Arquivo da tag: suicídio

Setembro Amarelo: Por que uma pessoa comete suicídio?

Por Sabrina Ferrer, psicóloga-chefe do FalaFreud

O suicídio é algo que vem chamando a atenção da sociedade. Não é de hoje que somos surpreendidos com alguns casos, seja de alguma celebridade ou de pessoas que, direta ou indiretamente, estavam próximas a nós. Nestas ocasiões, chocados, a pergunta que insistentemente invade a nossa mente é: Por quê?

Segundo as estatísticas, podemos ver o quão importante é abordar esse assunto e compreender a situação. Trata-se, além de uma comprovação do sofrimento individual, de um sério problema de saúde pública. Segundo o mais recente relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 800 mil pessoas cometem suicídio a cada ano – uma taxa de 11,4 para cada 100 mil habitantes. Isso significa um suicídio a cada 40 segundos. A “violência autodirigida”, como o suicídio, é classificada pela OMS e é hoje a 14ª causa de morte no mundo inteiro. E a terceira entre pessoas de 15 a 44 anos, de ambos os sexos.

Nossa cultura valoriza a vida em todos os sentidos, haja vista os incontáveis métodos de rejuvenescimento. Daí a morte, mesmo sendo um processo natural, não é bem-vinda porque rompe com o sonho humano de imortalidade. O suicídio, então, é tido como intolerável, nos conduzindo quase sempre a buscarmos uma justificativa para compreender tal ato e amenizar nossa perplexidade. O comportamento intencional de tirar a própria vida é resultado da soma de diversos fatores de origem emocional, psíquica, social e cultural. O indivíduo busca na morte o alívio, uma forma de fugir daquilo que o deprime, que o exclui de maneira insuportável.

Existem algumas pessoas que são mais propensas a cometer suicídio, são aquelas com transtornos mentais, depressivos, bipolares, transtornos de personalidade, dependentes químicos e esquizofrênicos. Outras podem estar passando por uma enfermidade, como câncer, HIV, ou mesmo pessoas que sofreram ou sofrem algum tipo de abuso ou bullying. Ou passaram por perdas, seja de emprego, separação, ou até uma exposição da vida íntima na internet.

A melhor forma de combater o suicídio é vencer nossos preconceitos e começar a falar desse assunto. Existem muitas pessoas que tem ideias suicidas mas não cometem o suicídio. Nesse processo a pessoa pensa em se matar, às vezes até planeja isso, mas não o faz.

O fato de haver um número considerável de pessoas que têm ideias suicidas criou uma crença na nossa sociedade de que quem fala que vai se matar não faz isso. Essa crença não é verdade. A maioria das pessoas que cometem suicídio comentam essa ideia com alguém antes de cometer esse ato. Neste caso, os sentimentos de uma pessoa que fala em se suicidar são minimizados por aqueles que não entendem sobre o assunto ou que nunca sentiram o mesmo.

A pessoa que sente vontade de morrer está em um processo de dor tão intenso que não vê outra saída. Na verdade, ela não quer matar a vida, ela quer matar a dor. Há nessas pessoas uma vontade imensa de viver, mas sem a dor, sem o problema. Nesses casos o suicídio pode ser visto como o fim de um longo sofrimento. Essas pessoas não têm encontrado sentido para a vida.

Para prevenir o suicídio é indicado que as pessoas escutem aquele que fala em se matar. Preste atenção em mudanças de comportamento, seja para uma tristeza profunda, a perda de vontade de fazer as coisas que a pessoa gostava, e até mesmo uma mudança repentina de humor para a felicidade. Se a pessoa estava muito triste e de repente fica feliz, pode ser que tenha planejado seu suicídio e está assim por se sentir aliviada em poder acabar com a dor.

Alguns sinais podem nos ajudar a perceber se o indivíduo está pensando em suicídio. Preste atenção se a pessoa costuma dizer as seguintes frases:

  • “Minha morte seria melhor para todos” ou “Pelo menos vocês não teriam mais que me aguentar”.

  • “Ninguém se importa, mesmo”, “Ninguém entende o que eu sinto” ou “Você nunca entenderá”.

  • “Agora é tarde, eu não aguento mais”, “Não existe mais nada a ser feito” ou “Eu só queria que a dor passasse”.

  • “Eu não tenho razões para viver” ou “Estou tão cansado de viver”.

Conversas assim podem ser indícios que o indivíduo pretende cometer suicídio. Não julgue. Se você nunca pensou ou se sentiu como a pessoa não diga como ela deveria se sentir ou o que deveria fazer. Apenas demonstre seu apoio e esforce-se para compreendê-la.

Falar que “Não é ruim assim” ou “As coisas vão melhorar” não ajuda em nada e fará com que ela sinta que você não entende ou não está ouvindo. Prefira dizer “Você não está sozinho. Eu estou aqui com você e ajudarei no que for preciso” . Eu não quero que você morra.” ‘Eu me preocupo com você.” Chame a pessoa para fazer algo com você como caminhar, praticar um esporte e qualquer coisa que a ajude a se manter fisicamente ativa. Um diário para a pessoa também pode ajudar. Assim, ela poderá expressar tudo que sente em vez de reprimir as próprias emoções.

Se você que está lendo este artigo agora tem ideias suicidas, saiba que existe um caminho para você. Existem estratégias que você pode usar para ajudar a mudar esses pensamentos. A mente de uma pessoa com pensamentos suicidas funciona de forma diferente. É preciso encontrar estratégias para lidar com isso. O uso, de programação neurolinguística, técnicas de mindfulness e meditação podem ajudar, além de um acompanhamento terapêutico intenso para que a pessoa possa se expressar livremente, sem julgamentos e encontrar atividades que lhes proporcione qualidade de vida.

Sabrina Ferrer é psicóloga-chefe do FalaFreud. Possui 14 anos de experiência na área de psicoterapia e Gestão de Pessoas. Sua abordagem é baseada na Psicanálise e Teoria Cognitivo Comportamental. Atua em clínicas atendendo adolescentes com questões emocionais, autoconhecimento, adultos com os mais variados sintomas e situações, além de idosos em casos de depressão e falta de motivação.

Isabella Lopes | NR-7 Comunicação

 

 

Mulher escala torre de rádio para tentar suicídio em Mari/PB

Na manhã deste sábado (6), a cidade de Mari amanheceu com um fato que chamou a atenção de moradores que passavam pela Avenida Antônio de Luna Freire, Centro da cidade. Uma mulher escalou a torre da rádio comunitária Araçá FM com objetivo de cometer suicídio.

De acordo com informações apuradas pela reportagem do Portal25horas, a mulher, que ainda não teve a identidade revelada, foi convencida por uma pessoa amiga a descer e desistiu do intento. Ainda segundo testemunhas, a mulher sofre de problemas mentais.

O Corpo de Bombeiros ainda chegou a ser acionado para resgatar a mulher, mas não foi necessária a ação, visto que ela desceu da torre antes da chega da viatura dos Bombeiros.

A Rádio Comunitário fica localizada no Centro, instalada desde sua fundação, há 20 anos, no prédio da estação ferroviária.

 

Portal 25 Horas

 

 

Homem mata quatro e comete suicídio durante missa na Catedral de Campinas

Um homem matou quatro pessoas e deixou quatro feridas durante uma missa na Catedral Metropolitana, no Centro de Campinas (SP), na tarde desta terça-feira (11), segundo o Samu, Bombeiros e Polícia Militar. O suspeito pelos disparos na igreja cometeu suicídio em seguida.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o suspeito teria entrado na Catedral com uma pistola e um revólver calibre 38, e se matado em frente ao altar após os crimes. Ele foi identificado pela Polícia Civil como Euler Fernando Grandolpho, de 49 anos, com (CNH) registrada em Valinhos (SP).

A PM chegou a falar que o atirador havia matado cinco pessoas, mas depois corrigiu a informação.

 

O que já se sabe sobre o ocorrido:

  • Uma missa havia começado às 12h15;
  • Um homem entrou armado na Catedral, por volta das 13h;
  • Ele sentou em um dos bancos da igreja e, ao final da celebração, disparou cerca de 20 tiros;
  • Ele matou quatro homens, deixou quatro pessoas feridas e cometeu suicídio na sequência;
  • Os mortos não foram identificados;
  • A motivação do crime é investigada pela polícia;
  • Os feridos foram levados ao Mário Gatti, Beneficência Portuguesa e Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp – veja, abaixo, o estado de saúde de cada um deles;
  • Para a polícia, o atirador “executou um plano que tinha na cabeça”;
  • O atirador foi identificado como Euler Fernando Grandolpho, de 49 anos – ele chegou a trabalhar no Ministério Público como auxiliar de promotoria, mas saiu do órgão em 2014

20 disparos

O delegado do 1º Distrito Policial, Hamilton Caviola Filho, viu imagens do circuito de segurança dentro da igreja no momento da ação. Ele estima pelo menos 20 disparos.

Delegado conta como homem entrou na Catedral e começou a atirar

Delegado conta como homem entrou na Catedral e começou a atirar

“Ele sentou a uns dez metros para a frente da porta. Ele não entrou atirando, primeiro ele senta em um banco”, afirma. De acordo com o delegado, logo após a entrada do atirador, três pessoas sentaram no banco atrás dele e foram as primeiras a serem atingidas. Entre elas, uma morreu.

“Ele usou uma arma, mas estava com duas. Motivação a gente só vai saber quando identificar, para saber o histórico dele. Eu estou me reportando às imagens. Ele [atirador] parou, pensou e executou o plano que tinha na cabeça […] Ele se matou, mas o policial deve ter alvejado ele porque estava com um tiro na costela, depois desse tiro ele caiu e se matou”, diz o delegado.

O delegado José Henrique Ventura, do Departamento de Polícia Judiciária (Deinter-2) afirmou que o atirador usou dois dos quatro carregadores nos assassinatos e todos os mortos são homens.

 Homem matou fiéis dentro da Catedral de Campinas — Foto: DENNY CESARE/CÓDIGO19/ESTADÃO CONTEÚDO

Homem matou fiéis dentro da Catedral de Campinas — Foto: DENNY CESARE/CÓDIGO19/ESTADÃO CONTEÚDO

“A maioria idosos, pessoas inocentes, e ele [suspeito] acabou disparando contra todas essas pessoas. A cena é desesperadora, uma tragédia muito grande”, diz o guarda Alexande Moraes.

Os mortos não foram identificados e a polícia investiga a motivação do crime. A princípio, a informação recebida pela EPTV é de que houve um assalto antes, mas autoridades negaram.

“As vítimas não foram identificadas ainda. Socorremos quem poderia ser socorrido e investimos em quem nós achamos que poderia retornar do quadro grave […] Não temos informação sobre motivação e sobre quem são as vítimas”, explica o bombeiro Alexandre Monteiro.

Atirador matou quatro pessoas em igreja de Campinas — Foto: Arte / G1

Atirador matou quatro pessoas em igreja de Campinas — Foto: Arte / G1

Os feridos

Equipes do Samu e do Corpo de Bombeiros foram enviadas ao local, por volta das 13h20, para atender aos feridos. A informação inicial é de que Jandira Prado Monteiro, de 65 anos, teve lesões em uma das mãos e tórax e foi socorrida ao Hospital Mário Gatti, mas está fora de risco.

Para o mesmo hospital municipal foi encaminhado Heleno Severo Alves, de 84, que foi atingido por dois disparos nas regiões do tórax e abdômen e passará por cirurgia. O estado dele é grave.

Maria de Fátima Frazão Ferreira, de 68 anos, foi levada ao Hospital de Clínicas da Unicamp após ser baleada em uma das pernas e o quadro de saúde dela é estável, segundo a unidade.

O quarto ferido é um homem, de 64 anos, que foi atingido por dois tiros de raspão e foi socorrido ao Hospital Beneficência Portuguesa. A assessoria informou à EPTV que ele já recebeu alta.

O entorno da Catedral Metropolitana foi isolado e câmeras de monitoramento da CinCamp registraram a movimentação na área.

Multidão na frente da Catedral, em Campinas — Foto: Fernando Evans / G1

Multidão na frente da Catedral, em Campinas — Foto: Fernando Evans / G1

Arquidiocese lamenta

A Arquidiocese de Campinas lamentou, em nota, a tragédia ocorrida nesta terça-feira.

ArquidioceseCampinas@ArqCampinas

Um tiroteio deixou pelo menos cinco pessoas mortas e outras quatro feridas no começo da tarde desta terça-feira (11), dentro da Catedral Metropolitana de Campinas, no Centro da cidade, segundo informações do… https://www.facebook.com/106101419457782/posts/2020074988060406/ 

Prefeito se manifesta

Em nota, a administração municipal informou que está mobilizada para atendimentos e o prefeito, Jonas Donizette (PSB), ficou “estarrecido com o brutal crime e dedica orações às vítimas e famílias”. O governo municipal decretou luto oficial de três dias, a partir desta terça-feira.

Atirador cometeu suicídio após crimes na Catedral — Foto: Reprodução/EPTV

Atirador cometeu suicídio após crimes na Catedral — Foto: Reprodução/EPTV

Crime ocorreu na tarde desta terça-feira, em Campinas — Foto: Johnny Inselsperger / EPTV

Crime ocorreu na tarde desta terça-feira, em Campinas — Foto: Johnny Inselsperger / EPTV

População ao lado da Catedral Metropolitana de Campinas — Foto: Fernando Evans/G1

População ao lado da Catedral Metropolitana de Campinas — Foto: Fernando Evans/G1

Carros da perícia ao lado da Catedral, em Campinas — Foto: Fernando Evans / G1

Carros da perícia ao lado da Catedral, em Campinas — Foto: Fernando Evans / G1

Moradores acompanham trabalhos da polícia na Catedral — Foto: Fernando Evans / G1

Moradores acompanham trabalhos da polícia na Catedral — Foto: Fernando Evans / G1

G1

 

Getúlio Vargas Neto é encontrado morto em Porto Alegre; suspeita é suicídio

Getúlio Dornelles Vargas Neto, neto do ex-presidente Getúlio Vargas, morreu nesta segunda-feira 17 em Porto Alegre aos 61 anos.

Fundador do PDT, o advogado foi encontrado em seu apartamento no bairro Moinhos de Vento. A Polícia Civil registrou o caso como suicídio. Ele repetiu o gesto do pai, Maneco Vargas, e do avô Getúlio Vargas, ex-presidente da República, que se mataram com um tiro no peito.

Ao lado do corpo de Vargas Neto foi encontrado um bilhete de despedida para a família. O avô também deixou uma carta, escrita antes de se matar no dia 24 de agosto de 1954, no Palácio do Catete, então sede do governo federal.

Vargas Neto atirou contra a cabeça. O corpo do advogado foi encontrado por um funcionária que trabalha para a família. A Polícia Civil não tem dúvidas de que o caso se trata de um suicídio, mas irá instaurar um inquérito e cumprir os procedimentos legais. Vargas Neto morava com um filho, que estava viajando.

Brasil 247

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Hospital divulga boletim médico sobre radialista que tentou suicídio no Amigão

O estado de saúde do radialista baiano Aristeu das Mercês Ramos, 53, que tentou se enforcar ontem no Amigão, após a partida entre Campinense x Fluminense de Feira, é considerado grave.

Foto: Paraibaonline/ Arquivo

A informação é da assessoria de imprensa do Hospital de Trauma de Campina Grande, que divulgou boletim médico sobre o caso na manhã desta segunda-feira (12).

O documento diz que o paciente está internado na área vermelha e “segue respirando espontaneamente com oxigênio suplementar”, mas “seu estado de saúde inspira cuidados intensivos”.

– Através de exames de tomografia computadorizada cerebral a equipe médica diagnosticou que não houve lesão cervical e nem cerebral momentâneas. Novos exames serão solicitados e analisados (…) nesta segunda-feira – complementa o boletim.

Ainda não há previsão de alta médica para o cronista de Feira de Santana.

Leia a íntegra do boletim médico divulgado pelo Trauma.

paraibaonline

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

MPPB alerta para jogos e seriados que induzem jovens a suicídio e automutilação

O Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Defesa da Criança e do Adolescente e da Educação (Caop-CAE), do Ministério Público da Paraíba, emitiu no último dia 21 de abril, uma nota técnica direcionada à Secretaria da Educação do Estado com esclarecimentos para as escolas sobre o jogo ‘Baleia Azul’ e sobre a série televisiva ’13 Reasons Why’, ambos considerados fortes indutores para que jovens vulneráveis passem a realizar tarefas e desafios que vão de automutilação ao suicídio.

No alerta do MPPB, o Caop-CAE recomenda que a Secretaria da Educação estadual repasse para as Secretarias Municipais da Educação de toda a Paraíba a necessidade de se divulgar que os casos suspeitos sejam denunciados à polícia, instância adequada para investigar e apurar os fatos.

Foto: Reprodução/ WhatsApp

“Os pais de crianças e adolescentes de todo o estado também precisam ser alertados”, destaca a promotora de Justiça Soraya Soares da Nóbrega Escorel, coordenadora do Caop-CAE.

De acordo com ela, os pais têm que acompanhar e monitorar as redes sociais dos filhos para saber o que eles fazem na tela do celular, do tablete, do computador ou dos jogos eletrônicos.

“Tudo isso como forma de prevenção aos perigos decorrentes do jogo da ‘Baleia Azul’ e da série ‘13 Reasins Why’. Todo cuidado é pouco”. E a promotora completa: “O ato de incentivar e instigar uma pessoa ao suicídio é crime, previsto no Código Penal, passível de pena de dois a seis anos de prisão”.

O jogo ‘Baleia Azul’ (Blue Whale) consiste em um jogo clandestino perigoso no qual são dadas tarefas e instruções (num total de 50 desafios), geralmente de madrugada, submetendo os “jogadores” a uma forte pressão psicológica.

As crianças e adolescentes são coagidos a cometer atos de automutilação, suicídio e outros desafios perigosos. Os desafios do jogo devem ser gravados e enviados aos membros do grupo criminoso.

A série ‘13 Reasons Why’ traz vários alertas a respeito de diferentes temas delicados na sociedade, mas ainda banalizados e tratados com preconceitos e tabus.

Aborda situações de bullying, estupro, depressão, suicídio e falta de acesso a cuidados adequados em saúde mental.

“Crianças e adolescentes não deveriam assistir à série, por conter cenas muito impactantes”, recomenda a promotora Soraya Escorel.

Fonte: MPPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Pai mata filho durante discussão e depois comete suicídio, diz polícia

(Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
(Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Um idoso de 60 anos matou o filho, de 20, a tiros, e depois cometeu suicídio, na tarde terça-feira (15), no Setor Aeroporto, em Goiânia. Segundo a Polícia Civil, o crime foi cometido por volta das 17h30, na esquina da Rua 25-A com a Avenida República do Líbano após uma discussão entre os dois.

“Eles tinham um conflito familiar. O pai não aceitava o envolvimento do filho em movimentos sociais”, disse ao G1 o delegado Hellyton de Carvalho, que esteve no local para coletar as primeiras informações.

O jovem morreu no local. Já o idoso chegou a ser socorrido e levado ao hospital, mas, segundo o delegado, não resistiu aos ferimentos e também morreu por volta das 19h.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Suicídio de mulher que teve vídeo sexual exposto na web choca a Itália

O suicídio de uma mulher que lutou por meses para que retirassem da internet um vídeo em que aparecia transando levantou polêmica e indignação na Itália.

Tiziana, de 31 anos, se enforcou na casa de sua tia em Mugnano, perto de Nápoles, angustiada e humilhada por ter se transformado em alvo de todo tipo de bullying.

Tudo começou há um ano, quando a jovem enviou para seu ex-namorado e algumas amigas um vídeo em que aparecia tendo relações sexuais com outro homem.

O vídeo caiu na rede e foi visto por quase um milhão de internautas, sem que ela soubesse.

Envergonhada, Tiziana se mudou para Toscana e tentou mudar de identidade, mas seu pesadelo não acabou.

“Está filmando? Bravo”, disse o homem no vídeo, palavras que ganharam força em forma de memes, hashtags e até mesmo em camisetas.

A italiana Tiziana Cantone, que teve um vídeo sexual exposto na internet (Foto: Reprodução/Instagram/@tizianacantonereal)A italiana Tiziana Cantone, que teve um vídeo sexual exposto na internet (Foto: Reprodução/Instagram/@tizianacantonereal)

Gastos processuais
Depois de uma difícil batalha legal, Tiziana conseguiu que o vídeo fosse retirado de vários motores de busca e plataformas, como o Facebook.

No entanto, ela teve que pagar 20 mil euros por gastos processuais, um motivo a mais que a levou a acabar com sua vida, segundo a imprensa italiana.

“Por que as imagens ainda estão na rede? Por que ainda rimos de uma moça que acabou com a própria vida devido às humilhações que sofreu?”, questiona o editorial do jornal “Il Mattino”.

Os promotores de Nápoles abriram uma investigação por “indução ao suicídio” e a justiça terá de determinar quem são os responsáveis diretos ou indiretos da morte.

Da France Presse

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Setembro Amarelo: Governo do Estado realiza campanha de prevenção ao suicídio

setembro-amareloO Governo do Estado, por meio da Coordenação Estadual de Saúde Mental, está iniciando a Campanha Setembro Amarelo 2016, que tem por objetivo alertar a população a respeito da realidade do suicídio no Brasil e no mundo e suas formas de prevenção. Durante todo o mês, a Rede de Atenção Psicossocial desenvolverá uma programação especial, realizada em sua maioria pelos municípios. Além disso, dia 19 de setembro, às 9 h, no auditório do Centro Formador de Recursos Humanos da Paraíba (Cefor-PB), será realizada  a mesa redonda “Suicídio: Cessar a dor e não a vida”.

A Campanha Setembro Amarelo é realizada desde 2014, por meio de identificação de locais públicos e particulares com a cor amarela e ampla divulgação de informações. O Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio é comemorado em 10 de setembro. As ações em alusão à data são realizadas continuamente por meio da Rede Pública, que oferece atenção integral em saúde para casos de tentativa de suicídio.

Para isso, a Rede de Atenção Psicossocial é fundamental para prevenção. “O fato de termos redes de serviço que acolhem e atendem pessoas com estes distúrbios, por si, já tem um efeito preventivo. Outro ponto importante é que ter esta rede permite o acesso de pessoas que nunca tiveram este tipo de problema, mas podem vir a procurar em momentos de dificuldade”, explicou o psicólogo da Coordenação Estadual de Saúde Mental da SES, Lucílvio Silva.

Quem precisa de atendimento para transtornos mentais no Sistema Único de Saúde (SUS) pode contar com os Centros de Atenção Psicossocial (Caps). Nesses estabelecimentos o paciente recebe atendimento próximo da família, assistência médica especializada e todo o cuidado terapêutico conforme o seu quadro de saúde. Quando recomendado pelo médico, o SUS disponibiliza gratuitamente medicamentos que podem auxiliar no tratamento dos pacientes.

De acordo com o Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), de 2011 até julho de 2016, foram registrados 1036 óbitos por suicídio. Não há uma estatística específica sobre as causas de suicídio.  Segundo o psiquiatra e ex-coordenador Nacional de Saúde Mental, Roberto Tykanori, entre os principais fatores de risco estão os transtornos mentais, como: depressão, alcoolismo, esquizofrenia; questões como isolamento social, desemprego, questões psicológicas pontuais, como perdas recentes e desentendimento e dinâmica familiar; além de condições clínicas incapacitantes, como lesões desfigurantes, dor crônica e câncer.

“Esse é o mês no qual fazemos esse alerta internacional de prevenção ao suicídio dizendo que é possível sim prevenir, e o Governo do Estado está cada vez mais preocupado com essa temática. Entre jovens de 15 a 29 anos o suicídio é a segunda causa de morte, por isso o a SES, através da Coordenação de Saúde Mental, está apoiando essa campanha, que é encabeçada pelo Centro de Valorização da Vida e pela Associação Brasileira de Psiquiatria. E para marcar esse mês realizaremos essa mesa redonda no Cefor, onde vamos ter psicólogo, psiquiatra e uma usuária falando desta questão do suicido, mostrando que é possível sim cessar com a dor e não com a vida”, concluiu a coordenadora estadual de Saúde Mental, Shirlene Queiroz.

Secom PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Município de Solânea registra o segundo suicídio em menos de 24h

 

plantão policialO fim de ano está sendo mórbido no município de Solânea. Em menos de 24h a cidade já registra o segundo suicídio. Dessa vez um homem de 62 anos cometeu o atentado contra a própria vida usando uma corda para se enforcar.

O fato ocorreu nessa sexta-feira (18). O aposentado morava na Rua Vereador Alfredo Fabrício de Oliveira. A polícia foi chamada por populares que informaram o fato por volta das 16h30. Chegando ao local a guarnição foi informada pelos familiares da vítima que o mesmo cometeu suicídio ao amarrar uma corda no telhado da sala e no pescoço, vindo a óbito no local.

Compareceu ao local a viatura 6009 comandada pelo 1º sargento Valdir, que constatou o fato, isolou o local e informou a autoridade policial para as providências cabíveis. Na última quinta-feira (17) uma mulher de 44 anos também cometeu suicídio por enforcamento na cidade.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

 

Focando a Notícia