Arquivo da tag: Suco

Laudo confirma que suco tomado por criança na PB tinha veneno, diz IPC

lagoa-secaUm laudo divulgado na manhã desta segunda-feira (31) pelo Instituto de Polícia Científica (IPC) confirmou que o suco industrializado tomado por uma criança em Lagoa Seca, no Agreste paraibano, estava com veneno. O que deve ter ocorrido, segundo os peritos, foi um acidente ou aplicação do veneno de forma criminosa, ainda conforme o Instituto de Polícia Científica.

O menino de sete anos ingeriu o produto no dia 19 de outubro e teve que ser hospitalizado, mas recebeu alta médica no domingo (30). Segundo o IPC, o pesticida carbofuran foi encontrado no suco que foi ingerido. Em outro produto do mesmo lote nada foi encontrado. Os peritos descartaram uma toxicação na fabricação.

A criança deu entrada no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande no dia 21 de outubro, de acordo com a direção. Ele teve uma crise convulsiva após se sentir mal depois de tomar a bebida. Devido ao quadro clínico grave, o menino precisou da ajuda de aparelhos para respirar.

Um primeiro exame do Centro de Assistência Toxicológica (Ceatox) havia indicado negativamente para a presença de veneno no produto. A unidade de medida que índice o envenenamento estava entre os percentuais de 5.320 U/l e 12.920 U/l, mas a amostra de sangue da criança indicou 4.977 U/l, descartando essa possibilidade.

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Agevisa orienta população a evitar suco industrializado na Paraíba até resultado de laudo

Imagem Ilustrativa
Imagem Ilustrativa

A Gerência de Vigilância Sanitária (Gevisa), que fica em Campina Grande, faz uma alerta para a população evitar comprar suco industrializado na Paraíba. De acordo com o órgão, o nome da marca do suco de cajá, que pode ter causado uma crise convulsiva em uma criança de sete anos, não será divulgado até que o resultado do laudo técnico saia.

Segundo com a assessoria de comunicação da Agevisa, ainda não está comprovado que realmente foi o suco que fez a criança passar mal, por isso seria uma “irresponsabilidade” informar o nome do produto antes de confirmar o fato.

A Agevisa mandou os supermercados suspenderem a venda do produto até que o resultado do laudo saia. A gerente da Gevisa, Betânia Araújo, informou que a ação de apreender os produtos é cautelar.

Segundo informações do diretor do Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, Geraldo Medeiros, a criança deu entrada na unidade de saúde em estado crítico na última quarta-feira (19). Ela teria ingerido o suco e depois começou a passar mal dentro da escola onde estuda, em Lagoa Seca.

O médico explicou que o menino teve que ser levado para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e respirou por ajuda de aparelhos. Na noite do domingo (23), a criança foi transferida para a observação pediátrica e saiu do estado grave.

paraiba.com.br/

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Suco de melancia é o novo Viagra? Estudo revela que é possível

sucoDois novos estudos da Universidade da Flórida e da Universidade italiana de Foggia, o suco de melancia é tão bom para a circulação sanguínea que pode reduzir a hipertensão e aliviar a disfunção erétil — tudo por causa da citrulina, que relaxa e dilata os vasos sanguíneos. E ainda tem apenas 71 calorias por porção, é rico em vitamina C e potássio.
Mas como a melancia vira Viagra no organismo? O aminoácido citrulina é transformado em arginina, precursor do óxido nítrico, que ajuda na dilatação dos vasos sanguíneos. Mas antes de comemorar, pense: cerca de 110 gramas de melancia contém 150 miligramas de citrulina. Não se sabe ao certo quanto de melancia é preciso para aumentar os níveis sanguíneos de arginina. Em estudo de 2007 na revista “Nutrition”, voluntários que beberam 8 copos de 225 ml de suco de melancia por dia durante três semanas e aumentaram os níveis de arginina em 11%.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

— Considerar a melancia um novo Viagra é prematuro — diz Roger Clemens, professor de farmacologia na Universidade do Sul da Califórnia, em Los Angeles. Ele estudou o efeito da arginina na melhora vascular e, desde então abandonou essa linha de estudo.

— A grande maioria dos homens produz arginina suficiente — diz Irwin Goldstein, diretor médico do Centro Médico do Hospital Alvarado, em San Diego, e professor clínico de cirurgia da Universidade da Califórnia, em San Diego School of Medicine. — Homens com disfunção erétil não necessariamente têm deficiência de arginina.

Embora a arginina seja necessária para fazer o óxido nítrico e o óxido nítrico seja necessário para dilatar os vasos sanguíneos e ter uma ereção, isso não significa que comer algo que é rico em citrulina fará arginina suficiente ao ponto de melhorar ereções penianas, ele diz.

Fonte: Com informações do O Globo

Publicado Por: Fábio Carvalho

Suco de acerola refresca e ajuda a emagrecer

acerolaA acerola (Malpighia emaginata DC.), originária das Antilhas, é comumente conhecida como uma excelente fonte natural de vitamina C (ácido ascórbico) e é bem apreciada especialmente pelos adeptos da dieta saudável. Além da vitamina C, essa fruta oferece carotenóides e polifenóis.  A partir de agora, será ingrediente de sucos e refrescos daqueles que buscam emagrecer.

A obesidade é uma doença metabólica e inflamatória, e é caracterizada pelo aumento de substâncias pró-inflamatórias, secretadas pelos adipócitos (células de gordura). Essas substâncias pró-inflamatórias podem levar ao aumento da pressão arterial, resistência à insulina, resultando em doenças cardiovasculares, diabetes e até alguns tipos de cânceres.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Nos últimos anos, muitos compostos bioativos das frutas foram isolados, mostrando efeitos anti-inflamatórios. Esses componentes benéficos têm mostrado resultado positivo na proteção da saúde, especialmente contra doenças relacionadas ao estilo de vida moderno.

Um estudo brasileiro recém publicado (04 de fevereiro de 2014), pelos pesquisadores DIAS,F.M, LEFFA, D.D e colaboradores, mostrou que a acerola, protege as proteínas envolvidas na reações de lipólise (favorecendo a perda de gordura corporal) e ajuda a reduzir a inflamação do organismo. A pesquisa foi publicada na revista Lipids in Health and Disease, os pesquisadores observaram os resultados em ratos, durante o período de quatro semanas. O estudo mostrou que o consumo de suco de acerola reduziu o nível de proteínas inflamatórias (TNFα) e aumentou a lipólise (quebra de gordura) nos ratos avaliados que receberam uma dieta altamente calórica.

Os pesquisadores concluíram que o suco de acerola pode prevenir o ganho de peso (considerando o peso corporal e quantidade de gordura corporal), como também ajudar no controle da Dislipidemia (considerando melhora dos níveis de triglicerides), como também reduzir a inflamação do organismo. É importante lembrar que novos estudos ainda são necessários para entender melhor os mecanismos envolvidos nos efeitos benéficos associados com o consumo do suco de acerola.

Esse efeito anti-inflamatório observado da ingestão do suco de acerola, pode ser atribuído à composição da fruta (polifenóis e vitamina C).

Valor Nutricional

Cada 100 gramas de acerola oferece em média *:

Energia – 35 calorias

Carboidratos  – 7,6 gramas

Proteínas  –  0,4 gramas

Gorduras  –  0,3 gramas

Vitamina C –  1.677 mg

Vitamina A –  230 µg RE

*Fonte: Tabela para Avaliação de Consumo Alimentar em Medidas Caseiras. 5ª Ed. 2004

Uso da acerola

A acerola é mais consumida na forma de suco (polpa congelada ou crua), pois in natura é muito ácida e de difícil aceitação. Nos dias mais quentes, tomar suco é uma maneira saudável de se refrescar.  No preparo caseiro, a fruta deve ser misturada com duas a três partes de água e batida no liquidificador.

Com esse calor, que tal um suco refrescante de acerola? Tome com moderação, sem culpa, e ainda emagreça.

 

 

Veja

Um copo de suco de tomate por dia pode ajudar a prevenir câncer de mama

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Para quem gosta de suco de tomate, um incentivo a mais para apreciá-lo: estudo da Universidade de Rutgers, nos Estados Unidos, descobriu que um copo da iguaria por dia pode ajudar a prevenir câncer de mama. Os dados são do jornal Daily Mail.

 

O levantamento avaliou níveis hormonais de 70 mulheres a partir dos 55 anos, antes e depois do aumento do consumo de tomate por 10 semanas. Todas tinham excesso de peso ou parente próximo com câncer de mama, colocando-as em maior risco da doença.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Constatou-se que o alimento aumenta em até 9% os níveis do hormônio adiponectina, envolvido na regulação das taxas de gordura e obesidade. O benefício vem do licopeno, que dá a cor vermelha ao tomate.

 

“Os resultados demonstram a importância de ideias de prevenção da obesidade. Consumir uma dieta rica em tomates teve um impacto maior sobre os níveis de hormônio em mulheres que mantiveram um peso saudável”, afirmou a cientista Adana Llanos.

 

Yinka Ebo, do Instituto de Pesquisa do Câncer do Reino Unido, comentou que é improvável que comer qualquer alimento específico tenha um grande impacto na prevenção do câncer. “Não há necessidade de começar a estocar os tomates. As mulheres podem reduzir o risco de câncer de mama por meio da manutenção de um peso saudável, beber menos álcool e ser fisicamente ativas”, finalizou Yinka.

 

 

Ponto a Ponto Ideias

Aprenda a preparar um suco verde anticelulite

Getty Images
Getty Images

A celulite tem três causas principais: a genética, a inflamação do  organismo e a retenção de líquido. Contra a primeira, ainda não é possível brigar. As outras duas têm uma importante arma já utilizada pelos dermatologistas e nutricionistas.

 

A alimentação pode ser vilã ou aliada dos “furinhos” que ganham ainda mais destaque no verão. Açúcares, farinha branca e fritura, em especial quando são transformados em pães, refrigerantes e doces, podem provocar o surgimento destas imperfeições corpóreas e ainda agravar os que já existem. Por outro lado, os alimentos que têm propriedades anti-inflamatórias e diuréticas são perfeitos tanto para evitar o surgimento da celulite como amenizar os danos.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Sabendo disso, a nutricionista Melissa Santos, do Centro Médico de Especialidades do Paraná, ensina a preparar um suco verde ideal para combater as celulites. Segundo ela, para potencializar os efeitos, é preciso ingerir em jejum. Além da receita, Melissa ainda elege os seis alimentos que devem ser reforçados na dieta de quem decidiu subir no ringue contra a celulite. É só conferir:

 

O suco :
Ingredientes:
2 folhas de couve orgânica;
1 lima da pérsia;
1 maracujá doce (com a membrana branca que cobre as sementes);

 

Modo de preparo :
Bate todos os ingredientes no liquidificador e tome em jejum. O suco ajuda na desintoxicação do corpo, e a substância crisina presente na parte branca do maracujá é diurética.

 

 

iG

Procon-PB recolhe mais de 500 litros de suco com comercialização suspensa

adesO Procon-PB recolheu, na tarde desta terça-feira (19), 567 litros de suco que estão sob suspeita de não atender às exigências legais da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e podem colocar em risco a saúde dos consumidores. A ação aconteceu em atendimento à resolução 1.005 da Anvisa, publicada no Diário Oficial da União da última segunda-feira, que determinou a suspensão da comercialização, em todo o país, de determinados sabores e tipos de sucos da marca Ades.

Durante a tarde desta terça, fiscais do Procon-PB visitaram cinco estabelecimentos na capital. Em dois deles, os produtos com comercialização suspensa pela Anvisa já não estavam mais à venda. Nos outros três, onde foi observada a comercialização, foram aplicados autos de constatação e os gerentes foram orientados.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“Advertimos os gerentes de que se os produtos voltarem às prateleiras antes de uma nova definição da Anvisa, o estabelecimento será multado e, como se trata de um crime contra a saúde pública, o responsável pode até ser preso”, ressaltou o secretário executivo do Procon-PB, Marcos Santos, que também participou da ação.

 

Secom-PB

Mãe denuncia queimaduras na boca do filho após ingestão de suco da marca AdeS em João Pessoa

Irritação no buço do garoto
Irritação no buço do garoto

Um menino de 7 anos foi submetido a exames no Instituto de Polícia Científica ( IPC) de João Pessoa, na noite desta segunda-feira (18), após uma mãe prestar queixa afirmando que seu filho teria sofrido queimaduras na boca depois da ingestão do suco de uva da marca AdeS.

“O menino tinha visíveis queimaduras na região do buço. É pouco provável uma criança de sete anos apresentar bigode. O garoto foi encaminhado para exames de corpo de delito no IPC”, disse o delegado Magno Toledo, que registrou o caso.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O garoto reside no bairro Jardim Luna, área nobre da Capital paraibana. O produto foi adquirido em um supermercado na BR 230, no município de Cabedelo, na região metropolitana de João Pessoa.

Em contato com o Portal Correio, a comerciante – que não quis se identificar – disse que seu filho apresentou os sintomas na manhã desta segunda (18), quando ele consumiu o suco, quando fazia a tarefa escolar.

“Ele estava fazendo o exercício da escola quando dei um copo de suco de uva da AdeS. Daí começou a apresentar inflamação na mucosa dele e meu filho dizendo que estava ardendo”, disse a mãe informando que a dor foi amenizada após a colocação de uma pomada.

Ainda de acordo com a comerciante, a irritação persistiu e na noite desta segunda-feira (18), ela prestou queixa na 9ª Delegacia Distrital, no bairro de Mangabeira, e em seguida foi encaminhada para exames do IPC. “Meu filho fez o exame e o perito disse que o resultado deverá ficar pronto em 10 dias”, revelou a mulher.

O gerente de vigilância sanitária da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), Alberto José, disse que os produtos já começaram a ser interditados nos supermercados da Capital. “Nós realizamos fiscalizações contínuas nos supermercados e ontem já começamos a lacrar todos os produtos AdeS que encontramos nos estabelecimentos. Os itens permanecem nas prateleiras, mas não podem ser consumidos. Em até 90 dias a Anvisa deverá esclarecer se os produtos oferecem ou não riscos ao consumidor”, explicou ele.

Consumidor deve procurar SAC

A Anvisa recomenda que consumidores que tiverem produtos do lote com problema não devem consumi-lo e devem entrar em contato com o SAC (0800/707/0044), das 8h às 20h, ou sac@ades.com.br.

Suspensão do produto

Uma resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu a fabricação, a distribuição, a comercialização e o consumo, em todo o território nacional, de lotes de produtos TBA3G da marca AdeS da fábrica da Unilever, em Pouso Alegre (MG), a partir deste segunda-feira (18). Anvisa encontrou solução de limpeza em lotes do alimento.A medida, válida para todo o território nacional, engloba todos os sabores do produto.

De acordo com a fabricante Unilever Brasil, houve falha no processo de higienização das máquinas, o que resultou no envasamento de embalagens com a solução de limpeza.

 

 

Hyldo Pereira, Portalcorreio

Suco de laranja: termina a disputa entre Estados Unidos e Brasil

Terminou nessa terça-feira (19) a disputa entre Brasil e Estados Unidos em relação às exportações de suco de laranja para o mercado americano. As autoridades comerciais do Brasil comunicaram, há uma semana, à Organização Mundial do Comércio (OMC) o fim do impasse que se mantinha desde 2009 quando o governo brasileiro identificou a prática de zeroing pelas autoridades norte-americanas.  

 

caminhãoCom a aplicação deste método de cálculo, o produto brasileiro chegava mais caro ao mercado dos Estados Unidos. A medida, considerada protecionista, sobretaxa indevidamente os produtos importados, tornando-os menos competitivos. A justificativa do governo norte-americano era a de que os exportadores estavam praticando dumping, ou seja, vendendo o suco de laranja a preços inferiores aos praticados no mercado doméstico, com o objetivo de eliminar a concorrência local.

Com essa acusação, as autoridades comerciais norte-americanas passaram a substituir o cálculo do dumping (diferença entre o valor praticado pelo país no mercado interno e o preço do mesmo produto exportado) pela sobretaxa. Na abertura do contencioso, as autoridades brasileiras defenderam, na OMC, que a prática do zeroing “além de incompatível com as normas multilaterais de comércio, causa grande incerteza e sérios prejuízos para as empresas exportadoras afetadas”.

Em fevereiro de 2012, espontaneamente, os Estados Unidos decidiram mudar a legislação e suspender a metodologia de cálculo. A decisão só foi acatada em território norte-americano em abril do ano passado. A partir dessa data, outras negociações foram travadas e os produtores mantiveram uma espécie de estado de vigilância para verificar se a suspensão do zeroing tinha sido adotada efetivamente em todo o território.

A constatação de que o governo norte-americano está cumprindo a promessa motivou o fim do contencioso na OMC. A decisão, entretanto, não impede que os exportadores que foram afetados antes da adoção da medida continuem tentando reaver os prejuízos que tiveram. Esses casos passarão a ser tratados pela Justiça americana.

 

 

 
Fonte: Agência Brasil