Arquivo da tag: sexualmente

Homem é preso suspeito de abusar sexualmente de criança, na PB: ‘ele tocou no meu segredo’

Um homem de 64 anos foi preso em flagrante na noite desta quarta-feira (30) suspeito de abusar sexualmente de uma criança de sete anos, em João Pessoa. De acordo com a delegacia da mulher, o homem foi flagrado pela própria mãe enquanto tocava nas parte íntimas da criança.

A criança confirmou todos os fatos à Polícia Civil e disse que chamava o homem de “vôzinho”. De acordo com a delegada Cristiane Medeiros, o homem é da cidade de São Paulo, estava visitando João Pessoa e seria parente da avó da vítima.

Conforme depoimento da criança à polícia, a situação já se repetiu outras duas vezes. Quando revelou à delegada o que aconteceu, a menina disse que ele começou tocando os pés dela, depois as pernas e, em seguida, as partes íntimas. “Ele tocou o meu segredo”, revelou a criança.

O homem foi conduzido para a Delegacia da Mulher, na Central de Polícia Civil, em João Pessoa. Ele permanece preso na carceragem, onde aguarda audiência de custódia.

G1

 

Mulher é detida suspeita de aliciar sexualmente as três filhas, em Santa Rita, PB

Uma mulher de 45 anos foi presa em flagrante, nesta quarta-feira (26) suspeito de aliciar sexualmente as três filhas, em Santa Rita, na Grande João Pessoa. O Conselho Tutelar foi o responsável pela denúncia.

De acordo com a Polícia Civil, as meninas de seis, nove e treze anos foram encaminhadas para o Instituto de Polícia Científica para realização de exames. Em um deles, foi constatado que uma das crianças sofreu abuso sexual.

Os vizinhos informaram à polícia que na casa onde moravam, em Cicerolândia, Zona Rural de Santa Rita, a movimentação de homens era intensa.

As jovens foram encaminhas para um abrigo e a mulher permanece detida na Central de Polícia Civil. Ela deve passar por audiência de custódia nesta quinta-feira (27).

G1

 

Polícia prende suspeito de abusar sexualmente de criança em Alhandra

Na noite desta quarta-feira (25), um idoso foi preso suspeito de estuprar uma criança em Alhandra, na Paraíba.

Os policiais foram acionados, por volta das 21h, na comunidade Nova Descoberta, pela mãe da menina, de 10 anos de idade. O homem foi preso em flagrante, armado com uma faca peixeira, ameaçando a mãe da criança para que o crime não fosse denunciado.

O homem foi levado para a delegacia de Polícia Civil de Alhandra para aguardar pela audiência de custódia. Ele foi preso por estupro de vulnerável e a faca foi apreendida.

ClickPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Idoso de 93 anos é preso suspeito de abusar sexualmente crianças em Campina Grande

Um idoso de 93 foi preso na segunda-feira (6) suspeito de abusar sexualmente de duas crianças de 9 e 8 anos no bairro de Bodocongó, em Campina Grande. Segundo registro do Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop), as crianças foram brincar em um campo de futebol próximo à casa do suspeito e retornaram para as residências apresentado sangramento.

De acordo com a polícia, com base no relato das crianças aos familiares, o idoso se aproximou das crianças oferecendo balas e aproveitou a abordagem para cometer os abusos sexuais. O idoso foi preso em flagrante e encaminhado para delegacia.

Os parentes das crianças também foram encaminhadas para delegacia para prestar esclarecimentos. O caso foi registrado na tarde de segunda-feira, por volta das 14h15 (horário local), na rua Santa Terezinha.

g1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Polícia prende suspeito de violentar sexualmente sobrinhas na Paraíba

A Polícia Civil da Paraíba prendeu, na tarde desta quarta-feira (10), na cidade de Lagoa Seca, um jovem de 24 anos, apontado como principal suspeito de violentar sexualmente as próprias sobrinhas, de 9 e 11 anos de idade. A prisão se deu por força de mandado expedido pelo juiz Fabrício Meira Macedo, da 1ª Vara Criminal de Campina Grande.

De acordo com informações do delegado Cícero Pereira, o acusado, que atualmente trabalhava como técnico em instalações elétricas, foi detido em sua própria residência, localizada no bairro São José, em Lagoa Seca. Ele teria sido condenado a 12 anos de prisão, depois que o crime de estupro foi confirmado por meio de exames sexológicos feitos nas vítimas.

Conforme informações do delegado, há cerca de dois anos, o pai das garotas procurou a Polícia para fazer a denúncia contra o acusado. Após conhecimento do fato, o delegado que atuava na época em Lagoa Seca chegou a pedir a prisão do acusado, no entanto, não havia provas suficientes, só após realização dos exames e comprovação dos laudos é que ele foi condenado pela prática.

A Polícia de Lagoa Seca está investigando outros casos que envolvem o preso, desta vez seria um relacionamento com uma adolescente de apenas 14 anos de idade. Quando o pai da jovem descobriu, procurou a Polícia para denunciar a prática.

Após ser preso, o jovem foi encaminhado para o Instituto de Polícia Científica em Campina Grande, para a realização de exame de corpo de delito. O suspeito será levado para audiência de custódia e deverá ser transferido, nas próximas horas, para a Penitenciária Regional do Serrotão.

wscom

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

5 coisas que você deveria saber sobre o vírus sexualmente transmissível que afeta 80% dos adultos

hpv-cancerAs infecções do vírus do papiloma humano (HPV) são extremamente comuns e contagiosas, mas não apresentam sintomas na maioria dos casos.

Assim, as pessoas infectadas não percebem que têm a doença nem que podem transmiti-la a parceiros ou parceiras.

O contágio acontece por meio do contato com a pele na zona genital e anal, de forma que não é necessária a penetração para que o vírus possa ser transmitido de uma pessoa para a outra.

Nem mesmo o uso da camisinha pode prevenir totalmente o contágio, que pode acontecer durante a relação sexual ou no sexo oral.

Confira cinco fatos que você deveria saber sobre essas infecções:

1. O HPV afeta mais de 80% de homens e mulheres sexualmente ativos em algum momento da vida

As infecções de HPV são tão comuns que podem ser consideradas quase uma evidência de que a pessoa é ou foi sexualmente ativa.

Elas afetam 80% das pessoas sexualmente ativas em algum momento de suas vidas, segundo estimativas do Serviço de Saúde Nacional britânico (NHS, na sigla em inglês) e da Associação Americana de Saúde Sexual.

Nos EUA, é a doença sexualmente transmissível mais comum. Entre os 2 mil homens que participaram de uma pesquisa nacional da revista científica JAMA Oncology, nos Estados Unidos, metade deles estava infectada.

2. As variações de HPV de alto risco podem causar 6 diferentes tipos de câncer com o tempo

São eles: câncer cervical ou do colo uterino (associado ao HPV em 99% dos casos, segundo o sistema de saúde britânico), anal (associado ao HPV em 84% dos casos), de pênis (47% dos casos), vulva, vagina, boca e garganta.

Há mais de 100 tipos de HPV e um terço deles afeta a zona genital. As variações de HPV de alto risco incluem os tipos 16 e 18, que segundo estimativas causam mais de 70% dos casos de câncer cervical.

Uma infecção de longa duração, especialmente quando causada por tipos de HPV de alto risco, pode causar câncer com o passar dos anos.

Segundo a pesquisa americana publicada na JAMA Oncology, um em cada quatro homens tem uma cepa potencialmente cancerígena.

Nas mulheres, o vírus é responsável por praticamente todos os casos de câncer do colo do útero, o terceiro mais incidente entre as brasileiras, atrás dos tumores de mama e intestino.

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), em 2016, surgirão 16 mil novos casos desse tipo de câncer no Brasil e 5,4 mil pessoas morrerão por causa da doença.

3. Não é fácil de detectar porque não há sintomas

No caso das mulheres, é possível detectar o vírus com uma amostra de células do cérvix (porção inferior e estreita do útero), por meio do exame de Papanicolau ou de citologia vaginal.

O exame específico de HPV pode identificar em uma amostra uma ou mais variações de maior risco do vírus – aquelas associadas ao câncer.

Às vezes, esse exame é feito depois que “células anormais” são detectadas no cérvix ao fazer uma de rotina.

No caso dos homens, segundo o NHS, “não existe atualmente um teste confiável para detectar o HPV e é muito difícil diagnosticá-lo, já que as cepas de maior risco do vírus não apresentam sintomas”.

Se uma pessoa tem um alto risco de ter uma infecção anal de HPV ou de desenvolver câncer anal, é possível fazer uma citologia anal.

Por outro lado, as cepas do vírus consideradas menos perigosas têm como sintoma verrugas que podem ser vistas ou sentidas na região genital, tanto em homens quanto mulheres.

4. A infecção não tem cura, mas é possível tratar os efeitos

Não há tratamento disponível para se livrar do HPV, mas é possível tratar a infecção quando há efeitos.

A maioria das infecções não causa danos graves e desaparece sozinha “em um período de dois anos”.

As verrugas genitais podem ser tratadas com cremes, loções ou produtos químicos. Também podem ser extraídas ou ter seu tecido destruído através de congelamento ou queima.

Nas mulheres, uma infecção persistente de um tipo de HPV considerado de alto risco pode causar alterações nas células do cérvix, o que aumenta o risco de desenvolver câncer cervical, também chamado de câncer de colo uterino.

A presença de células consideradas “anormais” no cérvix pode ser tratada se detectada a tempo.

Por isso, especialistas recomendam que as mulheres façam citologia regularmente como prevenção. Em 99% dos casos de câncer de colo uterino, a causa é o HPV, segundo o NHS.

Outros tipos de câncer associados ao HPV não apresentam sintomas na fase inicial, como o câncer de boca, garganta e pênis.

5. Há vacinas para os jovens

Há várias vacinas disponíveis no mercado. Algumas protegem contra duas variáveis do HPV de risco mais alto, a 16 e a 18, que causam mais de 70% dos casos de câncer cervical, segundo estimativas.

Outra vacina mais recente oferece uma proteção de 90% contra o câncer associado ao HPV, ao evitar mais variações do vírus de alto risco.

Em alguns países, essas vacinas são oferecidas a meninas na fase adolescente como medida de saúde nacional.

No entanto, um número cada vez maior de especialistas afirma que os meninos também devem ser vacinados.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Zika vírus pode ser transmitido sexualmente

camisinhaO Zika vírus, conhecido em todo o País por sua relação com a microcefalia, também pode ser transmitido sexualmente. O alerta é feito pelo Ministério da Saúde, que está lançando a edição de 2016 da campanha nacional contra os mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus, que também são vetores do vírus.

Pesquisas científicas confirmam a existência da possibilidade de transmissão sexual do Zika. Por esse motivo, é imprescindível que a população utilize preservativos – masculinos ou femininos – em todas as relações. Além da prevenção contra o vírus, a camisinha também impede a contaminação por HIV e outras doenças sexualmente transmissíveis. A rede pública de saúde de todo o Brasil distribui preservativos gratuitamente.

O ministério recomenda ainda que, além do uso dos preservativos, as mulheres grávidas façam os exames pré-natal corretamente durante toda a gestação. O acompanhamento médico ao longo dos nove meses é importante para evitar a chamada transmissão vertical do vírus, que é a transmissão da mãe para o feto.

A prevenção é a melhor maneira de se evitar a zika, que tem como principal consequência a microcefalia em bebês tidos por mulheres que contraíram a doença durante a gravidez. A microcefalia é uma malformação congênita na qual o cérebro do portador é inferior ao considerado normal para uma pessoa da mesma idade e provoca dificuldades motoras e intelectuais, prejudicando a qualidade de vida.

Para que o trabalho de prevenção seja feito da melhor maneira possível, as famílias devem liberar a entrada dos agentes de saúde em suas casas para verificar a existência de focos de água parada, que são criadouros do Aedes. Os profissionais, devidamente identificados com credenciais do Ministério da Saúde, farão a varredura completa no local para identificar situações de risco e eliminar o mosquito.

Contaminações

O alto número de infecções pelo vírus tem preocupado as autoridades de saúde do Brasil e do mundo. Segundo a pasta, no início do ano estavam em investigação em todo o País 3.530 casos de microcefalia em bebês, todos possivelmente relacionados à zika. Os registros foram feitos em 724 municípios de 21 Estados. Apesar do alto número, a resposta do Ministério da Saúde diante da proliferação da doença fez o Brasil ser referência no que diz respeito às respostas para o problema e às medidas que servirão de base para a comunidade científica internacional.

Campanha

O Governo Federal está lançando campanha para combater os mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus. O objetivo da ação é alertar a população para a importância da prevenção por meio da eliminação dos focos de reprodução do inseto.

Além da zika, os mosquitos também transmitem a dengue e a chikungunya, sendo que as duas podem levar o paciente à morte.

Fonte: iG Vigilante – iG 

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

China executa professor que abusou sexualmente de 26 menores

student-china-classAs autoridades da China executaram um ex-professor de uma escola de primária da província de Gansu, no noroeste do país, por abusar sexualmente de 26 menores, informaram nesta sexta-feira (29) fontes oficiais através da agência oficial “Xinhua”.

O Tribunal Popular da cidade de Tianshui, em Gansu, executou na noite de quinta-feira (28) Li Jishun, após ser declarado culpado por abusar de 26 meninas com entre 4 e 11 anos, quando trabalhava como professor em uma escola primária durante o período entre 2011 e 2012.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Segundo as fontes oficiais, Li se aproveitou da inocência e timidez das meninas para abusar delas nas salas de aula e dormitórios do colégio primário.

A Suprema Corte Popular também divulgou os detalhes de outros casos de abuso de menores, entre eles, o de um homem que estuprou cinco meninas no dormitório de um colégio. O agressor foi condenado à pena de morte com suspensão por dois anos, o que no sistema judiciário chinês acaba se tornando, na prática, uma prisão perpétua.

Os casos de abusos de menores aumentaram recentemente no país e os tribunais provinciais chineses tiveram que lidar com 7.145 processos deste tipo nos últimos dois ano

G1

 

Cinco cidades mais sexualmente ativas do Brasil

Uma pesquisa feita pela Sexlog, a maior rede social de sexo e swing do Brasil, revelou números inusitados sobre o comportamento íntimo das principais cidades do país na internet. Com base nos dados de mais de 4 milhões de usuários da rede, os resultados indicam que elas também são as que mais usam a tecnologia para buscar prazer. Confira a seguir quais são elas e constate se sua vida sexual está sendo prejudicada pelo meio onde você mora.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

5. Salvador: liberal e casual
A cidade com mais homens gays em busca de sexo casual coincidentemente também é o lugar que mais tem travestis e transsexuais. Mais da metade dos homens solteiros e heterossexuais de Salvador estão atrás de parceiras.


4. Porto Alegre: solteiro à procura
Se você perguntar para um cara solteiro de Porto Alegre, provavelmente ele vai te responder que está à procura. A cidade se destaca como a que contém mais homens solteiros em busca de parceiras da nossa lista.

3. Brasília: amigos de orgia
Brasília é a mais sacana: a cidade é a que tem mais casais em busca de parceiros! Simplesmente 30,75% dos pares por lá estão procurando um homem disponível para reacender a chama.


2. Rio de Janeiro: capital das solteiras
Em relação a busca por parceiros, o Rio de Janeiro é a capital das mulheres solteiras à procura de diversão nas redes sociais . No quesito homens solteiros em busca de parceiras, a campeã é a capital gaúcha, Porto Alegre.

1. São Paulo: swing, festas e eventos de sexo
É a campeã quando o assunto é utilizar a rede para procurar locais onde há novas possibilidades de prazer. Líder no setor de turismo e negócios, a capital paulista também é a cidade com mais casas de swing, festas e eventos de sexo. Já a capital Brasília lidera a busca de casais interessados em agregar parceiros à relação.

 

Yahoo

Casal preso por suspeita de abusar sexualmente de sete meninas

AlgemasUm casal foi preso no município de Bezerros, Agreste de Pernambuco, na manhã desta quarta-feira, por suspeita de abusar sexualmente de sete meninas de cinco a 11 anos de idade. A mulher de 23 anos e o homem, de 40, foram presos em cumprimento a três mandados de prisão temporária expedidos pela justiça e autuados pelo crime de estupro de vulnerável. Depois de serem levados para a Delegacia Regional de Caruaru, ela foi encaminhada à Colônia Penal Feminina de Buíque e ele para a Cadeia Pública de Bezerros.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

De acordo com as investigações, os abusos estariam ocorrendo há cerca de quatro anos. As crianças foram encaminhadas para o Instituto de Medicina Legal (IML) para a realização de exames sexológicos que não identificaram penetração.

Segundo a denúncia, o casal, conhecido na comunidade, fazia festas para as meninas, as presenteava e convidada para dormir em sua casa, onde eram praticados os abusos. O casal assistia a filmes eróticos e praticava sexo na presença das crianças e tocava em suas partes íntimas.

Diário de Pernambuco