Arquivo da tag: surpreender

Borborema recebe a Rota Cultural Raízes do Brejo e espetáculo “As Lembranças das Marias” promete surpreender o público

Nesta sexta-feira (08) a Rota Cultural Raízes do Brejo chegará em Borborema. A Rota Raízes do Brejo, contempla visitação a engenhos, casarões, estações e linha férreas, museus, oficinas, feiras de gastronomia e artesanato, shows, além de passeios a cachoeiras e trilhas ecológicas.

Começou em 20 de setembro e vai até 1 de dezembro passando por 9 municípios: Belém, Alagoinha, Duas Estradas, Pirpirituba, Lagoa de Dentro, Serra da Raiz, Borborema, Dona Inês e Pilõezinhos. E este final de semana é a vez de Borborema, que terá como tema “Educação: 60 anos de História”.

“Estou muito feliz e realizada em poder contar um pouco sobre a história da educação do nosso município. Trazer esse tema para a abertura da Rota Cultural Raízes do Brejo é de extrema importância para a valorização da educação, da arte e da cultura local. Além do que, deixa um marco no aniversário de 60 anos de Emancipação Política de Borborema, que será no próximo dia 12/11. Estamos ansiosos para assistir ao espetáculo, como também para os demais eventos que acontecerão ao longo do final de semana. Borborema aguarda todos de braços abertos,” comentou a prefeita Gilene Cândido.

A cerimônia de abertura será na Escola José Amâncio Ramalho, a partir das 19:00 horas, e terá além da recepção dos prefeitos que compõem a Rota cultural, a estreia do espetáculo “As Lembranças das Marias”, espetáculo escrito, dirigido e coreografado por Renilson Targino e Jailson Silva, que é uma viagem pelas lembranças de 7 velhinhas, que relembram/contam da escola e do modelo educacional rígido; das professoras; das inúmeras brincadeiras; de suas infâncias e de todos acontecimentos de uma época que éramos felizes com tão pouco.

“Quando recebemos o convite para escrever e dirigir o espetáculo, a proposta foi que falássemos sobre a educação e sobre os professores. Uma espécie de uma retrospectiva- homenagem. Mas pesquisando  mais especificamente a história da Escola José Amâncio Ramalho (a escola mais antiga de Borborema, construída em 1955)  e entrevistando alguns alunos que vivenciaram o modelo educacional de um tempo remoto, vimos que era muita informação para apenas um espetáculo, e que seria necessário um série com várias temporadas para abarcar todo o material coletado, então decidimos que faríamos um espetáculo que tivesse algumas essências das histórias que ouvimos nas entrevistas. Então selecionamos alguns temas que eram presentes em todas as entrevistas: a tabuada; o modelo educacional rígido; a reguada e palmatória; a sopa da escola; as brincadeiras de roda; o desfile cívico; o amor a religião e civilidade; os brinquedos de antigamente e de um tempo em que todo dia era bom. Assim criamos 7 personagens-narradores, que são velhinhas que relembram suas infâncias e amarram todo o espetáculo”, destacou Renilson Targino.

“E quem não lembra da Infância? Da primeira professora? Do tempo da escola? Quando penso na infância, vem  logo na memória a primeira professora; as brincadeiras de rua; os banhos de chuva; o homem do algodão doce ; a sopa da escola; às vezes que tocava a companhia e saía correndo; as mangas com sal; os pirões na casa da vovó; de quando caía e os machucados eram curados com mertiolate que ardia para danar; e de uma época que éramos felizes com tão pouco. As Lembranças são como ondas do Mar, vem e vão. Por instantes, lembramos de uma voz; um cheiro; um som. E quem não tem saudades de quando era criança, daqueles momentos tão simples? Como o tempo passa depressa… mas é incrível como existem coisas que marcam a vida da gente. Assim, temos certeza que o espetáculo fará o público relembrar de uma época que o nosso único medo era do escuro e a nossa única preocupação era com o que ia brincar. Vem se se emocionar com as histórias trazidas pelo espetáculo”, complementou Jailson Silva.

 

Assessoria para o FN

 

 

“Nome do novo presidente da ALPB pode surpreender”, diz Efraim Morais

efraimO coordenador da campanha de reeleição do governador Ricardo Coutinho (PSB), no segundo turno, Efraim Morais, considerou que a escolha do nome para presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, na próxima legislatura, pode ser uma surpresa.

Desconhecendo insinuações de que o governador trabalharia para eleger um aliado do PMDB na Casa, Efraim considerou que todos os 36 parlamentares eleitos e reeleitos são iguais e qualquer um pode assumir o comando do Poder Legislativo.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“Eu tenho absoluta certeza que com a renovação, com quadros jovens e deputados experientes eles vão conversar entre si. A partir daí sai um nome que até nós que temos mais vivência na política da Paraíba e vocês jornalistas que cobrem a política do dia a dia poderão se surpreender.

Efraim disse ainda não cabe ao governador vai  olhar de longe o que está acontecendo, mas sem intervir diretamente no processo.

“Eu não tenho a menor dúvida de que Ricardo ficará de longe observando os movimentos que acontecerão dentro da Assembleia”, disse Efraim defendendo que a formação da mesa seja “suprapartidária”.

“Defendo que tenha um entendimento primeiro com as lideranças dos partidos. São 36 deputados e todos são iguais e poderão assumir a presidência da Casa. Não tem essa história do mais votado ou do menos votado. Como diria Ernani Sátiro, o voto é o mesmo”, avaliou.

Roberto Targino – MaisPB

Campinense tenta surpreender Flamengo e se classificar fora de casa

Leonardo Silva/Vipcomm
Leonardo Silva/Vipcomm

Depois de perder dentro de casa, 2 a 1, o Campinense tenta surpreender o Flamengo para avançar na Copa do Brasil, nesta quarta-feira (15), a partir de 21h50 em Juiz de Fora (MG). Para desbancar o favorito e chegar à terceira fase, o rubro-negro de Campina Grande precisa vencer o confronto por pelo menos dois gols de diferença. Outra forma da Raposa avançar é vencendo por no mínimo três gols na casa do rival, caso vença por um gol de diferença. Uma vitória do Campinense por 1 a 0 ou um empate, classificam o Flamengo. Uma vitória por 2 a 1 leva a decisão para as penalidades.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Para o confronto, o treinador Oliveira Canindé só não vai poder contar com o lateral/meio campista Glaybson, que se machucou no durante o clássico contra o Treze. Quem deve ocupar sua vaga é o meia-atacante Ricardo Maranhão, que ficou no banco de reservas no primeiro jogo.

Quem também deve disputar a partida é o volante Wellington, que ficou de fora do primeiro confronto por conta de uma lesão muscular. O jogador está confiante em um resultado positivo, sobretudo, devido ao bom retrospecto da equipe fora de casa. “A gente vai encontrar um adversário difícil, uma equipe da primeira divisão, mas, sabemos que temos potencial para conseguir um bom resultado. Temos jogado bem fora de casa e esperamos que isso se repita contra o Flamengo”, projetou o camisa cinco.

De acordo com o treinador Oliveira Canindé, o desafio não intimida o elenco da Raposa. “Dificuldades teremos em todas as competições que disputarmos, ninguém vai facilitar nada para ninguém. Mas se quisermos alguma coisa dentro da competição e queremos, precisamos passar pelo Flamengo”.

Flamengo

Principal reforço do Flamengo para a temporada, o meia Carlos Eduardo sequer viajou a Juiz de Fora-MG para enfrentar o Campinense. O jogador seguiu no Rio de Janeiro, onde manteve programação de treinos no Ninho do Urubu junto do atacante recém-contratado Marcelo Moreno. Carlos Eduardo, no entanto, tem motivos para se preocupar. Sem lesões ou qualquer outro problema físico, o apoiador foi barrado por Jorginho. A ausência do jogo apenas confirma o quadro delicado do atleta no clube. O técnico Jorginho encerrou o último treino sem confirmar o time titular para pegar os paraibanos.

 

Paulo Pessoa, Jornal Correio da PB

Apesar de ser minoria, Governo pode surpreender e garantir 20 votos pela aprovação do empréstimo da Cagepa

hervazio bezerraDepois de muito o impasse o empréstimo que terá como avalista o Governo do Estado para sanar as dívidas da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba enfim deverá ser aprovado.

Um levantamento feito pela reportagem do PB Agora durante a semana aponta que alguns deputados que integram a bancada de oposição ao Governo Ricardo Coutinho deverão deixar as picuinhas políticas de lado em prol do avanço da Paraíba.

Ninguém sabe se a mudança de postura deve-se ao poder de persuasão do líder do Governo na Casa, Hervázio Bezerra (PSDB), ou se à conscientização dos parlamentares.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Temos intensificado as conversas e contamos com votos da bancada governista e oposicionistas para garantir a aprovação da matéria. Ao meu ver, seria um contrassenso da Assembleia negar o aval do empréstimo com taxas vantajosas. Estou pedindo celeridade na chegada da matéria à Mesa Diretora já que o projeto foi longamente discutido e não existe hoje dúvida da sua importância, destacou Hervázio Bezerra.

Alguns deptuados já anunciaram voto pela aprovação do empréstimo, outros apenas se mostram favorável. Veja a lista dos deputados que devem votar com o Governo na matéria da Cagepa.

1 – João Gonçalves (PEN)

2 – Branco Mendes (PEN)

3 – José Aldemir (PEN)

4 – Wilson Braga (PEN)

5 – Toinho do Sopão (PEN)

6 – Edmilson Soares (PEN)

7 – Antonio Mineral (PSDB)

8 – Hervázio Bezerra (PSDB)

9 – João Henriques (DEM)

10 ? Lindolfo Pires (DEM)

11 ? Domiciano Cabral (DEM)

12 ? Doda de Tião (PPL)

13 – Gilma Germano (PPS)

14 – Léa Toscano (PSB)

15 – Eva Gouveia (PSD)

16 – Tião Gomes (PSL)

17 ? Ivaldo Morais (PMDB)

18 ? Iraê Lucena (PMDB)

19 ? Genival Matias (PT do B)

20- Jutay Meneses (PRB)

Márcia Dias e Vanessa de Melo

Lula diz que PT ‘vai surpreender no Brasil inteiro’

Lula considera que Marinho sairá vencedor de "forma consagradora" (Foto: Alessandro Valle. ABCDigipress. Folhapress)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou em entrevista exclusiva à TVT, parceira da Rede Brasil Atual, que o resultado das eleições municipais deste domingo (7) trará surpresas para aqueles que não gostam do PT. “Qualquer boa administração reflete na política do PT para São Paulo e para o Brasil. Estou convencido de que mais uma vez o PT vai surpreender no resultado eleitoral no Brasil inteiro”, disse hoje durante caminhada com o candidato de seu partido à prefeitura de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho, que deve garantir a reeleição. “Muita gente torce para o fim do PT. O que vai acontecer é que o PT vai sair dessas eleições mais forte do que entrou em todas as regiões.”

A caminhada atraiu três mil pessoas saindo da sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, berço político de Lula e de Marinho, e terminando na Igreja Matriz, que fica na principal rua de comércio da cidade, a Marechal Deodoro. Segundo pesquisa do Diário do Grande ABC divulgada hoje, o petista não terá dificuldade em garantir a reeleição, com 64,8% dos votos válidos, praticamente o dobro do segundo colocado, Alex Manente (PPS), que tem 32,5%. “A reeleição do Marinho é a possibilidade de São Bernardo continuar avançando, melhorando e dando condições mais dignas para o povo”, disse Lula à TVT. “O Marinho vai ser reeleito de forma consagradora e São Bernardo vai terminar muito mais bonita.”

Pouco depois, em entrevista a jornalistas, Lula cobrou dos eleitores que tenham responsabilidade na hora de votar. “Amanhã é dia de o Brasil dar mais uma lição ao mundo de que nós sabemos exercer democracia em sua total plenitude. É importante todo mundo sair de casa para votar”, ressaltou. “Tem de se responsabilizar pelo voto. Se o candidato não fizer aquilo que pensava que ia fazer, tem o dever e a autoridade moral de cobrar.”

Lula comentou ainda o papel de Dilma Rousseff na campanha eleitoral. Esta semana, a presidenta participou dos comícios de Fernando Haddad em São Paulo e de Patrus Ananias em Belo Horizonte, alfinetando os tucanos José Serra e Aécio Neves. “A gente não pode esperar que a presidenta Dilma faça campanha. Ela tem que tomar conta do Brasil inteiro, o Brasil é muito grande. Ela tem que levar em conta a base de apoio no Congresso Nacional. Então, ela não tem a liberdade que eu tenho para fazer campanha. E é bom que seja assim. Ela tem que continuar governando o país e cuidando do Brasil. Somente em algum caso especial é que ela vai comparecer.”

redebrasilatual