Arquivo da tag: Sindicalista

‘Caixas eletrônicos na Paraíba podem ficar sem dinheiro até o final da tarde’, alerta sindicalista

O presidente do Sindicato dos Empregados em Empresas de Segurança de Transporte de Valores, Laudivan Gonçalves alertou nesta segunda-feira (29) que os caixas eletrônicos em todo Estado podem ficar sem dinheiro até o final da tarde de hoje o que irá comprometer, principalmente, o recebimento do salários dos servidores estaduais e municipais.

Durante entrevista ao Programa Arapuan Verdade do Sistema Arapuan de Comunicação o sindicalista afirmou a adesão à greve dos motoristas de carros-fortes é de quase cem por cento em todo o Estado, principalmente no Sertão do Estado.

Laudivan Gonçalves disse que mesmo com 30% dos carros em funcionamento não é suficiente para atender a demanda. O sindicalista disse ainda que até agora não houve qualquer contra-proposta por parte da classe patronal.

paraiba.com.br

Foto: Kawê Barreto

 

 

Sindicalista se diz preocupado com saúde da categoria de Agentes Penitenciário

agenteO agente de segurança penitenciário Manuel Leite de Araújo, presidente do Sindseap-PB, entidade representativa da categoria, na Paraíba, vem se dizendo cada vez mais preocupado com um grave problema de saúde que afeta a categoria, nos últimos tempos.

Trata-se, segundo ele, de problemas que têm lesionado o tecido psíco-emocional de grande parte dos profissionais do setor, em casas de detenção, decorrentes da falta de condições de trabalho mais compatíveis com a natureza da função, não só no que toca à Paraíba, mas a todos os estados do Brasil.

A própria OIT (Organização Internacional do Trabalho), em comum acordo com a ONU (Organização das Nações Unidas), segundo o líder sindical, tem dispensa grande atenção a esse problema, por considera-lo como extremamente danoso aos estamentos sociais, de todos os matizes, posto que a saúde das partes envolvidas na questão termina afetando, sensivelmente, a relação interpessoal de todos.

Manuel Leite de Araújo informa que, de tempos para cá, o Sindseap-PB tem-se deparado com situações bastante comovedoras, com as visitas/denúncias de agentes de segurança penitenciário a respeito da questão. Segundo eles, alguns chegam, até, a chorar, apresentando distúrbios que sugerem uma imediata tomada de providência, par parte do Estado – não apenas do Governo -, que, segundo ele, tem a obrigação de encontrar uma ‘brecha’, na Constituição, que venha a resolver situações, como essas, de uma vez por todas.

Ele adianta que já levou o problema ao conhecimento do atual (e dos anteriores) secretário da Administração Penitenciária da Paraíba, Wagner Dorta, visando a uma tomada de providência, a princípio, mesmo que paliativa, mas a situação, até agora, não se tem resolvido. “Ele (o secretário) nos tem dado demonstrações, claras, de que tem todo interesse em resolver o problema, mas isso depende de esforços muito graves, envolvendo, envolvendo todos os poderes constitucionais”, pondera o presidente do Sindseap-PB.



pbagora

 

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Incra-PB recebe posse do imóvel Usina Tanques, palco de luta da sindicalista Margarida Alves

Incra-PB
Incra-PB

O Incra foi imitido, na manhã desta quinta-feira (11), na posse de uma das mais emblemáticas áreas para a reforma agrária no Brasil, o imóvel Usina Tanques, localizado no município de Alagoa Grande, no brejo paraibano, a cerca de 100 km de João Pessoa. Esta imissão é tão importante para a reforma agrária na Paraíba que o próprio presidente do Incra, Carlos Guedes, recebeu o documento de posse das mãos do oficial de justiça Antonio Wanderlei, da 4ª Vara da Justiça Federal.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A área é emblemática porque foi na Usina Tanques onde a líder camponesa Margarida Maria Alves, assassinada em 12 de agosto de 1983, destacou-se na luta por melhores condições de trabalho para os operários e operárias, que não tinham sequer carteira assinada.

A desapropriação das terras da Usina Tanques se tornou, desde a época de Margarida Maria Alves, uma das maiores bandeiras de lutas dos trabalhadores que defendem a democratização de acesso à terra no Brasil.

Os imóveis rurais denominados Usina Tanques/Capoeira foram declarados de interesse social para fins de reforma agrária através de Decreto Presidencial publicado no Diário Oficial da União no dia 21 de agosto de 2012. O novo projeto de assentamento terá aproximadamente 860 hectares e capacidade para assentar 60 famílias de trabalhadores rurais, muitas delas, antigos posseiros que moram nas terras há muitos anos.

“A luta pelo direito a essa terra durou vários anos. Agora é hora de conquistar o direito de produzir, gerar renda e criar seus filhos com dignidade”, disse Guedes às famílias presentes. Ele ressaltou que a criação do assentamento é a porta de entrada para as demais políticas públicas, como a garantia de que todos terão assistência técnica desde o início, a moradia pelo Minha Casa, Minha Vida, a melhoria da infraestrutura, dentre outras.

Para isso, as famílias serão inscritas no CadÚnico, um dos critérios para ser assentada e para que possa, receber imediatamente benefícios sociais como o Bolsa Família e o Brasil Sorridente.

O prefeito de Alagoa Grande, Hildon Regis Navarro Filho, reafirmou o compromisso de apoiar o futuro assentamento, a exemplo de outras 13 áreas da reforma agrária que existem no município, onde a Prefeitura investiu, por exemplo, na implantação de açudes e na construção de casas de farinha e poços artesianos. “Estamos prontos para trabalhar em parceria, dar as mãos para ajudar essas famílias”. O município foi contemplado com máquinas do PAC 2, do Ministério do Desenvolvimento Agrário.

História

A desapropriação das terras tem um grande significado na história da reforma agrária na Paraíba. As fazendas, na década de 1970, eram usadas para a produção de cana-de-açúcar destinada à Usina Tanques, hoje em ruínas, instalada dentro da área. A líder camponesa Margarida Maria Alves foi assassinada no dia 12 de agosto de 1983, na porta da sua casa em Alagoa Grande.

Margarida foi uma das mulheres pioneiras das lutas pelos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras rurais no Brasil. Após sua morte, tornou-se um símbolo político, representativo das mulheres trabalhadoras rurais, que deram seu nome ao evento mais emblemático que realizam: a Marcha das Margaridas, uma mobilização nacional que reúne, em Brasília, milhares de mulheres trabalhadoras rurais no dia de aniversário de sua morte.

A área tem potencial para produzir batata-doce, banana, mandioca e cana-de-açúcar. Para Carlos Guedes o assentamento será um polo de produção de alimentos vai atender programas como o da merenda escolar, e dessa forma orgulhar a memória de Margarida Alves e de Maria da Penha.

Zumbi dos Palmares

Ainda na manhã desta quinta-feira (11) o presidente do Incra, Carlos Guedes, fez uma visita de campo ao Assentamento Zumbi dos Palmares, no município de Mari (PB). Ele percorreu parte da grande produção agroecológica irrigada de macaxeira do assentamento e foi recebido com um almoço, na escola do assentamento, feito com alimentos produzidos pelas famílias assentadas.

Guedes conheceu o trabalho que vem sendo desenvolvido pela Assessoria Técnica, Social e Ambiental (Ates) no assentamento e os detalhes do projeto da Cooperativa de Produção Agropecuária do Assentamento Zumbi dos Palmares (Coopaz), que foi selecionado para compor a Carteira de Projetos do programa Terra Forte, um programa de fomento à agroindustrialização e à comercialização da produção em assentamentos da reforma agrária.

 

portalcorreio

Eletricitários acusam Energisa de demitir sindicalista e companhia se recusa a falar

energisaO Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas da Paraíba (Stiupb) acusa a Energisa de estar demitindo sindicalistas que lideraram a última greve da categoria, realizada no início deste mês.

Conforme a nota de repúdio emitada hoje pelo Stiupb, na última sexta-feira, o  dirigente sindical e membro do Conselho Fiscal da Federação Nacional dos Urbanitários (FNU), Dráuzio Macedo foi demitido. Os eletricitários Alderivam Ferreira e Luciano Araujo estão recebendo represália por parte da empresa por terem participado do movimento grevista.

O ClickPB entrou em contato com distribuidora de Energia Elétrica na Paraíba para que esclarecesse as denuncias dos funcionários.  A assessoria de comunicação da Energisa informou que a empresa não vai se posicionar nem esclarecer o assunto, porque é de âmbito interno. “Não afeta o atendimento ao consumidor, não temos o que falar sobre isso”.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Veja a nota de repúdio

Vimos tornar público, através dessa nota, o nosso repúdio ao comportamento antissindical da empresa ENERGISA. Na última sexta-feira, 23 de maio, o STIUPB recebeu a notícia da demissão do companheiro DRÁUZIO MACEDO, dirigente sindical de nossa entidade e membro do Conselho Fiscal da Federação Nacional dos Urbanitários (FNU), bem como membro da comissão da PLR 2014, eleita em assembleia geral dos trabalhadores no início do mês quando do movimento paredista realizado na empresa. Repudiamos também as punições aplicadas pela Diretoria da ENERGISA contra os companheiros ALDERIVAM FERREIRA e LUCIANO ARAUJO.

No início do mês os trabalhadores da Energisa entraram em greve exigindo da empresa uma PLR digna pelo trabalho realizado. É da ciência de toda a sociedade paraibana que a Energisa é uma das empresas que mais crescem no setor eletricitário do país. Não à toa, fez um aporte financeiro de R$1,2 bilhão para a compra do Grupo Rede, do Centro-Oeste, no final do ano passado. Somente neste ano, a Energisa já obteve um lucro calculado em R$168,9 milhões de reais. Enquanto isso, os seus trabalhadores recebem o menor salário da categoria eletricitária no Brasil, ficando abaixo inclusive do piso recebido pelos trabalhadores do comércio e da construção civil no Estado. Em troca, metas inalcançáveis e um assédio moral que comprometem profundamente a saúde dos seus funcionários é a prática diária da empresa.

Engana-se a empresa em pensar que com esta demissão e as suspensões de diretores do STIUPB ela irá calar a voz dessa categoria. Vemos em todo o país as fortes mobilizações e greves travadas pelos trabalhadores de diversos ramos da economia que enfrentam os patrões e as direções pelegas dos sindicatos.

O companheiro Dráuzio é um dos mais de 2.000 trabalhadores da Energisa que não se curvou aos desmandos da empresa e ousou lutar contra a exploração, tendo a ousadia inclusive de organizar a luta no seu local de trabalho indo contra a omissão de seu sindicato.

Vale destacar que, na manhã do dia 22, a comissão da PLR 2014 estava reunida com a empresa e, num ato tresloucado, a Energisa demite um legítimo representante dos trabalhadores. Este ato não ficará impune! A mesma categoria que ousa lutar contra a exploração da empresa saberá responder essa tentativa de intimidação à categoria em luta.

REPUDIAMOS veementemente a ATITUDE ANTISSINDICAL DA ENERGISA que não irá calar a voz, nem tampouco diminuir a altivez dessa categoria que deu uma demonstração autêntica de sua força, realizando uma das maiores GREVES dos últimos 15 anos. A empresa deveria, ao invés de suspender direitos e demitir lideranças, responder as reivindicações dos seus mais de 2.000 funcionários que entraram em GREVE unicamente para exigir um valor justo na Participação nos Lucros e Resultados da empresa.

 

clickpb

Após aumento, sindicalista diz que vai lutar pelos 10% na gratificação dos professores e pela progressão funcional

piso dos professoresO presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Município de João Pessoa, Daniel de Assis, disse que mesmo com o aumento concedido e anunciado pelo prefeito Luciano Cartaxo, a categoria vai continuar na luta para conseguir outros benefícios.

 

Ele disse que umas das reivindicações que estarão presentes na mesa permanente e negociações e que será encaminhada nesses cem dias de governo são os 10% de aumento na gratificação dos diretores de escola que já está presente na Medida Provisória que vai para a Câmara.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Outros pontos destacados pelo sindicalista e que serão discutidos e negociados são a continuidade das negociações para o reajuste do  restante das categorias cuja data base é em março e a progressão funcional do magistério. “Vamos discutir tudo isso democraticamente com o prefeito”, destacou.

paraiba

Sindicalista considera como ‘fraqueza política’ da PB acesso do Padre Djacy a Ministério

Um político paraibano, atualmente sem mandato eletivo, e residindo entre Itaporanga e São Paulo, de nome Antônio Porcino Sobrinho (PMDB), diz reconhecer como um fato extremamente importante o ator global José de Abreu propiciar o acesso  do Padre Djacy Brasileiro ao Ministério da Integração Nacional, para tratar de questões relacionadas à Seca, mas ressalva que a classe política estadual, por isso, não se mostra suficientemente capaz de tomar a dianteira do problema.

Ele confessa, com franqueza, que já tentou facilitar acesso, não só do Padre Djaci, mas de outros políticos e ativistas paraibanos, a órgãos competentes do Governo Federal, em Brasília, para que se possa fazer, amiúde, amostragens do quadro de aflições por que passam populações, inteiras, de paraibanos, frente aos efeitos devastadores da Seca, mas também revela ter encontrado entraves de ordem político-partidários, no momento de fazer o agendamento.

“Esperamos que o Padre Djacy não se decepcione, nessa tentativa de se encontrar com tão importante personalidade do Ministério da Integração Nacional, sobretudo no intuito já de há muito revelado, de lutar pela redenção dos conterrâneos, paraibanos de todos os quadrantes da Seca, e, de igual modo, aqui queremos agradecer à própria vanguarda nacional, que, na pessoa do ator José de Abreu, toma, para si, a responsabilidade de tão proeminente causa social”, enfatiza Antônio Porcino Sobrinho.

Assessoria

Sindicalista sousense vai pedir a cassação de Frei Anastácio, e compara AL/PB como uma Galinha

Gervásio Bernardo, Presidente do Sindicato dos Motoristas Efetivos do Município vai ingressar junto a Comissão de Ética da AL/PB com pedido para apurar quebra de decoro parlamentar do Deputado Estadual, Frei Anastácio (PT).

Conforme o Sindicalista é necessário que se apure a conduta vedada do Parlamentar, haja vista a 4ª Vara da Justiça Federal em Campina Grande condenou o ex-superintendente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária na Paraíba (Incra-PB), Antônio Ribeiro, mais conhecido como Frei Anastácio em uma ação de improbidade administrativa. A ação foi movida pelo Ministério Público Federal (MPF), em razão de descaso do réu em responder a questionamentos do órgão sobre denúncias de invasões não apuradas pelo Incra. Frei Anastácio, que atualmente é deputado estadual pelo PT, recorreu e o caso será levado ao Tribunal Regional Federal da 5ª Região.

– Houve uma condenação. Frei Anastácio representa a sociedade paraibana na Assembleia. Houve o processo, o direito da ampla defesa, houve uma sentença no final. Ele é réu condenado. Acho que está no momento da Assembleia Legislativa dizer o que é que ele representa. AL/PB está parecendo uma Galinha cobrindo os pintos, mas pintos sujos de lama, sustentou.

Gervásio também na representou na Comissão de Ética da AL o Deputado Estadual, Anísio Maia (PT), também por quebra de decorro parlamentar, haja vista, em tese, Anísio está envolvido com esquema fraudulento da pesca na Paraíba.

A FOLHADOSERTAO, ainda não conseguiu conversar com o Deputado Estadual, Frei Anastácio para ouvir sua versão sobre o assunto. Fica o espaço aberto.

Entenda o caso

Em 2007, durante investigações do Ministério Público Federal para apurar denúncia de que o Incra não teria tomado qualquer providência sobre beneficiário de lote em assentamento, que teria participado de invasões em fazendas localizadas no município de Esperança (PB), o MPF requisitou informações do caso ao então superintendente regional, Frei Anastácio. Pela Lei nº 8.629/93 (sobre reforma agrária), será excluído do programa de reforma agrária do governo federal quem for beneficiado ou pretendente de lote em assentamento e for identificado como participante em conflito fundiário.

Em junho de 2007, o Ministério Público enviou ofício ao Incra questionando o andamento do procedimento administrativo. Após reiterar o ofício pela quarta vez, oportunidade na qual foi entregue em mãos, finalmente houve uma resposta do réu, informando que estava apurando os fatos e pedindo prazo de 60 dias para envio de relatório final. Vencido o prazo de 60 dias, o MPF enviou novo ofício solicitando o resultado final do procedimento administrativo. Como o ofício não foi respondido, foi reiterado em 14 de maio de 2009, em 25 de setembro de 2009 e em 4 de março de 2010 sem que se obtivesse qualquer resposta, apesar dos vários contatos feitos por telefone, inclusive através da secretária do superintendente.

Em 18 de março de 2010, Anastácio deixou o cargo de superintendente do Incra, assumindo Marcos Faro Eloy Dunda. O ofício buscando as informações foi, então, dirigido ao novo superintendente, que prestou as informações solicitadas. Em 24 de maio de 2010, o novo superintendente nomeou comissão para apuração dos fatos.

Folhadosertao

Sindicalista Batista Pinheiro, tem suas contas aprovadas à frente da administração do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Serraria

 

Na constante busca de trabalhar em verdadeira parceria com a comunidade, O Sindicalista Batista Pinheiro, teve todas as  contas do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Serraria, devidamente aprovadas, através da ampla prestação de contas do ano de 2011, depois das analises dos sócios, do conselho consultivo fiscal e da rigorosa observação dos contadores da Federação dos Trabalhadores na Agricultura da Paraíba , a popular Fetag.

Para marcar a solenidade , o Presidente Batista Pinheiro fez questão de convocar a todos os sócios e a comunidade, de uma maneira em geral, publicando edital convocatório, divulgando na Rádio Princesa do Brejo FM e, até mesmo, fazendo circular ao longo das Ruas e áreas outras, um carro de som, divulgando a ocorrência do evento.

No momento, todos tiveram oportunidade de falar, dizer alguma coisa, proceder algum comentário, diante do que foi analisado e visto pelos documentos apresentados aos que se faziam presentes no ato daquela destacada solenidade.

Procurado pela Reportagem, o Presidente Batista Pinheiro que também é um conceituado Radialista, foi enfático ao mostrar que seu trabalho consiste exatamente nestes pontos, ou seja; Fazer a correta aplicação dos recursos públicos em favor de todos, no permanente pensamento de estruturar a luta dos Trabalhadores Rurais, em favor de dias melhores.

Disse, por outro lado que tem como projeto basilar e já conversou com a categoria, o desejo de ampliar e reformar o prédio da instituição, localizado, no centro daquela cidade, com
previsão para inicio das obras no mês de Dezembro deste ano ou em Janeiro de 2013, dando uma maior ampliação a todas as atividades ali desenvolvidas.

“Diante da aprovação de nossas contas, fiquei feliz, pois, para mim e demais integrantes da diretoria, representou a seriedade da verificação de todos os trabalhos por nós desenvolvidos em favor da categoria e, em busca de novos rumos para todos”, foi o que disse Batista Pinheiro ao comentar a realização do evento.

Geraldo Belo para o Focando a Notícia

Sindicalista envia artigo ao FN apontando 10 itens sobre o recesso prolongado dos vereadores

CONSTRUINDO UMA NOVA CONSCIENCIA POLÍTICA E FORTALECENDO A CIDADANIA.

1º OS VEREADORES FOLGAM 317 DIAS DURANTE O ANO E TRABALHAM APENAS 48 DIAS.

2º TRABALHAM UM ÚNICO DIA POR SEMANA E AS CESSÕES DURAM EM MÉDIA UMA HORA SEMPRE REALIZADA NA SEGUNDA-FEIRA; SOMANDO TODAS AS HORAS TRABALHADAS POR UM VEREADOR DO NOSSO MUNICÍPIO DURANTE O ANO, TEMOS EM MÉDIA 48 HORAS TRABALHADAS AO ANO.

3º MESMO COM AS FOLGAS EXAGERADAS QUE SE TEM DURANTE TODO ANO, AINDA EXISTE RECESSO DE 90 DIAS; TRÊS MESES. NÓS TRABALHAMOS O ANO TODO, 8 HORAS POR DIA; FÉRIAS, 30 DIAS ANO.

4º AINDA ACHAM POUCO TODA ESTA MORDOMIA ABSURDA DADA PELA FALTA DE CONSCIENCIA DE ALGUM E COMPLEMENTADA PELA COMPRA DE VOTOS, PASSAM TODO MANDATO SUGANDO OS RECURSOS DO MUNICÍPIO; LOCANDO SEUS CARROS, EMPREGANDO PARENTES E CABOS ELEITORAIS.

5º SÃO ELEITOS PELO POVO E EM PALAQUE SE DIZEM DEFENSORES DO POVO; PORQUE SERÁ QUE APÓS ELEITO, ADMINISTRA O MANDATO EM CAUSA PRÓPRIA? SÓ SÃO POVO EM CAMPANHA ?

6º DURANTE A CAMPANHA O VEREADOR SE DIZ VEREADOR DO POVO; APÓS A CAMPANHA, SE DIZ VEREADOR DA BANCADA DO PREFEITO. SE OS VEREADORES QUE DEVERIAM FISCALIZAR OS ATOS DO PREFEITO SÃO DO PREFEITO, QUEM VAI FISCALIZAR OS ATOS DO PREFEITO ENTÃO? O POVO É ?

7º SE SECRETÁRIOS, DIRETORES, COORDENADORES, VEREADORES E TANTOS OUTROS DEFENDEM O PREFEITO, QUEM VAI DEFENDER O POVO? O POVO TEM QUE SE AUTO DEFENSER É ISTO ?

8º SE A CÂMARA TEM RECEITA PRÓPRIA E DEVERIA SER UM PODER INDEPENDENTE; PORQUE EXISTE A TAL BANCADA DE VEREADOR DO PREFEITO? FORAM ELEITOS PELO POVO; DEVERUAM SER DO POVO!

9º JÁ QUE, O PODER EXECUTIVO É UM, E LEGISLATIVO OUTROS, PORQUE SÃO FUNDIDOS E SE TORNAM UM PODER SÓ EM DEFESA DO PREFEITO? ONDE EXISTE A TAL INDEPENDENCIA ENTRE OS PODERES ?

10º MEUS AMIGOS (A), O QUE VEMOS É FRUTO DE UMA INDEPENDENCIA DE MENTIRA, SE OS VEREADORES, A GRANDE MAIORIA ,PERTECEREM AO PREFEITO, NÃO TEM COMO FISCALIZA-LO. POIS, ATÉ SE TORNAR VEREADOR DA BANCADA DO PREFEITO, FORAM NEGORCIADOS CORGOS PARA FAMILIARES, CARROS FORAM LOCADOS, CABOS ELEITORAIS EMPREGADOS E TANTAS OUTRAS COISAS SÃO DADAS EM TROCA DO SILENCIO, DA SUBMISSÃO, DA PROTENÇÃO AS COISAS ERRADAS PRATICADAS NAS GESTÕES. A CÂMARA SÓ É VERDADEIRAMENTE UM PODER INDEPENDENTE E O VEREADOR SÓ SERÁ VEREADOR A SERVIÇO DO POVO E DA CIDADE QUANDO NÃO HOUVER SUBMISSÃO AO PREFEITO, ISTO É LÓGICO; VOCÊ ACHA MESMO QUE UM VEREADOR QUE TEM TODOS ESTES PRIVILEGIOS BANCADO PELO PREFEITO VAI COBRAR ALGO DO PREFEITO? VAI FISCALIZAR E DIZER QUE NÃO TEM REMÉDIO? VAI DIZER QUE O MUNICÍPIO NÃO PAGA BEM A FUNCIONÁRIO? VAI AO RÁDIO COBRAR DO PREFEITO EDUCAÇÃO DE QUALIDADE? VAI COBRAR ALGO DE QUEM LHES DAR TUDO? CLARO QUE NÃO VAI ! NÃO FAZEM PORQUE NO MOMENTO QUE SÃO ELEITOS JÁ NÃO ESTÃO MAIS A SERVIÇO DO POVO E SIM DO PREFEITO. SÃO ESTAS COISAS QUE O POVO TEM QUE VER, SÃO ESTES VÍCIOS QUE TEM QUE ACABAR; A CÂMARA DEVE SER UM PODER A SERVIÇO DO POVO E NÃO DO PREFEITO; ENQUANDO ISTO NÃO ACONTECER, O POVO FICA SEM FOZ, FICA ACORRENTADO, FICA SOFRENDO SEM TER QUEM OS DEFENDA. O QUE VEMOS ACONTECER EM SOLÂNEA É JUSTAMENTE ISTO; QUEM DEFENDE O AGRICULTOR? QUEM DEFENDE A JUVENTUDE? QUEM DEFENDE A SAÚDE? QUEM DEFENDE A EDUCAÇÃO? QUEM DEFENDE O LAZER? QUEM COBRA PAVIMENTAÇÃO DE RUAS? QUEM VAI AS COMUNIDADES CONHECER OS PROBLEMAS E APRESENTAR SOLUÇÕES SEM ESTAR EM CAMPANHA? QUEM DEFENDE O QUÊ POR AQUI? QUEM FOI AO RÁDIO DURANTE ESTES TRÊS ANOS E MEIO FALAR SOBRE OS PROIBLEMAS QUE ELES HOJE APONTAM E VER ?  NINGUÉM FALOU NADA, NINGUÉM VIU NADA.

TÁ NA HORA DE ACORDAR; VOTO NÃO TEM PREÇO, VOTO TEM CONSEQUENCIAS. FIQUEM DE OLHOS ABERTOS, ANALISE BEM O PERFIL DOS CANDIDATOS; VEJA O QUE FIZERAM OU PRETENDEM FAZER PELO MUNICÍPIO, ANALISE OS PONTOS MORAIS E ADMINISTRATIVOS DELES; VEJA O QUE PRODUZIRAM DE BOM PARA SOLÂNEA.

Elmar Neto

Sindicalista diz que se prefeito Dr. Chiquinho cumprir promessa, terá seu voto como gratidão


SE FOR CONCEDIDO O REAJUSTE SALARIAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS COMO PROMETIDO PELO PREFEITO DR. CHIQUINHO , E NÃO HAVENDO CANDIDATURA PRÓPRIA DO PSB, ELMAR VOTARÁ COM DR. CHIQUINHO COMO GRATIDÃO AO AUMENTO SALARIAL DADO AOS SERVIDORES DO MUNICIPIO DE SOLÂNEA.

          O Presidente do SINDSOL, ELMAR DOS SANTOS LIMA NETO. Publicou uma matéria cobrando celeridade do Prefeito Dr. Chiquinho quanto ao reajuste salarial prometido pelo gestor na confraternização realizada na SEINFRA e ratificada em uma entrevista dada pelo gesto na rádio Correio da Serra no programa do Radialista Lindomarques; onde o Prefeito anunciou que estava elaborando a tabela com os percentuais de reajuste a ser aplicado aos vencimentos dos Servidores  Municipais de Solânea.

           Esta notícia gerou grande expectativa em cada Servidor, tendo em vista que nunca tiveram um reajuste salarial por parte da Prefeitura Municipal, que prefere gastar milhões em festas a valorizar o Servidor municipal tão sofrido; são pais e mães de famílias, são trabalhadores que nunca foram notados e muito menos valorizados pelos gestores; algumas categorias já tiveram avanços, é inegável, mas ainda existem muitos que não tiveram nada de reajuste salarial por parte da municipalidade; bom seria a criação de uma data base anual, onde a cada ano, os salários fossem reajustados automaticamente assim como acontece com o Magistério; isto seria muito importante e lutaremos por isto, assim como não devemos abrir mãos do plano de carreira, cargo e remuneração e vamos conquistar isto através da luta.

            Mas estou confiante que o reajuste anunciado não foi ilusório, é tanto que estou disposto a lançar em público um compromisso com o Prefeito Dr. Chiquinho; se o Prefeito Dr. Chiquinho der o reajuste salarial dos servidores municipais como prometido por ele, claro que não pode ser um reajuste simbólico ou insignificante; mas um reajuste real, eu, Elmar, não existindo candidatura própria do meu partido, PSB, me comprometo desde já a votar com o Prefeito Dr. Chiquinho se ele der o reajuste salarial aos trabalhadores municipais. Eu defendo o Servidor Público Municipal e essa seria uma forma de agradecer em nome de cada  servidor pelo reajuste salarial;  SE FOR CONCEDIDO O REAJUSTE SALARIAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS COMO PROMETIDO PELO PREFEITO, E NÃO HAVENDO CANDIDATURA PRÓPRIA DO PSB, ELMAR VOTARÁ COM DR. CHIQUINHO COMO GRATIDÃO AO AUMENTO SALARIAL DADO AOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE SOLÂNEA.  Eu honro minha palavra e espero que o Prefeito Dr. Chiquinho honre a promessa feita aos servidores municipais; vamos esperar e ver o que acontece.    

 

Solânea 22/05/2012

 

Elmar dos Santos Lima Neto

Presidente Sindical

Focando a Notícia