate da pandemia da região. A expectativa é que o Monitora Covid-19 esteja também disponível na Apple Store nos próximos dias.

O Monitora Covid-19 será viabilizado progressivamente pelo Consórcio Nordeste para os 57 milhões de habitantes dos nove estados que compõe o grupo e visa suprir falta de testes no mercado, evitar aglomerações em hospitais, orientar recursos médicos 4 para cada localidade, além de garantir a fiscalização adequada do distanciamento social em locais com índices elevados de contaminação.

Os dados vão gerar informações e mapas sobre como a pandemia desloca-se no território, locais que possam ter contaminação mesmo sem que haja testes confirmando pessoas com covid19, tempo de quarentena, dentre outras informações que servirão de base para tomada de decisões em saúde pública e de atendimento. Busque MonitoraCorona em https://play.google.com/store/apps/details?id=br.com.novetech.monitoracorona e baixe o app.

4 – Site do Comitê Científico

Entrou no ar também nesta quinta-feira, 9, o site operacional do Comitê Científico do Consórcio Nordeste https://www.comitecientifico-ne.com.br/. O espaço irá reunir toda a produção do grupo que orienta as decisões de combate à pandemia mundial de coronavírus a partir do conhecimento científico.

Em uma área virtual do site há espaço para organizar colaborações com pesquisadores e redes de cientistas do Brasil e do exterior. Em votação no Twitter, a funcionalidade, que será um verdadeiro “instituto virtual de pesquisa” ganhou o nome de Projeto Mandacaru e terá como trilha sonora O Xote da Meninas, de Luiz Gonzaga. Até sua completa estruturação, as colaborações para o projeto podem ser enviadas para o endereço eletrônico: nicolelis@isb.org.br

 

 

 

TRAGÉDIA: empresária paraibana mata marido a tiros na Zona Rural de Sapé

Uma verdadeira tragédia foi registrada na tarde desta sexta-feira, 10, na Zona Rural da cidade de Sapé.

Informações dão conta de que a renomada empresária paraibana Taciana Ribeiro Coutinho, teria matado a tiros o marido, Elton Pessoa, na fazenda da antiga Usina Santa Helena, em Sapé.

A Polícia esteve no local do crime e de acordo com as informações mais recentes a empresária se entregou toda machucada e sem os dentes da frente.

À frente das investigações está o Major Sidney da Companhia de Polícia Militar de Sapé.

PB Agora

 

 

Tragédia em Guarabira: Cavalo se assusta com relâmpago e homem morre ao bater cabeça em trave

No final da tarde deste domingo (01), um senhor veio à óbito após sofrer um fatal acidente no conjunto João Cassimiro, na cidade de Guarabira, no brejo paraibano.

Segundo informações publicadas pelo Portal  25 Horas, o senhor José Tavares andava à cavalo com seu neto quando o animal se assustou com os relâmpagos que caíam sobre a região devido às fortes chuvas. Com o susto, o Sr. José perdeu o controle do cavalo e acabou colidindo fatalmente com uma trave de futebol do popular “campinho da mangueira”.

Segundo a equipe de socorristas, o impacto foi tão forte que a vítima veio a óbito instantaneamente no local.

 

ExpressoPB

 

 

Paraibano que escapou da tragédia no Ninho, é destaque do Flamengo no Carioca 2020

Ítalo morou no CT até cinco dias antes da tragédia que matou 10 jovens da base. Agora jogador vai ter sua primeira chance no time principal e pode ter a oportunidade de estrear no Carioca

O lateral-esquerdo Ítalo viveu uma temporada incrível com o time sub-20 do Flamengo. Foi campeão e também chegou a treinar com a Seleção na Granja Comary. A maior oportunidade para 2020 será disputar o Campeonato Carioca pelo time principal.

Ítalo com o troféu da Supercopa do Brasil Sub-20 em 2019 — Foto: Arquivo Pessoal

Ítalo com o troféu da Supercopa do Brasil Sub-20 em 2019 — Foto: Arquivo Pessoal

O paraibano é cria do Flamengo e faz parte do clube desde o sub-13. Integrante da equipe sub-20, ele está prestes a viver uma nova fase, quando se apresentar nesta terça-feira visando os treinamentos para a estreia na Taça Guanabara. O primeiro jogo em 2020 está marcado para o dia 18 de janeiro, pelo Campeonato Carioca, contra o segundo classificado na seletiva do Estadual (Nova Iguaçu, Friburguense, America-RJ, Macaé, Portuguesa-RJ ou Americano).

Dentro de campo, Ítalo teve um 2019 especial com o Flamengo. Conquistou o título do Campeonato Carioca, Torneio Otávio Pinto Guimarães (OPG), Brasileiro e a Supercopa do Brasil, tudo no sub-20.

Ítalo com o ídolo Dani Alves durante substituição a Filipe Luís em treino da Seleção — Foto: Arquivo Pessoal

Ítalo com o ídolo Dani Alves durante substituição a Filipe Luís em treino da Seleção — Foto: Arquivo Pessoal

Além disso, chegou a substituir Filipe Luís em julho durante treino da seleção brasileira na Granja Comary, às vésperas da Copa América no Brasil. O lateral do time principal se lesionou e ficou de fora de algumas atividades. E Ítalo também aproveitou para pegar algumas dicas com o ídolo Dani Alves.

– Eu já tinha uma enorme admiração pelo futebol dele (de Daniel Alves). Chegando no vestiário, foi uma das primeiras pessoas que procurei para observar e saber como era. Vi que era um cara incrível, um cara fantástico. Tentei observar ao máximo dos treinos nestes poucos dias que tive convivência e vi que era um cara fora do normal – disse na época ao GloboEsporte.com.

No começo de 2019, Ítalo era o morador mais antigo do Ninho do Urubu — Foto: Arquivo Pessoal

No começo de 2019, Ítalo era o morador mais antigo do Ninho do Urubu — Foto: Arquivo Pessoal

Mas o jogador teve perdas também. Durante cinco anos, Ítalo morou no CT do Ninho do Urubu e revelou os bastidores por lá. Cinco dias antes de acontecer a tragédia que vitimou 10 jogadores, entre 14 e 16 anos, em fevereiro, ele deixou a “casa” para passar as férias na sua cidade natal, João Pessoa.

– Eu conhecia todos, conversava com todo mundo. Se não me engano, só não cheguei a conhecer um, que era um dos mais novos que tinha chegado. Rykelmo era o mais próximo. A gente chamava ele de Bolívia. Tinha cara de boliviano e acabou pegando – comentou em entrevista logo após o ocorrido.

Uma nova história vai começar a ser escrita por Ítalo. É um momento único que o paraibano, de 19 anos, espera aproveitar ao máximo.

GE

 

Tragédia em Riacho dos Cavalos: criança de três anos morre ao cair de reboque

Uma criança de três anos morreu após cair de um reboque, em Riacho dos Cavalos, Sertão paraibano, nesta segunda-feira (25). O pequeno Nicolas estava no reboque do carro do pai, que é comerciante de carro de som e água mineral e é conhecido na cidade como Mamar do carro de som, ou Mamar da água.

De acordo com o relato feito ao delegado de Catolé do Rocha, Sylvio Rabelo, a criança caiu de cima do reboque e bateu a cabeça, mas o delegado explicou que mais informações ainda estão sendo colhidas.

O menino chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

A secretaria de Educação de Riacho dos Cavalos divulgou nota de pesar sobre a tragédia.

Nota de pesar:

É com extremo pesar que a Secretaria Municipal de Educação de Riacho dos Cavalos,comunica o falecimento do nosso aluno NÍCOLAS, que estudava na Creche Municipal Antônia Vieira Carneiro. Por meio de sua administração,professores,colegas e amigos lamentamos intensamente está fatalidade,e neste momento de perda e dor transmitimos aos familiares e amigos os nossos sentimentos.

 

clickpb

 

 

 

Tragédia: jovem de Serraria morre em acidente de moto

Um grave acidente aconteceu no início da noite deste domingo (20) na Rodovia PB 105, no trecho que liga o Distrito de Rua Nova à Bananeiras. A vítima fatal foi identificada por Soniely Karla, que residia na cidade de Serraria.

Segundo informações, a jovem vinha numa moto com o seu namorado, quando um veículo teria batido na motocicleta, ambos cairão e a jovem foi atropelado por um automóvel morrendo no local. O namorado da vítima conhecido por Nandinho foi socorrido para o hospital.

A população de Serraria está comovida e amigos expressam solidariedade aos familiares pelo trágico acontecimento.

Soniely Karla era integrante da banda marcial de Serraria. Ela fez a última participação na banda na manhã deste domingo na abertura do campeonato municipal

  • COMOÇÃO: jovem de Serraria morre em acidente de moto
  • COMOÇÃO: jovem de Serraria morre em acidente de moto
  • COMOÇÃO: jovem de Serraria morre em acidente de moto

Com Mídia Paraíba

 

 

Tragédia em Cacimba de Dentro: filho com problemas psiquiátricos mata a mãe à facadas

Por volta das 8 horas da manhã desta quinta-feira (11), um filho com problemas psiquiátricos teria matado a própria mãe, em Cacimba de Dentro, no Agreste da Paraíba.

Ainda de acordo com informações de testemunhas, alguns dias atrás o suspeito encontrava-se desaparecido, buscas foram feitas e ele foi encontrado em Barra de Santa Rosa.

O homem teria sido levado até uma unidade hospitalar, onde foi avaliado por uma equipe médica e em seguida entregue à sua mãe. Porém, na data de hoje ele teria cometido o crime.

A polícia foi acionada e ao chegar no local constatou a tragédia. Dezenas de curiosos estão aglomerados em frente da residência da vítima, enquanto se aguarda a chegada da perícia para os procedimentos.

 

portal25horas

 

 

Tragédia em Belém, professor morre afogado em açude

Uma tragédia no início da tarde desta quinta-feira (18) santa chocou a população de Belém, agreste Paraibano.

De acordo com as primeiras informações, o professor Wellington Pereira residente em Rua Nova morreu afogado no açude de Saviano. O jovem professor tem 26 anos e lecionava a disciplina de História na escola Anita de Melo.

 

blogdofelipesilva

 

 

Sobrevivente na tragédia aérea da Chape, Rafael Henzel morre após infarto

Um dos quatro brasileiros sobreviventes na tragédia aérea da Chapecoense, em 2016, Rafael Henzel morreu na noite desta terça-feira após sofrer um infarto. O jornalista jogava futebol na cidade de Chapecó quando foi levado ao hospital regional, ainda com sinais vitais, mas não resistiu.

O jornalista de 45 anos trabalhava atualmente na rádio Oeste Capital e um ano após sobreviver à tragédia, tinha voltado normalmente à rotina dos jogos.

Na rádio Oeste Capital, o jornalista Marcinho San comunicou o falecimento de Henzel em mensagem aos ouvintes.

– Nosso colega Rafael Henzel veio a falecer na noite desta terça-feira. Ele jogva futebol com amigos e sofreu um infarto fulminante. Foi conduzido ao Hospital Regional de Chapecó, onde foi conformado o falecimento do colega jornalista, narrador, Rafael Henzel.

Em 2017, Rafael Henzel lançou o livro “Viva Como se Estivesse de Partida. Na obra, fala sobre o incidente e a mensagem de importância à vida. Ele deixa filho e esposa.

Rafael Henzel teve um mal súbito durante uma partida de futebol — Foto: Sirli Freitas/Chapecoense

Rafael Henzel teve um mal súbito durante uma partida de futebol — Foto: Sirli Freitas/Chapecoense

Ge

 

Sobe para 210 o número de mortos confirmados na tragédia de Brumadinho

Subiu para 210 o número de mortes confirmadas em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com a Defesa Civil de Minas Gerais, outras 96 pessoas continuam desaparecidas.

No dia 25 de janeiro deste ano, a barragem da Mina Córrego do Feijão se rompeu, matando centenas de pessoas e contaminando o Rio Paraopeba, um dos afluentes do Rio São Francisco. Os rejeitos devastaram a área administrativa da mineradora, incluindo o refeitório, onde muitos trabalhadores almoçavam na hora do rompimento.

Depois de arrasar a área da Vale, a lama da mineradora atingiu comunidades de Brumadinho, destruindo casas, uma pousada e propriedades rurais.

As buscas pelos desaparecidos já duram 56 dias. A operação já é considerada a maior busca realizada no estado. Nesta quinta-feira (21), 150 militares trabalham no local com 103 máquinas e 5 cães. Um helicóptero e dois drones também participam das buscas.

Segundo o porta-voz dos bombeiros, tenente Pedro Aihara, algumas equipes têm trabalhado até as 23h porque em algumas áreas há iluminação, o que permite que as buscas sejam feitas à noite. Atualmente, os militares atuam em 20 pontos durante todo o expediente.

O tenente disse também que as buscas nunca foram suspensas e, sim, realocadas para lugares diferentes. Os trabalhos não têm previsão para ser encerrados.

 

G1