Arquivo da tag: tenente

Major Givaldo Medeiros é promovido a tenente coronel da PM

O Diário Oficial do Estado circulou hoje com ato do governador João Azevêdo promovendo o guarabirense major PM Givaldo Medeiros ao posto de tenente coronel PM, com atuação no 4º Batalhão de Polícia Militar.

Givaldo já foi sub-comandante do 4º BMP e realizou importante de trabalho de enfrentamento ao crime e, sobretudo, o desmantelamento do tráfico de drogas e tantas outras ações. Foi coordenador na região do PROERD (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência), formando centenas de crianças de diversas escolas de Guarabira e região. Também dirigiu um programa de rádio que tratava especificamente sobre a as ações do PROERD.

Em seu perfil na rede social Facebook, o agora tenente coronel comemorou a promoção, ressaltando ter entrado na PM 1989 para servir à sociedade.

“Há tempo para plantar e tempo para colher, há tempo para sorrir e tempo para chorar, há tempo para trabalhar e tempo para descansar! Tudo tem seu tempo, mas tudo tem que ser no tempo de DEUS!. Obrigado Senhor por essa graça em minha vida profissional. Em 1989 eu eu comecei minha carreira profissional na Briosa Polícia Militar da Paraíba como soldado para servir a sociedade e hoje estou recebendo minha merecida promoção a Tenente Coronel por tempo de serviço. São 30 anos de proteção divina nessa minha carreira Militar e amanhã sairei dela com a certeza do meu dever cumprido. DEUS no comando sempre!”, postou.

 

portal25horas

 

 

Assaltantes atacam posto de combustível no Castelo Branco e tenente da PM é salvo por colete

Um assaltante foi preso e outro fugiu, ferido, após tentativa de assalto a um posto de combustíveis, no bairro Castelo Branco, em João Pessoa. O crime aconteceu ao meio-dia desta segunda-feira (10).

Um tenente do Batalhão da Polícia Ambiental também foi baleado na tentativa de assalto. “A bala ficou encravada no colete”, disse a assessoria de imprensa da PM.

Segundo a assessoria de comunicação da Polícia Militar, um dos suspeitos foi preso e arma apreendida. O revólver estava com toda deflagrada. Ele foi levada para a Central de Flagrantes. O outro suspeito conseguiu fugir..

Os funcionários e o proprietário do posto foram rendidos. Um dos frentistas descreveu que teve a arma apontada para a cabeça e quase levou um tiro, mas a bala não saiu do revólver.

A Polícia Ambiental disse que houve troca de tiros com os bandidos e um deles fugiu ferido, pois havia manchas de sangue pelo chão. O preso foi conduzido para a Central de Polícia Civil.

tambaú247

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Testemunha quebra o silêncio, inocenta padrasto de Rebeca e acusa tenente; delegado do caso contesta

rebecaUma testemunha que preferiu não se identificar procurou a reportagem da TV Arapuan, para acusar um tenente da Polícia Militar, de ser o autor do assassinato da adolescente Rebeca Cristina, morta em 11 de julho de 2011. Ele inocentou o padrasto da jovem, preso do dia 22 de julho deste ano e disse ter visto o tenente acompanhado de outra pessoa junto com a adolescente no dia que ela foi assassinada.

De acordo com a testemunha, a jovem estava no banco da frente de um carro prata e não esboçava reação, aparentando conhecer as pessoas que a acompanhavam. O local onde o veículo tentou entrar só permite a passagem de veículos de tração animal, ou bicicleta, por isso, o carro precisou voltar de ré. “Olhei e vi duas pessoas, lembrei que era um rapaz que já tinha visto e no outro dia vendo um programa policial vi que se tratava do sumiço de uma menina encontrada estuprada e morta. Liguei 190 e 197 e o policial chegou com foto de outra pessoa que não era a que eu tinha visto”, disse.

Ele explicou que foi ouvido duas vezes pela Polícia e pelo Ministério Público e reconheceu a pessoa. Apesar disso, o processo continuou e apontou o padrasto da jovem como o autor do crime.

A testemunha explicou que não tem medo de represália por vir a público e disse que faz, pois se morrer, “a imprensa sabe quem foi”, afirmando que seria o suposto assassino da jovem. “Quando chegar no momento oportuno eu vou dizer na cara dele que é um assassino porque eu vi ele com a menina. Ele acha que o crime foi perfeito, mas foi burrice que ele fez das grandes, tirar a vida de uma pessoa inocente”, afirmou.

O outro lado

O delegado do caso, Glauber Fontes, afirmou que tem conhecimento do teor da declaração desta testemunha, mas desqualificou as acusações afirmando que ele já foi ouvido diversas vezes e que voltou atrás em diversos pontos, chegando a dar versões distintas. “Checamos o policial (que a testemunha indicou) ele fez exame de DNA e o resultado foi negativo, em seguida ele apresentou uma nova versão, cada vez que a tem contato com a investigação cria uma história diferente o que nos leva a crer que o objetivo é aparecer e não contribuir com a investigação”, disse.

A prisão temporária do padrasto foi decretada e nestes 30 dias e a polícia continua trabalhando para preencher as lacunas que faltam. “É preciso tempo para que a polícia trabalhe e evitar que pessoas ajam com injustiça”, explicou.

O promotor do caso, Marcos Leite, também desqualificou as declarações da testemunha, afirmando que só por estar no local do crime não quer dizer que está isento de comprometimento.

A respeito do envolvimento do tenente da PM, o promotor explicou que essa testemunha surgiu logo após o crime, foi ouvida porque teria visto uma pessoa com a menina e reconhecido por uma foto numa reportagem, mas quando foi levado a Central de Polícia deu informações desencontradas.

Entenda o caso

Rebeca Cristina, de 15 anos, foi violentada e assassinada em 11 de julho de 2011, no trajeto entre a casa da família e o Colégio da Polícia Militar, em Mangabeira VIII, Zona Sul de João Pessoa. O corpo da estudante foi encontrado com diversos tiros em um matagal na Praia de Jacarapé, Litoral Sul da Paraíba, na tarde do mesmo dia do crime.

Marília Domingues / TV Arapuan

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Sob comoção e honras militares, corpo do Tenente Jailton é sepultado em Rio Tinto

tenenteO Tenente Jailton Paulo de Souza Correia, de 49 anos, que morreu em um acidente automobilístico na noite do último domingo (27), foi sepultado no final da tarde desta segunda-feira (28), na cidade de Rio Tinto, no Litoral Norte paraibano.

Com honras militares e debaixo de forte comoção, o cortejo seguiu da Câmara de Vereadores da cidade para o cemitério local. Companheiros de trabalho, amigos e diversas pessoas de Pirpirituba, onde o Tenente trabalhou por mais de 10 anos, fizeram questão de lhes prestar a última homenagem.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Assista:

O Coronel Valério, comandante do 4º BPM, onde era lotado o policial, disse que o batalhão perdeu um profissional dedicado e operacional. O Comandante frisou ainda que Jailton tinha amizade e o respeito da tropa e da população. Policiais civis e do corpo de bombeiros também compareceram ao sepultamento.

Acidente que vitimou tenente
Jailton morreu na noite de domingo (27) após capotar seu carro em um trecho da PB-085, próximo à cidade de Sertãozinho, no Agreste paraibano. O policial viajava do município de Sertãozinho para Pirpirituba, quando perdeu o controle do veículo e capotou. Segundo a PM, a vítima foi arremessada do carro no momento do capotamento e caiu em uma ribanceira, ficando inconsciente.

A vítima chegou a ser socorrida e levada para o Hospital Regional de Guarabira, mas, por conta das hemorragias, não resistiu aos ferimentos e morreu. Segundo o policial, uma outra pessoa estava no carro no momento do acidente, mas sofreu apenas algumas escoriações e está fora de perigo.

 

 

manchetepb

Morre tenente da PM que capotou veículo em Sertãozinho

 

Tenente Jailton, de 49 anos
Tenente Jailton, de 49 anos (Foto: ManchetePB)

Morreu o tenente da Polícia Militar da Paraíba que se envolveu em um acidente automobilístico na rodovia PB-085, em Sertãozinho, na noite deste domingo (27). O policial chegou a receber atendimento médico, mas faleceu no Hospital Regional de Guarabira. A vítima se aposentaria em poucos dias.

De acordo com a assessoria de comunicação da unidade, o tenente Jailton Paulo de Souza Correia, de 49 anos, teve cinco paradas cardíacas, além de traumatismo craniano e fraturas em três costelas e no fêmur. Ele não resistiu e veio a óbito na sala de cirurgia.

O acidente que vitimou o policial aconteceu após ele perder o controle do carro e ter capotado. No veículo, estava também Ednaldo da Silva Gomes, de 34 anos, que ao perceber que o automóvel ia capotar, pulou. Ele teve ferimentos leves.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

manchetepb

Tenente da PM sofre disparo acidental dentro do 4º BPM em Guarabira

DisparoA fatalidade aconteceu no final da manhã desta segunda-feira (17), quando o Tenente Ivanildo, da Polícia Militar, residente no Bairro Bela Vista, em Guarabira, já havia terminado o serviço e voltava ao batalhão para se desarmar.

Em entrevista à nossa equipe, o subcomandante do 4º BPM, Major Givaldo, disse que o Tenente chegou ao Corpo da Guarda (entrada principal do quartel), com a arma em punho. A mão que segurava o revólver calibre 38 teria engalhado no bolso da calça e a arma caiu. Ao bater no chão, o revólver disparou e atingiu o PM na coxa direita.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A vítima foi socorrida por companheiros de farda, e levada até o Hospital Regional de Guarabira. Após passar por exames foi constatado que por muito pouco a bala não atingiu a veia femural. Ele foi encaminhado ao Hospital da Polícia Militar Edson Ramalho, em João Pessoa, numa ambulância do Corpo de Bombeiros, consciente, orientado e aparentemente sem risco de morte.

 

portalmidia

Tenente da PM evita assalto a sua residência e detém três suspeitos em Sapé

sapéUm oficial da Polícia Militar conseguiu evitar um assalto a sua residência e ainda deteve os suspeitos, na noite desse domingo (04), no município de Sapé, a 55 quilômetros de João Pessoa, localizado na Mata Paraibana.

Segundo informações do tenente Amorim, que pertence a 3ª Companhia de Polícia Militar da cidade, um pedreiro – que trabalhava numa casa em frente a do oficial militar – desconfiou de quatro homens, pois eles estavam rondando com duas motocicletas a casa do tenente há algumas horas.

Policiais quando chegaram ao local foram recebidos a tiros pelos bandidos. Uma viatura da PM ficou danificada ao ser atingida com alguns tiros. Para fugir do cerco policial a dupla invadiu a casa de uma vizinha do tenente. Um deles, que estava com dois revólveres acabou ferido. Ele foi socorrido para o Hospital de Emergência e Trauma na Capital e segundo a assessoria da unidade hospitalar passa bem.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Os outros suspeitos também foram detidos pelos policias, um deles foi levado para Cadeia Pública de Sapé e um adolescente de 16 anos foi encaminhado para o Centro Educacional do Adolescente (CEA). De acordo com o tenente Amorim, eles disseram que pretendiam roubar as armas dele para serem utilizadas em assaltos na região.

 

 

Por Priscila Andrade

“Guarabira é a única cidade polo que o trânsito não é municipalizado”, diz Tenente Batista da 2ª CPTran

guarabiraQuem esteve presente na sessão desta terça-feira (8), na Câmara Municipal de Guarabira foi o Subcomandante da 2ª CPTran/BPTran, o tenente Batista.  Em discurso o mesmo explicou a participação do órgão com relação à municipalização do trânsito, projeto de interesses dos parlamentares guarabirenses.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O tenente disse que irá fiscalizar o pessoal de motos que transitam sem capacetes na cidade. “Quando são pegos, ficam entre de um a doze meses, podendo até serem cassados em definitivo os documentos”, disse o tenente.

Batista afirmou que Guarabira é a única cidade Polo, em nível da Paraíba que não tem o trânsito municipalizado.

– É muito importante também a criação da guarda municipal de trânsito. O mesmo sugeriu também o disciplinamento de carga e descarga de mercadorias nas ruas.

– Lembramos que a população tem o principal dever de obedecer às leis de trânsito para não infringir. Iremos disponibilizar agentes especializados para orientar a sociedade, finalizou o tenente Batista.

 

portalmidia

Homem atira contra tenente da PM, é preso em flagrante e foge algemado da Delegacia Santa Rita

casos-de-policiaUm Homem identificado como “Diego”, foi preso na noite desta quinta-feira (4) após atirar contra um tenente da Polícia Militar. Mesmo algemado, o acusado fugiu da delegacia de Santa Rita, mas acabou sendo recapturado após ser atropelado por uma moto.

Por volta das 21h30, policiais militares de Santa Rita faziam rondas e quando passavam pela Rua do Rio viram um homem em atitude suspeita. Os policiais decidiram fazer a abordagem e quando se aproximaram foram recebidos à bala.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O acusado disparou várias contra o tenente Fernandes, mas não conseguiu acertar nenhum tiro. “Diego” acabou preso e com ele, os policiais encontraram um revólver calibre 38 com 18 munições.

Ele foi levado para a Delegacia de Santa Rita e, aproveitando um descuido dos policiais, mesmo algemado saiu correndo, mas foi atropelado por uma moto e acabou sendo recapturado novamente.

Devido o impacto da moto, “Diego” sofreu escoriações e foi socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Santa Rita, onde foi medicado e depois levado de novo para a Delegacia.

Paulo Cosme\Jota Ferreira

Acidente em viatura mata tenente lotado no 4º Batalhão de Guarabira

 

Outros dois policiais estavam no carro e foram socorridos para o Hospital de Trauma de Casmpina Grande

O Tenente Costa, lotado no  4º Batalhão de Polícia Militar, em Guarabira,  morreu na manhã desta terça-feira (11) após sobrar, com a viatura que dirigia, numa curva da BR-230, próximo a cidade de Galante.

De acordo com as primeiras informações, ele perdeu o controle da direção do carro no momento em que fazia uma curva. O carro saiu da pista e capotou várias vezes antes de cair numa ribanceira. O tenente foi arremeçado para fora do veículo e morreu na hora.

Ainda de acordo com as informações, mais dois PMs, ainda não identificados, viajavam no veículo. Eles ficaram feridos e foram socorridos para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande.

A pista molhada pode ter causado o acidente.

Fonte: Portalmidia

Focando a Notícia