Arquivo da tag: Solanense

Em noite de assistência e gol pelo Botafogo, solanense Luis Henrique vive “dia mais feliz como profissional”

A estreia de Luis Henrique na primeira temporada como jogador profissional não cabia nem nos sonhos mais otimistas do jogador que completou 18 anos há um mês. Com uma assistência e um gol, a joia alvinegra comprova ser uma das gratas surpresas do 2019 que não foi bom para o Botafogo.

Depois de duas oportunidades na equipe principal nas rodadas finais do Campeonato Brasileiro, Luis Henrique não deixou mais o grupo comandado por Valentim. Além de ganhar a vaga no elenco, conquistou a titularidade e a valorização: seu contrato, que terminava em janeiro, foi renovado até 2022.

– A felicidade é imensa por marcar meu primeiro gol como profissional, ainda mais na nossa estreia depois da pré-temporada lá no Espírito Santo. Espero que seja o primeiro de muitos. A bola acabou escapando um pouco ali, mas deu para consertar da melhor forma possível. Esse gol é para toda a minha família e para quem me apoia. No outro jogo eu dei o passe para o Pedro Raul, ele tinha que devolver (risos) – afirmou Luis Henrique.

“Como profissional é sim o dia mais feliz da minha vida”.

Gol do Botafogo! Pedro Raul deu um lindo passe para Luis Henrique ampliar, aos 23' do 2º tempo

Gol do Botafogo! Pedro Raul deu um lindo passe para Luis Henrique ampliar, aos 23′ do 2º tempo

O sorriso no rosto no momento da entrevista depois de uma noite cheia das melhores sensações é o mesmo que Luis tenta levar pra vida. De origem humilde, o garoto tem ambições, mas respeita seu tempo e tenta fazer valer a pena os últimos quatro anos longe de casa. Até o ano passado, ele vivia no alojamento de General Severiano com o irmão Pedro Augusto, de 15 anos e que também joga no Botafogo.

Os 18 anos e a inexperiência o fazem ter atenção especial da comissão técnica e da diretoria alvinegra. Alberto Valentim, responsável por integrá-lo ao profissional, acompanha de perto seu desenvolvimento e, além das qualidades que pudemos ver em campo, o técnico destaca a “cabeça boa” de Luis Henrique.

– O Luis Henrique é muito atento ao que a gente passa. É mais novo que meu filho. Totalmente profissional, focado. Vai errar em algumas tomadas de decisão, mas temos que entender até pela idade. Vai melhorar muito. Tenho certeza que terá uma excelente carreira, não só pelos dotes físicos e técnicos, mas pela cabeça. Um jogador que sabe ouvir e trabalha muito forte – disse o treinador.

Luis Henrique comemora primeiro gol como profissional do Botafogo  — Foto: Botafogo F.R.

Luis Henrique comemora primeiro gol como profissional do Botafogo — Foto: Botafogo F.R.

Luis Henrique voltou para Solânea – cidade onde foi criado no interior da Paraíba – nas férias de fim de ano como personalidade do município. Foi parado para fotos e autógrafos. Não podia nem sair na porta de casa sem ser abordado. Havia feito apenas dois jogos no profissional… Agora terá que lidar com o sucesso, que promete ser maior caso o atacante repita a atuação da gloriosa estreia em 2020.

GE

 

Joia do Botafogo, solanense Luis Henrique chama atenção aos 17 anos e entra no radar do Bayern de Munique

O atacante Luis Henrique fez sua estreia no time principal do Botafogo aos 17 anos. Pode até parecer um pouco precoce. Mas a joia do Fogão já despertou o interesse do Bayern de Munique no ano passado e chegou a passar por duas semanas de testes ao lado do grupo no CT do clube alemão. Foi aprovado, mas não ficou por causa da idade.

Luis Henrique está no radar do Bayern de Munique — Foto: Vitor Silva/Botafogo

Luis Henrique está no radar do Bayern de Munique — Foto: Vitor Silva/Botafogo

Em junho do ano passado, o paraibano participou de uma excursão na Alemanha com o Três Passos Atlético Clube, o TAC, do Rio Grande do Sul. No último jogo, os garotos do time sub-19 do time gaúcho enfrentaram o sub-17 do Bayern de Munique. A mãe de Luis Henrique, Alcione, relembra o momento cheia de orgulho do filho.

– Ele teve esse amistoso contra o Bayern de Munique e fez gol e ainda deu um passe (a partida terminou 2 a 0 para o TAC). O Bayern de Munique entrou em contato, ele passou 15 dias fazendo testes e depois, quando voltou, já foi direto para o Botafogo – relembrou a mãe Alcione.

Atacante no CT do Bayern de Munique no ano passado durante período de teste — Foto: Arquivo Pessoal

Atacante no CT do Bayern de Munique no ano passado durante período de teste — Foto: Arquivo Pessoal

O empresário do jogador, Sandro Becker, revela que Luis Henrique continua no radar do Bayern de Munique. Mas tudo pode mudar quando o atacante completar 18 anos no dia 14 de dezembro.

– Ela tinha só 16 anos. Então deixaram a porta aberta e vão permanecer observando. Pelo fato de eu ter um contato direto com o Bayern de Munique devido ao Lúcio (zagueiro pentacampeão mundial), que fez muito sucesso lá, eles olham com outros olhos quando a gente fala em outro jogador. Luis está nessa mira – disse Sandro Becker.

O TAC é um projeto do próprio Sandro Becker. Luis Henrique foi visto por ele durante uma peneira feita em Rio Tinto, no litoral norte da Paraíba.

– Tinha aproximadamente 220 meninos naquele dia. Foi tudo muito rápido. Fui escolhendo de manhã e à tarde o Luis Henrique também ficou no grupo de 30 garotos. Na parte da manhã Luis foi muito normal, mas na parte da tarde, quando selecionou mais os meninos, logo nos primeiros cinco minutos ele, como joga de atacante de beirada, arrebentou. Dribla em velocidade e com o passar do tempo adquiriu muita força física. Na parte física ele é acima do normal. Isso agora vai começar a aparecer – explicou.

Paraibano participou de amistosos pelo Bayern de Munique na Alemanha — Foto: Arquivo Pessoal

Paraibano participou de amistosos pelo Bayern de Munique na Alemanha — Foto: Arquivo Pessoal

Antes de acertar com o TAC, Luis Henrique foi lapidado pelo próprio pai, Ronaldo, na escolinha “Livro na mão, bola no pé”, na cidade natal Solânea – distante 130km de João Pessoa.

– Tive uma infância tranquila. Sempre fui ligado demais ao futebol. Meu pai é um ex-atleta e também era o sonho dele que eu fosse jogador. Foi lá onde treinei muito até chegar ao TAC – comentou Luis Henrique.

Jogador em desfile pela escolinha do pai "Livro na mão, bola no pé" em Solânea — Foto: Arquivo Pessoal

Jogador em desfile pela escolinha do pai “Livro na mão, bola no pé” em Solânea — Foto: Arquivo Pessoal

O DNA da bola está no sangue de Luis Henrique. Ronaldo, de 51 anos, é ex-jogador e comanda tudo no projeto. Ele tem passagens por clubes paraibanos tradicionais: Botafogo-PB, Santos de Tereré, Auto Esporte e Santa Cruz de Santa Rita. Não demorou muito para o pai ver o filho começar a trilhar uma trajetória promissora.

– É uma emoção muito grande. É bem diferente estar de fora torcendo pelo filho. Foi um dia muito diferente. Fica como se quisesse entrar na televisão para ajudar de alguma forma. Foi muito emocionante assistir. Outra realidade ficar de fora e torcer pelo filho. Vi um grande potencial. A gente vê que ele entrou com uma personalidade muito grande. Não se abateu pela estreia e pelo tempo que o Botafogo está passando. O Botafogo não está passando por um bom momento, mas ele chamou a responsabilidade no meio de tanta gente experiente – analisou o pai.

Luis Henrique fez sua estreia no profissional na última quarta-feira, na derrota do Botafogo para o Atlético-MG, por 2 a 0, no Mineirão. Ele entrou no segundo tempo, mas foi o jogador de melhor atuação do Glorioso, apresentando objetividade na busca pelo gol.

Luis Henrique foi o melhor jogador do Botafogo na derrota para o Atlético-MG — Foto: Vitor Silva/Botafogo

Luis Henrique foi o melhor jogador do Botafogo na derrota para o Atlético-MG — Foto: Vitor Silva/Botafogo

Nesta temporada, o jogador se destacou também no time sub-20 do Botafogo. Participou de 34 jogos, sendo 19 partidas no Brasileiro da categoria, e marcou cinco gols.

– Foi uma sensação de muita alegria e felicidade. Tudo junto. E uma mistura de ansiedade com nervosismo. Foi um dos momentos mais esperados da minha vida. Sou muito grato ao Botafogo por essa oportunidade e confiança. Tenho que agradecer muito a Deus também e a minha família, que sempre me apoiou – afirmou.

O atacante já havia sido relacionado anteriormente para as partidas contra Corinthians e Chapecoense no Campeonato Brasileiro. Deve agora receber uma nova chance na última rodada, diante do Ceará, no próximo domingo, no Engenhão.

GE

 

Solanense Luís Henrique, filho de Ronaldo estreia no Botafogo-RJ e vira destaque no jogo contra Atlético no Mineirão

O Botafogo mais uma vez foi presa fácil no Campeonato Brasileiro. Chegou à 21ª derrota – são 13 no returno – com os 2 a 0 sofridos diante do Atlético-MG. Um rápido exemplo da fragilidade alvinegra é a discrepância no número de finalizações: 28 a 13 para o Galo.

Enfim, nova partida ruim, a maioria das apostas não deu certo, substituições erradas, e os experientes também não corresponderam. De positivo só o garoto Luis Henrique, que substituiu Valencia no segundo tempo.

Luis Henrique foi o melhor jogador do Botafogo contra o Galo — Foto: Vitor Silva/Botafogo

Luis Henrique foi o melhor jogador do Botafogo contra o Galo — Foto: Vitor Silva/Botafogo

O Alvinegro é o penúltimo colocado do returno. Perdeu 13 vezes, marcou apenas 12 gols em 18 jogos e só pontuou mais do que o Avaí: 15 a 6. Uma reta final incompatível com o apoio irrestrito que a torcida tem dado no Nilton Santos.

Ao lado do CSA, Botafogo é o segundo time com mais derrotas no Brasileirão 2019. São 21, sendo superado apenas pelo Avaí, que soma 23.

Primeiro tempo: início positivo, fim melancólico

O Botafogo começou relativamente bem, chegou a ter 60% de posse de bola, mas repetiu o problema crônico da equipe: criação zero. Sorte que o Galo pouco levava perigo também, mas começava a gostar do jogo.

Os donos da casa tinham em Otero sua figura mais perigosa. Deu dois chutes perigosos na etapa. No segundo, Gatito voou e colocou para escanteio. Na sequência, o Botafogo saía para o contra-ataque, e Rhuan tomou a pior das decisões. Tocou a bola no vazio, Guga disparou e entregou a Cazares, que cruzou para Jair abrir o placar.

Após o gol, o Botafogo já tinha a cara do time que fez péssimo returno. Acuado, pressionado e mais perto de sofrer o segundo do que fazer o primeiro. Foi para o intervalo com apenas 1 a 0 de desvantagem. No lucro.

Segundo tempo: Luís Henrique se escala para pegar o Ceará

No segundo tempo, o Galo foi melhor de novo e não fez muita força para fechar o placar. Bem superior. De interessante mesmo pelo lado botafoguense só a entrada do garoto Luis Henrique.

O paraibano de 17 anos, que completa 18 no próximo dia 14, mostrou força e personalidade. Em seu primeiro lance, saiu arrastando o adversário em direção ao gol e acabou parado com falta. Natural de Solânea, Luis Henrique é filho do ex-jogador do vila Branca Ronaldo e atualmente dono da Escolinha do Ronaldo.

Se Rhuan, outra esperança da base alvinegra, esteve muito apagado, Luis foi para cima. Finalizou duas vezes, primeiro pelo lado esquerdo e depois, no fim da partida, em ótima jogada individual pela ponta direita. Além disso, lutou, deu opção e buscou o jogo o tempo todo.

Luis Henrique vai para cima de Igor Rabello após passar por José Welison — Foto: Vitor Silva/Botafogo

Luis Henrique vai para cima de Igor Rabello após passar por José Welison — Foto: Vitor Silva/Botafogo

Além das boas participações do jovem, destaque apenas para uma finalização de Cícero que tirou casquinha da trave. Completou bom cruzamento de Luiz Fernando com chute seco, mas não teve sucesso.

A animadora atuação de Luis Henrique fez Alberto Valentim confirmá-lo como titular para o jogo contra o Ceará, domingo, às 16h, no Nilton Santos.

– Sempre falo que preciso, no fim de temporada, sem tempo de recuperação, ver quais jogadores estão bem fisicamente. Gostei muito do Luis Henrique durante o jogo. Garoto que entrou bem. Vai ter oportunidade para jogar essa partida. As outras duas vagas vamos estudar direitinho – disse o treinador.

O segundo gol atleticano deu-se aos 23 minutos. E que facilidade! Igor Rabello, Jair e Otero trocaram passes com muito espaço até Guga invadir a área. Na sequência, Marcinho e Marcelo bateram cabeça, e Luiz Fernando e Cícero não se entenderam na saída de bola.

Resultado: o Galo se reorganizou, e Jair, totalmente livre, cruzou. Luan também teve muita tranquilidade para passar nas costas de Lucas Barros e marcar.

Titulares tomam cartões evitáveis e não fazem a diferença

Cícero, de 35 anos, nem jogou tão mal. Manteve o hábito de acertar a maioria dos passes tentados (errou três de 35), foi o autor da finalização mais perigosa do time na partida, mas levou cartão amarelo evitável. Chegou duro demais em Luan, por baixo e por cima em jogada que ainda não era tão promissora.

Jogadores "pendurados" do Botafogo recebe cartão amarelo

Jogadores “pendurados” do Botafogo recebe cartão amarelo

Diego Souza, de 34 e menos participativo do que o volante, levou cartão amarelo após desentendimentos na área atleticana. Isso aos 43 minutos do segundo tempo, quando o jogo já estava resolvido. Pisou na bola.

Luiz Fernando, de 23 e bem mais novo que os outros dois, foi amarelado por cotovelada em Jair. É jovem, mas, diante de um elenco desmantelado no início da temporada, já é um dos mais cascudos.

Léo Valencia não tomou amarelo, mas também não aproveitou a chance dada por Alberto Valentim. Foi discretíssimo em campo e o líder em erros de passes no jogo (cinco).

FN com GE

 

Solanense é primeira paraibana eleita Miss Teen Brasil Universe; ‘era o meu sonho’, diz

Uma adolescente paraibana foi eleita Miss Teen Brasil Universe 2020. Joyce Freitas, de 17 anos, natural de Solânea, venceu o concurso realizado na última sexta-feira (29), em Natal, no Rio Grande do Norte. Essa é a primeira vez que uma candidata da Paraíba conquista o título a nível nacional e o próximo passo será a disputa pelo título a nível internacional, previsto para acontecer em novembro de 2020, nas Bahamas, no Caribe.

“É uma grande honra pra mim poder representar o meu estado e agora o meu país. Ser a primeira paraibana a ganhar o título a nível nacional era o meu sonho”, afirma a estudante e modelo Joyce Freitas.

Entre 27 candidatas de todo o país, Joyce, que mora em João Pessoa, foi para a disputa final do concurso com a candidata do Paraná. O anúncio de que a coroa seria da paraibana foi acompanhado pela família da estudante, que esteve presente em todas as fases preparatórias para o concurso a nível nacional.

Para chegar à disputa do Miss Teen Brasil Universe 2020, Joyce conta que primeiro precisou passar pela disputa a nível estadual. O Miss Teen Paraíba Universe aconteceu em João Pessoa, no dia 24 de setembro deste ano.

Joyce foi eleita Miss Teen Paraíba Universe no dia 24 de setembro deste ano, em João Pessoa — Foto: Joyce Freitas/Arquivo Pessoal

Joyce foi eleita Miss Teen Paraíba Universe no dia 24 de setembro deste ano, em João Pessoa — Foto: Joyce Freitas/Arquivo Pessoal

Joyce conta que trabalha como modelo fotográfica e de passarela desde os 11 anos. Estudante do 3º ano do ensino médio, ela diz que pretende seguir a carreira de modelo. “É bem corrido conciliar as duas coisas agora, mas como estou terminando o ensino médio ano que vem, vou me dedicar à carreira de modelo”.

Miss Teen Universe 2020 em Bahamas

O próximo passo será a disputa a nível internacional, com tudo pago pela organização do concurso. De acordo com Joyce, o Miss Teen Universe está previsto para acontecer em Bahamas, no Caribe, em novembro de 2020.

“Para as meninas que têm o mesmo sonho, eu digo pra ir atrás desse sonho, que elas jamais desistam, pois sonho que é sonho tem que batalhar, e que não é fácil, mas se é algo que elas querem, corram atrás disso”, diz a paraibana.

Paraibana venceu Miss Teen Brasil Universe 2020, realizado em novembro deste ano, em Natal, no Rio Grande do Norte — Foto: Joyce Freitas/Arquivo Pessoal

Paraibana venceu Miss Teen Brasil Universe 2020, realizado em novembro deste ano, em Natal, no Rio Grande do Norte — Foto: Joyce Freitas/Arquivo Pessoal

 

G1

 

 

Pastor paraibano é um dos mortos em desabamento no RJ; solanense continua desaparecida junto com a família

O pastor evangélico paraibano Cláudio Rodrigues, de 40 anos, é um dos mortos confirmados após o desabamento de dois edifícios na comunidade Muzema, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, ocorrido na manhã desta sexta-feira (12). A confirmação da morte do religioso ao Portal Correio foi feita pela jornalista Leila Oliveira, tia da vítima.

De acordo com a jornalista, Cláudio, que morava no terceiro andar de um dos prédios, ainda foi socorrido com vida, mas sofreu quatro paradas cardíacas e faleceu no hospital. A esposa dele, Adilma Rodrigues, de 35 anos, segue internada em estado grave. Conforme Leila, ela teve fratura de bacia ao ser atingida por uma viga e já passou por uma cirurgia. A filha do casal, de 10 anos, sofreu fratura em uma das pernas, mas já recebeu alta hospitalar e está abrigada na casa dos avôs.

“Eles moravam no prédio há apenas uma semana. A família saiu de outro edifício que alagava quando chovia, na mesma comunidade”, contou Leila Oliveira.

Cláudio era natural da cidade de Serra Branca, no Cariri paraibano, a 230 km de João Pessoa, e se mudou com os pais para o Rio de Janeiro na década de 1980.

Desaparecidos

Membros de outras famílias paraibanas seguiam desaparecidos até a noite desta sexta-feira:

Família de quatro pessoas

Conforme Jandir Silva, estão desaparecidos o irmão dele, Jeferson da Silva Trajano, a esposa de Jeferson, Carla Batista, e os dois filhos do casal, crianças de quatro e seis anos. Eles são da cidade de Cacimba de Dentro, a 170 km de João Pessoa. Apenas Carla é natural de Solânea, a 130 km da capital paraibana. As informações foram passadas ao programa Correio Debate, da Rede Correio Sat.

Jandir explicou que a última vez que manteve contato com o irmão foi na noite dessa quinta (11). Eles têm restaurantes no Rio de Janeiro, cidade para onde Jandir foi morar há cerca de três meses e onde o irmão já mora desde a adolescência.

“Ele estava dormindo no restaurante porque esse prédio onde ele mora teve problemas por causa das chuvas aqui no Rio. Só que ontem [quinta], ele acabou voltando para o apartamento, sem dizer o motivo”, explicou. Segundo Jandir, a família mora no térreo de um dos prédios que desabou.

Mãe e filho

Verônica Pereira informou ao Portal Correio na tarde desta sexta-feira (12) que a irmã dela, Flávia Pereira, e o filho de Flávia, de três anos, estão desaparecidos após o desabamento. A família é da cidade de Riachão do Poço, a 44 km de João Pessoa.

Verônica está em Riachão do Poço. Ela explicou que Flávia estava em casa na hora do desabamento, enquanto o marido saiu para trabalhar. Segundo Verônica, mais quatro irmãos acompanham as buscas do Corpo de Bombeiros no local

Trabalhos de resgate

Subiu para cinco o número de mortos na tragédia. Mais dois corpos foram localizados pelos bombeiros, no início da noite desta sexta-feira, onde dois prédios desabaram.

Por volta das 19h, os militares também encontraram uma criança com vida entre os escombros. Com a ajuda de holofotes, os socorristas trabalham no resgate.

O trabalho não tem previsão para terminar, já que ao menos 10 pessoas continuam desaparecidas. Outros 10 feridos foram levados a hospitais da região ao longo do dia.

*Com informações do R7

 

 

Capitão da Polícia Militar J. Ferreira recebe título de cidadão solanense

tituloO Capitão J. Ferreira, comandante da 7ª Companhia Independente da cidade de Solânea, recebeu o título de cidadão solanense, como forma de reconhecimento dos resultados do trabalho feito  pela polícia militar na região do Brejo e curimataú paraibano.

As homenagens foram concedidas pelos vereadores, através de uma propositura da vereadora Giseliane. Toda solenidade de homenagem ao Capitão J. Ferreira aconteceu na noite da ultima quinta-feira, dia 15 de dezembro nas dependências da “Casa Antonio Melo de Azevedo”  câmara de vereadores da cidade.

O homenageado foi lembrado pelo juiz da comarca de Solânea Dr. Osenival dos Santos Costa  que lembrou da importância do reconhecimento da sociedade. “Com a confiança e o apoio do Comandante do 4ª BPM  o capitão J. Ferreira conseguiu resultados no seu trabalho, consequentemente, o reconhecimento da sociedade, o que nos deixa feliz pela competência deste  grande profissional da Polícia Militar do Estado da Paraíba”.  Lembrou.

Na entrega do título de cidadão solananense ao Capitão J. Ferreira, marcaram presença várias autoridades civis e militares, a exemplo do promotor de justiça Dr. Henrique Cândido, major Bonzante representando o comandante da CPR1 da cidade de Campina Grande, Dr Diógenes Fernandes delegado da Polícia Civil da 21ª Seccional Solânea, o subcomandante do 4ª BPM da cidade de Guarabira major Cinval, entre outras autoridades que participaram  do  merecido titulo de cidadão solanense ao capitão J. Ferreira   Comandante da 7ª Companhia Independente da cidade de Solânea PB.

 

Por Odilon Almeida

Diário do Brejo

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

 

Comerciante busca por familiares de mulher solanense que vive abandonada em Goiânia

Luzia Clotilde Germana da Silva
Luzia Clotilde Germana da Silva

Fabiana Cardoso Mecias procura por algum parente da senhora, Luzia Clotilde Germana da Silva, de 48 anos, que está morando no Centro de Goiânira, em Goias. Desde o mês de dezembro de 2014 que a Fabiana cuida de dona Luzia.

Luzia mora debaixo de uma varanda em uma casa abandonada, na Avenida José Rodrigues Naves, Quadra 33, no Centro de Goiânia-GO. A comerciante, em contato com a redação do Bananeiras Online, contou que “a senhora todos os dias fala que quer ver os filhos, ela mora na rua, mas passa o dia quase todo no meu comércio, lancha, almoça, janta e também toma banho”, revelou.

O que Fabiana sabe é que a senhora tem três filhos, Célia, Luiz Henrique e Beatriz e que moram com seus pais na zona rural de Solânea-PB. “O pai de Luzia se chama Edgar e a mãe Clotilde Germana e tem nove irmãos”, disse a comerciante. Ela não soube precisar a localidade, mas falou que a família mora próximo ao sítio Covão, perto do sítio Serra Branca, em Solânea.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Qualquer informação é só ligar para o número (62) 8625-2013, ou entrar em contato com Fabiana pela sua página, no facebook.

Bananeiras Online

Solanense Antônio do Palmeiras é destaque na Record; assista

O solanense Antônio do Palmeiras (Palmeirinha) foi destaque no programa Domingo Espetacular deste domingo (08) na rede Record de televisão. Antônio morou 15 anos em São Paulo, tempo suficiente para se apaixonar perdidamente pelo time paulista, o Palmeiras. Ele trouxe o seu amor para a cidade que nasceu na Paraíba, inclusive, abriu o Bar do Palmeiras. Veja!

Focando a Notícia com R7

Estudante solanense recebe medalha de prata nas Olimpíadas Brasileira de Matemática

aluno

Solânea foi destaque nas olimpíadas brasileira de matemática. O estudante Levi Micael, aluno do 7º ano da Escola Estadual Padre Geraldo da Silva Pinto, trouxe medalha de prata a cidade. Ele ficou na 86ª colocação, entre os 500 estudantes selecionados no país para receber a premiação. Levi mora na gruta de Santa Tereza, zona rural de Solânea.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A diretora do colégio, Jaqueline Rocha, ficou emocionada com o resultado do seu aluno. “A família Padre Geraldo Pinto está de parabéns. Levi é bom em tudo, para nossa escola é uma honra ter um aluno em destaque a nível nacional. Muito sucesso para Levi e quero vê-lo lá em cima, se Deus quiser porque ele merece”, comemorou.

 

 

 

Redação / Focando a noticia

Solanense é convidada para participar do Miss Continente Brasil 2014

eloA modelo Heloanny Eduarda da cidade de Solânea no estado da Paraíba será uma das convidadas de honra do promoter Christian Oliver e confirma presença na grande final do concurso nacional Miss e Mister Continente Brasil 2014, na oportunidade Heloanny Eduarda receberá das mãos de Christian Oliver o título oficial de Miss Continente Brasil Infantil 2014.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Heloanny Eduarda vem se destacando no cenário de desfiles se posicionando com equilíbrio beleza, dedicação mais acima de tudo saber verdadeiramente o seu papel em uma passarela. Uma miss é muito mais do que uma faixa, o título a leva sim a um patamar obvio mais muito além da faixa se tem postura, ética, entender de verdade que estar ali para concorrer já se faz credenciada de aceitação e capacidade  e Heloanny vem mostrando isso em alguns trabalhos de passarela que vem fazendo sempre muito bem orientada pelo seu irmão, o estilista Eduardo Duarte que é o coordenador do concurso Miss e Mister  Solânea oficial, evento oficial da prefeitura daquela cidade que muito apoia os eventos.

Entre os compromissos marcados para Heloanny Eduarda estão ainda um jantar de Gala no dia 06  de outubro onde ela estará junto ao Promoter Eduardo Duarte jantando na companhia de todas as Misses e Misters que chegam ao estado da Paraíba na data de 06 de outubro e o evento segue nos dias 07,  08 e 09.

A grande final acontece no palco do Teatro Paulo Pontes – Espaço Cultural com Coordenação nacional de Christian Oliver.

 

missemistercontinentebrasilteen