Arquivo da tag: severas

Movimento “Não Foi Acidente” quer leis severas para motoristas alcoolizados

Um Projeto de Lei de Iniciativa Popular que propõe alterações no Código de Trânsito está ganhando cada vez mais adeptos em todas as partes do país. O movimento Não Foi Acidente, criado por Rafael Baltresca, tem o objetivo de mudar as leis brasileiras que deixam impunes os responsáveis por tantas vítimas de acidentes causados por quem dirige alcoolizado. O Brasil gasta cerca de oito bilhões por ano com 40 mil acidentados, sendo 40% decorrentes de álcool na direção. Rafael, que teve a irmã e mãe como vítimas fatais destes dados, deseja que esta “guerra civil” termine com a ajuda de campanhas educativas e mais fiscalização e medidas severas para os autores dos crimes.

Atualmente, a pessoa que dirige alcoolizada e mata é indiciada por homicídio culposo (sem intenção de matar); portanto se o atropelador for réu primário pode pegar de dois à quatro anos de prisão. Mas de acordo com a constituição brasileira, até 4 anos, a pena pode ser convertida em serviços para a comunidade, ou seja, “nada acontece com quem mata no trânsito brasileiro”. O projeto pretende que se aumente a pena (de 5 a 9 anos de reclusão), caso se prove a direção com embriagues.

De acordo com Rafael Baltresca, a partir do momento que pessoa bebe e dirige, o acidente já começou. “Tantas e tantas mortes acontecem por pessoas embriagadas que, na hora da alegria, da bebedeira, não entregam a chave do carro para um amigo, não voltam de taxi, não colocam a mão na consciência e pensam na conseqüência”, diz.

O movimento Não Foi Acidente já foi aderido por 521.803 pessoas, entre elas grandes personalidades artísticas e de vários veículos de comunicação. Para se tornar lei, o projeto precisa de mais 788.197 assinaturas. Para conhecer melhor e fazer parte desta ação que visa a proteção da vida humana, acesse: www.naofoiacidente.org.

Bruno Caetano
Abraço Nacional