Arquivo da tag: socioeducativo

Agentes ficam feridos após princípio de rebelião em centro socioeducativo

Um princípio de rebelião foi registrado na tarde desta quinta-feira (12), no Centro Socioeducativo Edson Mota, localizado no bairro de Mangabeira, em João Pessoa. Na ocasião, dois agentes ficaram feridos após tentarem conter alguns adolescentes que estavam agrupados em uma das salas de aula do local.

De acordo com o presidente da Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente “Alice de Almeida” (Fundac-PB), Noaldo Meirelles, os adolescentes se recusaram a deixar o bloco de aulas após as atividades, sendo necessário que os agentes fossem chamados para resolver a situação.

Agentes feridos

Ao chegarem à sala de aula, os agentes foram surpreendidos pelos adolescentes portando alguns objetos extraídos de cadeiras escolares e de janelas que haviam sido quebradas no local. Dois deles ficaram feridos durante a ação.

“Os envolvidos serão conduzidos para a delegacia, onde farão exame de corpo de delito, além de prestarem esclarecimentos às autoridades. Após isso, retornarão ao Centro Socioeducativo. A ordem já foi restabelecida no local”, disse Noaldo Meirelles.

 

portalcorreio

 

 

Agente socioeducativo é preso suspeito de fornecer drogas para internos do Lar do Garoto, na PB

Um agente socioeducativo do Centro Educacional Lar do Garoto, em Lagoa Seca, no Agreste da Paraíba, foi preso na noite da quinta-feira (26) suspeito de fornecer drogas aos internos da unidade. De acordo com a delegada plantonista, Elizabeth Beckman, a ação do agente foi flagrada por câmeras de segurança após a direção receber uma denúncia e passar a monitorar a conduta do homem.

O agente foi flagrado por volta das 18h, quando, segundo a delegada, as câmeras registraram o momento em que ele entregava um material suspeito a três internos na ala provisória do Centro Educacional. Depois disso, a direção e outros agentes foram até a ala e encontraram a droga.

“A direção passou a monitorar esse agente. No início da noite de ontem, as câmeras flagraram quando ele estava pegando a droga da ala A pra levar pra um dos quartos da ala provisória, onde estão três internos maiores de idade. E, mesmo sendo uma pequena quantia de droga, cerca de 1,5g de maconha, ele foi autuado pelo tráfico por estar dentro de um centro educativo”, relatou a delegada.

A droga apreendida e o agente socioeducativo foram encaminhados à Central de Polícia Civil de Campina Grande. Segundo a delegada, o homem permanece detido aguardando audiência de custódia. O caso foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Lagoa Seca, que deve continuar as investigações.

Agente monitorado após denúncia

A delegada Elizabeth Beckman explica que a atitude do agente foi flagrada após a direção do Lar do Garoto receber um denúncia sobre a conduta do homem dentro do local. “Essa denúncia aconteceu três semanas antes disso acontecer. Aí ontem, um dos internos da ala A ficou a procura desse agente pra entregar um short, querendo que ele entregasse esse short aos internos na ala provisória”, relatou.

Ainda conforme a delegada, outro agente teria pego o short dos internos para entregar na ala provisória do centro. Ao revistar o material, o agente encontrou dois palitos de fósforo dentro do elástico do short. “Depois dessa situação, a direção começou a desconfiar da conduta do agente e da intimidade dele com esses internos”, frisou Elizabeth.

G1

 

Fundac inicia nesta segunda inscrições para preencher 300 vagas de agente sócioeducativo

sistemasocioedcativoA Fundação Estadual da Criança e do Adolescente “Alice de Almeida” (Fundac) inicia nesta segunda-feira (9) as inscrições do Processo Seletivo para preencher 300 vagas imediatas e formar 100 cadastros reservas no cargo de Agente Socioeducativos para atender as necessidades das unidades de atendimento socioeducativo das Regionais I, II e III, que correspondem aos municípios de João Pessoa, Lagoa Seca e Sousa.

Homens e mulheres que tenham ensino médio completo, disponibilidade para atuar em plantões de 12x36h, podem se inscrever até o dia 13 deste mês.

Os pedidos de participação são recebidos na Escola de Serviço Público do Estado da Paraíba – Espep, na Rua Neusa de Sousa Sales, s/nº – Mangabeira VII, João Pessoa – PB. O atendimento ocorre no horário compreendido das 9h às 12h30 e das 13h30 às 17h.

A remuneração dos aprovados varia de acordo com o plantão e a função, pois no caso dos Agentes Socioeducativos apenas os valores variam de R$ 1.482,95 a R$ 1.587,95. Mas se você assumir o cargo de Agente Socioeducativo Supervisor saiba que pode receber entre R$ 1.782,95 a R$ 1.887,95.

Como forma de classificar os inscritos será realizada Avaliação dos Títulos e Entrevistas, sendo que a primeira etapa está prevista para ocorrer entre 16 a 20 de janeiro de 2017.

Confira o edital.

PCI

 

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Internos danificam estrutura de centro socioeducativo na Paraíba, diz Fundac

Foto: Felícia Arbex/
Foto: Felícia Arbex/

Alguns internos do Centro Socioeducativo Edson Mota, localizado no bairro de Mangabeira, em João Pessoa, queimaram colchões e danificaram parte da estrutura da unidade na madrugada deste sábado (19). A informação foi confirmada pelo presidente da Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente Alice de Almeida (Fundac), Noaldo Meireles.

Segundo Meireles, os internos conseguiram sair das alas danificando as colunas que fazem parte do sistema de ventilação dos quartos. Dessa forma, os internos mais magros conseguem passar pelo espaço da coluna, sair dos quartos e quebrar os cadeados, liberando outros internos. Ainda de acordo com Meireles, os internos não apresentaram nenhuma reivindicação como motivação para o tumulto.

Os internos chegaram a tirar os colchões dos quartos, atear fogo neles, subir nos telhados e jogar pedras. O tumulto foi, inicialmente, contido pelos agentes socioeducativos. Em seguida, de acordo com Meireles, a Polícia Militar teve que intervir com uso de bala de borracha e bomba de efeito moral para que os internos permitissem a entrada da equipe do Corpo de Bombeiros.

Dois internos ficaram feridos. Um deles teve um corte na cabeça ao subir no telhado e foi atendido pelo Samu no local. Outro foi atingido por um tiro de bala de borracha na perna e foi levado para o Hospital de Emergência e Trauma. Segundo o presidente da Fundac, ele está bem e já retornou à unidade.

As alas envolvidas no tumulto deste sábado abrigam cerca de 80 internos. Uma sindicância foi aberta para apurar quem foram os internos envolvidos no tumulto. Quem for identificado pode ter a visita e o banho de sol suspensos. Pelo menos oito já foram identificados como causadores dos danos à estrutura do centro e, após a identificação de todos, vão ser encaminhados à delegacia para responder por incêndio, dano ao patrimônio e ameaça.

Com danos estruturais no centro socioeducativo, acumulados desta madrugada e de outro tumulto semelhante que aconteceu na segunda-feira (14), os internos tiveram que ser relocados em outras alas da unidade. Noaldo Meireles informou que vai consultar a disponibilidade de outras unidades para iniciar um processo de transferência.

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Morre em hospital jovem ferido em confusão em centro socioeducativo

(Foto: Felícia Arbex/TV Cabo Branco)
(Foto: Felícia Arbex/TV Cabo Branco)

Morreu no Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa o jovem de 17 anos que tinha ficado ferido em uma confusão registrada no Centro Socioeducativo Edson Mota. A morte do jovem foi confirmada em boletim médico divulgado pelo hospital no início da manhã desta segunda-feira (5). O adolescente foi socorrido e levado em estado grave para o Hospital de Trauma na tarde de domingo (4).

A confusão que deixou o adolescente ferido só foi controlada por volta das 18h, depois da chegada de policiais militares da tropa de Choque. O diretor da Fundação Estadual da Criança e do Adolescente Alice de Almeida (Fundac), órgão responsável pela unidade, Noaldo Meireles, confirmou a ocorrência e disse que o motivo ainda está sendo investigado. Durante a confusão, os jovens danificaram bastante a unidade, mas às 20h de domingo o órgão estava aguardando a chegada da perícia para avaliar a extensão das avarias.

Segundo informações da Fundac, o jovem ferido é de Brasília, tem envolvimento com outras confusões na unidade, sendo que o órgão já vinha tentando a transferência dele para a cidade da família. Atualmente, 182 jovens cumprem medidas socioeducativas no Edson Mota, que tem capacidade para receber 70. Ainda segundo a Fundac, não houve registro de fugas neste domingo.

Três tumultos em uma semana
Este foi o terceiro registro de tumulto nas unidades socioeducativas de João Pessoa em uma semana. Por conta dos dois outros registros, a Fundac informou que não é possível fazer transferência dos jovens para outra unidade.

Seis internos do Centro Educacional do Jovem (CEJ) fugiram da unidade na noite de segunda-feira (29) após uma confusão entre jovens internos do Pavilhão B. A fuga dos jovens que estavam internados no centro foi confirmada pela Fundac após um trabalho de contagem dos internos. Ainda segundo a Fundac, o tumulto deixou o local totalmente destruído, mas ninguém teria saído ferido.

Na sexta-feira (2), todas as internas que ocupavam a Casa Educativa, que funciona dentro do Centro de Apoio à Criança e ao Adolescente (Cendac) foram transferidas para o Centro Educacional do Adolescente, no Jardim Cidade Universitária, após uma rebelião que aconteceu dentro do Cendac.

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br