Arquivo da tag: tema

Desenvolvimento territorial sustentável é tema de curso no Sebrae

 

Inscrições para Formação de Empreendedores em Visão Territorial Sustentável começam em fevereiro

sebraeEmpresários, empreendedores e gestores públicos interessados em investir na área de desenvolvimento local e regional terão a oportunidade de participar do curso de Formação de Empreendedores em Visão Territorial Sustentável, que será realizado pelo Sebrae Paraíba entre os meses de abril e agosto. Ao longo de 10 módulos de 180 horas, os participantes irão conhecer mecanismos de inovação, de estímulo às transformações econômicas locais e de desenvolvimento do capital humano e social, aumentando a capacidade de empoderamento do território.

 

De acordo com a gestora de Turismo do Sebrae Paraíba e coordenadora do curso, Regina Amorim, a proposta da formação é oferecer uma nova abordagem de desenvolvimento sustentável adequado às novas experiências de consumo. “O curso irá preparar os participantes para que transformem o sistema socioeconômico, reagir aos desafios externos, ampliar a sua capacidade de inovar localmente, e contribuir para o desenvolvimento socialmente equitativo, ambientalmente correto e economicamente viável”, disse a gestora.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Entre os temas que serão abordados no curso, estão Território e desenvolvimento local, governança, gestão inovadora de centros urbanos, economia criativa e o território criativo, atividade turística como fator de desenvolvimento local e regional, entre outros. “Os assuntos abordados na formação irão auxiliar empresas, empreendedores, gestores públicos  e sociedade a se tornarem capazes de responder aos desafios apresentados por novas condições econômicas, com produtos e serviços competitivos para um mercado globalizado”, destacou Regina Amorim.

 

As aulas são presenciais, com repasse de conhecimento, estudos de caso, dinâmicas, visitas técnicas, exercícios práticos voltados para atuar no mercado com visão territorial sustentável. O curso será  realizado a cada 15 dias, nos finais de semana. Na sexta-feira das 19h às 22h, aos sábados das 8h às 12h e das 14h às 18h e aos domingos das 08h às 12h e das 14 às 17h. As inscrições serão abertas em fevereiro. A formação custa R$ 1.890,00 e pode ser paga em quatro parcelas de R$ 472,50. Mais informações: 2108.1256 / 2108.1272 / 9.9981.1486.

UNIDADE DE COMUNICAÇÃO E MARKETING
SEBRAE PARAÍBA

Persistência da violência contra a mulher é o tema da redação do ENEM

notas-do-enem“A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira” é o tema para a redação, proposto neste domingo, 25, aos participantes da edição de 2015 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Na prova de redação são avaliados aspectos relacionados às competências que devem ter sido desenvolvidas durante os anos de escolaridade. Os participantes devem defender uma tese – uma opinião – a respeito do tema proposto, apoiada em argumentos consistentes, estruturados de forma coerente e coesa, de modo a formar uma unidade textual.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Mil – Para conquistar um bom resultado na prova de redação do Enem, os participantes precisarão demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa. Será necessário também selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista, respeitando os direitos humanos.

O texto produzido pelos participantes será avaliado por, pelo menos, dois professores, de forma independente, sem que um conheça a nota atribuída pelo outro. A soma de pontos de cada avaliador pode chegar a 1.000 pontos. A nota final do participante será a média aritmética das notas totais atribuídas pelos dois avaliadores.

Zero – A redação receberá nota zero se apresentar fuga total ao tema ou não obedecer à estrutura dissertativo-argumentativa. Os textos com até sete linhas ou que contiverem impropérios, desenhos e outras formas propositais de anulação, bem como parte do texto deliberadamente desconectada do tema proposto, ou ainda desrespeito aos direitos humanos, também serão avaliados com nota zero. O mesmo vale para os casos em que a folha de redação for entregue em branco, independente do conteúdo desenvolvido na folha de rascunho.

Correio da Paraiba com assessoria

Doença de Alzheimer é tema de Audiência Pública na Assembleia Legislativa

adult helping senior in hospitalA Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realizou, nesta quarta-feira (21), Audiência Pública para debater a importância do diagnóstico precoce da Doença de Alzheimer e informar a sociedade dos direitos que têm os portadores da enfermidade.

A Audiência Pública foi realizada no âmbito da Comissão de Saúde e a propositura é do deputado Ricardo Barbosa. Participaram do evento os deputados Inácio Falcão e Charles Camaraense, além da presidente da Associação Brasileira de Alzheimer na Paraíba, Regina Neves, e pessoas ligadas ao assunto que atuam no Estado.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Para o deputado Inácio Falcão, debater o assunto é importante pois a sociedade carece de mais informações sobre o Alzheimer. “Durante muito tempo a Doença de Alzheimer era confundida com caduquice e outras doenças que atingem as pessoas mais idosas. O importante é discutir formas para divulgar a importância de procurar ajudar nos primeiros sintomas”, ressaltou.

O parlamentar  também fez um apelo para que as câmaras municipais dos municípios paraibanos levem o tema para discussão em toda a Paraíba. “Muitas informações circulam de forma errada sobre o Alzheimer e é preciso difundir todas as informações sobre o assunto. Essa doença não tem cura e só o diagnóstico precoce pode fazer o paciente conviver com a doença sob controle”, avaliou o deputado Inácio Falcão.

A presidende da Associação Brasileira de Alzheimer na Paraíba (ABRAz-PB), Regina Neves, salientou que a Doença de Alzheimer é um problema familiar, pois o maior problema de um portador da doença é o cuidado. “Um paciente de Alzheimer depende diretamente da ajuda de outras pessoas para se locomover, tomar medicamentos e fazer necessidades básicas. Quanto mais grave a doença, maior o cuidado que a
familiar tem que ter”, disse.

Regina revelou ainda que o diagnóstico precoce da doença pode ser feito por um médico, mas a família é quem deve prestar atenção ao comportamento dos familiares com o objetivo de identificar algo de estranho que ocorra como esquecimento, mudança de comportamento e outras ações diferentes do que a pessoa normalmente tinha.

Durante a Audiência Pública foram exibidos dois filmes que alertam sobre a importância dos familiares para a qualidade de vida dos pacientes. A presidente da ABRAz destaca que é necessário uma equipe multi com enfermeiro, médico, fonaudiológo. O Alzheimer só pode ser bem tratado se a família colabora”, afirmou.

Não existe legislação específica para a Doença de Alzheimer. Os direitos de quem é acometido por essa demência consta no Estatuto do Idoso. Mais 1,2 milhão de pessoas no país convivem com a Doença de Alzheirmer, sendo que a maioria dos casos ainda não foram diagnosticados.

iParaiba com Ascom

 

Polícia Federal confirma vazamento do tema da prova de redação do Enem 2014

tema-da-redacao-do-enem-2014O delegado regional de Combate ao Crime Organizado da Superintendência da Polícia Federal (PF) no Piauí, Alexandre Uchôa, confirmou que houve vazamento do tema da prova de redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014 para estudantes piauienses.

A Superintendência da Polícia Federal do Piauí investiga desde o dia 13 de novembro denúncia do estudante piauiense Jomásio Barros, de 17 anos, que postou em sua conta no Facebook fotografia de seu telefone celular, que recebeu, através do WhatsApp uma imagem contendo o tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio, a “Publicidade Infantil no Mundo”, 10h47 (11h47 no horário de verão e de Brasília), antes do início das provas.

Jomásio Barros prestou queixa na Polícia Federal e se disse indignado com o vazamento. No dia, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo Enem, informou em nota que não existia qualquer indício de que o tema tenha vazado, mas reforçou que a denúncia será apurada com rigor. Outros dois estudantes do Piauí também disseram que receberam a mesma imagem com o tema da redação.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Segundo Barros, a imagem foi enviada por meio do aplicativo Whatsapp às 10h47 do domingo, uma hora e 13 minutos antes da aplicação do teste no Piauí. O jovem decidiu gravar um vídeo denunciando o ocorrido e compartilhá-lo na internet. Ele fez as provas do Enem no Colégio Machado de Assis, em Picos, no sul do Piauí.

O delegado Alexandre Uchôa afirmou que realmente houve vazamento do tema da redação do Enem, mas isso ocorreu já nos locais de aplicação das provas e não houve furto da prova de redação em uma gráfica ou empresa de transporte, o que tornaria o caso mais grave.

– Tecnicamente, o vazamento existiu, a perícia constatou que ele recebeu em seu celular o tema da prova antes do horário. Ele recebeu a foto minutos antes. Não foi vazamento da prova ter saído da gráfica, o vazamento pode ter ocorrido no local de aplicação das provas, mas a gente não tem ainda como comprovar o início do vazamento, mas foi poucos minutos antes das provas. Não quer dizer que vazou um dia antes, que a prova saiu da gráfica, não tenho nenhum elemento para dizer isso – falou o delegado federal.

Uchôa declarou que a perícia feita pela Polícia Federal no telefone celular do estudante Jomásio Barros confirmou o vazamento do tema da redação porque ele recebeu a fotografia da prova com o assunto, poucos minutos antes de entrar no local de aplicação das provas.

– Fizemos a perícia, que confirmou que ele recebeu a fotografia da prova com o tema da redação pouvcos minutos antes da prova.“Estamos continuando as investigações. A dificuldade de investigar o Enem está justamente em você identificar de quem passou para quem. Ainda estamos tentando ouvir algumas pessoas. A dificuldade é identificar quem passou primeiro porque a circulação no WhatsApp é muito rápida, mas vamos tentar fazer essa cadeia reversa, mas ainda estamos tentando e fazendo algumas diligências – declarou o delegado regional de Combate ao Crime Organizado da Polícia Federal no Piauí.

Segundo ele, foram identificados mais dois estudantes que receberam no mesmo horário a imagem com o tema da prova de redação do Enem 2015.

– Funciona assim: eu passo para ti, recebi de outro. Também tiveram outros casos isolados – acrescentou Alexandre Uchôa.

Ele declarou que o vazamento do tema da prova da redação do Enem no Piauí não tem relação com as fraudes registradas neste ano no Ceará e na Paraíba, que foram casos de cola, por ponto eletrônico, de pessoas que fizeram a prova com antecedência e uma quadrilha repassou o gabarito em troca de dinheiro pago pelos candidatos.

– No Ceará foi caso de ponto eletrônico e o caso do Piauí ainda não tem ligação com o da Paraíba, mas ainda estamos investigando – falou.

O Globo

 

PF investiga vazamento de tema da redação do Enem; imagem teria partido de Campina Grande

enemA Polícia Federal apura denúncias de vazamento de questões do Exame Nacional do Ensino Médio pelo país. Uma delas, feita por estudante do Ceará, indica que um amigo de Campina Grande teria lhe antecipado uma imagem, enviada por celular, sobre o tema da redação deste ano.

Após os relatos feitos por estudantes, a PF resolveu abrir inquérito para investigar o fato. A mesma situação ocorreu no estado do Piauí. Um estudante teria recebido a imagem em um grupo de compartilhamento de mensagens por celular, uma hora e 13 minutos antes do início do exame. Segundo o denunciante, esse grupo teria cerca de 40 integrantes.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Ele informou que a imagem mostrava o tema da redação: “publicidade infantil em questão no Brasil”. E esse foi, de fato, o tema deste ano. Ele acrescenta que não sabe quem é o autor da imagem.

Assim que terminou o exame, o rapaz gravou um vídeo, procurando mostrar que o celular, com a imagem recebida, tinha ficado em um saco plástico, lacrado no momento em que ele entrou no local do exame.

A mesma imagem também pode ter circulado em outros grupos. No interior do Piauí, no município de Campo Maior, dois estudantes disseram que receberam mensagens com supostas imagens da prova.

O Ministério Público Federal no Piauí entrou no caso. Segundo o procurador Antônio Cavalcante, “pode chegar a ter uma ação anulatória do certame, caso se configure, se confirme efetivamente que tenha acontecido algum tipo de fraude e violação do sigilo do concurso”.

O estudante que fez a primeira denúncia voltou nesta quinta-feira (13) à sede da PF para prestar novos esclarecimentos. Um amigo dele, que também recebeu a mensagem no domingo já foi ouvido. Os celulares dos dois jovens foram apreendidos e estão sendo periciados.

O Inep, que é o instituto responsável pelo Enem, declarou que está colaborando com a investigação e que já houve outras denúncias, que se mostraram infundadas.

No caso do Ceará, o Ministério Público Federal e a Polícia Federal declararam que não receberam qualquer denúncia formal desse tipo.

 

portalcorreio

Parada LGBT de JP acontece sábado com o tema ‘Somos muitos nas ruas e milhões nas urnas’

Jornal Correio da Paraíba
Jornal Correio da Paraíba

A 13ª Parada do Orgulho LGBT de João Pessoa acontece no próximo sábado (6), trazendo como atração principal a cantora Gaby Amarantos. O tema deste ano é ‘Somos muitos nas ruas e milhões nas urnas’. Com esse tema,, o objetivo é mostrar que a população LGBT é enorme e pode fazer a diferença nas urnas.

Este o percurso da parada foi modificado. A concentração começa às 16h e será próximo ao final da av. Ruy Carneiro, seguindo em direção para o Largo da Gameleira, onde estará o palco principal.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A atração regional será a cantora paraibana Mira Maya, e também haverão apresentações de 3 Drag Queens conhecidas pelo público LGBT de João Pessoa, Lohanny Lorenzzi (Top Drag Paraíba 2014), Alexia Prada (2º lugar no Top Drag Paraíba 2014) e Thalita Campbell (To Drag Paraíba Internet 2014).

Além do palco principal, vários Dj’s animarão o público em trios elétricos, são eles: DJ Edu Tronic, DJ Jully Mermaid, DJ Raphael Fraga, DJ Ronaldo e DJ Cris L.

Este ano a parada contará com o apoio de alguns movimentos, como o Grupos Mães pela Igualdade, a Igreja Cristã Metropolitana, a Igreja Comunidade Metropolitana Independente (ICMI), a Comissão de Diversidade Sexual da OAB-PB e a festa Mustache também estará apoiando o evento.

“A parada além de ser um evento comemorativo é também um momento político onde falamos das nossas conquistas e do que ainda há para conquistar, vale lembrar que haverá durante a parada falas lembrando os crimes que aconteceram contra homossexuais durante o ano. Neste ano fora as atrações teremos grandes novidades como a presença do grupo Mães pela Igualdade”, disse Adriano Silva Rodrigues, uma dos organizadores da Parada desse ano.

 

portalcorreio

Definidos o tema e o lema da 17ª Romaria das Comunidades Negras

afroA realização da Romaria das Comunidades Negras marca tradicionalmente o início das comemorações do mês da consciência negra para os agentes da pastoral afro-brasileira. Este ano a Romaria está em sua décima sétima edição e terá o tema “Celebrar a vida com a Juventude no resgate da dignidade do Povo Negro” e o lema “Na ternura da Mãe Negra celebramos Negritude e Fé”.

A preparação para a Romaria ficou a cargo da Diocese de São Miguel Paulista (SP) e foi realizada na Paróquia de Cristo Ressuscitado (Cidade A. E. Carvalho) com as presenças das Paróquias de N. S. Aparecida, São Sebastião, João XXIII, Jesus Adolescente. Eram agentes de seis grupos da Pastoral Afro-brasileira da Diocese. Os trabalhos foram coordenados pelo Assessor Nacional da Pastoral Afro-brasileira da CNBB, padre Jurandyr Azevedo Araujo. “A Romaria é um momento de graça para todos os que têm a oportunidade dela participar”, afirmou padre Jurandyr.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A 17ª Romaria das Comunidades Negras será realizada no dia 9 de novembro, no Santuário Nacional de Aparecida, onde haverá a acolhida e o encontro dos diferentes organismos e pastorais que buscam assinalar uma data importante na missão que desenvolvem e escolhem a casa da Mãe Negra para celebrar este momento significativo.

 

CNBB

Drogas e Direitos Humanos é tema de Concurso Nacional de Monografia

As inscrições estão abertas até 10 de maio. Os prêmios são de R$ 6 mil, R$ 4 mil e R$ 3 mil

concurso-de-monografiasEstão abertas as inscrições para o XII Concurso Nacional de Monografia, realizado pela Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (SENAD), do Ministério da Justiça (MJ), e o Centro de Integração Empresa/Escola (CIEE). Com o tema Drogas e Direitos Humanos, a seleção é voltada para estudantes universitários matriculados em cursos de graduação das Instituições de Ensino Superior reconhecidas pelo Ministério da Educação. Nesta edição, serão premiados os três melhores trabalhos em nível nacional.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A intenção do concurso é o envolvimento da comunidade acadêmica, em especial, os alunos de graduação em ações relacionadas à prevenção do uso de drogas. Os prêmios no valor de R$ 6 mil, R$ 4 mil e R$ 3 mil serão destinados, respectivamente, ao 1º, 2º e 3º colocado. Todos os trabalhos vencedores também receberão certificados. A avaliação das monografias será feita por uma comissão julgadora constituída por profissionais de diversos órgãos e entidades públicas ou privadas, sem ônus, designados pela SENAD e pelo CIEE.

As inscrições são gratuitas e permanecerão abertas até o dia 10 de maio de 2013. Essas só serão efetivadas mediante o envio do trabalho (cópias impressas e em CD ou DVD), juntamente com a(s) ficha(s) de inscrição e a(s) declaração(s) de matrícula do(s) concorrente(s) para o endereço da SENAD. O prazo para a remessa do projeto pelos Correios vai até 10 de maio, valendo a data de postagem. O resultado da seleção será divulgado no prazo mínimo de 30 dias após a homologação da comissão julgadora e estarão disponíveis no portal do Observatório Brasileiro de Informações sobre Drogas (OBID) e na página da SENAD.

Educação na prevenção das drogas

Com o objetivo de incentivar a participação dos diferentes níveis estudantis em atividades culturais de valorização da vida e estimular a mobilização e o engajamento da sociedade nas atividades relacionadas à prevenção do uso de drogas, a SENAD promove também os concursos nacionais de cartazes, fotografias, vídeos e jingle com o tema “A Educação na Prevenção ao Uso de Drogas”. Assim como o Concurso Nacional de Monografia, as inscrições seguem até 10 de maio.

Na categoria cartazes, podem participar alunos que estejam devidamente matriculados e cursando o 2º, 3º, 4º e 5º anos do Ensino Fundamental, em escolas públicas ou privadas de todo o país. Serão premiados 1°, 2° e 3° colocados por região brasileira (Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sul, Sudeste). A finalidade do concurso é incentivar a discussão sobre a questão das drogas no ambiente escolar.

A categoria fotografia é aberta para o público em geral, que disputa um único prêmio por região nacional (Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sul, Sudeste). A intenção da SENAD é motivar a reflexão sobre a prevenção do uso de drogas, por meio da linguagem visual. A categoria jingle também é aberta a todos os interessados e premiará os melhores trabalhos de cada região.

A categoria vídeos é especial para alunos que estejam devidamente matriculados e cursando o 6º, 7º, 8º e 9º anos do Ensino Fundamental e o Ensino Médio, em escolas públicas ou privadas de todo o país. O concurso, que tem também como objetivo incentivar a reflexão e a discussão sobre a questão das drogas no ambiente escolar, premiará o 1º lugar de cada região.

Os regulamentos e as fichas de inscrição dos concursos estão disponíveis nos sites www.senad.gov.br e www.obid.senad.gov.br.

Fonte: Blog do Ministério da Justiça

Histórias de vida de crianças com deficiência é tema do ‘Concurso juvenil de vídeos de um minuto’ da Unicef

“As crianças que vivem com deficiência têm os mesmos direitos que todas as outras”. A partir desse pensamento e com o tema Olhe para a capacidade! é lançado o Concurso juvenil de vídeos de um minuto, que tem a proposta de transmitir de forma positiva os diversos olhares sobre a deficiência de meninos e meninas. Até o dia 15 de dezembro de 2012 jovens menores de 25 anos podem enviar seus vídeos com enfoque no tema da deficiência infantil para o e-mail unicef.videocontest@gmail.com.

A escolha do tema deu-se ao fato de que as crianças com deficiência, muitas vezes, são tratadas como seres abandonados, frágeis e que necessitam de compaixão, mas essas impressões só acentuam as crenças negativas e impedem que as relações se constituam de maneira natural. É necessário criar outras perspectivas que, por sua diversidade, podem ser potenciadoras, construtivas e que contribuam para abrir os olhos das outras pessoas.

Estas perspectivas devem ser narradas de maneira única e criativa, através de elementos como drama, comédia, ficção, documentário, animação ou filme. As histórias devem ser relatadas para mostrar as dificuldades que as crianças com deficiência enfrentam no dia a dia devido às diferenças, porém, também servirão para promover uma conscientização social e cultural em torno desta temática.

Os trabalhos devem conter 60 segundos de duração e só será permitido apenas um vídeo por pessoa ou grupo participante. Cada inscrição deve ser enviada com os seguintes dados: nome, idade, link do vídeo adicionado (YouTube, Blip, Dailymotion, o Vimeo), título do vídeo, endereço completo, e-mail e número de telefone. Ou então enviar o material como um arquivo .mov em CD/DVD pelo correio: Unicef – Room 933, 3 UN Plaza – New York, NY 10017 / USA.

O vídeo ganhador será utilizado nos materiais de difusão internacional do Estado mundial da infância de 2013, um informe publicado todos os anos pela Unicef. Além disso, também será colocado à disposição de emissoras de todo o mundo e distribuído através de canais online. O realizador do vídeo receberá uma HDV Flipcam da Sony.

Para maiores informações e dúvidas: unicef.youthvideocontest@gmail.com

Adital

Rádio comunitária denuncia trabalho escravo e é tema de estudo no Maranhão

Discutir sobre as rádios comunitárias e o seu papel junto à população é sempre um tema pertinente dentro da comunicação. Sabendo disso, a Relações Públicas Rosiane de Oliveira produziu o Trabalho de Conclusão de Curso – TCC, Rádio comunitária como espaço de construção de cidadania: um estudo sobre a rádio comunitária Arca FM, no contexto da rede de denúncia do trabalho escravo no Maranhão. O artigo é do projeto Comunicar para Libertar na rede de denúncia ao trabalho escravo contemporâneo, ambos orientados pela professora do Curso de Comunicação Social da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Flávia Moura.

Rosiane apresentou os trabalhos e falou como surgiu a iniciativa para a realização deles: “Há dois anos e meio eu participo do projeto Vozes da Esperança, coordenado pela professora Flávia Moura, que trabalha com a denúncia do trabalho escravo. Quando me formei, em dezembro de 2011, quis usar o tema; fiz o recorte e produzi o artigo”, afirmou a jovem.

Os trabalhos contaram com pesquisa teórica, entrevistas e pesquisa de campo. Foram ouvidos tanto os trabalhadores escravos quanto quem denunciava o crime. É aí que entra o trabalho de pesquisa com a rádio comunitária Arca (Associação de Rádios Comunitárias de Açailândia), que fez este trabalho de divulgação. Além disso, foi constatado que os moradores que ouviam a rádio tinham uma visão muito mais crítica do que quem morava na cidade, mas só ouvia as rádios comerciais.

www.abracoma.com.br