Arquivo da tag: teatro

Espetáculo Loas e Luas, do Balé popular e Apresentação de Teatro de bonecos, estão na programação do Caminhos do Frio desta quarta (12)

espetaculoA programação do Caminhos do Frio –Rota Cultural – Bananeiras, segue nesta quarta-feira, 12 de agosto, com a continuidade das oficinas de fotografia, Confecção de Bonecos, condução turística e de teatro. Uma outra oficina tem início nesta quarta; é a de dança.

A programação conta com a apresentação de teatro de bonecos “Mestre Maestro”, e com o espetáculo Loas e Luas, do Balé popular.

Sobre o “Loas e Luas”

Loas e Luas” é uma livre adaptação baseada em festejos populares das cidades da Paraíba, uma refinada recriação dos Autos Populares resgatando a simplicidade dos folguedos folclóricos e ou populares unindo a eles técnicas da dança contemporânea, teatro e elementos circenses, criando um universo único, ampliando a importância desses festejos recriando essências através de elementos simbólicos do homem nordestino que dança sua trajetória cheia de crendices e simbologias estampadas em seus folguedos, assim reunindo em um só roteiro as crenças de cura, o Pastoril, o Xaxado e o Maracatu recriamos a estampa viva do que há de memória viva na cultura nordestina.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Programação desta Quarta-feira (12)

8h – Oficina de Fotografia, Espaço Cultural Professor Oscar de Castro

8h – Oficina de Condução Turística: Bananeiras: Patrimônio histórico, cultural e belezas naturais, Espaço Cultural Professor Oscar de Castro

9h – Apresentação de Teatro de bonecos Mestre Maestre, no Teatro Ivaldo Lucena

13h – Oficina Confecção de bonecos para animação “Mestre Maestro”, Espaço Cultural Professor Oscar de Castro

13h – Oficina Teatro, Espaço Cultural Professor Oscar de Castro

13h – Oficina Dança, no Teatro Ivaldo Lucena

20h – Espetáculo Loas e Luas, do Balé popular, com direção de Maurício Germano, no Teatro Ivaldo Lucena

Veja mais da programação

Quinta-feira (13)
8h – Oficina de Fotografia, Espaço Cultural Professor Oscar de Castro
8h – Oficina de Condução Turística: Bananeiras: Patrimônio histórico, cultural e belezas naturais, Espaço Cultural Professor Oscar de Castro
13h – Oficina Confecção de bonecos para animação “Mestre Maestro”, Espaço Cultural Professor Oscar de Castro
19h – Mostra gastronômica, Espaço Cultural Professor Oscar de Castro

Saiba mais acessando o site institucional da Prefeitura. www.bananeiras.pb.gov.br

 

Assessoria

(Foto:Reprodução/internet)

Diretor de teatro Marcos Pinto é encontrado morto em seu apartamento em João Pessoa

marcos-pintoO diretor e ator de teatro Marcos Pinto foi encontrado morto dentro do seu apartamento na noite desta terça-feira, 16, em João Pessoa. O corpo estava amarrado em cima da cama, no bairro de Tambiá.

A polícia foi informada do fato pelos moradores que sentiram um mau cheiro exalado de dentro do apartamento da vítima. O corpo já estava em estado de decomposição e por isso é impossível afirmar, a priori, a causa da morte.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

De acordo com a polícia, a última vez em que o ator foi visto com vida foi no último sábado.

Paulo Cosme/Vinicius Henriques

Desabamento de teto de teatro deixa feridos em Londres, diz polícia

Desabamento de teto de teatro deixa feridos em Londres (Foto: AP)
Desabamento de teto de teatro deixa feridos em Londres (Foto: AP)

Serviços de emergência foram chamados nesta quinta-feira (19) ao Teatro Apollo, em Londres, depois que pessoas ficaram feridas com o desabamento do teto.

“Estamos cientes de que há vítimas”, disse um porta-voz da polícia.

O acidente ocorreu por volta das 20h15 locais (18h15 no horário de Brasília). Um repórter da Reuters no local disse que os veículos de emergência haviam bloqueado a rua onde o teatro está localizado.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A polícia, os serviços de emergência e oito caminhões de bombeiros estão no local. “Acreditamos que há cerca de 30 pessoas feridas. Elas podem caminhar. Não temos ninguém hospitalizado até agora”, disse à AFP um porta-voz dos serviços de socorro.

A rede de TV BBC relata que há sete pessoas feridas gravemente, além de 81 com ferimentos leves. Já a Reuters diz que 65 pessoas ficaram feridas.

Uma testemunha disse à Sky Television que parte de uma frisa no auditório parecia ter desmoronado.

“Acho que a parte da frente da varanda caiu”, disse Martin Bostock à Sky, que estava na plateia. “Era difícil ver através da poeira”.

Segundo os bombeiros, uma frisa (balcão) teria desabado sobre os espectadores.

O teatro, que foi inaugurado em 1901, estava lotado – com cerca de 700 pessoas – no momento do acidente, que aconteceu durante a apresentação do espetáculo “The Curious Incident Of The Dog in the Night-time”.

Pânico
Testemunhas disseram à BBC que a casa estava cheia para a sessão desta quinta-feira.

“Toda cúpula do teatro desabou bem na nossa frente”, disse Amy Lecoz, que assistia à peça com seus dois filhos adolescentes. “Nós pensamos que era parte do show”, completou.

Lucy Atherton, que também estava na plateia, contou que, após o ocorrido, as pessoas começaram a gritar, em pânico. “Havia algumas crianças na plateia, também idosos”.

Pelo Twitter, outro espectador, Simon Usborne, relatou cenas de “caos” quando “o teto caiu sobre a plateia”.

“Eu estou bem, mas acho que há (pessoas) com ferimentos sérios”.

Mulher é atendida pelo serviço de emergência próximo ao Teatro Apollo, em Londres, depois do desabamento do teto. (Foto: Joel Ryan/Invision/AP)Mulher é atendida pelo serviço de emergência próximo ao Teatro Apollo, em Londres, depois do desabamento do teto. (Foto: Joel Ryan/Invision/AP)
Serviços de emergência foram chamados nesta quinta-feira (19) ao Teatro Apollo, em Londres, depois que pessoas ficaram feridas com o desabamento do teto. (Foto: Leon Neal/AFP)Serviços de emergência foram chamados nesta quinta-feira (19) ao Teatro Apollo, em Londres, depois que pessoas ficaram feridas com o desabamento do teto. (Foto: Leon Neal/AFP)
Teto de teatro desaba em Londres (Foto: AP)Teto de teatro desaba em Londres (Foto: AP)
G1

Prefeitura de Guarabira reabre teatro que estava fechado há vários anos

 

Peça apresentada no espetáculo de reabertura é baseada na obra de Jorge Amado

teatroA prefeitura municipal de Guarabira através da secretaria de Cultura e Turismo entregou na noite do sábado (03/08) mais um importante equipamento cultural que estava há anos desativado.

Adquirido na década de 80 quando o atual prefeito Zenóbio toscano também administrava a cidade de Guarabira, o teatro Geraldo Alverga Cabral que estava há vários anos fechado, passou por uma total reforma.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Um novo sistema de iluminação, revestimento acústico nas paredes, recuperação do palco, recuperação e instalação de novas poltronas, instalação de piso cerâmico, revitalização das pinturas interna e externa e equipamentos de prevenção de incêndio foram alguns dos itens que deram um tom de completa reestruturação do teatro.

A carência de atividades culturais no município fez com que um grande público comparecesse ao evento e lotasse as dependências do local para prestigiar a peça “Quincas Berro D’água”, encenada pelo grupo “Os Fodidários” da capital do estado, inspirada na obra de Jorge Amado, e que levou diversão a todos os presentes.

A solenidade contou com as presenças do deputado federal Ruy Carneiro; da presidente da FUNESC , Lu Maia, da primeira dama e deputada estadual Léa Toscano; do vice-prefeito Zé do Empenho; da poetisa Mariza Alverga; do secretário de Cultura de Guarabira, André Filho; do diretor do Teatro, Alighieri Damião, e de várias personalidades guarabirenses e da região, como a prefeita de Alagoinha, Alcione Beltrão; o bispo diocesano Francisco de Assis Dantas de Lucena, empresários, artistas, juristas, educadores, entre tantos outros.

Lu Maia falou da alegria em poder contribuir com gestores que tomam atitudes de políticas públicas de valorização da cultura e dos artistas, citando como exemplo o prefeito Zenóbio Toscano. A mesma foi responsável por ceder diversos instrumentos para a recuperação do teatro através da Fundação Espaço Cultural.

A mãe do artista que dá nome ao teatro, escritora Mariza Alverga, lembrou emocionada de seu filho e da ligação com a arte, assim como agradeceu ao prefeito Zenóbio por recuperar um espaço tão importante para a cultura da cidade.

Em seu pronunciamento, o prefeito Zenóbio Toscano disse emocionado da alegria em renovar e colocar em funcionamento o Teatro Geraldo Alverga, espaço que teve a oportunidade de adquirir há trinta anos e depois de todo esse tempo, poder entregá-lo completamente revitalizado. Ele também aproveitou a ocasião para convidar a todos os presentes para participarem da solenidade de reabertura de mais um instrumento cultural de Guarabira: o Museu de Artes Sacras, que acontecerá no próximo dia 16 de agosto. Segundo o gestor, a intenção é recuperar a cultura no município e levá-la a todos, tornando a cidade referência na região.

 

Codecom/PMG

Espetáculo “O Homem Vermelho” será nesta quinta no Teatro Severino Cabral, em CG

teatro-abrao-as-cortinasO projeto solo do dançarino carioca Marcelo Braga encena histórias que um corpo carrega e suas formas de comunicação. Há três anos afastado da cena como intérprete, devido a um raro linfoma de pele, o dançarino passou a observar o mundo através de frestas em espaços privados. Da janela de seu apartamento, pelos corredores e salas de espera de consultórios e hospitais, o artista foi construindo pouco a pouco o percurso narrativo desta criação, que revisita com humor e otimismo fatos e histórias de sua vida.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Marcelo apresenta para o público campinense o espetáculo “O Homem Vermelho” realizado em parceria com Simone Spoladore (colaboração dramatúrgica), Domenico Lancellotti (trilha sonora), Laura Samy (assistência de direção) e Walter Carvalho (vídeo).

A apresentação do espetáculo será nesse dia 16 (quinta-feira), às 20h, no Teatro Municipal Severino Cabral, em Campina Grande. Ingressos aos preços de quatro reais (inteira) e dois reais (meia entrada).

DELIVERY

O Teatro Municipal Severino Cabral já está com as vendas de ingressos, também, em sistema delivery. Os interessados podem por telefone solicitar a compra do ingresso e recebê-lo em casa ou no local de sua preferência (trabalho, colégio, entre outros). Na oportunidade o cliente pode informar onde quer sentar (parte lateral direita ou esquerda, parte central ou no piso superior).

 

Contatos na administração do Teatro e solicitação de ingressos pelo novo sistema através do telefone 3322.7490.

“Nos cinquenta anos de arte do municipal precisamos inovar para atender o público com conforto, comodidade e o respeito que ele merece”, comentou o diretor Aluízio Guimarães.

Assessoria de Imprensa do Teatro Severino Cabral

Em Solânea tem Teatro? Tem sim senhor… Grupo FascinART promeve o Cordel do Vento

cordelA estreia do espetáculo de Teatro o “Cordel do Vento” acontece nesse sábado dia 6 de abril no cine Teatro Municipal de Solânea a partir das 19h. A peça será promovida pela Cia. Artística FascinART a companhia de artistas da cidade.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook


Cordel do Vento

Sinopse

Datada no final dos anos 80 com personagens viventes de nossas tradições, seu José conta uma divertida historia que se passa no interior profundo do nordeste Brasileiro numa cidadezinha chamada de xique-xique, Uma farsa com traços de comedia a peça nos convida a uma viagem para o tempo de nossa cultura, resgatando costumes e crenças de uma verdade inquestionável para a raiz de nossa Nordestinidade, histórias que nos contam os primórdios de diferentes superstições. Uma comedia com traços míticos de romantismo que conta profecias de destruição, ousadia no roubo de santo Antônio do altar da igreja e a paixão de uma menina pelo vento.

cordel1Nesse Sábado dia 6 de abril a partir das 19h no Cine Teatro Municipal.

Teremos também a participação especial do repentista Auremir Caetano e Cia. Que vai poetizar nossa cultura com sua viola.

Uma noite de muita cultura para todos nós!

Ingressos à venda na sede da Diretoria de cultura ao lado do Cine Teatro Municipal, e na lan house Inforservif (Franscisco) proxima ao banco do Basil.

Adquira o seu:

– 5,00 Inteira
– 2,50 Meia

A equipe de marketing estará nessa sexta feira sorteando 4 ingressos nas emissoras de Radio, Integração do Brejo e Correio da serra Fm.
Venha participar de mais esse momento lindo de nossa cultura:

cordel2Apoio:
PREFEITURA MUNICPAL DA SOLÂNEA:
Dicult – Diretoria de Cultura e,

Secretaria de assistência e Cidadania.

Tiago Salvador

Presidente da Cia. FascinART e Diretor do espetáculo “cordel do vento”.

 

Lançamento do 1º CD do Grupo Pau e Corda no Cine Teatro em Solânea – PB

 

grupoUm show especial e com grande publico, foi realizado, nesse Sábado, dia 23 de Março, às 20:00h, no  Cine Teatro Municipal de Solânea Brejo paraibano, pelo  Grupo Pau e Corda, lançando o 1º CD inédito, gravado nos estúdios de “Amorim Produções Artísticas”, um Show com diversas musicas de um bom gosto do cancioneiro  popular brasileiro. Com músicos genuinamente Solanenses, o Grupo Pau e Corda, pelo que destacam os críticos musicais, foi criado com o objetivo de fortalecer a melodia instrumental, com destaque voltado para os compositores Brasileiros, de uma maneira em geral, dando-se ênfase, a chamada prata da casa e os artistas da própria terra.  O Pau e Corda, na sua essência, busca priorizar o intercâmbio cultural, entre as camadas que compõem o extrato social, levando sempre um modelo de entretenimento oferecendo aos espectadores a boa musica brasileira. Com um Show dividido em duas partes, sendo uma, de forma instrumental e a outra, cantada, todas, incluindo melodias das mais conhecidas pelo grande público, destacando-se, entre Elas, criações de Zequinha de Abreu, Waldir Azevedo, Joaquim Antônio da Silva Calado, Pixinguinha, Sivuca, A. Realce, Chico Buarque, Zé Ramalho, Tom Oliveira, Luiz Gonzaga, João do Vale, entre  outros. Os Componentesdo Grupo Pau e Corda são compostos pelos mais experientes, consagrados e renomados integrantes da Musica Popular Regional, destacando-se, entre Eles, Humberto Teixeira (Flauta Transversal e Flauta Doce); José Teixeira (Cavaquinho, Compositor e Violonista de Sete Cordas); Pedro Rocha (Violão de Seis cordas, compositor e vocal); Wilson Bandeira ( Cantor, compositor e vocal ); Emanuel (Percussionista); Tota Rocha ( percussionista ); Liliane (Percussionista); e Batoré (Percussionista).

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

 

Por Odilon Almeida/Geraldo Belo

diariodobrejo.com

Dias do Teatro e do Circo são comemorados com espetáculos em dez cidades paraibanas

circoNa segunda edição do evento que lembra o Dia Mundial do Teatro e o Dia Nacional do Circo, a Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc) leva espetáculos a dez cidades de diferentes regiões do Estado. Serão 11 apresentações gratuitas de grupos de João Pessoa, Sousa, Bananeiras e Cajazeiras, todos no mesmo dia, 27 de março. Os municípios escolhidos são polos de macrorregiões do Estado, possibilitando que a população de cidades circunvizinhas também possa assistir as atrações.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Este ano, uma das inovações do evento é o maior número de espetáculos nas ruas e praças, como forma de popularizar ainda mais as artes cênicas e fortalecer o gênero de teatro de rua. O evento também destaca o potencial artístico do Estado e proporciona a circulação de grupos de diferentes cidades. “Montamos uma programação que faz circular os grupos artísticos dentro do Estado. Um espetáculo de Bananeiras se apresenta em Guarabira, Pombal recebe peça de Cajazeiras. Essa é uma maneira de mostrar mais a Paraíba aos paraibanos”, disse o coordenador da ação cultural, Humberto Lopes.

Em João Pessoa, as apresentações acontecem em dois polos, um no centro da cidade e outro na zona sul. Às 19h, na Praça do Coqueiral em Mangabeira, será encenado o espetáculo circense “O Mundo do Circo”, do grupo pessoense American Circus. Já no Teatro Lima Penante, às 20h, será apresentada a peça “O Menino Catador de Estórias”, do grupo Sala Verde, também da Capital.

No brejo do Estado, três cidades receberão peças: Areia, Bananeiras e Guarabira. Em Bananeiras, a atração é “Ópera Bufo”, do grupo Geca, de João Pessoa. A apresentação será na rua, na Praça Central, a partir das 18h. Em areia, o Dia Mundial do Teatro e o Dia Nacional do Circo serão festejados às 18h, na Praça Pedro Américo, com o espetáculo “Torturas de um Coração”, do grupo Oficina, do município de Sousa. Em Guarabira, a população assistirá “A Feira”, do grupo Flor do Cedro, da cidade de Bananeiras, no Teatro Municipal Geraldo Alverga, às 20h.

No agreste, Campina Grande recebe no Teatro Severino Cabral o espetáculo “Efemérico”, da Cia Ciryos, de João Pessoa. A apresentação será às 20h.

No cariri paraibano, o Dia Mundial do Teatro e o Dia Nacional do Circo serão comemorados em dois municípios: Monteiro e Ouro Velho. Em Monteiro será às 20h, no Teatro Jansen Filho. O espetáculo encenado é o circense “Clowns Bar”, do grupo Bufões de Olavo, de João Pessoa. Em Ouro Velho, a apresentação é na Escola Estadual, às 10h da manhã. O público assistirá a peça “Zé Lins – O Pássaro Poeta”, do grupo Engenho Imaginário, da Capital.

O Sertão e Alto Sertão serão representados por três cidades na programação estadual: Patos, Pombal e Catolé do Rocha. Os patoenses vão poder conferir na Praça João Pessoa, às 18h, o espetáculo “As Engraxadinhas”, da Cia Lua Crescente, de João Pessoa. Em Pombal será encenada a peça “O Mundo Mágico”, da Cia Proscênico, de Cajazeiras. A apresentação será no Cine Teatro Murarte, às 19h. E em Catolé do Rocha, o grupo pessoense Bigorna encena “Esparrela”, no Teatro Municipal, às 20h.

Programação do Dia Mundial do Teatro e Dia Nacional do Circo

27 de março

 

JOÃO PESSOA
Espetáculo Grupo Local de apresentação Hora
O Menino Catador de Estórias Sala Verde Teatro Lima Penante 20h
O Mundo do Circo American Circus Praça do coqueiral (Mangabeira) 19h

 

CAMPINA GRANDE
Espetáculo Grupo Local de apresentação
Efemérico Cia Ciryos Teatro Severino Cabral 20 h

 

 

 

 

CATOLÉ DO ROCHA
Espetáculo Grupo Local de apresentação Hora
Esparrela Bigorna Teatro Municipal 20h

 

PATOS
Espetáculo Grupo Local de apresentação Hora
  As Engraxadinhas Cia Lua Crescente Rua – Praça João Pessoa 18h

 

BANANEIRAS
Espetáculo Grupo Local de apresentação Hora
Opera Bufo Geca Rua – Praça Central 18h

 

GUARABIRA
Espetáculo Grupo Local de apresentação Hora
A Feira Flor de Cedro Bananeiras 20h

 

AREIA
Espetáculo Grupo Local de apresentação Hora
Torturas de um Coração Oficina Rua – Praça Pedro Américo 18h

 

MONTEIRO
Espetáculo Grupo Local de apresentação Hora
Clowns Bar Bufões de Olavo Teatro Jansen Filho 20h

 

POMBAL
Espetáculo Grupo Local de apresentação Hora
O Mundo Mágico Cia Proscênio Cine Teatro Murarte 19h

 

OURO VELHO
Espetáculo Grupo Local de apresentação Hora
Zé Lins o Pássaro Poeta Engenho Imaginário Escola Estadual 10h

 

Secom – PB

Dia Mundial do Teatro será comemorado com vários espetáculos em CG

 

teatro-abrao-as-cortinasNa próxima segunda-feira, dia 25, Governo do Estado/Fundação Espaço Cultural, Prefeitura Municipal de Campina – Secretaria de Cultura/Teatro Municipal Severino Cabral, Serviço Social do Comércio (SESC) e Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) se unem para uma semana de grandes eventos em comemoração ao Dia Internacional do Teatro, celebrado em 27 de março.

Na segunda-feira, dia 25, a programação tem início às 10h com o espetáculo “Zé Lins – O Pássaro Poeta” no Teatro Municipal Severino Cabral. O espetáculo será apresentado também às 16h. Às 20h o público pode conferir “A Última Estação” no Cine Teatro do Sesc Centro.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

No dia 26, também há opções nos três turnos. Às 09h e 15h tem “Rochel e os Rubis Desaparecidos” no Teatro Municipal Severino Cabral, e às 20h será apresentado no Cine Teatro do Sesc Centro o espetáculo “O Deus da Fortuna”.

Já no dia 27, data em que se comemora o Dia Internacional do Teatro, dia de festa e cultura quem ganha é o público. Às 21h, estará em cena o espetáculo “Efemérico” e às 23h o “Boca de Rua”, ambos no Teatro Municipal Severino Cabral.

Dia 28, encerrando a programação será encenado o espetáculo “aH-Mar”, às 20h, no  Cine Teatro do Sesc Centro.

Mesa Redonda

Na programação festiva haverá uma mesa redonda sobre “Os Desafios e Perspectivas do Movimento Teatral Campinense”, com a participação de Álvaro Fernandes, Aluízio Guimarães e Saulo Pereira. A mediação ficará por conta das instituições realizadoras do evento. A mesa redonda será dia 27, às 17h, no Mini Teatro Paulo Pontes.

Inauguração

Apartir do dia 27 começa a funcionar no Severino Cabral uma biblioteca com cerca de mil volumes, com obras sobre Teatro, Dança, Música, Literatura, entre outras. No espaço também ficará disponível ao público um computador com acesso a internet para pesquisa na área artístico cultural. A inauguração da Biblioteca do Teatro Municipal Severino Cabral será às 19h.

Oficinas

O dia 25 será dedicado a oficinas para estudantes das escolas públicas municipais. Às 9h haverá a Oficina de Cantigas Populares, tendo como ministrante a atriz e arte-educadora Naná Vianna.

Às 14h será ministrada uma oficina de Produção de Textos tendo como ministrante a também atriz e arte-educadora Itamira Barbosa. Neste mesmo horário também será ministrada a oficina de Leitura Comentada “O menino que virou escritor” e será ministrada pelo ator e arte-educador David Muniz.

Todas as oficinas acontecerão no Teatro Municipal Severino Cabral.

Dia Mundial do Teatro

 

O Instituto Internacional do Teatro inaugurou em Paris, no dia 27 de março de 1961, o Teatro das Nações; marcando o 27 de março como a data que se comemora o Dia Mundial do Teatro.

O primeiro gênero que apareceu foi o trágico, que retratava o sofrimento do homem, as lutas, os interesses da nobreza, tudo numa linguagem bem diferente e rica. O gênero cômico surgiu para satirizar as falsidades, as mesquinharias e os excessos da nobreza.

CONTATOS:

Aluízio Guimarães – diretor TMSC: 9101.1261 – 8819.2361

Álvaro Fernandes – coordenador Cultura Sesc Centro: 9996.0255 – 3341.5800

COMEMORAÇÕES DO DIA MUNDIAL DO TEATRO

 

PROGRAMAÇÃO

 

DIA 25

 

10h e 16h

Espetáculo “Zé Lins – O Pássaro Poeta”

Texto e Direção: Valeska Picado

Baseado na obra “O menino que virou escritor”, de Ana Maria Machado

Companhia Engenho Imaginário

Procedência: João Pessoa – PB

Local: Teatro Municipal Severino Cabral

Sinopse

O grupo de Teatro ENGENHO IMAGINÁRIO apresenta “ZÉ LINS – O PÁSSARO POETA”, espetáculo teatral infanto-juvenil, baseado na obra de ANA MARIA MACHADO (‘O menino que virou escritor’), Texto e Direção de Valeska Picado.

Com muito humor, música e emoção, o grupo conta a história da vida do grande escritor regionalista brasileiro: JOSÉ LINS DO REGO.

Em cena, os atores e arte educadores David Muniz e Naná Vianna cantam e contam a história, com ajuda de bonecos manipulados por Valeska Picado, coreografia de Itamira Barbosa e trilha sonora do maestro Carlos Anísio.

 

20h

Espetáculo “A Última Estação” –

Direção, Cenário e Figurinos: Chico Oliveira

Texto: Álvaro Fernandes

Cia do Rosário e Grupo Renascer

Procedência: Campina Grande-PB

Local:Cine Teatro do Sesc

Sinopse

O espetáculo tem início com o personagem Tairon chegando a uma estação de trem a fim de pegar sua condução para chegar em casa.  Na estação, Tairon encontra Renan, um sujeito que não lhe dá muita atenção e que a todo o momento realiza trabalhos de limpeza no ambiente. Posteriormente, aparece Lanif, um homem ressentido que teve a família assassinada. Tairon, a cada minuto que passa, vai ficando mais aflito com o trem que não chega.

Elenco: Júlio César Rolim (Tairon), Luciano Edgley (Renan), Napoleão Gutemberg (Lanif), Claudivan Barbosa (Lucius), Chico Oliveira (Alan).

Ficha Técnica: Preparação de elenco/sonoplastia: Regina Albuquerque

Iluminação (concepção): Napoleão Gutemberg, Maquiagem/Execução de luz: Renato Barros, Fotografias: Clarissa Santos e Mayara Silveira.

 

DIA 26

 

09h e 15h

Espetáculo infantil “Rochel e os Rubis Desaparecidos”

Texto: Álvaro Fernandes

Direção: Nelson Alexandre

O Grupo Teatral Arretado Produções Artísticas

Procedência: João Pessoa – PB

Local: Teatro Municipal Severino Cabral

Sinopse

Bárbara Lua e Beatriz Céu e Rei Urano farão de tudo para encontrar os rubis desaparecidos e trazê-los de volta para o Templo dos Segredos. A força energética, contida em cada pedra, protege o universo dos moradores este imenso planeta, sem eles as chamas da SABEDORIA, DO CONHECIMENTO E DA VERDADE, nossa humanidade ficará cega, sem rumo, pois a sabedoria leva o conhecimento e o conhecimento à verdade.

Elenco:Luciana Oliveira, Katheryne Menezes, Marcio Bacellar, Miguel Santos e Sérgio Nazza;

Ficha Técnica: Maquiagem e Coreografia de Sérgio Nazza; Figurinos Confeccionados Maria José Rodrigues e Luiza Carla; Adereços Criados e Confeccionados por Geostenys Melo e Nelson Alexandre; Cenários confeccionados por Edson Silva e Graça Enéas; Criação de Trilha de Bento Junho (Vox Áudio Studio), com execução de Diego Gomes; Fotos de Altair Castro.

 

20h

Espetáculo “O Deus da Fortuna”

Texto: Marcio Marciano – Criado em processo colaborativo com os atores do Gupo

Direção: Márcio Marciano

Coletivo de Teatro Alfenim

Procedência: João Pessoa – PB

Local: Cine Teatro do Sesc

Sinopse

Narra à história de um proprietário de terras na longínqua China Imperial. Afundado em dívidas em virtude da crise da produção do arroz e da seda, o Senhor Wang, manda erguer um altar em honra de Zao Gong Ming, o Deus da Fortuna, com a intenção de se salvar da falência. Porém as oferendas são inúteis e o proprietário vê-se obrigado a vender a própria filha a seu credor, como forma de amortização da dívida.

Elenco: Adriano Cabral, Cecília Retamoza, Daniel Araújo, Lara Torrezan, Mayra Ferreira,Nuriey Castro, Paula Coelho, Verônica Sousa e Vitor Blam.

Ficha Técnica: Composições musicais: Cecília Retamoza, Mãrcio Marciano, Paula Coelho, Vitor Blam e Wilame. Músicos: Mayra Ferreira e Nuriey Castro. Figurino e direção de arte: Vilmara Georgina. Dramaturgia e encenação: Márcio Marciano. Fotografia: Guilherme Honorato. Cenário: Márcio Marciano. Iluminação: Ronaldo Costa

 

DIA 27

 

21h

Espetáculo “Efemérico”

Texto e Direção: Eliézer Rolim

Cia Siríus de Teatro

Procedência: João Pessoa –PB

Local: Teatro Municipal Severino Cabral

Sinopse

Jorge Nathan foi ator na sua juventude e um dia andando pelo centro da cidade de João Pessoa entra no Teatro Santa Roza escapando de uma forte chuva. Ao entrar encontra dois funcionários que o avisam que o teatro está fechado para reforma. Nathan consegue convencê-los a visitar e se perde entre as cochias, entrando em outra dimensão onde o sonho, a vida e a morte se encontram num mesmo palco com fantasmas, marionetes  e lembranças,  compondo  um tempo distante e histórico do ano de 1900, quando o mágico Jau Balabrega e seu assistente Lui Bartelle tiveram seus corpos estraçalhados por uma explosão no palco do Santa Roza.

Elenco: Edson Sousa, Érica Maria, Celsa Monteiro, Crizelide Barros, Dadá Venceslau, Guido Alexandre, Natalia Sá e Walmar Pessoa.

Ficha Técnica:  Diretor Musical – Carlos Anísio, Preparação vocal – Fátima França, Figurinos – Mauricio Germano, Confecção de Figurinos- Maria José e Wildenir Albuquerque, Confecção da marionete – Mestre Florismar, Adereços- Dadá Venceslau, Sonoplastia – Tiago Henriques

Contra Regragem – Ednaldo Silva, Arte Gráfica e Fotografia – Minna Miná, Iluminação e Cenografia- Eliézer Rolim.

 

23h

Espetáculo “Boca da Rua”

Texto: Emilson Formiga

Direção: Antônio Nunes

Cia Fátima Ribeiro

Procedência: Campina Grande – PB

Local: Teatro Municipal Severino Cabral

Sinopse

O espetáculo “Boca da Rua  relata a história de uma professora chamada Anália de comportamento pacato, responsável,  que se viu vítima da vizinhança por descobrirem sua aventura com um enteado. Daí pra frente, teve uma mudança comportamental, onde, para se vingar, passava toda a noite acordada vigiando tudo que  acontecia na rua para no outro dia espalhar por toda vizinhança. Zefa que era a única pessoa de sua confiança, tornou-se para Anália sua principal vitima.

Elenco: Fátima Ribeiro

Ficha Técnica: Operadora de som, Fabiene Donato, Operador de luz, Jorge Luiz

 

DIA 28

 

20h

Espetáculo “aH-Mar”

Direção: Duílio Cunha

Dramaturgismo: Diógenes Maciel

A Cia. do Rosário e o PINEL – Núcleo de Pesquisa e Experimentação Teatral

Procedência: Campina Grande – PB

Local: Cine Teatro do Sesc

Sinopse

Em aH-Mar temos o embate entre dois universos distintos, dois pontos de vista para um mesmo ato, duas formas de amar tendo o mar como intermédio e principal testemunha dos muitos planos que cercam essa narrativa cênica. O amor ao Estado e o amor à família. O Coletivo e o Indivíduo. Homem e Mulher. A rainha que espera pela volta do marido vitorioso de guerra, na tentativa de vingar a perda da filha sacrificada. aH-Mar, faz uma leitura da Tragédia Grega Agamêmnon, de Ésquilo.
Elenco: Chico Oliveira – Interpretando Agamêmnon, Ivan D’Paula – Interpretando Egisto, Amante de Clitemnestra e Arauto, Sandra Belê – Interpretando Cassandra, Tânia – Interpretando Clitemnestra.

Ficha Técnica: Trilha Musical:  Erivan Araújo. Iluminação: Napoleão Gutemberg, Fotos: Arôdo Filho.

 

 

Assessora de Imprensa do Teatro Municipal Severino Cabral

Projeto Teatro Piollin realiza última etapa a partir desta quinta-feira (14)

piollinO Projeto Teatro Piollin chega a sua última etapa a partir desta quinta-feira (14). De quinta a domingo os grupos Agitada Gang (PB) e Panacéia Delirante (BA) finalizam as ações desta iniciativa que teve início em setembro de 2012. Foram mais de 50 artistas de 16 grupos de diversos estados e regiões do Brasil. Um encontro que proporcionou trocas de experiências entre diferentes artistas do teatro brasileiro, como observa Nanego Lira, curador do projeto.
“A troca com os diversos processos de construção do fazer teatral junto ao sotaque de diferentes grupos e regiões que estiveram conosco neste projeto, proporciona ao Piollin Grupo de Teatro e a quem faz teatro em João Pessoa e na Paraíba, ampliar o olhar e aproximar o que fazemos aqui com o que se produz no Brasil”, explica o curador. “Diante disso essa experiência tem sido enriquecedora e estimulante. Assim já podemos ver o resultado desse projeto através das trocas vivenciadas pelos grupos envolvidos ou mesmo com a participação do público que vem se formando a cada etapa”, conclui.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A programação desta última etapa tem início com o espetáculo Como Nasce um Cabra da Peste, nesta quinta (14) e sexta-feira (15). Já no sábado (16) e domingo (17), o projeto será encerrado assim como iniciou em setembro de 2012, com um espetáculo de Nelson Rodrigues, dessa vez com as baianas do grupo Panacéia Delirante apresentando “Dorotéia”. Toda a programação acontece às 20h.
Com realização do Piollin Grupo de Teatro, o projeto foi contemplado pela Fundação Nacional de Artes – FUNARTE no edital Prêmio Procultura de estímulo ao circo, dança e teatro 2010. Para Nanego Lira, que também é integrante e um dos fundadores do PGT, esta iniciativa revela uma característica do próprio grupo.
“Na trajetória do Piollin sempre esteve presente o desejo de intercâmbio com pessoas e grupos de vários lugares. Temos outras experiências e projetos com esse foco”, explica. “Desde 1977, logo na fundação do Piollin, realizamos um projeto que teve cinco edições: o Encontro Estadual de Teatro Feito por Crianças, onde a ideia era trazer à nossa sede, atores e atrizes de grupos formados por crianças”, relembra.
Lira observa ainda a importância que uma ação dessa tem para a própria cena teatral de João Pessoa. “Não tenho dúvida de que todo e qualquer projeto que esteja voltado para a interação com o espaço social e com a comunidade traz uma carga de benefício para a cidade”, afirma. “A troca de experiências e a apresentação de novas formas teatrais, certamente reverbera na vida da cidade e das pessoas que moram e circulam nela, seja de forma mais imediata e objetiva, seja de forma mais estendida em função das relações construídas a partir da arte, do teatro. De qualquer forma são ações como essa que mantêm o teatro e os grupos de João Pessoa em ebulição”, finaliza.
O Projeto Teatro Piollin após essa última etapa de apresentações lançará ainda este ano um caderno de apontamentos com as críticas e anotações recolhidas ao longo de oito meses. São depoimentos,resenhas e uma diversidade de olhares em torno do fazer teatral de cada um dos grupos que foram convidados a participar do projeto.

Os ingressos são vendidos a preços populares, com os valores de R$ 10,00 e R$ 5,00.

Para a comunidade em torno do Piollin, os ingressos são vendidos pelo preço simbólico

de R$ 2,00 mediante apresentação de comprovante de residência.

Para saber mais informações sobre os grupos e conhecer a programação completa do Teatro Piollin basta acessar:

www.piollingrupodeteatro.com/projetoteatropiollin.

Ascom