Arquivo da tag: suposta

Ex-prefeita de Conde é presa por suposta lavagem de dinheiro

Ex-prefeita Tatiana Lundgren (Foto: Divulgação)

A ex-prefeita de Conde, Tatiana Correa, e o ex-procurador do município, Francisco Cavalcante Gomes, foram presos, nesta terça-feira (6), numa operação do Ministério Público (MP), em parceria do Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) com o Grupo de Operações Especiais (GOE). Os gestores são apontados por lavagem de dinheiro e terem causado um prejuízo de R$ 620 mil ao município.

Em contato com o Portal Correio, o Ministério Público informou que o suposto esquema teria forjado uma desapropriação de um terreno em nome de um suposto laranja no município.

Os dois tiveram a prisão preventiva decretada e se submeterão a exame de corpo de delito, antes de participarem de uma audiência de custódia ainda esta semana. Além das prisões, a operação também cumpriu mandados de busca e apreensão.

Em contato com o Portal Correio, o advogado da ex-prefeita, Rembrandt Asfora, disse que a defesa só irá se pronunciar sobre o assunto nos autos do processo.

 

Portal Correio

 

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Obra de R$ 8 milhões é investigada por suposta irregularidade em Esperança

(Foto: Thiago Fernandes/Arquivo Pessoal)
(Foto: Thiago Fernandes/Arquivo Pessoal)

O Ministério Público Federal (MPF) instaurou um inquérito para investigar a construção de uma Vila Olímpica na cidade de Esperança, no Agreste paraibano. Segundo a procuradora da República Acácia Soares Peixoto, o motivo são supostas irregularidades na execução da obra, que é orçada em mais de R$ 8 milhões e, desde 2011, R$ 2.171.520 foram liberados. O Ministério Público da Paraíba (MPPB) diz que “não há serviços executados que justifiquem o pagamento deste montante”.

Em nota, o prefeito da cidade, Anderson Monteiro, afirmou estar surpreso com a investigação e diz que não foi notificado. Ele relata que quando assumiu a administração em 2013 a obra estava paralisada e houve o destravamento de recursos e a construção foi continuada. Monteiro garante ainda que todos os pagamentos e a fiscalização de tudo que já foi feito na obra foram aprovados pela Caixa Econômica Federal. O atraso, segundo ele, se deve à burocracia na liberação dos recursos, diz o prefeito.

Na Vila Olímpica, são previstas a construção de um ginásio esportivo, salas para prática de esportes e artes marciais, pista de atletismo, campo para lançamentos, piscina semiolímpica, arquibancadas, pista de cooper estacionamento. Até a sexta-feira (28), nenhum dos espaços estava pronto.

Foram repassadas três parcelas para a prefeitura de Esperança. Duas foram pagas em 30 de dezembro de 2011, de R$ 87.165 e R$ 1.920.945, e, a última, em 10 de dezembro de 2015, de R$ 163.410.

Pronta, Vila Olímpica deve ficar dessa forma (Foto: Thiago Fernandes/Arquivo Pessoal)Pronta, Vila Olímpica deve ficar dessa forma
(Foto: Thiago Fernandes/Arquivo Pessoal)

O Ministério do Esporte afirmou que, por parte do órgão, não há problema com o convênio. Informou ainda que os recursos são repassados pela Caixa Econômica Federal a partir de medições. A cada vistoria, o banco transfere outra parte das verbas.

O G1 entrou em contato com a Caixa Econômica Federal e questionou sobre um possível interrompimento nos repasses devido ao atraso da obra, mas até o fechamento da reportagem não houve retorno.

Como medida de investigação, o Ministério Público Federal determinou que o setor de Segurança e Transporte da Procuradoria da República faça uma diligência na obra para averiguação, questionando os funcionários sobre a contratação deles e o pagamento. Também deve ser examinada a movimentação financeira da conta bancária do convênio e os boletins de medição que subsidiaram a liquidação das despesas da obra.

*Sob supervisão de Taiguara Rangel

Vegetação já se confunde com construção em Esperança, Paraíba (Foto: Thiago Fernandes/Arquivo Pessoal)Vegetação já se confunde com construção em Esperança, Paraíba (Foto: Thiago Fernandes/Arquivo Pessoal)

 

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Funcionários públicos são detidos em Borborema com dinheiro para suposta compra de votos

borboremaDois funcionários públicos foram detidos pela polícia e pelo juiz eleitoral, no município de Borborema, depois de serem encontrados com dinheiro em espécie dentro de um carro para suposta compra de votos, já que um deles pertence a uma das coligações na disputa pelo comando da cidade.

Policiais do plantão foram chamados pelo juiz da Comarca, Jailson Shizue Suassuna, para fazer rondas no município. Ao chegarem na Praça Dr. José Amâncio Ramalho, abordaram os dois funcionários que estavam em um carro onde foi encontrada a quantia de R$ 2.840,00. Indagados sobre a procedência do valor, um dos acusados não soube informar e apenas disse que fazia parte da coligação a que pertencia o segundo acusado.

No mesmo local, minutos após, um agricultor foi detido com a quantia de R$ 610. Ao ser abordado pelos policiais e juiz local, o acusado não soube informar a origem do dinheiro. Todos eles foram conduzidos para a delegacia de Solânea, responsável pela região após às 18h, já que as demais delegacias nesse horário ficam fechadas.

Focando a Notícia

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Gravação revela suposta causa do acidente que matou Cristiano Araújo

Cristiano Araújo e a namorada dele morreram na última quarta-feira (24) ao sofrer um acidente de carro na BR-153, em Goiás. A gravação telefônica da filha da dona de um lava rápido, onde o veículo do cantor passou por uma limpeza, revela que o motorista do sertanejo sabia da solda que havia em uma das rodas do automóvel.

R7

Câmera flagra suposta cena de estupro no Entorno do DF

videoAs câmeras de segurança de um comércio no Pedregal, bairro do Novo Gama, região do Entorno do DF, flagraram um suposto estupro. O vídeo está circulando nas redes sociais e mostra um homem agarrando uma mulher à força. A mulher tenta fugir, mas é agarrada pelo homem que aparenta estar alcoolizado. Em seguida, ele joga a mulher no chão e deita sobre ela. O homem abaixa as calças e parece fazer sexo com a suposta vítima.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

As câmeras de um comércio flagrou toda a ação. Um carro passa pelo local, para e o motorista segue viagem. Pelo vídeo não é possível saber a data e a hora em que tudo aconteceu. Mas se passa durante a noite.  As imagens estão circulando nas redes sociais. Segundo quem compartilha, as cenas mostram um suposto estupro.

De acordo com os comerciantes, a Polícia Militar passou nas lojas para pegar as imagens do circuito de segurança e encaminhar para a investigação. A Polícia Civil informou que ainda não é possível afirmar que houve crime e que vai tentar identificar os personagens do vídeo.

Assista ao vídeo:

 

R7

Vaza a suposta lista de Felipão com o paraibano Hulk e surpresas em dois setores da Seleção Brasileira

hulkVazou nas redes sociais uma lista com os possíveis 23 convocados pelo técnico Luiz Felipe Scolari para a disputa da Copa do Mundo. Entre os nomes estão o do atacante paraibano “Hulck” com a grafia errada – o certo seria Hulk -, e o de duas surpresas. Miranda, na defesa, e de Alan Kardec no ataque.

O defensor do Atlético de Madrid briga por uma posição com Dedé (Cruzeiro), Réver (Atlético-MG), Henrique (ex-Palmeiras) e Marquinhos (PSG). O defensor da Raposa aparece como favorito, mas o ex-jogador do São Paulo ou o ex-palmeirense têm grandes chances de serem uma das surpresas.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Alan Kardec, por sua vez, só seria convocado se Felipão abrisse mão de um lateral-esquerdo, o que deve acontecer. A tendência, porém, é que o treinador aposte em Robinho, por ser um jogador com mais experiência e já ter um entrosamento com Neymar. Os dois jogaram juntos no Santos.

A lista que aparece na internet tem a suposta assinatura do técnico Felipão, além de contar o símbolo da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e o logotipo da Copa do Mundo. Esta não foi a única lista, que apareceu nas redes sociais. Internautas começaram a brincar com o fato, e fizeram convocação semelhante, mas com algumas alterações. Entre elas, estava uma com o atacante do Santa Cruz, Flávio Caça-Rato, no lugar de Alan Kardec. Seria essa uma melhor opção para Felipão?

Futebol Interior

Adolescente suspeita de traição do namorado e atira contra suposta amante na Grande JP

Reprodução/BayeuxEmFoco
Reprodução/BayeuxEmFoco

Uma adolescente, de 16 anos, foi detida no início da tarde desta terça-feira (31), na cidade de Bayeux, na Grande João Pessoa, após efetuar dois tiros contra uma jovem que estaria mantendo um relacionamento com seu namorado.

O caso foi registrado na 6ª Delegacia Distrital. Além dos tiros, a menor ainda teria mordido a vítima que foi atingida de raspão pelas balas.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Policiais militares conseguiram conter a menor infratora e apreenderam além da arma, pedras de crack e maconha.

Após investigação, foi constatado que a adolescente já tem passagem pela polícia por tráfico de drogas. Ela foi apreendida e conduzida pela PM à delegacia.

 

mENOR FOI DETIDAFoto: Menor foi detida pela PM

Créditos: Reprodução/BayeuxEmFoco

 

portalcorreio

MP requer prisão de 18 policiais envolvidos em suposta tortura na PB

O promotor Sócrates da Costa Agra requereu, na tarde dessa quarta-feira (24), o afastamento, a prisão preventiva e o indiciamento dos 18 policiais militares envolvidos na morte do técnico em monitoramento Tiago Moreira Alves, 27 anos. O suposto crime de tortura aconteceu em 5 de agosto, no bairro do José Pinheiro, em Campina Grande. Seis policiais foram indiciados pela delegada Cassandra Duarte, por tortura seguida de morte.

Segundo Sócrates da Costa, foi requerido ainda a devolução do inquérito a delegacia para que outras testemunhas sejam convocadas e prestem novos depoimentos. De acordo com o Ministério Público, testemunhas do caso estão sendo ameaçadas.

“Pedimos que todos sejam indiciados, porque participaram direta ou indiretamente, agindo ou permitindo a tortura. O pedido de prisão preventiva se deve ao fato de que as testemunhas estão sendo ameaçadas e precisamos assegurar a proteção das mesmas”, assinalou o promotor da 4º Vara Criminal de Campina Grande.

“Os autos registram um policiamento voltado para o crime e não para proteger a vida do cidadão, em uma conduta totalmente desnecessária e que poderia ter sido evitada”, alegou Sócrates Agra.

O inquérito agora deve retornar para a delegacia de homicídios de Campina Grande e a delegada Cassandra Duarte terá 30 dias para analisar o requerimento.

O crime
Tiago Moreira, de 27 anos de idade, morreu no dia 5 de agosto deste ano. A esposa da vítima, Alessandra Alves, disse que Tiago teve uma crise de abstinência de drogas e acabou invadindo a casa de um policial. A casa do PM fica a menos de 30 metros da casa da vítima. Lá, segundo a Policia Civil, teria sido espancado até a morte por policiais.

De acordo com o comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar, tenente coronel Souza Neto, o policial e a esposa dele foram agredidos por Tiago e chamaram reforço policial para conter o rapaz. No último dia 14 de setembro, os seis policiais militares foram indiciados, de um total de 18 que foram investigados.

G1 PB

Justiça arquiva inquérito sobre suposta fraude no concurso da Caixa

O inquérito que apurou uma suspeita de fraude no concurso da Caixa Econômica Federal para o cargo de técnico bancário novo foi arquivado pela Justiça. Segundo a nota da Fundação Cesgranrio, organizadora do concurso, divulgada na tarde desta sexta-feira (4), “a juíza da 12ª Vara Federal da Seção Judiciária do Distrito Federal determinou o arquivamento do inquérito que apurou o episódio referente ao concurso da Caixa, para o cargo de Técnico Bancário Novo, realizado no dia 22/04/2012”.

Policiais do Distrito Federal encontraram, no dia 24 de abril, três caixas com materiais utilizados na aplicação da prova do concurso da Caixa. Em uma das caixas estavam provas soltas, em outra provas em envelopes plásticos, e na terceira envelopes lacrados. Na parte de fora das caixa estava impresso o nome da Fundação da Cesgranrio. Segundo a assesoria da instituição, o material foi descartado erroneamente por um funcionário da Faculdade Unieuro de Águas Claras, um dos locais em que a prova foi aplicada.

De acordo com a nota de esclarecimento, a juíza não encontrou “indícios de materialidade de ilícito criminal” e determinou o arquivamento dos autos.

Leia a íntegra da nota de esclarecimento:

A Fundação Cesgranrio informa que a juíza da 12ª Vara Federal da Seção Judiciária do Distrito Federal determinou o arquivamento do inquérito que apurou o episódio referente ao concurso da CAIXA, para o cargo de Técnico Bancário Novo, realizado no dia 22/04/2012.

Em sua decisão, no dia 3 de maio, a juíza determinou: “Em face da ausência de indícios de materialidade de ilícito criminal, acolho a promoção ministerial, a qual adoto como razões de decidir, e determino o arquivamento dos autos…”

A seguir, os despachos das autoridades pelas quais o inquérito tramitou:
• Conclusão do Memorando do Delegado Federal responsável pelas investigações: “Vale colocar em relevo que não há sequer um dado adicional que indique a possibilidade de fraude.”

• Conclusão do Parecer da Corregedora da Polícia Federal: “Pelo exposto, entendo que as investigações foram bem conduzidas pela autoridade policial que as presidiu e opino pelo acatamento da sugestão do DPF responsável no sentido de se providenciar o arquivamento do presente expediente em razão da inexistência de indícios de fraude.”

• Conclusão da Promoção de Arquivamento do Ministério Público Federal no Distrito Federal: “De fato, não há indícios de fraude, pois o material jogado fora, pelo que se tem notícia, não foi disponibilizado a ninguém antes da prova.”

Dessa forma, a Fundação Cesgranrio informa que o referido Inquérito encontra-se devidamente arquivado, restando absolutamente comprovado que não houve falha na aplicação do Concurso da CAIXA.

A Fundação Cesgranrio reitera que o cronograma do concurso continuará sendo cumprido.

Inscritos
O concurso teve 1.086.513 candidatos. O número parcial, divulgado inicialmente pela Caixa, era de 1.086.514. Somente no estado de São Paulo são 181.799 inscritos (contando os candidatos da área de tecnologia da informação). Em seguida aparecem Minas Gerais com 107.198 candidatos, Paraná com 82.861, Rio de Janeiro com 78.789, Bahia com 71.652 e Rio Grande do Sul com 67.345.

Ficam asseguradas as admissões, conforme necessidade de provimento, dos candidatos classificados nos concursos públicos 2010 para o cargo de técnico bancário novo até o término de suas vigências, ou seja, 13 de junho de 2012, para RJ e SP, e 28 de junho de 2012, para os demais estados, ou até o esgotamento do cadastro de reserva no polo/macropolo de opção, prevalecendo o que ocorrer primeiro.

O concurso público terá validade de um ano, podendo ser prorrogado, a critério da Caixa, uma única vez, por igual período, contado a partir da data de homologação do resultado final, prevista para 19 de junho.

G1

Comissão vai apurar envolvimento de Ideli em suposta irregularidade

A ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, em discurso no Senado em março (Foto: Moreira Mariz/Agência Senado)

A Comissão de Ética Pública da Presidência da República decidiu nesta segunda-feira (16) abrir procedimento preliminar para investigar o envolvimento da ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, em denúncias de supostas irregularidades na compra de 28 lanchas pelo Ministério da Pesca. Ideli foi titular da pasta antes de assumir a articulação política do governo.

A abertura do procedimento preliminar foi motivada por uma representação de autoria do PSDB, protocolada no dia 2 de abril na comissão. O partido pediu que fosse apurado se houve conduta antiética por parte da ministra.

Segundo reportagem do “Estado de S.Paulo”, a empresa Intech Boating foi contratada para construir lanchas-patrulhas de mais de R$ 1 milhão cada. Após a contratação, contudo, a empresa afirma ter sido procurada pelo PT de Santa Catarina para doar R$ 150 mil ao comitê local. Ainda de acordo com o a reportagem, o PT catarinense pagou 81% dos custos da campanha de Ideli ao governo daquele estado, em 2010. Ela perdeu a eleição e assumiu o Ministério da Pesca em 2011.


De acordo com o presidente da Comissão de Ética Pública, Sepúlveda Pertence, Ideli se antecipou e já apresentou esclarecimentos sobre o caso, que será relatado por Américo Lacombe. Na próxima reunião, em 14 de maio, o colegiado decidirá se o procedimento preliminar se desdobrará em processo contra a ministra.

“[O caso] está ainda em fase preliminar, ela [Ideli] apresentou, no entanto, esclarecimentos voluntariamente”, disse o conselheiro ao deixar a reunião.

O líder do PSDB no Senado, Alvaro Dias (PR), disse esperar imparcialidade na apuração das denúncias. “Nós esperamos que essa investigação, na esteira do que tem já desenvolvido o Tribunal de Contas da União possa apurar os fatos com a imparcialidade necessária”, disse o tucano. Ele não descartou fazer pedido de investigação na Procuradoria-Geral da República.

Convocação
Na semana passada, a Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados aprovou a convocação da ministra por oito votos favoráveis e sete contrários para prestar esclarecimentos sobre o caso.

Em nota, a minista disse que “sempre esteve e se mantém à disposição para todos os esclarecimentos que forem necessários”.

A Secretaria de Relações Institucionais reiterou as explicações para a denúncia argumentando que, no período da licitação, Ideli era senadora e que, nos cinco meses em que chefiou o Ministério da Pesca, “não assinou e não firmou nenhum novo contrato ou convênio”. A nota afirma ainda que a ministra “não tem relações com a empresa Intech Boating”.

Ana de Hollanda
Segundo Sepúlveda Pertence, a comissão decidiu também na reunião desta segunda-feira arquivar o procedimento contra a ministra da Cultura, Ana de Hollanda. No último encontro, em 26 de março, o colegiado decidiu pedir explicações à ministra sobre camisetas que ela teria recebido da escola de samba Império Serrano, do Rio de Janeiro.

O presidente explicou que “o procedimento instaurado com relação a ministra Ana Buarque de Hollanda foi arquivado por não se encontrar falta ética no episódio”.

Reportagem de 13 de março do jornal “Correio Braziliense” afirmou que, depois de o Ministério da Cultura zerar a inadimplência da escola de samba, a ministra teria recebido oito camisetas para que ela e amigos desfilassem na ala da diretoria da agremiação. Na ocasião, segundo o jornal, a assessoria do ministério informou que se tratava de uma camiseta para desfilar em um grupo em homenagem à sambista Dona Ivone Lara.

Luiz Antonio Pagot
A comissão aprovou ainda uma censura ética ao ex-diretor do Departamento Nacional de Infraestrutra de Transportes (Dnit) Luiz Antonio Pagot por ter dito, em entrevista, que não cumpriria a quarentena imposta pelo Código de Conduta da Alta Administração Pública a ocupantes de altos cargos.

Segundo Pertence, a entrevista do ex-diretor foi “censurável”. “[Pagot] foi objeto de censura pela declaração não desmentida de que não cumpriria a quarentena, embora depois de dirigisse à comissão dizendo que estava pronto para cumprir a quarentena”.

Na prática, a censura representa uma “mancha” no currículo, mas não evita que a ex-autoridade volte a ocupar cargos públicos de relevância.

Fernando Pimentel
A comissão ainda analisa as consultorias prestadas pelo ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel. O ministro já apresentou as informações pedidas na última reunião, mas o relator – Fábio Coutinho – decidiu pedir mais explicações a Pimentel.

G1