Arquivo da tag: tiroteio

Criança é baleada em tiroteio ao sair de casa da avó para comprar ‘din-din’ em Santa Rita, PB

Uma criança de seis anos de idade morreu após ser baleada no distrito de Várzea Nova, em Santa Rita, na Grande João Pessoa, na tarde desta quarta-feira (17). A vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos. A criança estava na casa da avó e foi baleada quando saiu de casa com os irmãos para ir comprar “din-din” (sorvete de saquinho).

Segundo a Polícia Militar, a informação foi confirmada pela mãe da criança que contou ainda que a suspeita é de que o tiroteio tenha ocorrido entre criminosos da região.

Familiares ainda conseguiram socorrer a criança com vida e levaram para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Tibiri II, onde foi confirmado o óbito.

G1

 

Tentativa de roubo a bancos termina com 11 mortos após tiroteio em Guararema, SP

Uma tentativa de roubo a dois bancos terminou com tiroteio em Guararema, cidade paulista a cerca de 80 quilômetros da capital, na madrugada desta quinta-feira (4). De acordo com a Polícia Militar, eram ao menos 25 criminosos e 11 deles morreram. Até a última atualização desta reportagem, um suspeito havia sido preso.

Uma família foi feita refém durante a fuga de um dos assaltantes, mas não se feriu. O criminoso que manteve os reféns morreu ao ser baleado.

Agência bancária com vidro estilhaçado após ação de criminosos em Guararema, na Região Metropolitana de São Paulo — Foto: Reprodução/TV Globo

Agência bancária com vidro estilhaçado após ação de criminosos em Guararema, na Região Metropolitana de São Paulo — Foto: Reprodução/TV Globo

A ação começou por volta das 4h na região central da cidade. De acordo com o comandante da Rota Mario Alves da Silva, os assaltantes, fortemente armados, estavam em cinco veículos blindados. Eles invadiram uma agência do Banco do Brasil e outra do Santander.

Local do tiroteio em Guararema, com coletes de criminosos apreendidos e poça de sangue ao lado de carro onde estavam assaltantes que foram mortos em troca de tiros — Foto: Giba Bergamin/ TV Globo

Local do tiroteio em Guararema, com coletes de criminosos apreendidos e poça de sangue ao lado de carro onde estavam assaltantes que foram mortos em troca de tiros — Foto: Giba Bergamin/ TV Globo

Fuzis, pistolas e munições apreendidos

Até a última atualização desta reportagem, não estava confirmado se, de fato, o dinheiro foi levado dos bancos. Em nota, o Santander citou “tentativa de furto” e informou colaborar com as investigações, assim como o Banco do Brasil, que informou ter tido a agência “vandalizada” e que analisa os danos ao prédio. As duas agências não abrirão nos próximos dias.

Foram apreendidos com a quadrilha sete fuzis, quatro pistolas, duas calibre 12 e vários explosivos. “Não conseguimos, ainda, apurar toda a munição que existe, tendo em vista que o local está sendo preservado. Não podemos mexer nos locais”, disse Silva.

“Em princípio, havia indivíduos altamente equipados, com colete tático, luva, balaclava, equipamentos de última geração para, realmente, uma ação de guerra”, informou o comandante da Rota.

Comandante da Rota Mario Alves da Silva fala sobre ação em Guararema

Comandante da Rota Mario Alves da Silva fala sobre ação em Guararema

Dos 11 assaltantes mortos, sete foram atingidos por balas durante troca de tiros em bloqueio feito por policiais da Rota (leia mais ao final da reportagem) na Estrada Hércules Campanholi, que dá acesso ao centro do município.

Outro morto foi baleado na casa da família refém. Ainda houve um morto em um matagal e um em outro trecho da estrada onde a Rota fez bloqueio. A assessoria de imprensa da Prefeitura de Guararema informou que um suspeito foi levado para a Santa Casa de Suzano, mas chegou lá morto.

Banco vizinho de delegacia em cidade pacata

Um dos bancos que os criminosos tentaram invadir, fica ao lado da delegacia de Guararema — Foto: Cássio Andrade/TV Diário

Um dos bancos que os criminosos tentaram invadir, fica ao lado da delegacia de Guararema — Foto: Cássio Andrade/TV Diário

O Banco do Brasil invadido é vizinho de parede da delegacia da cidade. A distância entre as duas agências alvo dos criminosos é de menos de 300 metros. Os bancos ficam a cerca de 500 metros da Prefeitura de Guararema, cidade turística com pouco mais de 28 mil habitantes. O município já chegou a ficar ao menos 2 anos e meio sem registrar homicídios.

Durante a ação dos assaltantes nesta madrugada, as bombas colocadas no banco Santander não chegaram a ser detonadas. Explosivos foram achados no interior das agências. Os criminosos também metralharam a fachada de uma loja. Por volta de 7h40, carros da polícia chegavam ao local do assalto para analisar uma suspeita de bomba em um veículo.

Ainda segundo informações da polícia, fora os assaltantes mortos e um único preso até por volta de 10h30, o restante da quadrilha conseguiu fugir em carros usando estradas rurais. Um veículo foi abandonado no meio do caminho.

Policiais militares informaram que nenhum agente da corporação ficou ferido durante a ação contra os criminosos. Ao menos uma viatura ficou com vidros estilhaçados e teve o pneu furado.

Quadrilha já era investigada

De acordo com a Rota, a quadrilha já vinha sendo investigada pela polícia e pelo Ministério Público, e havia a informação de que o grupo executaria roubos na região da Grande São Paulo. O MP informou que a investigação durou quatro meses.

“Não sabíamos corretamente qual o local, então nos pediram que a Rota viesse apoiar com policiamento territorial na região dos municípios de Jacareí e Guararema”, contou o comandante da Rota Mario Alves da Silva.

Policiais foram deslocados para o entorno do município de Guararema. Em bloqueio feito pela Rota, dois veículos com assaltantes se aproximaram e teve início a troca de tiros, quando sete assaltantes morreram.

Criminosos atacam agências bancárias em Guararema

Criminosos atacam agências bancárias em Guararema

Reféns

Moradora da casa invadida por um dos assaltantes que fugia da polícia, Vanderleia Vicente Gomes falou sobre momento em que o criminoso chegou ao local, um sítio dentro de um condomínio numa rua sem saída. Segundo ela, mais duas pessoas estavam na casa: o marido dela e a sogra

“Ele começou a bater na porta e pediu para que meu marido abrisse. O criminoso falou: ‘Abre. Tem um rapaz aqui que é refém, se você não abrir eu vou matar ele’. Meu marido não abriu e ele chegou a arrombar a porta”, contou Vanderleia.

O refém era um funcionário da portaria do condomínio.”Ele entrou em casa, fechou a porta com um sofá e meu marido foi feito refém também”, ressaltou Vanderleia. Ela e a sogra foram para o quarto e o criminoso, o funcionário da portaria e o marido ficaram na sala.

Segundo a moradora, quando a polícia chegou, o suspeito não quis se entregar e um tiro foi disparado dentro da casa dela. Houve uma negociação entre a polícia e o suspeito, mas ele resistiu. O homem acabou sendo baleado e morreu.

Localização de bancos invadidos por criminosos em Guararema — Foto: Arte/G1

Localização de bancos invadidos por criminosos em Guararema — Foto: Arte/G1

 

G1

 

 

Estudante baleada em tiroteio na UEPB, em Campina Grande, recebe alta

A estudante da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) ferida com um disparo de arma de fogo na manhã desta segunda-feira (1º) durante um assalto à agência bancária do Santander, que fica na instituição, foi liberada no início da tarde de hoje do Hospital de Trauma de Campina Grande.

Segundo o cirurgião geral Francisco Cláudio, do Trauma de Campina, ela sofreu um tiro de raspão na região lombar. Com quadro estável, após passar por exames e receber curativo, foi liberada.

A estudante, que não teve o nome revelado, foi ferida, juntamente com outras 11 pessoas, sendo um vigilante e o restante estudantes, durante a ação, que deixou alunos e professores aterrorizados.

O tiroteio foi registrado na manhã de hoje no campus da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) em Campina Grande. O tumulto aconteceu quando um grupo armado chegou em dois carros e explodiu um carro-forte que levava malotes de dinheiro para a agência do Santander, localizada na Central de Integração Acadêmica. Os assaltantes fugiram levando malotes de dinheiro.

O vigilante da universidade foi atingido por dois tiros, sendo um no pé esquerdo e outro na perna
direita. O quadro dele é estável e pode ser liberado ainda nesta segunda.

Outros estudantes, feridos após pularem do primeiro andar, tentando escapar do tiroteio, também já foram liberados.

O reitor da UEPB, Rangel Júnior, suspendeu as aulas pela manhã e admitiu que o período da tarde também pode ficar sem aulas por causa do clima de “terror” que tomou conta da instituição. As informações são do parlamentopb.

 

parlamentopb

 

 

Tiroteio entre PMs e traficantes termina com pelo menos oito mortos na Rocinha

Foto: Marcelo Regua / Agência O Globo

Pelo menos oito pessoas morreram após tiroteio entre policiais do Batalhão de Choque (BPChq) e traficantes na Rocinha, na Zona Sul do Rio, na manhã deste sábado. A Polícia Militar informou em seu perfil no Twitter que seis baleados chegaram a ser socorridos e levados para o Hospital municipal Miguel Couto, mas não resistiram. Segundo a PM, todos os baleados tinham envolvimento com o tráfico de drogas.

Às 15h, a Polícia Civil informou, em nota, que, no início da tarde, outros dois corpos foram transportados por moradores até a passarela que liga a favela ao complexo esportivo da Rocinha. Todas as mortes estão sendo investigadas pela Divisão de Homicídios (DH). Os policiais militares envolvidos estão sendo ouvidos na DH. As armas dos PMs serão apreendidas.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, o confronto começou quando agentes do Choque foram atacados na Rua 2 e na localidade conhecida como Roupa Suja. Foram apreendidos um fuzil, seis pistolas e duas granadas. Pelo menos uma pessoa foi presa. A Polícia Militar está em ação continuada na comunidade da Rocinha desde setembro de 2017.

Em operação na Rocinha, foram apreendidos um fuzil, sete pistolas e duas granadas
Em operação na Rocinha, foram apreendidos um fuzil, sete pistolas e duas granadas Foto: Divulgação / PMERJ

O fluxo de veículos na estrada Lagoa-Barra segue sem bloqueios, mas o Centro de Operações da Prefeitura do Rio recomenda que os motoristas optem por vias alternativas. A Grajaú-Jacarepaguá e o Alto da Boa Vista têm boa movimentação.

Um balanço divulgado pela Polícia Militar neste sábado indica que mais de 50 pessoas morreram na Rocinha desde 18 de setembro, incluindo dois PMs e uma turista espanhola. Desde então, a polícia realiza uma ação continuada na comunidade. A polícia considera a maior parte dos mortos como criminosos. Esse número já inclui as pessoas que morreram neste sábado.

Mais cedo, moradores usaram as redes sociais para relatar que escutaram muitos tiros e que diversos pontos da comunidade ficaram sem luz. A Light informou que aguarda condições de segurança para que os técnicos possam trabalhar no local e reestabelecer o fornecimento de energia no trecho interrompido. O Grupamento Aeromóvel (GAM) realiza monitoramento aéreo e o cerco na região foi reforçado.

Policiais do Batalhão de Choque realizaram uma operação na Rocinha na manhã deste sábado
Policiais do Batalhão de Choque realizaram uma operação na Rocinha na manhã deste sábado Foto: Marcelo Regua / Agência O Globo

“Muitos tiros na Rocinha…aqui a bala canta mais que o galo da manhã”, escreveu uma internauta.

“Mais um capítulo da novela ‘Bala comendo na Rocinha'”, afirmou outra.

“Na Rocinha você é acordado às 6 da manhã, no susto, num sábado, com muita sequência de tiro e sei lá o que, sem poder pôr o nariz na janela. Bom dia!”, disse mais uma pessoa.

MORTOS NA COMUNIDADE

Na quarta-feira, tiroteio entre policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Rocinha e traficantes na localidade conhecida como Largo do Boiadeiro terminou com duas mortes. Um morador identificado como Marechal e o policial militar Filipe Santos de Mesquita morreram atingidos por tiros. O PM foi enterrado nesta sexta-feira.

O policial foi baleado na barriga e chegou a ser encaminhado para o Hospital Miguel Couto, na Gávea, mas não resistiu ao ferimento. O morador consertava aparelhos eletrônicos para se manter ocupado, uma vez que já estava aposentado. Ele mantinha uma barraquinha onde realizava os serviços.

Na sexta, uma mensagem que circulou nas redes sociais dizia que Marechal foi morto por traficantes por ter protegido o policial que acabou morto. Ele também teria devolvido aos PMs a arma do soldado. De acordo com a Rádio CBN, a polícia investiga a informação.

Na semana passada, PMs do Batalhão de Choque fizeram uma operação na Rocinha e foram atacados a tiros por criminosos, dando início a um intenso confronto. A auto-estrada Lagoa-Barra chegou a ficar fechada por meia hora por causa do tiroteio. Os disparos atingiram um transformador na localidade conhecida como Roupa Suja, deixando dezenas de moradores sem luz. Apesar do confronto, não houve registro de feridos. No fim da operação, os policiais apreenderam três explosivos, um rádio transmissor, munição e drogas.

Extra

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Filho de juiz é preso após tiroteio, suspeito de assaltos na orla de João Pessoa

Um jovem de 25 anos, estudante de Enfermagem e filho de um juiz da Paraíba, foi preso em flagrante na madrugada desta segunda-feira (18) suspeito de praticar assaltos na orla de João Pessoa. Segundo informações da Polícia Militar, o jovem, identificado como Willy Liahona Brasilino Fragoso, estava com um comparsa em um carro. Ele é apontado como autor de vários assaltos na orla, nas duas últimas semanas.

O jovem foi preso após perseguição e troca de tiros com uma equipe da Polícia Militar. Ele foi localizado na entrada de um condomínio, no bairro do Bessa. A polícia apreendeu com o filho do juiz um relógio pertencente a um funcionário público, a carteira de um comerciante e uma pequena quantidade de maconha.

O filho do juiz informou aos policiais no momento da prisão que os tiros foram efetuados pelo comparsa. O outro suspeito conseguiu escapar no carro e com a arma usada na troca de tiros. A arma usada no crime foi encontrada pela PM em frente a uma casa do bairro do Bessa, próximo ao local onde o suspeito foi preso.

O material recolhido foi encaminhado para Central de Polícia, no bairro do Geisel. O comparsa do filho do juiz não tinha sido preso até a manhã desta segunda, segundo a PM. A Polícia Civil investiga os assaltos e também os disparos contra os policiais. O filho do juiz responde a um processo por tráfico de drogas.

Filho do juiz passou por exames de corpo de delito e foi conduzido para Central de Polícia em João Pessoa (Foto: Reprodução/TV Cabo Branco)

Filho do juiz passou por exames de corpo de delito e foi conduzido para Central de Polícia em João Pessoa (Foto: Reprodução/TV Cabo Branco)

Carro recuperado

Na manhã desta sexta, a Polícia Militar encontrou um carro notificado por roubo que tinha sido levado pelo filho do juiz e o comparsa de um bar localizado na avenida Fernando Luiz Henriques dos Santos, no Jardim Oceania, em João Pessoa. A Polícia Civil investiga se o carro encontrado também foi usado em outros assaltos. O carro foi encaminhado para a Central de Polícia.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Estudante fica ferida em tiroteio na saída da escola em João Pessoa, diz polícia

Tiroteio foi registrado na entrada de escola na noite de segunda (4) em João Pessoa (Foto: Reprodução/TV Cabo Branco)

Uma estudante de 22 anos ficou ferida após ser baleada acidentalmente em frente à escola Anayde Beiriz, no Bairro das Indústrias, em João Pessoa, na noite de segunda-feira (4). De acordo com a Polícia Militar, a vítima tinha saído da aula, quando dois homens se aproximaram e atiraram contra um homem que estava perto dela. A estudante acabou atingida no tiroteio.

Ainda segundo informações da Polícia Militar, o caso foi registrado por volta das 21h (horário local). Uma equipe da PM estava perto da escola e socorreu a jovem. A estudante foi levada para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. Os suspeitos dos disparos fugiram do local em uma moto.

A estudante deu entrada no Hospital de Trauma de João Pessoa com um ferimento no abdômen. Os policiais militares realizaram buscas, mas até o início da manhã desta terça-feira (5), os suspeitos não tinham sido localizados e presos.

Conforme boletim médico divulgado pelo Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, a jovem passou por procedimentos médicos e seguia internada até as primeiras horas desta terça-feira (5). O estado de saúde da vítima é considerado regular.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Cinco pessoas ficam feridas em tiroteio em churrasquinho em Santa Rita, PB

(Foto: Reprodução/TV Cabo Branco)

Cinco pessoas ficaram feridas após um tiroteio em um churrasquinho no bairro Eitel Santiago, em Santa Rita, na região da Grande João Pessoa, na noite de domingo (26). Segundo informações da Polícia Militar, dois homens desceram de um carro nas imediações do estabelecimento e começaram a atirar. Três homens e duas mulheres foram atingidos pelos tiros.

Os feridos foram levados primeiramente para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) em Tibiri, também em Santa Rita, e depois transferidos para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. Os pacientes deram entrada na unidade hospitalar entre 21h48 e 0h26 (horários locais).

Conforme boletim médico divulgado pelo Hospital de Trauma, quatro seguem internados até o início da manhã desta segunda-feira (27) e uma mulher, de 56 anos, baleada no tórax, recebeu alta. Entre os que seguem internados, um homem de 24 anos, baleado duas vezes na barriga e uma nas costas, está em estado de saúde grave.

Dois homens, de 31 e 35 anos, e a outra mulher, de 24 anos, seguem internados em estado regular. A Polícia Militar realizou buscas, mas até o início da manhã desta segunda-feira (27), nenhum dos suspeitos vistos no churrasquinho atirando tinham sido localizados.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Quatro suspeitos de roubar carga são presos após perseguição e tiroteio em CG

Quatro homens foram presos na manhã desta terça-feira (10) em Santa Terezinha, distrito de Campina Grande. De acordo com o major Camrobert, do Centro Integrado de Operação Policias, os suspeitos teriam roubado uma carga de tecidos na cidade de Santa Cruz de Capibaribe, em Pernambuco, e foram flagrados enquanto estavam transportando o material roubado para outro veículo.

Durante a ação policial, houve troca de tiros e um dos suspeitos foi ferido e encaminhado ao Hospital Emergência e Trauma de Campina Grande. Os outros três foram levados para a delegacia.

A polícia ainda confirmou que outros suspeitos conseguiram fugir, mas não soube afirmar quantos estavam envolvidos. A PM está em diligências neste momento em busca dos outros assaltantes.

portalcorreio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Homem morre após tiroteio com policial militar de folga em Remígio, PB

Um homem de 33 anos morreu durante um tiroteio com um policial militar que estava de folga na quinta-feira (6) na cidade de Remígio, no Agreste paraibano. Segundo informações da Polícia Militar, o homem que morreu após o tiroteio, Luis Carlos Martins de Oliveira, e outro suspeito avistaram o policial quando saía da cidade e efetuaram vários tiros.

Ainda de acordo com informações do Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop), o homem baleado pelo policial foi socorrido com um tiro no abdômen e encaminhado para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. Ele chegou a passar por procedimentos médicos, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O outro suspeito fugiu, de acordo com registro do Ciop. O policial que estava de folga levou um tiro de raspão na mão direita, porém sem gravidade. A polícia aprendeu um revólver calibre 38 com 6 munições deflagradas com o suspeito morto. Até as 7h30 desta sexta-feira (6) a polícia não tinha informações do outro suspeito.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Tiroteio deixa um homem morto e uma criança ferida em distrito de Santa Rita

Um homem morreu e uma criança ficou ferida durante um tiroteio na noite de terça-feira (15) em Forte Velho, distrito de Santa Rita, cidade na região da Grande João Pessoa. Segundo informações repassadas pelo tenente-coronel Campos, comandante do 7º Batalhão de Polícia Militar (BPM), o homem morto era o alvo dos tiros, mas a criança foi vítima de um tiro acidental.

Ainda de acordo com o tenente-coronel Campos, a criança brincava em frente à casa do homem que foi morto quando começou o tiroteio. O tiro feriu a criança no pé, de acordo com a Polícia Militar. O menino foi socorrido pelo Samu e levado para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. Ele foi atendido na unidade e por volta das 21h40 de terça recebeu alta médica.

O homem assassinado, segundo a PM, era suspeito de tráfico de drogas e respondia criminalmente por assalto e homicídio. O corpo dele foi encaminhado para a Gerência Executiva de Medicina e Odontologia Legal (Gemol), em João Pessoa, após exames de perícia do Instituto de Polícia Científica (IPC). Até o início da manhã desta quarta-feira (16) nenhum suspeito tinha sido localizado e preso.

Dois adolescente baleados

Outro caso foi registrado pela polícia na noite de terça-feira em Santa Rita. Dois adolescentes foram baleados no bairro do Alto das Populares. De acordo com o tenente-coronel Campos, os dois jovens têm relação com o tráfico de drogas. Eles foram socorridos, mas a PM não informou o hospital para o qual os dois foram levados.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br