Arquivo da tag: suspeita

Três pacientes com suspeita de coronavírus morrem em 24 horas, em Campina Grande

Três pacientes com suspeita de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, morreram entre o domingo (5) e a segunda-feira (6), em Campina Grande, de acordo com o prefeito Romero Rodrigues. Segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde (SES), as três pessoas estavam internadas em estado grave no Hospital Municipal Dom Pedro I, que é referência no tratamento da infecção na cidade.

O primeiro caso foi de uma idosa, de 77 anos, que morava em Campina Grande e morreu no domingo (5). O segundo paciente foi um homem, de 56 anos, que também morava em Campina Grande. Ele morreu nesta segunda (6).

A terceira paciente foi uma mulher, de 55 anos, que morava no município de Olho D’água, no Sertão do estado. Antes de ser internada no Hospital Dom Pedro I, ela já havia sido transferida para Piancó, também localizada no Sertão paraibano. Ela tinha hipertensão e foi transferida para Campina Grande em estado grave de saúde.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), todos os três pacientes deram entrada no hospital com quadros graves de insuficiência respiratória, foram entubados, mas não resistiram à evolução da gravidade dos casos.

Já o secretário estadual de saúde, Geraldo Medeiros, informou que os pacientes também apresentavam sintomas de outras doenças como sepse, meningite e pneumonia. De acordo com ele, os testes serão realizados no Laboratório Central de Saúde Pública da Paraíba (Lacen-PB) já que os casos foram notificados como suspeitos.

G1

 

Homem de 68 anos morre com suspeita de coronavírus, na Paraíba

Um homem morreu na noite deste sábado (4) com suspeita de coronavírus, na Paraíba. A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) neste domingo (5). O homem tinha 68 anos e era da cidade de Cabedelo, na Grande João Pessoa. No entanto, estava internado no Hospital Clementino Fraga, em João Pessoa, onde faleceu, conforme informações de amigos. A SES confirma que o caso está entre os investigados, mas não tem mais detalhes. De acordo com a prefeitura de Cabedelo, o teste rápido do caso deu positivo, mas ainda aguarda a contraprova.

A Paraíba está com 34 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus, segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgadas neste sábado (4). Duas mortes por coronavírus também foram registradas neste sábado na Paraíba. Outras dez mortes suspeitas de Covid-19 seguem em investigação.

A primeira morte confirmada neste sábado foi uma mulher de 86 anos, com histórico de diabetes, meningioma e glaucoma, residente do município de Junco do Seridó, que apresentou início dos sintomas de Coronavírus no dia 25 de março e estava internada na UTI de hospital público desde a madrugada do dia 1º de abril. Conforme a SES, a paciente apresentava um quadro clínico estável, o que permitiu a remoção para a unidade de referência em João Pessoa, mas morreu durante o trajeto.

O outro caso foi um homem de 43 anos, hipertenso, com início dos sintomas em 28 de março. Ele deu entrada no dia 1º de março em hospital privado em João Pessoa, no dia 1º de abril foi para UTI e morreu no dia de hoje.

Até o início da tarde da sexta-feira, 14 pacientes estavam internados em UTI, sendo 10 em estabelecimentos públicos e quatro em hospitais privados, e 92 em leitos de isolamento, seguindo em investigação para Covid-19.

Com o novo boletim, a Paraíba passa a contabilizar 26 casos confirmados da doença em João Pessoa, 2 em Campina Grande, 1 em Cabedelo, 1 em Igaracy, 1 em Junco do Seridó, 1 em Patos, 1 em Serra Branca e 1 em Sousa. Dos casos confirmados, 4 estão hospitalizados, 9 já se recuperaram da Covid-19 e 18 seguem em isolamento domiciliar.

Ainda de acordo com a SES, mais 660 notificações por suspeita de Covid-19 estão em investigação, notificadas pelos municípios mediante suspeita clínica para Síndrome Gripal por Covid-19. Um total de 523 casos notificados já foram descartados por exames laboratoriais para Síndrome Gripal e casos Síndrome Respiratória Aguda Grave por Covid-19.

Em 31 de março, o estado registrou a primeira morte causada pela Covid-19. O paciente que morreu foi um homem, de 36 anos que morava em Patos, no Sertão do estado, e estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Clementino Fraga, em João Pessoa, desde o dia 26, após transferência hospitalar. Ele teve o diagnóstico confirmado na tarde da segunda-feira (30) e tinha histórico de diabetes.

G1

 

Em Sousa: idosa de 70 anos morre com suspeita da Covid-19; município tem outros 11 casos suspeitos sendo investigados

Uma idosa de 70 anos, com histórico de diabetes, morreu na tarde de ontem, sábado (04), no município de Sousa, Sertão da Paraíba, com suspeita do novo coronavírus. Ela estava internada desde o início da semana no Hospital Regional de Sousa após apresentar os sintomas da Covid-19.

De acordo com o último boletim epidemiológico, essa é a segunda morte com suspeita do Covid-19 no município.

O município de Sousa tem um caso confirmado de Coronavírus, seis casos descartados e outros 11 sendo investigados.

PB Agora

 

 

Duas mulheres morrem com suspeita de coronavírus em hospital de Pombal, PB

Duas mulheres morreram na segunda-feira (30) no Hospital Regional de Pombal, cidade localizada a 371 km de João Pessoa, com suspeita de infecção pelo coronavírus. De acordo com secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, informou que até a manhã desta terça-feira (31), pelo menos 12 mortes na Paraíba seguiam sob investigação da Secretaria de Estado da Saúde (SES) para confirmação de Covid-19.

Segundo informações repassadas pela SES, as duas mulheres, que eram idosas, foram submetidas a coleta das amostras para análise do novo coronavírus. As duas vítimas estavam internadas em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional de Pombal.

De acordo com secretário Geraldo Medeiros, o alto número de casos descartados na Paraíba, 367 até o boletim divulgado pela SES na segunda-feira (30) tem relação com o período do ano, que naturalmente registra aumento de outras doenças.

“Temos muitos casos de outras doenças respiratórias no período, também temos muitos casos de arboviroses, como dengue, zika e chikungunya, tudo isso contribui para o aumento do número de casos suspeitos e consequentemente de casos descartados”, comentou.

Uma das mortes que estão sob investigação é a do publicitário Mateus Zerbone Carlos, filho do empresário Eduardo Carlos, presidente da Rede Paraíba de Comunicação. A SES informou que o resultado do exame que pode confirmar a causa da morte do publicitário e dos outros 11 casos investigados deve sair nesta terça-feira (31).

Mortes suspeitas de coronavírus na Paraíba

Seis mortes já foram investigadas e descartadas por suspeita de coronavírus na Paraíba. Duas mortes que tinham sido classificadas por suspeita de coronavírus foram descartadas pela SES no sábado (28), o resultado foi divulgado no domingo (29). Estão descartadas a morte da mulher de 40 anos na cidade Patos e da criança de 10 anos na cidade de Conceição, ambas localizadas no Sertão paraibano.

Ainda de acordo com a SES, a morte da mulher de 40 anos no Hospital Regional de Patos não foi causada por nenhum vírus respiratório, com base nos exames realizados na paciente. Por sua vez, o caso do menino de 10 anos que morreu no Hospital e Maternidade Caçula Leite (HMCL) de Conceição foi descartado para Covid-19, seguindo as investigações para outros tipos de vírus respiratórios.

As duas mortes descartadas eram as que faltavam ser investigadas entre os casos que tinham sido notificados como mortes suspeitas por Covid-19. Antes, outras quatro mortes foram descartadas para coronavírus. Na última terça-feira (24) exames descartaram que as mortes de três pacientes da Paraíba tenham sido causadas pelo novo coronavírus. Na quinta-feira (26), mais uma morte que estava sendo investigada como suspeita do coronavírus também foi descartada.

Mortes descartadas para Covid-19

  • Mulher, de 29 anos, que morava em João Pessoa
  • Homem, de 67 anos, que morava em Zabelê
  • Mulher, de 34 anos, que morava em João Pessoa
  • Mulher, de 39 anos, que morava em João Pessoa
  • Mulher, de 40 anos, que morava em Patos
  • Criança, de 10 anos, que morava em Conceição

Caso descartado segue investigado

A morte de Quézia Leite Batista, de 34 anos, servidora pública que trabalhava na maternidade Frei Damião, em João Pessoa, descartada para Covid-19 segue sob investigação. De acordo com a SES, apesar da coleta e do resultado obtido no Laboratório Central de Saúde Pública da Paraíba (Lacen-PB), uma amostra foi enviada para o Instituto Evandro Chagas.

Ainda de acordo com a SES, a amostra foi enviada ao mesmo tempo em que era analisada no Lacen-PB. Como não houve um diagnóstico preciso da causa da morte dela, a amostra foi enviada para o Pará.

G1

 

Homem morre com suspeita de coronavírus, em João Pessoa

Um homem de 34 anos morreu na manhã desta segunda-feira (30), em João Pessoa. Mateus Zerbone Carlos, publicitário e filho do empresário Eduardo Carlos, presidente da Rede Paraíba de Comunicação, estava internado no Hospital Clementino Fraga, na capital. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), o paciente tinha suspeita de infecção pelo novo coronavírus (Covid-19), mas o resultado do teste que confirma ou não a doença ainda não foi divulgado.

A Secretaria de Estado da Saúde informou que o resultado do exame que pode confirmar a causa da morte deve sair nesta terça-feira (31). Doze mortes já foram notificadas por suspeita de contágio pelo coronavírus, e pelo menos outros seis casos suspeitos já foram descartados.

Mateus deu entrada no Clementino Fraga na semana passada com quadro de insuficiência respiratória. Ele foi entubado e uma insuficiência renal agravou o estado de saúde. No domingo (29) o paciente apresentou uma discreta melhora, mas morreu na manhã desta segunda-feira.

Ainda não há informações sobre velório. De acordo com a família da vítima, o corpo será cremado, mas ainda não foi divulgada a data.

Mortes suspeitas de coronavírus na Paraíba

Seis mortes já foram investigadas e descartadas por suspeita de coronavírus na Paraíba. Duas mortes que tinham sido classificadas por suspeita de coronavírus foram descartadas pela SES no sábado (28), o resultado foi divulgado no domingo (29). Estão descartadas a morte da mulher de 40 anos na cidade Patos e da criança de 10 anos na cidade de Conceição, ambas localizadas no Sertão paraibano.

Ainda de acordo com a SES, a morte da mulher de 40 anos no Hospital Regional de Patos não foi causada por nenhum vírus respiratório, com base nos exames realizados na paciente. Por sua vez, o caso do menino de 10 anos que morreu no Hospital e Maternidade Caçula Leite (HMCL) de Conceição foi descartado para Covid-19, seguindo as investigações para outros tipos de vírus respiratórios.

As duas mortes descartadas eram as que faltavam ser investigadas entre os casos que tinham sido notificados como mortes suspeitas por Covid-19. Antes, outras quatro mortes foram descartadas para coronavírus. Na última terça-feira (24) exames descartaram que as mortes de três pacientes da Paraíba tenham sido causadas pelo novo coronavírus. Na quinta-feira (26), mais uma morte que estava sendo investigada como suspeita do coronavírus também foi descartada.

Mortes descartadas para Covid-19

  • Mulher, de 29 anos, que morava em João Pessoa
  • Homem, de 67 anos, que morava em Zabelê
  • Mulher, de 34 anos, que morava em João Pessoa
  • Mulher, de 39 anos, que morava em João Pessoa
  • Mulher, de 40 anos, que morava em Patos
  • Criança, de 10 anos, que morava em Conceição

Caso descartado segue investigado

A morte de Quézia Leite Batista, de 34 anos, servidora pública que trabalhava na maternidade Frei Damião, em João Pessoa, descartada para Covid-19 segue sob investigação. De acordo com a SES, apesar da coleta e do resultado obtido no Laboratório Central de Saúde Pública da Paraíba (Lacen-PB), uma amostra foi enviada para o Instituto Evandro Chagas.

Ainda de acordo com a SES, a amostra foi enviada ao mesmo tempo em que era analisada no Lacen-PB. Como não houve um diagnóstico preciso da causa da morte dela, a amostra foi enviada para o Pará.

G1

 

Duas mortes por suspeita de Covid-19 são descartadas na Paraíba, diz SES

Mais duas mortes que tinham sido classificadas por suspeita de coronavírus foram descartadas pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). Os resultados foram obtidos no sábado (28), mas divulgados neste domingo (29) pela SES. Estão descartados a morte da mulher de 40 anos na cidade Patos e da criança de 10 anos na cidade de Conceição, ambas localizadas no Sertão paraibano.

Ainda de acordo com a SES, a morte da mulher de 40 no Hospital Regional de Patos não foi causada por nenhum vírus respiratório, com base nos exames realizados na paciente. Por sua vez, o caso do menino de 10 anos, que morreu no Hospital e Maternidade Caçula Leite (HMCL) de Conceição, houve apenas o descarte para Covid-19, seguindo as investigações para outros tipos de vírus respiratórios.

As duas mortes descartadas eram as que faltavam ser investigadas entre os casos que tinham sido notificados como mortes suspeitas por Covid-19. Antes, outras quatro mortes foram descartadas para coronavírus. Na última terça-feira (24) exames descartaram que as mortes de três pacientes da Paraíba tenham sido causadas pelo novo coronavírus. Na quinta-feira (26), mais uma morte que estava sendo investigada como suspeito do coronavírus também foi descartada.

Mortes descartadas para Covid-19

  • Mulher, de 29 anos, que morava em João Pessoa
  • Homem, de 67 anos, que morava em Zabelê
  • Mulher, de 34 anos, que morava em João Pessoa
  • Mulher, de 39 anos, que morava em João Pessoa
  • Mulher, de 40 anos, que morava em Patos
  • Criança, de 10 anos, que morava em Conceição

Caso descartado segue investigado

A morte de Quézia Leite Batista, de 34 anos, servidora pública que trabalhava na maternidade Frei Damião, em João Pessoa, descartada para Covid-19 segue sob investigação. De acordo com a SES, apesar da coleta e do resultado obtido no Laboratório Central de Saúde Pública da Paraíba (Lacen-PB), uma amostra foi enviada para o Instituto Evandro Chagas.

Ainda de acordo com a SES, a amostra foi enviada ao mesmo tempo em que era analisada no Lacen-PB. Como não houve um diagnóstico preciso da causa da morte dela, a amostra foi enviada para o Pará.

G1

 

Criança tem morte investigada por suspeita de covid-19, na PB

Nesta quinta-feira (25), a morte de uma criança de dez anos, no Hospital e Maternidade Caçula Leite de Conceição, interior da Paraíba está sendo investigada como suspeita de coronavírus, segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES).

A criança deu entrada na unidade de saúde com uma desidratação extrema e poucas horas depois de chegar ao hospital, seu quadro clínico evoluiu para uma parada cardiorrespiratória.

Uma amostra de material da criança foi encaminhada ao Lacen-PB, em João Pessoa, que irá confirmar, ou não, o coronavírus.

PB Agora

 

Paraíba descarta três mortes por suspeita de coronavírus, diz SES

Exames descartaram que as mortes de três pacientes da Paraíba tenham sido causadas pelo novo coronavírus. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) na noite desta terça-feira (24). Foram descartadas a contaminação por Covid-19 das seguintes pessoas:

  • Mulher, de 29 anos, que morava em João Pessoa
  • Homem, de 67 anos, que morava em Zabelê
  • Mulher, de 34 anos, que morava em João Pessoa

Com isso, até o momento, o estado tem três casos confirmados e 80 descartados. Ainda não foram divulgados os resultados dos exames da primeira morte registrada em um hospital particular de João Pessoa, de uma mulher de 39 anos que apresentava mais de uma doença, e a segunda morte de uma outra mulher, essa de 40 anos, no Hospital Regional de Patos, que sofria de doença crônica renal.

Casos de mortes descartados

As mortes descartadas são de um caso registrado em Monteiro, cidade a 305 km de João Pessoa. De acordo com informações repassadas pela Prefeitura de Monteiro, a vítima era um homem de 67 anos. Ele era residente da cidade de Zabelê e havia dado entrada no Hospital Regional de Monteiro no sábado (21). Ele apresentou sintomas de gripe, como tosse e febre. De acordo com a SES, a coleta foi feita no paciente no domingo (22) e enviada para o Instituto Evandro Chagas.

O outro caso é de uma mulher de 29 anos que morreu em um hospital particular de João Pessoa, que não tinha histórico de doenças relacionadas. Ela deu entrada na unidade no sábado com sintomas de gripe, diarreia e vômitos. O quadro clínico evoluiu rapidamente e logo depois ela precisou ser entubada. A paciente não resistiu e morreu na noite de domingo (22). A SES informou que a vítima foi testada para o novo coronavírus ainda no domingo.

O último caso descartado foi uma mulher que era assessora administrativa da Maternidade Frei Damião. Quézia Leite Batista estava internada em um hospital privado em João Pessoa, com notificação de suspeita para Covid-19. O material para exame do coronavírus foi coletado e analisado no Laboratório Central de Saúde Pública da Paraíba (Lacen-PB).

Foto: Francisco França/Secom-PB

G1

 

Paraíba tem quinto caso de morte de paciente com suspeita de coronavírus, afirma secretaria

Mais uma pessoa morreu na Paraíba com suspeita de infecção pelo novo coronavírus, elevando para cinco o número de mortes por suspeita de Covid-19, como é chamada a doença causada pelo coronavírus. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), a vítima foi uma mulher que era assessora administrativa da Maternidade Frei Damião. A morte foi nesta terça-feira (24).

Quézia Leite Batista estava internada em um hospital privado em João Pessoa, com notificação de suspeita para Covid-19. O material para exame do coronavírus já havia sido coletado e vai ser analisado no Laboratório Central de Saúde Pública da Paraíba (Lacen-PB).

De acordo com a SES, a previsão é de que o resultado do exame seja conhecido na terça-feira (24). A Secretaria de Estado da Saúde emitiu uma nota em que “se solidariza com a família e amigos pelo falecimento de Quézia Leite Batista”.

Com a morte da servidora pública, a Paraíba chegou a quatro mortes de pacientes com suspeita de infecção pelo novo coronavírus. Os dois últimos casos foram registados no domingo (22): um homem de 67 anos que estava internado no Hospital Regional de Monteiro, e uma mulher de 29 anos, farmacêutica, que morreu em um hospital particular de João Pessoa.

Os outros dois casos, o primeiro e o segundo, respectivamente foram uma mulher de 39 anos que apresentava mais de uma doença em um hospital particular de João Pessoa, e de uma mulher de 40 anos, que estava internada no Hospital Regional de Patos, que sofria de doença crônica renal.

Até a tarde de segunda-feira (23), a Paraíba tinha 25 pessoas internadas em hospitais com suspeita de Covid-19, como é chamada a doença causada pelo novo coronavírus, sendo 11 delas internadas em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

G1

 

Paraíba registra quatro mortes de pacientes com suspeita de coronavírus

Quatro óbitos já foram registrados na Paraíba nos últimos sete dias de pacientes suspeitos de contágio pelo coronavírus. A informação foi confirmada pelo secretário Geraldo Medeiros, durante entrevista nesta segunda-feira (23).

Os casos foram registrados em João Pessoa, Monteiro e Patos. As amostras foram coletadas e o Governo aguarda a liberação dos resultados pelo Instituto Evandro Chagas, unidade referência para esse tipo de exame no Norte e Nordeste, para confirmar se foram ou não causados pelo contágio do vírus.

Agora, com a nova fase na efetivação do plano de contingência e enfrentamento da doença, que entrou na fase de mitigação, qualquer paciente que apresente sintomas e entrem em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da rede de saúde será considerado suspeito.

Boletim divulgado na manhã de hoje apontou que a Paraíba registra dois casos confirmados e mais de 200 sob investigação.

A Paraíba já conta com 205 hospitais e mais de 8.000 leitos, sendo 132 hospitais públicos, destes 32 estaduais e mais de 6.000 leitos são públicos.

A Sescretaria de Saúde disponibiliza quatro números para plantão de dúvidas da Vigilância em Saúde e Hospital Clementino Fraga, desde o dia 16/03/2020, cujo atendimento é realizado por especialista da área (99146-9790; 99146-9250; 99147-0810 e 98823-6186).

 

PB Agora