Arquivo da tag: sexta

Enxaqueca é a sexta doença que mais incapacita, mas tem tratamento

A enxaqueca é conhecida por provocar uma dor de cabeça que dura algumas horas e muitas vezes vem acompanhada de náuseas, sensibilidade à luz, ao som, tontura, fadiga e falta de apetite. A doença é a sexta mais incapacitante do mundo, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), e atinge 15% da população mundial.

No Brasil, cerca de 31 milhões de brasileiros sofrem com enxaqueca, a maioria com idade entre 25 e 45 anos. As mulheres representam 25% das pessoas que convivem com a patologia, o dobro da prevalência entre os homens. Em relação às crianças, a ocorrência é de 3% a 10%, afetando ambos os sexos antes da puberdade e após tendo predomínio no sexo feminino.

Uma pesquisa feita pela Novartis e a European Migraine and Headache Alliance (EMHA) mostra que as pessoas com enxaqueca chegam a perder cerca de uma semana de trabalho por mês em decorrência do problema. Esse foi o maior estudo global já realizado com pacientes que enfrentam a doença e envolveu mais de 11.266 pessoas de 31 países, incluindo o Brasil.

Diagnóstico simples e rápido

A patologia, na maioria das vezes, é diagnosticada de forma rápida e simples, a partir de informações reunidas no consultório. “A enxaqueca é um tipo de dor de cabeça que ocorre em pessoas geneticamente predispostas. É desencadeada por alterações neuroquímicas em diversos componentes do Sistema Nervoso Central que levam à sensibilização de estruturas como nervos, músculos e vasos sanguíneos. O diagnóstico é clínico, ou seja, os sintomas e o exame neurológico no consultório são suficientes, não sendo necessário exame complementar para diagnosticar a enxaqueca”, explica a neurologista da NeuroAnchieta, Dra. Fernanda Ferraz.

Entre os tabus relacionados à enxaqueca, está o medo de uma doença grave cerebral, mas a especialista afirma que a patologia não costuma ter relação com algo mais sério. “Ela não é causada por tumores, aneurismas ou trombose cerebral. Exames de imagem do cérebro ou dos vasos sanguíneos cerebrais são solicitados pelo médico apenas quando há dúvida ou alguma suspeita de que a dor de cabeça não seja enxaqueca. Por isso, é importante procurar um profissional, porque sabemos, por meio de estudos, que alguns pacientes podem ter risco aumentado de AVC. Mas isso em casos específicos”, afirma a especialista.

Quando o paciente apresenta sinais de alerta normalmente são solicitados exames de imagem pra melhor avaliação do quadro. “Existem inúmeras causas de dor de cabeça na população em geral que vão desde privação do sono, estresse, cansaço, desidratação até causas mais graves e complexas. O neurologista poderá solicitar tomografia computadorizada e/ou ressonância magnética se suspeitar de alguma possível patologia. Esses exames são capazes de confirmar ou afastar uma causa de maior gravidade”, explica o responsável técnico do Anchieta Diagnósticos, Dr. Anderson Benine Belezia.

Mais de uma forma de enxaqueca

A enxaqueca é classificada quanto a frequência, sintomas associados e subtipos genéticos específicos. “Quando a dor ocorre até 14 vezes por mês é chamada de episódica. Acima de 15 vezes, com até oito episódios e características típicas por no mínimo 3 meses seguidos, é considerada crônica. Alguns pacientes têm a aura (manchas, raios, luzes, formigamento ou dormência, vertigem ou fraqueza em um dos lados do corpo), um sintoma neurológico que acontece antes ou durante a dor. É bom ter atenção a aura porque estudos dizem ser um fator de associação a maior incidência de doenças cardiovasculares. Mas isso não quer dizer que a pessoa terá um AVC, por exemplo. Basta fazer acompanhamento correto, preventivo”, enfatiza a neurologista.

Entre as possíveis alavancas de uma crise está a alimentação, frequentemente citada pelos pacientes. “A exposição a alguns embutidos, defumados, adoçantes, álcool, queijos, outros derivados de leite, chocolate pode desencadear uma crise em algumas pessoas. O que se deve fazer é evitar os gatilhos específicos que são identificados como causadores da dor. Não existe dieta específica para enxaqueca, então não adianta retirar alimentos se a pessoa não percebe o que desencadeia a enxaqueca”, acrescenta Dra. Fernanda Ferraz.

Novos medicamentos

Um novo medicamento, já utilizado em outros países, foi lançado no Brasil. O erenumabe é um anticorpo receptor para a substância CGRP (peptídeo relacionado ao gene da calcitonina) que é liberado em grande quantidade durante as crises, no cérebro e no nervo trigêmeo (estrutura responsável pela percepção dolorosa em grande parte da cabeça). “Ele é administrado via subcutânea com uma injeção mensal e não age dentro do cérebro, mas sim na meninge (membrana que envolve a superfície cerebral) e no trigêmeo. Até 40% dos pacientes com enxaqueca crônica e episódica apresentaram diminuição de 50% dos episódios de dor. Resultado positivo e com pouco efeito colateral”, conta a neurologista da NeuroAnchieta.

Automedicação e a enxaqueca

O Brasil ainda é recordista mundial de automedicação, hábito comum em 77% da população, de acordo com o Conselho Federal de Farmácias (CFF). Quase metade dos brasileiros, 47%, se automedica ao menos uma vez por mês e 25% faz isso todo dia ou uma vez na semana. A prática pode atrapalhar no controle das doenças. “Uso excessivo de analgésicos comuns por mais de 15 dias no mês e analgésicos para enxaqueca por mais de 10 vezes faz com que o sistema natural de controle de dor do cérebro não funcione adequadamente e a dor piora em intensidade e frequência. O principal problema associado a isso é a cronificação dessa dor”, explica a neurologista.

A medicação correta, prescrita por um especialista, pode diminuir as crises. E há variedade e possibilidades de tratamentos. “Existem diversos medicamentos para tratamento em longo prazo, como antiepilépticos, antidepressivos, ansiolíticos, antivertiginosos, antiarrítmicos, anti-hipertensivos e toxina botulínica. Eles foram desenvolvidos para outras doenças, mas estudos demonstraram efeito e segurança também para a enxaqueca”, acrescenta Dra. Fernanda Ferraz.

Conviver com a doença é possível, seja com medicamentos, atenção aos possíveis fatores que desencadeiam as dores ou terapias alternativas. “A atividade física é uma aliada no tratamento e prevenção. Para efeito significativo são necessários pelo menos 150 minutos de exercícios aeróbicos por semana. Outras estratégias adjuvantes são a acupuntura, biofeedback e o estimulador transcutâneo do nervo trigêmio. Procurar um especialista, fazer acompanhamento correto e seguir o protocolo recomendado são fundamentais para garantir qualidade de vida”, conclui a neurologista.

 

portalcorreio

 

 

João Azevêdo lança aplicativo ‘Preço na Hora’ nesta sexta

O governador João Azevêdo (PSB) lança, nesta sexta-feira (28), um aplicativo criado pela Secretaria de Estado da Fazenda, em parceria com o Tribunal de Contas (TCE-PB) para consulta de preços de diversos itens comercializados na Paraíba.

O aplicativo, cujo nome é ‘Preço da Hora’, oferece informações da loja e o endereço num raio de 20 km.

O lançamento ocorre às 10h, no Salão Nobre do Palácio da Redenção.

 

(Foto: Walla Santos)

 

clickpb

 

 

Pagamento do IPVA com desconto de 10% para veículos com placa final 5 termina nesta sexta (31)

Os proprietários de veículos com final de placa 5 têm até esta sexta-feira (31) para fazer o pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), com o desconto de 10% na opção da cota única à vista, sem acréscimos de juros ou multa.

Além desta, os contribuintes têm outras duas opções de pagamento do imposto. Sendo o parcelamento em três vezes, com a primeira parcela vencendo também nesta sexta (31) e também o pagamento total do IPVA apenas no dia 31 de julho. Nestas duas opções, não há desconto.

Para efetuar o pagamento, é necessário a emissão do boleto por meio do site da Receita ou Detran, podendo ser impresso, preferencialmente, em uma repartição fiscal ou então nas unidades do Detran-PB. Para poder pagar o tributo em casas lotéricas, correspondentes bancários e em toda rede bancária, o contribuinte deve escolher, no ato da impressão, a opção ‘Ficha de Compensação’, sendo necessário esperar 60 minutos para que o boleto seja registrado no sistema de pagamentos da rede bancária.

As categorias (taxistas, portadores de deficiência, transporte turístico, motofretistas e motoboys) que requisitaram, ano passado, a isenção do IPVA precisam comprovar com documentação até o dia 31 de maio em alguma repartição fiscal para ter o direito em 2019. Neste mesmo dia, essas categorias já podem pedir a isenção de 2020.

Também nesta sexta (31), vence a última parcela, de quem optou parcelar em três vezes, dos veículos com final de placa 3 e também a opção de pagamento total, sem desconto, da mesma placa. A segunda parcela de quem escolheu pagar em três vezes também vence nesta sexta (31), dos veículos com final de placa 4.

G1

 

Paraíba tem a sexta maior redução de assassinatos no Brasil no 1º bimestre de 2019

A Paraíba foi o sexto estado do Brasil que mais conseguiu reduzir o número de mortes violentas intencionais no primeiro bimestre de 2019. Conforme dados do Monitor da Violência, feito pelo G1 em parceria com o Núcleo de Estudos da Violência da USP, a Paraíba registrou 163 mortes violentas intencionais no primeiro bimestre deste ano, 62 mortes a menos que as 225 registradas nos dois primeiros meses de 2018, equivalente a uma queda percentual de 27,5%.

Apresentaram quedas maiores que a Paraíba os estados de Ceará (57,9%), Rio Grande do Norte (41,9%), Amapá (35,8%) Pernambuco (33,2%) e Sergipe (29,8%). Analisados isoladamente, as autoridades paraibanas registraram uma queda ainda maior isoladamente no mês de janeiro.

Foram 79 mortes neste ano contra 128 em janeiro do ano passado, correspondendo a uma redução de 38,2%. Levando em consideração apenas o mês de janeiro, a Paraíba apresentou a quarta maior redução percentual. Em fevereiro, por sua vez, a queda foi de 13,4% equivalente a diminuição de 97 para 84 mortes violentas intencionais entre 2018 e 2019.

Os dados do Monitor da Violência são abastecidos por informações repassadas pela Secretaria da Defesa e Segurança Social (Seds) da Paraíba por meio da Lei de Acesso à Informação (LAI) que constam no projeto Monitor da Violência do G1.

Por tipo de crime

Isoladamente, separando os números fornecidos pela Seds na Paraíba por Crime Violento Letal Intencional (CVLI): homicídio, latrocínio (roubo seguido de morte) e lesão corporal seguida de morte, o mais comum registro é o primeiro tipo de crime.

Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) por tipo na Paraíba em 2019

CVLI por tipo Janeiro Fevereiro
Homicídio 77 81
Latrocínio 2 1
Lesão corporal seguida de morte 1 2
Foto: Reprodução/TV Cabo Branco
G1

 

Pagamento do IPVA para final 3 deve ser feito até esta sexta

Os proprietários de veículos de placa final 3 precisam antecipar o pagamento à vista em cota única até esta sexta-feira (29) para garantir o desconto de 10% do Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). Sem o desconto, há outras opções de pagamento para quitar o tributo dos contribuintes, sendo elas o parcelamento do IPVA em três vezes ou o pagamento total no dia 31 de maio.

Secretaria de Estado da Receita contabiliza cerca de 65,9 mil veículos com final placa 3. Os boletos deverão ser impressos por meio da internet. A emissão está disponibilizada no portal da Secretaria de Estado da Receita e no site do Detran-PB.

Ainda em março o pagamento deverá ser efetuado nas agências do Banco do Brasil, no serviço de autoatendimento ou no aplicativo disponível para aparelhos móveis como smartphones, mobile banking. Já em abril, o pagamento do IPVA será liberado para toda a rede bancária, incluindo as casas lotéricas, por meio de Ficha de Compensação.

Os proprietários com final das placas 1 e 2 que optaram pelo parcelamento do pagamento, devem lembrar da parcela até o dia 29 de março. Quem parcelou em três vezes a placa final 1, deverá pagar a terceira e última parcela, enquanto a placa final 2 tem o vencimento do segundo pagamento. Também vence no dia 29 de março o pagamento daqueles que optaram pelo pagamento total sem desconto da placa final 1.

Comprovação da isenção

As categorias, de placa final 3, que são taxistas, portadores de deficiência (física, visual, mental ou autista), veículos cadastrados no Ministério do Turismo na qualidade de transporte turístico; motofretistas e de motoboys até 150 cilindradas, que requisitaram no ano passado a isenção do IPVA, precisam comprovar com documentação até o dia 29 de março no local mais próximo do domicílio para ter direito em 2019.

Neste mesmo dia, essas categorias já podem solicitar a isenção de 2020. Os veículos isentos deverão pagar as demais taxas que envolvem o emplacamento, como seguro obrigatório (DPVat), licenciamento do Detran-PB e a Taxa de Bombeiro.

 

portalcorreio

 

 

Termina nesta sexta prazo para produtor rural declarar ITR

Encerra nesta sexta-feira (28) o prazo para que produtores rurais façam a declaração do Imposto Territorial Rural. O ITR deve ser entregue à Receita Federal e quem perde o prazo para regularização fica sujeito ao pagamento de multa.

De acordo com a instrução normativa da Receita RFB nº 1820/2018, são obrigados a declarar pessoa física ou jurídica proprietária, titular do domínio útil ou possuidora a qualquer título. Também se enquadram na exigência os condôminos ou compossuidores, quando a área tem mais de um proprietário, por exemplo.

O Programa Gerador da Declaração (Programa ITR2018) está disponível no site www.receita.fazenda.gov.br. O produtor também pode procurar a Faepa para fazer a declaração, ou para mais orientações, pelo telefone 3048-6050.

Assessoria para o FN

Com parecer pela absolvição, processo contra Berg será votado sexta

Com parecer favorável da Comissão Processante, por 2 a 1, pela absolvição, o prefeito afastado de Bayeux, Berg Lima, será julgado nesta sexta-feira (29) pela Câmara Municipal,  pela denúncia que pede a cassação do mandato dele por prática de infração político-administrativa.

A vereadora Francineide Barbosa de Souza, a França (Podemos), que é a relatora do caso, apresentou parecer favorável à improcedência da denúncia e foi acompanhada em seu voto pelo vereador Jeferson Kita (PSB), presidente da Comissão. Já a vereadora Maria das Neves Gomes Medeiros, a Dedeta (PSD), votou pela condenação de Berg e procedência da denúncia. Berg foi flagrado em um vídeo recebendo suposta propina de um empresário em troca do pagamento de dívidas da gestão passada. A defesa alega, que ele foi vitima de uma armação e o pagamento que recebeu teria sido para pagamento de empréstimos.

O parecer aprovado pela comissão já foi encaminhado ao presidente da Casa, Mauri Batista da Silva, o Noquinha (Livres), que já convocou a sessão para o caso ser apreciado e julgado pelos demais vereadores.  Para ser cassado, são necessários 12 votos dos 17 vereadores.

Rito do Julgamento

O advogado Aécio Farias, procurador da Câmara de Bayeux, explicou como será o rito do julgamento no Plenário da Casa. Com a abertura da sessão cada vereador poderá falar por até 15 minutos, será lido o relatório e o advogado de defesa e Berg poderão falar por até uma hora e meia para as alegações orais, sendo depois iniciada a votação nominal dos parlamentares. “Se houver 2/3, ou seja, o voto de 12 dos 17 vereadores Berg será cassado. Se ele tiver seis votos em seu favor, será absolvido”, explicou.

A acusação do Ministério Público da Paraíba resultou na abertura de uma ação penal contra Berg Lima que está em tramitação no Tribunal Justiça da Paraíba (TJPB). Assim como na investigação da Câmara, se for considerado culpado o prefeito afastado pode perder o mandato e se tornar inelegível. Berg Lima está afastado da prefeitura desde o dia 5 de julho, quando foi preso após ser flagrado no vídeo citado. No dia 28 de novembro, o gestor foi solto após o STJ acatar parcialmente habeas corpus impetrado por sua defesa.

Prefeito Interino também está sendo investigado pela Câmara

O prefeito Interino de Bayeux, Luiz Antonio (PSDB), também está sendo processado pela Casa, por denúncia que pode resultar na cassação de seu mandato. O gestor será ouvido pela comissão na próxima terça-feira (2), à tarde, após depoimento do deputado federal André Amaral (PMDB), tido como vítima, e das testemunhas apresentadas em sua defesa.

Luiz Antonio foi denunciado após ser gravado em um áudio orientando auxiliares a utilizar os meios necessários para atacar o deputado federal André Amaral e o pai dele.

Com a conclusão da fase de depoimentos, a comissão processante, que é presidida pelo vereador José Eraldo Barbosa da Cunha, o Lico (PSB), tem como relator o vereador Uedson Luiz da Silva, o Orelha (Livres), e como membro o vereador Roberto da Silva, o Betinho RS (Podemos), vai abrir o prazo de cinco dias para alegações finais da defesa. Depois o relator terá o prazo de até 10 dias para apresentação do relatório final à comissão, que em seguida levará o caso para ser julgado pelo Plenário da Câmara.

O prefeito interino também foi denunciado em um vídeo que supostamente o mostrava pedindo propina a um empresário, que serviria para financiar a divulgação do vídeo que teria levado o prefeito da cidade, Berg Lima, à prisão. Mas este caso específico não está sendo investigado pela comissão.

Com informações de Adriana Rodrigues, do Jornal Correio da Paraíba.

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Prazo para requerer isenção do IPVA termina nesta sexta

O prazo para as categorias requererem a isenção do IPVA (Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores) termina nesta sexta-feira (29) nas repartições fiscais.

As categorias como taxistas, portadores de deficiência (física, visual, mental ou autista), veículos cadastrados no Ministério do Turismo na qualidade de transporte turístico; motofretistas e de motoboys até 150 cc (cilindradas) precisam requerer a isenção até o último dia útil do ano como forma de gozar o direito em 2018.

Pagamento do IPVA – Os contribuintes paraibanos com carros ou motos de placa final zero, que optaram pelo pagamento total sem desconto ou pelo parcelamento em três vezes do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), precisam efetuar o tributo também até sexta-feira (29) para evitar acréscimo de juros e multa.

Emissões do boleto – As emissões dos boletos do IPVA somente serão feitas via portais da Secretaria de Estado da Receita www.receita.pb.gov.br ou do Detran-PB www.detran.pb.gov.br. Para imprimir, o contribuinte vai precisar digitar apenas os números da placa do veículo e do Renavam impressos no documento CRV (Certificado de Registro de Veículo). O boleto do IPVA poderá ser ainda emitido nas repartições fiscais ou então nas unidades do Detran-PB do Estado.

Onde pagar – É bom lembrar que se o pagamento for deixado para sexta-feira somente será feito nos caixas de autoatendimento de bancos, pois eles estarão funcionando internamente. Os contribuintes poderão ainda pagar de forma mais prática no mobile banking – aplicativo disponível pelo Bradesco para aparelhos móveis como smartphones.

clickpb

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Fiscalização em BRs é intensificada desta sexta até o Carnaval

(Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

O trânsito em rodovias federais terá segurança e fiscalização reforçada a partir desta sexta-feira (22) até o dia 18 de fevereiro. A operação, que recebeu o nome Rodovida, integra as festividades do Natal, Ano Novo e Carnaval. O esforço concentrado acontece em todo o país.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Paraíba, o principal foco da operação será coibir excesso de velocidade, ultrapassagens indevidas e embriaguez ao volante. O comportamento de pedestres também será observado. A fiscalização será intensificada nos 1.578 quilômetros de rodovias federais no estado.

A atenção maior será na BR-230, principal corredor de ligação entre Capital e interior, e na BR-101, que liga a Paraíba às Capitais de Pernambuco, Recife, e Rio Grande do Norte, Natal. São esperados uma grande movimentação de veículos nesses trechos.

Durante o período da Operação Rodovida, haverá reforço nas escalas de serviço e de patrulhamento móvel. A PRF-PB divulgou dicas de como viajar de forma segura; confira:

– Observar as condições de segurança do veículo antes de pegar estrada

– Não esquecer documentos pessoais e do veículo

– Usar o cinto de segurança, até mesmo os ocupantes do assento traseiro

– Dirigir com atenção e segurança, sempre observando e respeitando a sinalização

– Manter uma distância segura do veículo que segue a sua frente

– Não realizar ultrapassagem em locais que não sejam permitidos

– Em pista dupla, evitar o trânsito na faixa da esquerda. Procure deixá-la livre para que os outros veículos possam ultrapassar com segurança

– Respeitar o limite de velocidade

– Não fazer uso de bebida alcoólica se for dirigir.

portalcorreio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Servidores da PB com letra inicial ‘K’ ou ‘L’ abrem novas contas até esta sexta (17)

Os servidores públicos do Estado da Paraíba que a letra inicial do nome é “K” ou “L” começam a ser atendidos nesta quinta-feira (16) para a abertura das contas no Bradesco. O prazo se estende até a sexta-feira (17) e os servidores devem levar RG, CPF e comprovante de residência aos locais de atendimento específicos em João Pessoa e Campina Grande, ou nas agências bancárias.

Na capital o atendimento está sendo realizado no Espaço Cultural, em Tambauzinho, e no Centro Administrativo Estadual, no bairro Jaguaribe. Em Campina Grande o atendimento é no Hotel Garden, bairro Mirante, e no Hospital de Trauma, nas Malvinas. Nos outros municípios, os servidores devem buscar as agências do Bradesco.

A abertura das contas dos funcionários públicos continua até 30 de novembro, sendo os dias de atendimento divididos pela letra inicial do primeiro nome das pessoas.

O servidor deve acessar o site paraiba.bradesco, ligar para a central telefônica gratuita 3003-0330 (regiões metropolitanas) ou 0800 208 0330 (demais regiões) para saber da programação do atendimento.

Caso o servidor não tenha acesso à internet ou ao telefone, deverá comparecer em uma agência Bradesco ou ponto de atendimento mais próximo e falar com o gerente responsável para saber a programação.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br