Arquivo da tag: servidora

Mulher tenta se aposentar e descobre ter sido servidora ‘fantasma’ na prefeitura de Cacimba de Dentro

Uma mulher descobriu ao dar entrada na aposentadoria que esteve no quadro de funcionários da Prefeitura de Cacimba de Dentro, a 170 km de João Pessoa, por seis meses no ano de 2008. A suspeita de ter sido usada como funcionária “fantasma” é alvo de um inquérito civil instaurado pelo Ministério Público da Paraíba na quarta-feira (3).

G1 entrou em contato com a Prefeitura de Cacimba de Dentro e foi informado que a procuradoria do município vai se pronunciar sobre o caso por email, embora seja uma denúncia referente a uma gestão passada.

De acordo com Edvane da Silva Cavalcante Melo, suposta funcionária fantasma da Prefeitura de Cacimba de Dentro em 2008, ela descobriu que esteve como funcionária entre junho e dezembro do ano em questão no cargo assessor 3, embora nunca tenha sido informada ou recebido salários. Durante o período houve recolhimento da contribuição previdenciária, segundo a denúncia. A promotoria de Araruna, cidade vizinha, investiga o caso.

Conforme inquérito instaurado, o MP solicitou que a Prefeitura de Cacimba de Dentro preste informações sobre a denúncia feita por Edvane da Silva Cavalcante Melo. Coube também ao Ministério Público solicitar o histórico de contribuições feitas por Edvane Melo à Previdência. A denúncia tinha sido registrada junto ao MP em 2017, mas foi reaberta na quarta-feira pela promotoria.

Segundo dados que constam no Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), o cargo de assessor III na Prefeitura de Cacimba de Dentro em janeiro de 2009, um mês após o fim do vínculo de Edvane da Silva Cavalcante Melo com o executivo municipal, tinha um remuneração bruta que variava entre R$ 415 e R$ 515.

G1

 

João exonera servidora presa na Calvário e nomeia secretários

O Diário Oficial do Estado trouxe, na edição desta terça-feira (7), nomeações de secretários e a exoneração de Maria Laura Caldas de Almeida Carneiro, presa na semana passada na quarta fase da Operação Calvário.

Maria Laura era assistente de gabinete da Procuradoria-Geral do Estado, logo, trabalhava diretamente com o ex-procurador Gilberto Carneiro, citado nas investigações e alvo de mandado de busca e apreensão. Carneiro foi exonerado, a pedido, na mesma manhã em que a assistente foi presa.

A edição também confirmou a exoneração de Amanda Araújo Rodrigues, do cargo de secretária das Finanças. A saída dela do governo já havia sido anunciada no sábado (4). Mário Sérgio de Freitas Lins Pedrosa assume a função.

Outra mudança feita pelo governador João Azevêdo (PSB) foi na pasta de Planejamento, Orçamento e Gestão. Gilmar Martins de Carvalho Santiago foi nomeado novo secretário, função que até pouco tempo era ocupada por Waldson de Souza, outro citado na Operação Calvário. Waldson também foi exonerado, a pedido, na semana passada. Fábio Luciano de Araújo Maia havia sido designado para responder cumulativamente pelo cargo até nova deliberação.

A Operação Calvário expõe um esquema responsável pelo desvio de mais de R$ 1 bilhão da Saúde. Conforme investigações do Gaeco/MPPB, as fraudes envolviam agentes públicos e Organizações Sociais (OS) que gerenciavam hospitais.

 

portalcorreio