Arquivo da tag: suspeitos

Casos suspeitos de dengue aumentam quase 67% na PB

A Paraíba registrou até o dia 26 de novembro deste ano 17.560 casos prováveis de dengue, um aumento de 66,99% na comparação com o ano passado, quando foram registrados 10.516 casos. Em relação à chikungunya, foram notificados 1.299 casos prováveis, enquanto em 2018 foram 958 casos, o que corresponde a um aumento de 35,59%. Neste ano já são 391 casos de zika contra 364 no ano passado, um acréscimo de 7,42%.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES), o município onde há a maior incidência das arboviroses no estado é Teixeira, no Sertão do estado. Os municípios que concentram as maiores incidências, por 100 mil habitantes, são: Lucena; João Pessoa, Caaporã; Princesa Isabel; Água Branca; Juru; Areia; Esperança e Alagoa Nova.

“O coeficiente de incidência da Paraíba já ultrapassa 300 por 100 mil habitantes, o que indica que tivemos um ano de epidemia, fato que reforça a necessidade de aumentar a vigilância contra o Aedes”, alertou a gerente de Vigilância em Saúde, Talita Lira.

De acordo com Talita, há uma série de recomendações da SES, em relação ao controle e combate das arboviroses. Em virtude do período de elevadas temperaturas e intermitência de chuvas, é recomendado às Secretarias Municipais de Saúde intensificar as ações de modo integrado aos diversos setores locais como infraestrutura, limpeza urbana, Secretaria de Educação e Meio Ambiente, e áreas afins e sensibilizar a população para eliminação de criadouros do mosquito.

“Os focos do mosquito, na grande maioria, são encontrados dentro de casa, quintais e jardins. Daí a importância das famílias não esquecerem que o dever de casa, no combate ao mosquito, é permanente. Pelo menos uma vez por semana, deve ser feita uma faxina para eliminar copos descartáveis, tampas de refrigerantes ou outras garrafas, e, em especial, lavar bem a caixa d’água e depois vedar. Não deixar água acumulada em pneus, calhas e vasos; adicionar cloro à água da piscina; deixar garrafas cobertas ou de cabeça para baixo, são algumas medidas que podem fazer toda a diferença para impedir o registro de mais casos da doença, além de receber em domicílio o técnico de saúde devidamente credenciado, para que as visitas de rotina sirvam como vigilância”, enfatizou a gerente.

Quanto aos óbitos, foram confirmados no período 14 por arboviroses (doenças provocadas pelo mosquito Aedes Aegypti), sendo 10 para dengue; três para zika e um para chinkugunya; 35 foram descartados e sete óbitos continuam sendo investigados.

O boletim apresenta ainda dados do Levantamento Rápido de Índices para Aedes Aegypti (LIRAa). De acordo com o trabalho do LIRAa, foi constatado que 60,08% dos municípios paraibanos (134) estão em situação de alerta.

 

portalcorreio

 

 

Homem é executado a tiros dentro de estabelecimento comercial na PB; suspeitos são detidos

Joalisson de Lima, foi executado a tiros na noite desta sexta-feira (15) no município de Santa Rita. Região metropolitana da Capital.

De acordo com a polícia, ele estava em um bar na Avenida Conde no bairro de Tibiri, quando dois homens se aproximaram  e efetuaram vários disparos na vítima que morreu no local.

A polícia Militar foi informada do fato e iniciou as investigações e buscas e poucos minutos depois uma dupla suspeita pelo crime foi detida. Com eles, os PMs apreenderam um revólver calibre 38.

Os suspeitos foram levados para a Delegacia de Santa Rita para prestarem depoimento.

Paulo Cosme\Washington Luiz

 

 

Vereadores presos suspeitos de usar verba pública em viagem são liberados após audiência de custódia, na PB

Os onze vereadores e o contador da Câmara de Santa Rita, detidos na terça-feira (5) suspeitos de desviar dinheiro público para custear despesas de uma viagem feita para a cidade de Gramado, vão responder o processo liberdade, após decisão da juíza Maria dos Remédios, durante audiência de custódia que aconteceu na noite desta quarta-feira (6).

De acordo com a decisão, a juíza “reconheceu a legalidade da prisão em flagrante, mas não entendeu os presentes requisitos para pedir a prisão preventiva”, decidindo então que os parlamentares vão responder em liberdade durante o andamento do processo. Cada sessão teve duração de 20 a 40 minutos.

Ainda conforme a decisão, foi decretada a busca e apreensão dos computadores e documentos da Câmara de Santa Rita, como parte de uma medida cautelar. Segundo o decreto, após feita a cópia do material, os documentos serão devolvidos. Além disso, a medida também impede que os vereadores viajem e também recebam diárias.

Os parlamentares foram detidos durante a operação ‘Natal Luz’ do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público da Paraíba (MPPB).

De acordo com o delegado Allan Terruel, a operação teve início após o MP suspeitar da viagem dos vereadores, que usaram um seminário como justificativa para a ida a Gramado. A empresa organizadora da viagem seria do estado de Sergipe, o que fez a investigação ser iniciada.

A operação contou com a participação da Gaeco da PB e do Rio Grande do Sul, além da Polícia Civil de Sergipe. De acordo com a operação, só em diárias foram gastos R$69 mil.

G1

 

Homem é preso e adolescente apreendido suspeitos de matar dono de bar em Pilões, na PB

Um homem, de 18 anos, foi preso e um adolescente, de 16 anos, apreendido suspeitos de matar o dono de um bar com um golpe de faca no peito, após uma discussão. O crime aconteceu na noite da terça-feira (29), em Pilões, no Agreste da Paraíba.

A Polícia Militar recebeu a denúncia de uma briga que teria acontecido no bar, localizado na zona rural do município. No local, testemunhas informaram que os dois suspeitos consumiram bebidas alcoólicas e quebraram uma mesa no estabelecimento.

Após uma discussão como proprietário do bar, o jovem teria esfaqueado a vítima e fugido com o adolescente. O Samu ainda foi acionado, mas a vítima morreu ainda no local em que o crime aconteceu.

Os suspeitos foram localizados durante buscas realizadas pela PM. Um deles estava com a capa da faca utilizada no crime. Eles foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Guarabira.

Segundo informações da Polícia Civil, o adolescente foi encaminhado para o Centro Educacional do Adolescente, em João Pessoa. Os agentes não souberam informar para onde o jovem de 18 anos foi conduzido.

G1

 

Policiais do 4º BPM prendem três suspeitos de adulteração de veículo

Policiais do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) realizaram, neste sábado (26), três prisões de suspeitos de adulteração de veículo. A primeira prisão aconteceu no centro da cidade de Caiçara, pela manhã, quando a guarnição realizava patrulhamento de rotina e se deparou com um homem em atitude suspeita conduzindo uma moto. Ao realizarem a abordagem e a consulta ao veículo, os policiais constataram que a numeração do motor não condizia com o número do chassi do veículo. Diante do flagrante de adulteração, o condutor e a moto foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil.

À noite, em Cuitegi, a guarnição do Destacamento realizava rondas nas proximidades da PB 075 quando visualizou dois homens em uma moto sem placa, sem farol e sem lanternas de indicação. Os policiais deram ordem de parada e, ao realizarem a abordagem pessoal e no veículo, constataram que o condutor não apresentava nenhum documento do veículo, não possuía CNH (Carteira Nacional de Habilitação), e o chassi de identificação do veículo estava parcialmente adulterado. Diante dos fatos, os suspeitos foram presos e conduzidos à delegacia junto com a moto.

 

Assessoria 4º BPM

 

 

Dois homens são presos suspeitos de tráfico interestadual de drogas, em Mamanguape, na PB

Dois homens foram presos na noite da sexta-feira (18) suspeitos de tráfico interestadual de drogas, em em Mamanguape, na Paraíba. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), as prisões aconteceram durante fiscalizações em um carro de passeio e em um ônibus de transporte interestadual de passageiros. Cerca de 3 kg de cocaína e 150 gramas de maconha foram apreendidas.

A primeira prisão aconteceu durante uma abordagem da PRF na BR 101, no km 38, a um carro Cobalt que seguia de Natal (RN) para Recife (PE). No momento da abordagem, o condutor, um homem de 24 anos, ficou muito nervoso, o que levantou a suspeita dos policiais, que, após fiscalização, encontraram 2 kg de cocaína escondidos embaixo do banco do traseiro do veículo.

Também na tarde da sexta-feira (18), na Unidade Operacional da PRF em Mamanguape, a polícia prendeu um homem com 900 gramas de cocaína e 150 gramas de maconha, que estavam sendo transportados em ônibus interestadual de passageiro, que realiza a linha de Natal (RN) com destino a Araripina (PE). A droga estava escondida na bagagem de um homem de 22 anos.

Os dois homens e as drogas apreendidas foram encaminhadas para a Delegacia de Polícia Civil de Mamanguape. A PRF vem intensificando as ações de combate ao crime em todo a Paraíba com reforço na fiscalização.

Cerca de 3 kg de cocaína e 150 gramas de maconha foram apreendidas, na Paraíba — Foto: Diculgação/PRF

Cerca de 3 kg de cocaína e 150 gramas de maconha foram apreendidas, na Paraíba — Foto: Diculgação/PRF

 

 

G1

 

 

Presos suspeitos de matar pai de cacique na Baía da Traição

Foram presos, nesta quinta-feira (17), dois homens suspeitos do latrocínio que vitimou o pai do cacique da Aldeia Caieira, Baía da Traição, ocorrido no dia 5 de junho deste ano. Existe suspeita de que a dupla esteja envolvida em outros dois casos de roubo seguido de morte. A prisão foi realizada pelas polícias Civil e Militar.

Segundo o delegado Walter Brandão, da Seccional de Polícia Civil de Mamanguape, os presos seriam responsáveis por assaltos que vinham sendo praticados em várias aldeias e aterrorizavam a população da Baía da Traição. Os investigados ficaram detidos e serão apresentados em audiência de Custódia, ficando à disposição da Justiça.

 

portalcorreio

 

 

Oito suspeitos de estupro coletivo em Santa Rita são detidos pela polícia, na Paraíba

Oito pessoas suspeitas de participação no estupro coletivo de uma mulher de 21 anos, na madrugada de domingo (13), em Santa Rita, foram presos nesta segunda-feira (14) na Comunidade do Cadeado, também em Santa Rita. De acordo com informações do coronel Pablo, comandante do 7º Batalhão de Polícia Militar, os suspeitos foram encaminhados para a Delegacia da Mulher, para prestarem depoimentos e passarem por reconhecimento por parte da vítima.

A delegada Paula Monalisa ouviu os suspeitos durante toda a tarde, mas a Polícia Civil não confirma se todos devem permanecer detidos por envolvimento no crime. Segundo testemunho da mulher à delegada, sete pessoas agrediram o marido dela e três teriam praticado o estupro. Nenhum dos detidos foi reconhecido por ela, inicialmente.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, os policiais estiveram na casa onde aconteceu o estupro, na localidade conhecida como Matadouro. Na casa de um dos suspeitos foi apreendido cerca de meio quilo de droga, ainda de acordo com a PM. Segundo o coronel Pablo, os suspeitos foram encaminhados para delegacia para prestar depoimentos sobre o estupro.

Inicialmente, no domingo (13), a Polícia Militar informou a participação de seis suspeitos no estupro coletivo. Em depoimento, nesta segunda, a vítima contou que cinco homens tinham participado do crime. Durante a operação deflagrada pelas Polícias Militar e Civil, sete suspeitos foram detidos e encaminhados para Delegacia de Mulher em Santa Rita.

A vítima prestou depoimento à Delegacia da Mulher ainda na noite do domingo, em João Pessoa. A mulher, de 21 anos, contou à Polícia Civil, em depoimento, que estava em casa quando o marido dela chegou.

Assim que entrou na residência, o homem foi puxado para fora pelos suspeitos e foi espancado até desmaiar. Em seguida, o grupo invadiu a casa, tirou a mulher do local e levou ela em um carro até um local conhecido como “matadouro”. No local, a mulher contou que foi estuprada por cinco homens.

De acordo com a delegada, os suspeitos estavam muito alterados e drogados, conforme o relato da vítima à polícia. Uma das linhas de investigação apontam para uma possível vingança contra o marido da vítima, que é presidiário e cumpre pena em regime semiaberto, mas a motivação do crime ainda é incerta e será investigada.

A mulher, logo após o crime, foi encaminhada para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, onde recebeu os primeiros atendimento e teve alta ainda no domingo. Nesta segunda-feira (14), ela foi encaminhada para a Maternidade Cândida Vargas, onde passa por uma profilaxia e seguia em observação médica. Em seguida, ela deve ser encaminhada para um abrigo.

O marido dela, de 33 anos, que foi espancado, permanece internado no Hospital de Trauma da capital. Ele passou pelos procedimentos médicos de emergência e segue internado, em quadro clínico considerado estável.

G1

 

Suspeitos de estupro coletivo são detidos pela polícia, na Paraíba

Quatro pessoas suspeitas de participarem do estupro coletivo contra uma mulher de 21 anos, na madrugada deste domingo (13), em Santa Rita, foram detidos no fim da manhã desta segunda-feira (14) na Comunidade do Cadeado, também em Santa Rita. De acordo com a Polícia Civil, dois são adolescentes. A vítima prestou depoimento à Delegacia da Mulher ainda na noite do domingo, em João Pessoa, e reconheceu os quatro suspeitos nesta segunda por meio de fotos. Um outro suspeito ainda está foragido.

A mulher, de 21 anos, contou à Polícia Civil, em depoimento, que estava em casa quando o marido dela chegou. Assim que entrou na residência, o homem foi puxado para fora pelos suspeitos e foi espancado até desmaiar. Em seguida, o grupo invadiu a casa, tirou a mulher do local e levou ela em um carro até um local conhecido como “matadouro”. No local, a mulher contou que foi estuprada por cinco homens.

De acordo com a delegada, os suspeitos estavam muito alterados e drogados, conforme o relato da vítima à polícia. Uma das linhas de investigação apontam para uma possível vingança contra o marido da vítima, mas a motivação do crime ainda é incerta e será investigada.

A mulher, logo após o crime, foi encaminhada para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, onde recebeu os primeiros atendimento e teve alta ainda no domingo. Nesta segunda-feira (14), ela foi encaminhada para a Maternidade Cândida Vargas, onde passa por uma profilaxia e seguia em observação médica. Em seguida, ela deve ser encaminhada para um abrigo.

O marido dela, que foi espancado, permanece internado no Hospital de Trauma da capital. Ele passou pelos procedimentos médicos de emergência e segue internado, em quadro clínico considerado estável.

G1

 

Suspeitos de atropelar e matar três são liberados após depoimentos

Os suspeitos no atropelamento que deixou três pessoas mortas no dia 22 de setembro, em Areia, no Brejo da Paraíba, se entregaram à Central de Polícia Civil de Campina Grande durante a manhã desta quinta-feira (3), mas, após prestarem depoimentos, foram liberados, mesmo com o pedido de prisão preventiva por parte da PC.

Segundo o delegado Gilson Jesus, responsável por ouvir o motorista e o passageiro do veículo, suspeitos de estarem embriagados no momento do acidente, não houve sinalização por parte do Judiciário e, por isso, não teve mandado de prisão em desfavor dos dois homens, que vão responder em liberdade.

O delegado informou que, em depoimento, o motorista do carro negou que bebeu no dia, mas que não justificou o porquê de não ter ingerido bebida alcoólica junto ao colega, passageiro no momento do acidente, que confessou ter bebido.

Ainda de acordo com Gilson Jesus, o motorista informou que não tinha habilitação e alegou que o acidente foi ocasionado por falha mecânica do veículo.

O caso

Um carro supostamente fora de controle invadiu uma calçada e atropelou um casal e três crianças filhos deles, na noite do dia 22 de setembro, na cidade de Areia, no Brejo da Paraíba, a 130 km de João Pessoa. A mãe, de 34 anos, um menino de dez e uma menina de seis, não resistiram aos ferimentos e morreram.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e três dos feridos foram encaminhados para o Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, em Campina Grande. Conforme a PM, o garoto citado acima teve morte imediata após ficar preso na parte inferior do veículo e a mãe dele faleceu quando era socorrida para o Hospital da cidade de Areia.

 

portalcorreio