Arquivo da tag: SP

Felipe Melo chega de helicóptero a SP para fechar com Palmeiras

Felipe Melo chegando a SP (Foto: reprodução) – Selva de pedra – comentou.
Felipe Melo chegando a SP (Foto: reprodução)
– Selva de pedra – comentou.

Felipe Melo chegou em grande estilo a São Paulo, no fim da manhã desta terça-feira, para assinar contrato com o Palmeiras. Ele desembarcou na capital paulista de helicóptero, vindo de Paraty (RJ), onde passou a última semana de folga.

Enquanto sobrevoava São Paulo, Felipe Melo fez um rápido vídeo para o Instagram, mostrando a cidade.

O volante foi liberado pelo Inter de Milão para assinar com o Palmeiras nesta terça-feira. O anúncio oficial será feito pelo Verdão nas próximas horas. A informação foi dada pela assessoria de imprensa do jogador em sua conta no Twitter.

– Foram positivas as tratativas entre Felipe Melo e Inter. Qualquer informação, a partir de agora, será com o Palmeiras.

O volante chegou a despertar interesse dos rivais São Paulo e Flamengo, mas a diretoria do atual campeão brasileiro agiu rápido para chegar a um acordo salarial com o atleta, que estava atuando fora do Brasil desde 2005.

Titular da seleção brasileira na Copa do Mundo de 2010, Felipe Melo começou a carreira no Flamengo, mas atuou também por Cruzeiro e Grêmio no país. Na Europa, atuou pelos espanhois Mallorca, Racing Santander e Almería, pelo turco Galatasaray e pelos italianos Fiorentina, Juventus e Internazionale.

O volante tinha contrato com o Inter de Milão até o meio do ano, mas chegou a um acordo com o clube italiano para antecipar sua despedida do futebol europeu e regressar ao Brasil.

Antes da contratação de Felipe Melo, o Palmeiras já havia anunciado as chegadas do atacante Keno (ex-Santa Cruz) e dos meio-campistas Hyoran (ex-Chapecoense), Raphael Veiga (ex-Coritiba), Alejandro Guerra (ex-Atlético Nacional) e Michel Bastos (ex-São Paulo).
Felipe Melo, Galatasaray (Foto: Marcio Iannacca)Felipe Melo deve ser anunciado pelo Palmeiras ainda nesta terça-feira (Foto: Marcio Iannacca)

Por GloboEsporte.com

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Em um mês, 3 mil pessoas saem do Sertão da PB para trabalhar no corte de cana em SP

Divulgação/MPT Direitos trabalhistas muitas vezes são ignorados
Divulgação/MPT
Direitos trabalhistas muitas vezes são ignorados

Levantamento feito pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) mostrou que cerca de 3.000 paraibanos foram para o estado de São Paulo para trabalhar no corte de cana-de-açúcar em janeiro deste ano. Segundo o Ministério Público do Trabalho (MPT) na Paraíba, esses trabalhadores saem, principalmente, das cidades de Princesa Isabel, Juru, Água Branca, Tavares e São José de Piranhas, todas no Sertão paraibano.

Diante desse número, o MPT se reuniu com representantes da Federação dos Trabalhadores Rurais do estado para debater o êxodo trabalhista, discutir as condições em que essas pessoas são transportadas e traçar estratégias de combate a irregularidades.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

No encontro, foram definidas estratégias de atuação com o intuito de modificar a realidade hoje observada. Inicialmente, será realizado evento voltado aos representantes dos sindicatos de trabalhadores rurais das regiões nas quais há recrutamento de obreiros para trabalhar no Sudeste do país, com a finalidade de alertá-los acerca da relevância da atuação sindical na verificação do cumprimento das exigências legais para o transporte de trabalhadores pelas empresas que contratam mão de obra, bem como repassar instruções de como proceder em situações de transporte irregular. O evento ocorrerá em Patos, no dia 7 de outubro.

Êxodo

Em geral, os trabalhadores são transportados durante os meses de janeiro, fevereiro e março de cada ano. Segundo a representante da Federação dos Trabalhadores da Agricultura da Paraíba em São José de Piranhas, Gerlândia Vieira de Morais, as viagens são iniciadas após a devida anotação das Carteiras de Trabalho e Previdência Social e apresentação das Certidões Declaratórias de Transporte de Trabalhadores ao Sindicato dos Trabalhadores Rurais daquele município. Contudo, essa não é a realidade verificada em outras cidades, de onde partem diversos trabalhadores sem a garantia dos direitos trabalhistas.

“A relevância da anotação da CTPS no local da contratação repousa no resguardo, durante a própria viagem, dos direitos dos trabalhadores que estão sendo deslocados dentro do território nacional, a garantia da existência do trabalho e a possibilidade de monitoramento desses obreiros pelos Sindicatos de Trabalhadores Rurais de sua localidade” destaca a procuradora Marcela Asfóra.

Portal Correio

Apoio de Marina a Aécio esvazia comando da rede em SP

marinaO apoio da ex-senadora Marina Silva (PSB) ao candidato do PSDB à sucessão presidencial, Aécio Neves, causou uma debandada na Executiva Estadual da Rede em São Paulo. Em carta, divulgada nesta segunda-feira (13), sete coordenadores do partido, que foi abrigado pelo PSB na disputa eleitoral deste ano, pediram renúncia de suas atribuições no comando estadual.

No texto, o grupo afirma que o apoio a qualquer um dos candidatos à sucessão presidencial que passaram para o segundo turno reforça a polarização entre PT e PSDB, a qual foi criticada pela Rede no primeiro turno da disputa presidencial.

“Um apoio, explícito ou velado, por parte da Rede a qualquer um dos candidatos finalistas reforça o argumento daqueles que acusam a sigla de ser mais do mesmo, de ser só uma nova roupagem para a velha e corrupta política que tanto nos dispusemos a combater”, disse.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Em uma crítica ao PSDB, o grupo afirma que não pode servir indiretamente a um projeto de poder que “já foi testado” e com o qual ele não concorda.

“As nossas esperanças de um Brasil mais justo, mais ético e mais sustentável mostraram-se como mercadorias, à venda por promessas que não surtirão resultados a médio e a longo prazo”, ressaltou.

Ao todo, deixaram a Executiva da Rede em São Paulo os coordenadores executivos Valfredo Pires e Marcelo Pilon; os coordenadores de comunicação Emílio Franco e Renato Ribeiro; os coordenadores de finanças Gérson Moura e Marcelo Saes e o coordenador de organização Washington Carvalho.

O porta-voz da Rede em São Paulo, Alexandre Zeitune, lamentou a renúncia dos integrantes do comando estadual do partido. “Houve um debate interno e foi decidido seguir a decisão nacional. Há um grupo que se sentiu incomodado e a gente lamenta”, disse.

 

Brasil 247

 

Jornalista argentino morre em batida durante perseguição policial em SP

O argentino Jorge "Topo" López participava da cobertura da Copa do Mundo (Reprodução / Twitter)
O argentino Jorge “Topo” López participava da cobertura da Copa do Mundo (Reprodução / Twitter)

O jornalista argentino Jorge “Topo” López, de 38 anos, morreu na madrugada desta quarta-feira, em São Paulo, quando o táxi em que ele se encontrava foi atingido por um veículo ocupado por bandidos que fugiam da Polícia Militar. Jorge estava no Brasil para participar da cobertura da Copa do Mundo para a rádio “La Red” e o jornal “Olé”, da Argentina, e o jornal “Sport”, da Espanha.

O taxista, que sofreu apenas uma lesão no ombro, contou à polícia que o jornalista argentino havia iniciado a corrida no Jardim Paulista, na zona oeste da capital, e seguia para o Hotel Bristol, em Guarulhos, onde estava hospedado. O acidente ocorreu no cruzamento da Avenida Tiradentes e a Rua Barão de Mauá, no centro de Guarulhos, por volta das 1h30 (de Brasília).

O táxi em que López estava foi atingido por um carro roubado que fugia de uma perseguição da PM. Após o choque, o táxi rodou e se chocou contra um poste. Com o impacto, o jornalista argentino, que estava no banco traseiro, foi arremessado para fora e morreu na hora. Os três ocupantes do veículo não sofreram ferimentos, e foram levados ao 1º DP de Guarulhos.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O “Olé” divulgou uma nota lamentando a morte do jornalista, e disse que “o jornalismo inteiro está de luto”. A rádio “La Red” se disse comovida e em profunda dor por causa do acidente. A Associação de Futebol da Argentina (AFA) também manifestou luto e afirmou que se solidariza com os colegas de trabalho de Topo e com sua esposa, a também jornalista Veronica Brunati.

O técnico argentino Diego Simeone, do Atlético de Madrid, lamentou a morte do jornalista por meio das redes sociais. A esposa de López, Veronica Brunati, que também está no Brasil para a cobertura da Copa do Mundo, ficou sabendo do acidente por meio da publicação de Simeone, e se mostrou bastante chocada com a notícia.

– Não se foi apenas um grande jornalista, se foi também um amigo. Muita dor. Minhas condolências a Veronica Brunati e família. Descanse em paz, Jorge “Topo” López – escreveu Simeone.

– Diego, não me diga isso. Por favor, alguém me ligue – respondeu Veronica.

Pelo Twitter, Diego Simeone lamentou a morte do jornalista argentino Jorge "Topo" López  (Foto: Reprodução / Twitter )Pelo Twitter, Diego Simeone lamentou a morte do jornalista argentino Jorge “Topo” López (Foto: Reprodução / Twitter )
A esposa de Jorge "Topo" López ficou sabendo da morte do jornalista por meio do Twitter (Foto: Reprodução / Twitter )A esposa de Jorge “Topo” López ficou sabendo da morte do jornalista por meio do Twitter (Foto: Reprodução / Twitter )

López é o segundo jornalista argentino vítima de um acidente automobilístico durante a Copa do Mundo no Brasil. Na madrugada do dia 2 de julho, Maria Soledad Fernandez, de 26 anos, morreu em um acidente enquanto viajava de São Paulo a Belo Horizonte. Ela deixava a capital paulista após participar da cobertura de Argentina x Suíça, na Arena Corinthians, para a DirecTV. O acidente ocorreu no km 619 da Rodovia Fernão Dias. O carro capotou e caiu em uma ribanceira. Maria morreu na hora, e os outros dois ocupantes do veículo tiveram apenas ferimentos leves.

Amigo de Messi

O argentino Jorge López mantinha uma relação de amizade com Lionel Messi. O jornalista, mais conhecido como Topo no meio esportivo, era responsável por fazer entrevistas com o craque do Barcelona para o “Olé”. Segundo o jornal argentino, Topo conheceu o jogador durante o período em que viveu em Barcelona, e se surpreendeu com o talento daquele que viria a se tornar o  grande astro da Alviceleste.

Ao notar que estava diante de um dos maiores talentos do futebol atual, Topo passou a entrevistar Messi com frequência, e uma relação de forte amizade surgiu entre os dois. Quando o jogador se consagrou como o melhor do mundo, o argentino era um dos repórteres mais próximos do craque. O camisa 10 demonstrava confiança e espontaneidade durante as entrevistas com López, e costumava falar abertamente sobre sua carreira com o jornalista e amigo.

Jorge "Topo" López entrevista o craque argentino Lionel Messi, em foto de 2009 (Foto: Reprodução / Twitter )Jorge “Topo” López entrevista o craque argentino Lionel Messi, em foto de 2009 (Foto: Reprodução / Twitter )
Por 

Plínio de Arruda morre aos 83 anos em SP e grandes nomes da política lamentam

plinio-de-arrudaParlamentares e políticos comentaram nesta terça-feira (8) a morte do ex-deputado federal Plínio de Arruda Sampaio (PSOL-SP), que morreu aos 83 anos, em São Paulo. Ele estava internado para tratar um câncer ósseo. Confira abaixo repercussão.

Chico Alencar (PSOL-RJ), deputado federal
“A vida de Plínio foi plena. Nosso Plínio de Arruda Sampaio partiu no exato momento em que havia um Brasil inteiro reunido em torno de uma mesma expectativa. Ele queria ainda mais: um povo que pudesse transitar de seus desejos individuais, pequenos, para um sonho coletivo, de justiça e igualdade, realmente duradouro. Temos o dever de continuá-lo. Plínio e a luta por um Brasil solidário e fraterno vivem!” (pelo Facebook)

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Cristovam Buarque (PDT-DF), senador
“Eu conheci Plínio no exlílio, em Honduras. Eu morava lá e ele passou fazendo um trabalho pelo Banco Interamericano. Criei uma admiração muito especial por ele. É um dos políticos com mais consciência dos problemas brasileiros e com propostas para fazer um país mais eficiente e mais justo. Eu senti muito.”

Eduardo Braga (PMDB-AM), líder do governo no Senado
“O Brasil perde um grande homem público, um patriota acima de tudo, com espírito de nacionalidade muito grande. Tenho uma grande admiração por ele, foi um homem com momentos marcantes na vida política brasileira.”

Eduardo Suplicy (PT-SP), senador
“Visitei ele anteontem, e estive com a esposa e filhos. Ele estava numa situação bastante grave. Ele é uma pessoa extraordinária, foi um excelente deputado federal, uma pessoa de extraordinário valor. Sinto muito por isso e expresso a minha solidariedade. Eu vou logo estar no velório e farei um discurso em homenagem a ele no Senado.”

Eunício Oliveira (CE), líder do PMDB no Senado

“Foi um grande brasileiro, homem íntegro, com uma historia belíssima. Vai fazer muita falta à questão política e da ética no Brasil.”

Geraldo Alckmin (PSDB), governador de São Paulo
“Plínio de Arruda Sampaio dedicou sua vida a um Brasil justo, solidário e democrático. Foi um promotor de Justiça exemplar; um deputado constituinte vibrante; um homem público de convicções. Em nome dos paulistas, deixo meus sentimentos à sua família.” (por nota oficial)

Ivan Valente (SP), líder do PSOL na Câmara
“Para mim, que fui companheiro do Plínio, desde a fundação do PT, e depois na ida para o PSOL, nós travamos uma luta na saída do PT, e sem dúvida é uma perda muito grande. Um grande companheiro, que foi, assim, um camarada que prestou grandes serviços ao povo brasileiro. E mais do que isso, é uma referencia para a juventude brasileira, aos 83 anos, fez coisas memoráveis para o PSOL. Além de ser um amigo, camarada, irmão.”

José Agripino Maia (RN), líder do DEM no Senado
“Fui colega dele na Constituinte, quando [Plínio] era do PT. Era uma figura moderna naquela época do PT radical. É um político de qualidade e teve destaque especial na Constituinte. Na época que o PT votava contra tudo, ele votava pela racionalidade. É uma perda lamentável para o mundo político.”

José Serra (PSDB), ex-governador de São Paulo
“Plínio de Arruda Sampaio foi um grande amigo. Isso resume minha relação com ele. Nos longos anos de exílio convivemos intensamente, em Santiago do Chile, em Washington, e na Universidade de Cornell. Dele e de sua mulher, Marietta, sempre recebi afeto e, quando foi necessário, solidariedade. Depois que voltamos ao Brasil, tomamos rumos diferentes na política, mas a relação básica de amizade sempre permaneceu. A mesma relação que tenho com seus seis filhos, que conheci desde que eram crianças. Plínio foi um político estudioso e coerente na prática de suas ideias. Ou seja, um político incomum.” (por nota oficial)

Luciana Genro, candidata do PSOL à Presidência da República
“Eu estava lá com a família dele, e justamente ele havia falecido alguns minutos antes. É uma notícia muito triste para todos nós do PSOL. Ele foi uma pessoa que se dedicou imensamente às causas em defesa do nosso povo. Fez um esforço enorme para representar PSOL nas eleições de 2010 e tenho muito orgulho de contar com o nome dele no manifesto em apoio a minha candidatura. Ele estava lúcido quando foi consultado para dar esse apoio. A gente tem muito orgulho de ter tido ele no PSOL e ele vai fazer muita falta.”

Luiz Araújo, presidente nacional do PSOL
“O PSOL se solidariza com os familiares de Plínio e ressalta que sentirá a ausência de um dos maiores lutadores socialistas e colaboradores do partido. Certamente, continuaremos levando adiante os ideais por justiça social, defendidos incansavelmente por ele.” (por nota oficial)

Luiza Erundina (PSB-SP), deputada federal
“A partida do Plínio Sampaio nos causa a nós, seus amigos e companheiros, uma profunda tristeza e ao Brasil, uma enorme perda.” (pelo Twitter)

Marina Silva (PSB-AC), candidata a vice-presidente
“Morreu hoje o ex-deputado federal Plínio de Arruda Sampaio, aos 83 anos. Um homem de ideias, de caráter, a quem sempre respeitei por sua longa trajetória política em favor de um Brasil mais democrático, justo e fraterno. Que Deus console seus familiares, amigos e admiradores neste momento.” (pelo Facebook)

Pedro Simon (PMDB-RS), senador
“Éramos muito amigos. Era um grande homem, daqueles que eu tinha o maior respeito. O Plínio é do grupo de brasileiros que foi se afastando dos governos porque não cumpriam com o que se esperava. Uma pena. Eu ainda disse várias vezes que os ‘Plínios’ deveriam ter ficado no governo Lula e outros deveriam ter saído. O grupo do Plínio se afastou porque não se identificou.”

Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), senador
“Eu estava acompanhando o estado de saúde dele. Ele teve uma pequena recuperação, mas nós já sabíamos que o estágio dele era de irreversibilidade. O Brasil perde um dos seus principais guerreiros do século XX e do início do século XXI. Era alguém que, no PSOL, e desde o PT, inspirada a todos nós. No PSOL era, com seus mais de 80 anos, o mais jovem de nós. […] É uma notícia muito triste, uma perda muito grande.”

Roberto Requião (PMDB-PR), senador
“Ficará grande saudade amigo velho.” (pelo Twitter)

Rubens Bueno (PR), líder do PPS na Câmara
“É uma figura exemplar do mundo político brasileiro. Muito respeitado, com posições muito firmes. Ele ajudou o Brasil, os brasileiros a pensarem grande. Eu convivi com ele, tivemos debates, e o Plínio é um símbolo da ética na política.”

Tarso Genro (PT), governador do Rio Grande do Sul
“O Brasil perde um grande brasileiro e a democracia um incansável lutador: faleceu Plínio Arruda Sampaio.” (pelo Twitter)

G1

Jornais gringos se assustam com multidão no metrô de SP às vésperas da Copa

USUÁRIOS LOTAM METRÔ DE SÃO PAULOA greve dos motoristas de ônibus, na última quarta-feira, produziu um verdadeiro caos nas estações de metrô da cidade de São Paulo. Em um vídeo divulgado pela Folha, é possível ver cenas assustadoras de uma multidão se empurrando para achar algum espaço na estação Pinheiros, Zona Oeste da capital. Como era de se esperar, o material correu o mundo e ganhou destaque em grandes jornais internacionais, que se disseram assustados com as imagens e colocaram em xeque a preparação do Brasil para a Copa do Mundo, que começa no próximo dia 12.

Huffington Post, dos Estados Unidos, não economizou nas palavras e classificou o ocorrido como “aterrorizante”: “Deixa muitos preocupados com a capacidade de transporte do Brasil”, diz trecho da matéria, que vai além e alerta: “O vídeo é mais um sinal abominável da falta de preparação da Copa do Mundo no Brasil. Olha lá, turistas do futebol, é desesperador”.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“Insano”, foi como definiu o portal norte-americano Washington Post. “Quando você for reclamar do Metro Center de Washington, apenas se lembre dos nossos primos do Sul. Talvez você se sinta melhor”, critica trecho da matéria. Em seguida, os protestos e a violência na país da Copa também são mencionados.

“Medo”, disse o portal britânico The Mirror. “Os ‘chefes’ ingleses estão preocupados com o que os torcedores poderão encontrar na Copa do Mundo”. Na nota, o periódico lembra que a seleção da Inglaterra jogará contra o Uruguai no próprio Itaquerão, em São Paulo.

O Mundial no Brasil começa no próximo dia 12 de junho. A seleção canarinha fará o jogo de estreia na capital paulista contra a Croácia, pelo grupo A.

Uol

Caso Pesseghini: Polícia conclui que menino matou a família em SP

familiaApós mais de nove meses da morte de cinco pessoas da família Pesseghini, a Polícia Civil de São Paulo concluiu o inquérito sobre os crimes ocorridos em 5 de agosto de 2013, na Brasilândia, na zona norte da capital.

O relatório final da investigação chefiada pelo delegado Charlie Wei Ming Wang aponta o estudante Marcelo Pesseghini, 13, como autor dos  assassinatos do pai, Luís Marcelo Pesseghini, 40, sargento da Rota (tropa de elite da Polícia Militar); a mãe, Andréia Bovo Pesseghini, 36, cabo da PM; a avó Benedita Bovo, 67; e a tia-avó Bernadete Bovo, 55.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Desde o dia seguinte ao dos crimes, a polícia já apresentava como principal linha de investigação a possibilidade de o menino ter matado a tiros a família e se suicidado em seguida. Parentes, porém, questionam essa hipótese.

O inquérito foi enviado na última sexta-feira (16) ao MP (Ministério Público), que recebeu os nove volumes, com mais de 2.000 páginas, nesta segunda-feira (19). O promotor de Justiça Daniel Tosta, do 2º  Tribunal do Júri de Santana, terá 15 dias para analisar o inquérito e decidir se requisita novas diligência à polícia ou pede arquivamento do caso.

De acordo com a SSP (Secretaria de Segurança Pública), a investigação só foi encerrada agora porque a polícia estava à espera de esclarecimentos do IC (Instituto de Criminalística) sobre parecer médico-legal independente que contesta a tese da polícia.

O documento enviado em fevereiro ao Tribunal de Justiça e ao MP é assinado pelo médico-legista George Sanguinetti, que ficou conhecido após causar reviravolta ao defender a tese de duplo assassinato do ex-tesoureiro Paulo César Farias e sua namorada, Suzana Marcolino, ocorrido em 1996, em Maceió.

O parecer cita que marcas na mão e no braço do menino seriam “lesões de defesa, indicativas que a criança, antes de ser executada, tentou defender-se”. O documento afirma também que, pela posição que o corpo de Marcelo foi encontrado, é improvável que ele tenha se matado.

Conclusão é uma “aberração”, diz advogada da família

A advogada dos avós paternos do estudante, Roselle Soglio, classificou a conclusão da polícia como “aberração”. “Não foram investigadas todas as linhas de possibilidades de quem teria praticado o crime. A única linha que foi investigada foi a de que Marcelo é culpado”, afirmou a advogada.

Soglio informou que vai esperar o posicionamento do MP para avaliar se pede que seja realizada uma nova investigação. “Acredito que o Ministério Público não vai se satisfazer porque há muitas contradições no inquérito”, disse.

Caso controverso

Laudos da polícia mostraram que, após matar os pais, a avó e a tia-avó, Marcelo foi até a escola dirigindo o carro da mãe, levando uma mochila com papel higiênico, peças de roupas, uma faca, um revólver e R$ 350 em dinheiro. Depois de assistir às aulas, o adolescente teria voltado para casa de carona e cometido suicídio.

Um laudo elaborado pelo psiquiatra forense Guido Palomba apontou como motivação para o crime a “psicopatologia” (transtorno mental) que o adolescente possuía e indicou que o adolescente planejava havia ao menos cinco meses matar os pais.

Em agosto do ano passado, o médico legista Sanguinetti afirmou, em entrevista aoUOL, que o filho do casal de policiais foi assassinado junto com os pais.

Na época do crime, Wagner Dimas Alves Pereira, comandante do 18º Batalhão da PM (onde trabalhava a mãe do adolescente), afirmou que a policial fez parte de um grupo que denunciou o envolvimento de colegas no roubo de bancos. Pereira recuou logo em seguida dessa afirmação.

Em depoimento à corregedoria da PM, o comandante disse que não houve nenhuma investigação no batalhão sobre esquema de roubo de caixas eletrônicos envolvendo integrantes da corporação. Cerca de uma semana depois, Pereira foi afastado das suas funções na chefia do batalhão para tratamento de saúde.

 

Paraíba participa da X Virada Cultural de SP com cultura popular e música paraibana

chico-cesarO secretário de Cultura do Estado, Chico César, apresentou a imprensa, no restaurante Café São José, no centro de João Pessoa, na manhã desta terça-feira (06), os artistas paraibanos que vão participar da 10ª Virada Cultural de São Paulo que acontece no próximo dia 17 e 18 de maio.

De acordo com Chico, a Virada contará com a participação de Carta de França e Escurinho como representantes da música paraibana. Já Tiago Trapo vai levar as artes visuais da Paraíba para São Paulo. No circo tem Palhaço Xuxu com Luiz Carlos Vasconcelos e na cultura popular a representação paraibana é por conta de Oliveira de Panela.

O teatro popular e o de rua ficaram para outra oportunidade. Segundo Chico, o município de São Paulo passa por um momento “ruidoso” para a cultura dos paulistanos. “Estamos levando quatro áreas; música, artes visuais, circo e cultura popular. Nós queríamos muito levar o teatro, mas o secretário de cultura do município de São Paulo, Juca Ferreira falou para deixar essa linguagem para outro momento, pois se levarmos um monólogo da Paraíba talvez tenhamos despesas, perca de tempo, bom seria outro momento,” afirmou.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“Essa iniciativa é da secretaria de cultura da Paraíba que procurou a secretaria municipal de cultural do município de São Paulo e fez a proposta. Isso vai acontecer pela primeira vez, mas o secretario Juca ferreira gostou da proposta e pensou inclusive em inserir em todos os anos tornando tradição a Virada Cultural de São convidar algum estado,” ressaltou.

Com informações da rádio CBN

Wagner Mariano

 

Um ano após norma, cartórios de SP têm mais de 700 casamentos gays

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Os cartórios da cidade de São Paulo registraram 701 uniões entre pessoas do mesmo sexo no 1º ano da norma do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) que regulamenta o casamento gay, segundo levantamento da Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo (Arpen-SP). Os números foram divulgados nesta sexta-feira (28).

Antes de a norma começar a valer, em 1º de março de 2013, alguns processos de casamento gay em São Paulo precisavam ser submetidos ao juiz corregedor do cartório. Caso aprovada, a união era realizada. Muitos casais precisaram recorrer ao TJ-SP. Agora, a concordância do magistrado não é mais necessária, assim como ocorre num casamento entre homem e mulher.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O balanço da Arpen mostra que o mês de outubro foi o preferido para casamentos gays nos 58 cartórios da capital paulista, com 90 celebrações. Em novembro, houve 80 casamentos, seguido de maio (73), agosto (71) e abril (57).
O cartório que mais realizou casamentos gays neste ano foi o de Registro Civil de Cerqueira César, na região central de São Paulo, com 41 celebrações. Bela Vista (38), Tucuruvi (35), Santa Cecília (30) e Saúde (25) aparecem na sequência entre os cartórios da capital paulista com mais uniões homossexuais.

A pessoa que, sem motivo aparente, não conseguir registrar o casamento em qualquer um dos 832 cartórios espalhados pelo estado pode fazer uma denúncia à Corregedoria Geral da Justiça.

G1

Pai e filho morrem após caírem de prédio em Osasco, SP

Homem e criança caíram do 13° andar (Foto: Edu Silva/ Futura Press/ Estadão Conteúdo
Homem e criança caíram do 13° andar
(Foto: Edu Silva/ Futura Press/ Estadão Conteúdo

Um homem e uma criança foram encontrados mortos após ambos caírem de um prédio localizado na Avenida Manoel Pedro Pimentel, em Osasco, na noite desta segunda-feira (17), informou a Polícia Militar (PM) da cidade da região metropolitana de São Paulo.

A polícia suspeita, com base em informações de testemunhas, que o homem pulou do 13º andar com o filho de 6 anos nos braços, após discussão com a mulher, pouco depois das 22h. A PM ainda informou que foi chamada ao local por causa de uma briga no apartamento.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A mulher teria sido agredida e foi levada para atendimento médico num pronto-socorro da região, segundo a PM. Não há informações sobre o estado de saúde dela.

Não foram divulgados os nomes do homem, da criança e da mulher. O local foi isolado, para o trabalho de especialistas da Polícia Civil.

 

g1