Arquivo da tag: suspeitos

PC revela dois suspeitos por assassinato de Expedito Pereira; um está preso e o outro prestará depoimento nesta 2ª

Dois suspeitos de terem arquitetado e executado o assassinato do ex-prefeito de Bayeux, Expedito Pereira, já foram identificados, segundo revelou o  delegado titular da Delegacia de Crimes Contra a Pessoa – (DCCPES), Vitor Melo, durante entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira (14).

Um deles já está preso, enquanto o outro, de acordo com o delegado, deve prestar depoimento nas próximas horas. O nome de nenhum dos dois, no entanto, foi revelado à imprensa.

Já a moto usada no crime foi identificada junto com o proprietário, que foi liberado após prestar depoimento. Durante o relato, ele explicou à polícia que o veículo foi emprestado a outras duas pessoas, que também foram identificadas pela Polícia e um deles já está preso. A prisão, porém, não tem a ver com a morte, mas sim com um mandato de prisão em aberto que existia contra o suspeito.

“O quebra-cabeça está perto de se montar e a gente hoje tem muitos elementos”, garantiu Vitor Melo.

Os investigadores da equipe conseguiram coletar diversas imagens, contando com com o apoio da Semob-JP e Polícia Rodoviária Federal para auxiliar no desfecho da apuração. A motivação do crime ainda não foi elucidada, mas a tese de que familiares possam estar envolvidos ainda não está descartada. Dívidas e relações extraconjugais também seguem entre as linhas de investigação.

 

PB Agora

 

Secretário de Saúde confirma casos suspeitos de reinfecção pela Covid

O secretário de Estado da Saúde da Paraíba, Geraldo Antônio Medeiros, revelou em entrevista à rádio Cariri FM, nesta quinta-feira, 5, que alguns estados do Brasil já têm sim casos suspeitos de reinfecção pela Covid-19.

Porém, o gestor da Saúde explicou que é preciso ter uma análise mais profunda dos casos para que não haja confusão entre sequelas do vírus e reinfecção por ele.

– É preciso a realização de dois testes Swab Nasal, não há como constatar com aquele teste que é feito com uma furada no dedo, ou seja, o teste rápido. É preciso também que o condicionamento desse material biológico, nos dois testes, no princípio e agora após esse intervalo e a suspeita de reinfecção, tenha sido feito adequadamente para que não haja essa confusão – afirmou.

Outro ponto que precisa ser observado, segundo o médico, é que as pessoas que são acometidas de manifestações tardias da Covid precisam ter suas amostras analisadas por diferentes especialistas.

– Eles precisam passar por análises em três institutos de referência e somente após isso pode ser constatado o caso de reinfecção. Mas, posso adiantar que, mesmo o conhecimento dessa doença sendo pouco, casos de reinfecção deverão ser muito raros – declarou.

 

paraibaonline

 

 

Operação prende dois homens suspeitos de estuprarem crianças em Cajazeiras, na Paraíba

Uma operação da Delegacia da Mulher de Cajazeiras, no Sertão da Paraíba, prendeu dois homens suspeitos de abusar sexualmente de crianças na cidade. A ação aconteceu na manhã desta quinta-feira (29) e contou com o apoio do Grupo Tático Especial da Polícia Civil. Um terceiro mandado de prisão foi expedido, mas o suspeito do crime já havia fugido da cidade. As vítimas têm entre 3 e 13 anos de idade.

Conforme a delegada Yvna Cordeiro, um dos suspeitos, de 58 anos, teria oferecido R$ 20 para uma criança de 10 anos dar uma volta de carro com ele e, dentro do veículo teria acontecido o abuso sexual infantil com atos libidinosos.

Já o outro suspeito, de 35 anos, foi preso por ter abusado sexualmente das filhas e sobrinhas. De acordo com a delegada, todas as vítimas tinham 10 anos na época dos fatos, sendo que uma delas foi abusada dos 10 aos 13 anos.

O suspeito que está foragido teria cometido estupro de vulnerável com a neta de três anos de idade. Os presos foram encaminhados para a Penitenciária Regional da cidade.

G1

 

Padre Gilmar diz que ficou em cativeiro, amarrado e com capuz; três suspeitos são procurados

O padre José Gilmar concedeu entrevista, na noite desta sexta-feira (16), e contou detalhes sobre o seu desaparecimento. Ele revelou que foi levado por sequestradores a um cativeiro no meio do matagal, amarrado e ficou com um capuz, na região de Tambaba.

“Fiquei desde a terça-feira o final da tarde até hoje, consegui sair depois de terem me liberado na quarta à tarde, mas com ameaça de que eu não saísse daquele local. Graças à Deus sai caminhando, ontem caminhei bastante. Foi amarrado as mãos, colocado capuz, mas eles retiraram”, disse.

Segundo o padre, os homens estavam em um outro veículo e abandonaram o veículo do padre em Tambaba.

O delegado Victor Melo revelou que pelo menos três pessoas estavam com o padre no cativeiro. A Polícia Civil já tem uma linha de investigação, revelou.

Ele ainda contou que os criminosos pensavam que padre Gilmar fosse motorista de aplicativo. Ele foi abordado após um velório, e obrigado a dirigir no sentido Recife. O padre ainda estava com o celular entre as penas e conseguir mandar um pedido de socorro.

“Ele não foi violentado fisicamente, mas psicologicamente… ao descobrirem que ele seria padre, passaram a exigir que ele transferisse dinheiro da paróquia, mas ele não fez”, declarou à Tv Cabo Branco.

 

Portal WSCOM

 

 

Seis suspeitos de explosão à agência bancária são mortos pela Polícia, no Sertão da PB

Seis suspeitos de envolvimento na explosão ao banco de Coremas, que aconteceu na última quarta-feira (16), no Sertão da Paraíba, foram localizados e mortos no início da tarde desse sábado (19), pelo Grupamento Especializado de Operações em Área de Caatinga (Geosac), na cidade de Catingueira, também Sertão do estado.

Na ação, foi apreendido todo o arsenal da quadrilha e todo o dinheiro roubado na explosão foi recuperado. Os suspeitos entraram em confronto com policiais do Geosac, que desde o dia da explosão iniciou uma operação de busca em áreas de vegetação para encontrar os suspeitos.

Os seis homens baleados no confronto foram socorridos e levados para o Hospital Regional de Patos, mas acabaram morrendo. De acordo com a Polícia Militar, até as 17h desse sábado (19), ainda existem alguns suspeitos sendo procurados, mas não há informações de quantos são.

Foto: Beto Silva/TV Paraíba

G1

 

PC prende três suspeitos e localiza carga de botijões de gás furtados em Guarabira

Três homens suspeitos de praticar assaltos e tráfico de drogas foram presos em João Pessoa pela Polícia Civil, no início da tarde desta quinta-feira (10). Com o grupo, foram encontrados um caminhão, um carro, aparelhos eletrônicos e 80 botijões de gás de cozinha que haviam sido furtados nessa quarta-feira (10) na cidade de Guarabira, no interior da Paraíba.

A ação foi realizada por equipes da Delegacia de Repressão a Entorpecentes da Capital. Segundo o delegado Bruno Germano, o grupo é o principal suspeito de ter praticado um furto ocorrido nessa quarta-feira (9). Um caminhão que transportava botijões de gás de cozinha estava trafegando na cidade de Guarabira, quando foi furtado pelos criminosos. O veículo foi abordado no momento em que parou em um posto de combustível do município.

Após o registro do crime, a Polícia Civil iniciou diligências e conseguiu localizar os três suspeitos e a carga de botijões de gás que estava escondida em uma mata da praia de Jacarapé, em João Pessoa.

“A ação da DRE foi resultado de uma investigação que foi iniciada logo cedo, porque se tratava de pessoas envolvidas com tráfico de drogas e assaltos. Inicialmente, as nossas equipes conseguiram prender uma pessoa, que estava de posse de material eletrônico, que foi recuperado. Depois, conseguimos prender mais dois suspeitos e localizar a carga roubada, que estava escondida em Jacarapé”, afirmou o delegado.

Além dos produtos furtados, a Polícia recuperou ainda o caminhão levado durante o furto e um carro de passeio, de modelo Palio Weekend, que estava na posse dos suspeitos. A polícia desconfia que o veículo era usado nas ações criminosas.

Os três homens têm idades de 21 e 22 anos e são suspeitos de integrar um grupo criminoso envolvido com crimes patrimoniais e tráfico de drogas e também no furto qualificado do caminhão com botijões. Eles foram presos e autuados em flagrante delito e conduzidos ao Sistema Prisional.

 

Assessoria de Imprensa. Polícia Civil da Paraíba

 

 

PF deflagra megaoperação contra suspeitos de planejar execuções de servidores públicos de dentro dos presídios na PB, DF e mais 18 estados

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta segunda-feira (31), em conjunto com a Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (FICCO), a Operação Caixa Forte que visa investigar o tráfico de drogas e a lavagem de dinheiro praticados por uma facção criminosa com atuação em todo o território nacional. Na Paraíba, estão sendo cumpridos dois mandados contra suspeitos já presos na Penitenciária de Segurança Máxima Doutor Romeu Gonçalves de Abrantes (PB-1).

Segundo as investigações apontam que os suspeitos recebiam auxílio mensal por terem alcançado cargos de alto escalão ligados ao Primeiro Comando da Capital (PCC) ou por terem realizado missões como o planejamento ou execução de servidores públicos.

Ao todo, são cumpridos mais de 600 mandados em na Paraíba, Distrito Federal e mais 18 estados, 422 deles de prisão. Destes, 173 alvos já estavam presos.

Sobre a operação

Os dados obtidos na Operação Caixa Forte – Fase 01 (investigação que identificou os responsáveis pelo chamado “Setor do Progresso” da facção, que se dedica à lavagem de dinheiro proveniente do tráfico), revelaram que os valores auferidos com o comércio ilícito de drogas eram, em parte, canalizados para inúmeras outras contas bancárias da facção, inclusive para as contas do “Setor da Ajuda”, aquele responsável por recompensar membros da facção recolhidos em presídios.

Foram identificados 210 integrantes do alto escalão da facção, recolhidos em Presídios Federais, que recebiam valores mensais por terem ocupado cargos de relevo na organização criminosa ou executado missões determinadas pelos líderes como, por exemplo, execuções de servidores públicos.

Para garantir o recebimento do “auxílio”, os integrantes do grupo indicavam contas de terceiros não pertencentes à facção para que os valores, oriundos de atividades criminosas, ficassem ocultos e supostamente fora do alcance do sistema de justiça criminal.

A atuação da Polícia Federal visa desarticular a organização criminosa por meio de sua descapitalização, atuando em conformidade com as diretrizes do órgão de enfrentamento à criminalidade organizada por meio da abordagem patrimonial, além da prisão de lideranças.

A ação de hoje envolve cerca de 1.100 policiais federais, que cumprem 623 ordens judiciais, sendo 422 Mandados de Prisão Preventiva e 201 Mandados de Busca e Apreensão, em 19 Estados da Federação e no Distrito Federal; além do bloqueio judicial de até R$ 252 milhões. Todos os mandados foram expedidos pela 2ª Vara de Tóxicos de Belo Horizonte/MG.

Os presos são investigados pelos crimes de participação em organização criminosa, associação para o tráfico de drogas e lavagem de dinheiro, cujas penas cominadas podem chegar a 28 anos de prisão.

 

Portal WSCOM

 

 

Em Guarabira, Polícia Militar realiza prisões e apreensões de suspeitos de tráfico de drogas

Policiais do Motopatrulhamento do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar), realizaram, nesta terça-feira (18), na cidade de Guarabira, a apreensão de quatro adolescentes, dois de 17 e dois de 13 anos, e a prisão de dois homens, de 19 e outro de 22 anos, suspeitos de tráfico de drogas. Na residência abandonada onde eles se esconderam na tentativa de fugir da abordagem, os policiais encontraram substâncias semelhantes à maconha e crack, sacos plásticos pequenos utilizados para embalar e vender a droga, além de uma quantia em dinheiro.

A guarnição formada pelo sargento Felipi, cabo Fernando e soldado Weverton realizava rondas pelo Bairro do Rosário quando, em uma das ruas, se deparou com seis indivíduos em atitudes suspeitas que ao avistarem os policiais fugiram para a casa abandonada. Com o apoio das guarnições da Força Tática e Rádio Patrulha, os policiais fizeram a abordagem e encontraram com eles o material ilícito. A casa onde eles estavam, de acordo com denúncias feitas à Polícia Militar, já tinha sido utilizada anteriormente como ponto de venda de droga.

Os seis foram conduzidos à delegacia, onde foram autuados em flagrante por tráfico e ato infracional semelhante a tráfico, no caso dos adolescentes.

P/5 – Seção de Comunicação Social e Marketing Institucional do 4º BPM

 

 

Polícia civil prende suspeitos de roubo e receptação de motocicleta em Casserengue

A Polícia Civil da Paraíba, através de policiais da 21° Delegacia Seccional – Solânea, prendeu na tarde desta quinta-feira (13), Eritiano Zenaide Soares Alves, conhecido como “LUQUINHAS”, 25 anos e Jailton Barbosa Ferreira, 24 anos, suspeitos de roubo e receptação, respectivamente, nas cidades de Arara e Casserengue.

A motocicleta HONDA BIZ, COR AMARELA, PLACA MOE 1913, que havia sido roubada na última sexta-feira na cidade de Arara, foi apreendida em Casserengue/PB na posse dos suspeitos LUQUINHAS e JAILTON, que já haviam pintado o veículo na cor preta para dificultar a identificação.

Em depoimento, JAILTON alegou que comprou a motociclista a LUQUINHAS, negando envolvimento no roubo. Na casa de LUQUINHA foi localizada a caixa de uma pistola de pressão idêntica a utilizada no roubo.

 

Informações Polícia Civil

 

 

Polícia persegue suspeitos, intercepta veículo e apreende 710 munições

Uma perseguição policial e interceptação de um veículo no bairro de Mangabeira VIII (Zona Sul de João Pessoa), na noite desta quarta-feira (15), terminou com a prisão de duas pessoas e a apreensão de 710 munições de vários calibres, como 38, 40, 45 e 380.

A prisão da dupla e apreensões foram realizadas por policiais do Batalhão Especializado de Policiamento com Motocicletas (BEPMotos). Os policiais estavam fazendo o patrulhamento da área quando perceberam um veículo em alta velocidade, fazendo ultrapassagens indevidas e cometendo, inclusive, várias infrações de trânsito no local.

A polícia perseguiu e interceptou o carro, próximo a Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (Severino Dias de Oliveira – Mestre Sivuca). Ao abordar os ocupantes e verificar no interior do carro, encontrou as munições que estavam escondidas.

Paulo de Pádua/Whashington Luís