Arquivo da tag: sequestro

TJPB determina o sequestro de R$ 2 milhões em 18 municípios da Paraíba

A Justiça determinou o sequestro de R$ 2.014.906,82 milhões em bens, referentes a parcelas vencidas e não pagas de precatórios de 18 municípios da Paraíba. Os valores são do período de janeiro a maio deste ano, e alguns de 2018 e 2019. A decisão foi publicada no Diário da Justiça eletrônico (DJe) desta terça-feira (23).

As dívidas serão parceladas de três a sete vezes, de acordo com os valores, para que a prestação de serviços básicos para a população não seja inviabilizada. O embargo continua nos meses seguintes aos do parcelamento, em caso de não efetivação do pagamento, até a quitação integral da dívida.

Os débitos variam entre R$ 21.118,92 (São João do Tigre) e R$ 308.859,06 (Piancó). Os municípios de Cuité, Olho D’Água, Serra Grande, Itabaiana, Coremas, Condado, Natuba, Diamante, Massaranduba, Rio Tinto, Mari, Santa Cruz, Vista Serrana, Triunfo, Riacho dos Cavalos e Prata também tiveram verbas sequestradas.

G1

 

Duas mulheres e uma criança são vítimas de sequestro ao saírem de igreja, em João Pessoa

Momentos de tensão foram vividos por uma família na noite desse domingo (14), na saída de uma igreja localizada no bairro da Torre, em João Pessoa.

Três pessoas, sendo duas mulheres e uma criança de três anos foram abordados ao saírem da igreja e feitas reféns.

Os bandidos entraram no carro com as vítimas e o marido de uma das mulheres ao perceber a ação criminosa seguiu o carro pelas ruas do bairro.

Ao notarem que estavam sendo seguidos os homens desistiram da ação e abandonaram o veículo.

A Polícia Militar fez diligências na área e conseguiu encontrar um dos suspeitos, os outros dois continuam foragidos.

PB Agora

 

 

Idoso de 71 anos é vítima de sequestro relâmpago em João Pessoa

Um idoso de 71 anos foi vítima de um sequestro relâmpago na noite desta sexta-feira (10), em João Pessoa. De acordo com a Polícia Militar, a vítima foi abordada por criminosos quando chegava de carro no prédio onde mora, no bairro Aeroclube.

Segundo a polícia, a ação dos suspeitos foi registrada pelas câmeras de segurança do local. As imagens mostram o momento em que a vítima entra com o carro na rua Aviador Roberto Marques e estaciona em frente ao prédio. Em seguida, o idoso é abordado por quatro assaltantes.

Ainda de acordo com as imagens registradas, os suspeitos entram no veículo e saem do local junto com a vítima. A esposa do aposentado percebe a ação criminosa e corre em busca de ajuda.

Conforme depoimento do idoso à polícia, os criminosos o obrigaram a dirigir o carro. Quando o veículo ficou sem gasolina, o grupo abandonou o carro. Ainda segundo o idoso, os suspeitos roubaram outro veículo de assalto e deixaram na entrada do Bairro São José.

Os criminosos fugiram levando objetos pessoais e dinheiro do idoso. Na manhã deste sábado (11), a polícia informou que a vítima passa bem e que os dois carros roubados pelos suspeitos já foram recuperados. Ninguém foi preso.

G1

 

Motorista de transporte por aplicativo é vítima de sequestro relâmpago

Um motorista de transporte por aplicativo foi vítima de um sequestro relâmpago na tarde desta quarta-feira (1º), em Campina Grande, no Agreste paraibano. Ele foi colocado na mala do carro e depois foi obrigado a retirar e carregar o estepe e os pneus traseiros do carro para os suspeitos levarem.

Segundo relato da vítima à polícia, ele estava trabalhando quando foi solicitado para uma corrida no bairro Nova Brasília e, ao chegar no local, dois homens entraram e disseram que iriam até o Clube dos Caçadores no distrito de Santa Terezinha. Durante o percurso eles anunciaram o assalto.

O suspeito que estava no banco traseiro colocou uma faca no pescoço do motorista e rendeu a vítima. Logo depois, ele foi colocado no porta malas do carro. O homem foi levado para um terreno baldio no bairro do Mirante, quando percebeu que o carro havia atolado.

Nesse local, os suspeitos tiraram o motorista da mala e o obrigaram a ajudar a tirar o estepe e os pneus traseiros do carro e a carregá-los até a pista. Em seguida, os suspeitos fugiram e mandaram o motorista correr sem olhar para trás.

Após conseguir ajuda, o motorista registrou o caso na Central de Polícia de Campina Grande. A polícia continua em busca dos suspeitos, mas até as 8h desta quinta-feira (2) ninguém foi preso.

G1

 

VÍDEO: trio é preso após quase 3 horas de sequestro em agência dos Correios, em CG

Após quase três horas de tensão, acabou o sequestro de pelo menos cinco reféns, que estavam sendo mantidos presos, sob a mira de revólveres, dentro de uma agência dos Correios, localizada no bairro de Bodocongó, em Campina Grande, na manhã desta quinta-feira (05).

Os três bandidos armados entraram na agência por volta das 8h. Os vigilantes reagiram e houve troca de tiros.

Os bandidos se entregaram às 11h, todos com coletes a prova de balas.

Eles fizeram várias exigências antes de colocarem um fim a operação.

Imprensa, Samu, Bombeiros, Direitos Humanos, Polícia Federal, Militar e Civil estiveram presentes, além da OAB.

A polícia foi informada que dois bandidos eram do Ceará e um terceiro do Rio Grande do Norte.

O trio foi encaminhado para a sede da Polícia Federal, já que o alvo da ação foi uma Empresa Pública Federal. Todos os reféns foram liberados ilesos.

VÍDEO

ENTENDA

Grupo faz cinco reféns durante assalto a Correios, em CG; assaltante diz que quer roubar do Governo e não do povo

Um trio armado invadiu uma agência dos Correios, que fica localizada em frente ao Campus da Universidade Federal de Campina Grande, no bairro de Bodocongó, na manhã desta quinta-feira (05), e fez pelo menos cinco reféns, entre eles a esposa de um Policial Civil.

Segundo Informações, um dos bandidos já foi detido e está dentro da viatura da Policia Militar, o segundo ficou em frente à agência, negociando com a polícia, enquanto o terceiro mantinha os reféns sob a mira do revólver.

A ação reuniu policiais militares, civis e federais. O assalto foi iniciado por volta das 8h.

Em pronunciamento, em frente aos Correios, o bandido chegou a dizer que não estava  assaltando o povo, mas sim o Governo e os políticos.

Eles exigiram a presença da imprensa e também dos Direitos Humanos.

Um colete à prova de balas foi repassado para o suspeito que está dentro da agência. Ele também solicitou a presença de um advogado.

PB Agora

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

TJPB determina sequestro de R$ 457 mil do FPM de prefeituras para pagar precatórios

(Foto: Francisco França/Jornal da Paraíba)

Mais 10 prefeituras da Paraíba tiveram valores do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) sequestrados por determinação do presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargador Joás de Brito Pereira Filho, para o pagamento de parcelas em atraso de precatórios. Com os R$ 457.155,81 bloqueados nas publicações no Diário da Justiça eletrônico (DJe) desta quarta-feira (1º), o montante das 34 prefeituras alvo das restrições chega a R$ 2,153 milhões.

As prefeituras e somas sequestradas nesta quarta etapa são: Prata (R$ 49.567,92), Remígio, (R$ 98.284,51), Passagem (R$ 17.943,14), Fagundes (R$ 15.456,67), Bananeiras (R$ 52.694,53), Cuité (R$ 79.392,78), Serra da Raiz (R$ 30.399,31), Santa Cruz (R$ 22.164,18), São José de Piranhas (R$ 55.932,06) e Junco do Seridó (R$ 35.320,71).

Na maioria dos casos, em virtude dos altos valores, o desembargador-presidente determinou que fosse oficiado à Secretaria do Tesouro Nacional para que efetue o desconto do FPM em até 10 vezes, de modo a “não inviabilizar a Administração Pública na prestação dos serviços básicos para a população”.

Em harmonia com parecer do Ministério Público, a medida adotada pelo TJPB atende à Resolução nº 115/2010 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que dá atribuições aos Tribunais de Justiça para gerir os precatórios, c/c artigo 104, incisos I e III, do ADCT.

Estes estabelecem que, se os recursos para o pagamento de precatórios não forem tempestivamente liberados, no todo ou em parte, caberá ao presidente do Tribunal de Justiça local determinar o sequestro, até o limite do valor não liberado, das contas do ente federado inadimplente; e à União, reter os recursos referentes aos repasses ao Fundo de Participação dos Estados e do Distrito Federal e ao Fundo de Participação dos Municípios e os depositar na conta especial.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Após sofrer sequestro relâmpago, motorista é abandonada na zona rural de Caiçara

postoUma mulher de 40 anos sofreu um sequestro relâmpago após abastecer carro num posto de combustível na rodovia PB-073, localizado entre os municípios de Pirpirituba e Belém, microrregião de Guarabira. O crime aconteceu no início da manhã desta quarta-feira (23), segundo a vítima, eram dois criminosos armados numa motocicleta.

De acordo com a Polícia, a mulher dirigia um veículo Fiat Palio de cor branca, após abastecer o carro, ela seguiria em direção à cidade de Solânea, Brejo paraibano, quando os criminosos abordaram a vítima. Um dos sequestradores entrou no automóvel e obrigou à senhora seguir dirigindo.

Os bandidos abandonaram a mulher com o carro numa localidade conhecida como Sítio Serrinha, zona rural de Caiçara. Os assaltantes roubaram a bolsa da vítima contendo documentos pessoais, uma quantia de R$ 180,00, um aparelho celular e um relógio.

nordeste1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Professora teria sofrido sequestro após dupla entrar no carro dela; PM investiga

bairroUma professora teria sofrido um sequestro quando chegava para trabalhar na Escola Municipal Luiz Augusto Crispim, no bairro dos Ipês, na Zona Norte de João Pessoa, na noite desta quinta-feira (27). Segundo a Polícia Militar, que investiga o caso, uma dupla teria invadido o carro dela e fugido com a possível vítima, acelerando o automóvel bruscamente.

De acordo com a PM, o fato causou estranheza das testemunhas, pois, pelo que conhecem da personalidade da professora, não seria normal que ela saísse em disparada da escola, em pleno horário de expediente, com homens não identificados.

“Só sabemos, por enquanto, que ela é natural de Monteiro, não tem família em João Pessoa e reside em um apartamento no bairro de Manaíra”, contou o sargento Afonso, da Unidade de Polícia Solidária do bairro de Mandacaru, que fica responsável pelas ocorrências da região. O policial acrescentou que nenhum familiar da mulher pôde ser contatado e que ninguém apresentou o número do celular da professora.

Testemunhas informaram que, após deixar as proximidades da escola, o veículo, uma Mitsubishi Pajero de cor prata, teria parado e mais um suspeito teria entrado. Em seguida, o grupo seguiu para destino desconhecido.

Até o fechamento desta matéria, a polícia informou que seguiria investigando o caso. A possível vítima e os suspeitos não foram localizados.

portalcorreio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Após forjar sequestro, mãe confessa que afogou e esquartejou bebê na BA

A babá Renata Cerqueira, que denunciou no sábado (20) o sequestro do filho, em Porto Seguro, no extremo sul da Bahia, confessou à polícia que afogou e esquartejou o bebê de dois meses. Ela foi presa na segunda-feira (22), horas depois de ele ter sido achado dentro de uma panela de pressão, na casa dela.

Inicialmente, a mãe falou em depoimento que a criança morreu afogada em uma banheira. Depois, ela mudou a versão e confessou à policia ter cometido o crime. Renata diz ter matado o filho na tarde de sábado (20), quando afogou em um vaso sanitário e dividiu o corpo da criança em partes.

Criança foi vista sendo levada por mulher  (Foto: Arquivo pessoal)Criança que foi morta pela mãe na Bahia
(Foto: Arquivo pessoal)

Segundo a titular da 23ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin), Valéria Chaves, a babá disse que matou o próprio filho porque se sentia cansada de ter que criar a criança sozinha, sem a presença do pai.

“Ela alega que estava muito cansada, porque ela já era babá e tinha a criança. Segundo ela, o pai do bebê não ajudava ela em nada e ainda a pressionava para morar com ele. Ela não queria e ele a impedia de ter outra relação. Por esse motivo ela resolveu matar a criança”, afirma Valéria.

Segundo a polícia, Renata conta que, após matar o filho, escondeu partes do corpo em uma panela de pressão e outra em uma sacola plástica, guardada no quarto da mãe que mora com ela. Depois, ela decidiu forjar o sequestro ao contar à polícia sobre o sumiço do bebê.

A polícia chegou a fazer buscas e ouviu testemunhas que disseram ter visto uma mulher saindo da casa no dia do crime. “Pode ter sido uma mulher que passou e ela utilizou isso como um álibi para ela”, diz a coordernadora.

Ainda segundo o depoimento, na tarde de segunda-feira, Renata esperou que a mãe saísse de casa, para participar do protesto contra o suposto sumiço do menor, para colocar a panela de pressão com partes do corpo da criança na cozinha.

A mãe do bebê também foi à manifestação e, quando retornaram, a avó da criança percebeu o mau cheiro que vinha da panela, com o corpo em estado de decomposição. A polícia foi acionada e fez buscas na casa pela outra parte do corpo da criança, que acabou encontrada no quarto da avó.

O corpo do bebê foi enterrado no Cemitério Pousada Eterna, no Centro de Porto Seguro, no final da manhã desta terça-feira (23).

Renata responderá pelos crimes de homicídio qualificado, ocultação de cadáver e falsa comunicação de crime, porque relatou o falso sequestro. A polícia não informou o local que ela está detida, mas disse que segue à disposição da Justiça.

Sequestro
Segundo a Polícia Civil, quando denunciou o suposto sequestro do filho, ela contou que a criança estava na sala de casa, dormindo em um carrinho, quando foi levada. Testemunhas informaram à polícia que uma mulher saiu da casa com a criança e fugiu do local em um carro.

Segundo o delegado plantonista Wendel Ferreira, ela contou que estaria nos fundos da casa, lavando roupas, e por conta do barulho do som na casa dos vizinhos, só percebeu o crime quando a avó do bebê chegou na casa e procurou a criança. A criança morava com a mãe. O pai do bebê mora em outro local e já foi ouvido pela polícia, que descartou a participação dele no crime.

Bebê de três meses foi sequestrado dentro de casa na Bahia (Foto: Arquivo pessoal)Bebê de dois meses que foi morto pela mãe em Porto Seguro, no extremo sul da Bahia (Foto: Arquivo pessoal)
G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

STF determina bloqueio e sequestro de R$ 9,6 mi de contas de Cunha na Suíça

© Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil
© Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Teori Zavascki determinou o bloqueio e o sequestro dos recursos mantidos pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), em contas na Suíça – no total de 2,4 milhões de francos suíços ou R$ 9,6 milhões.

A decisão atende a pedido da PGR (Procuradoria Geral da República). Os procuradores temiam que, com a transferência da investigação para o Brasil, o dinheiro fosse desbloqueado e pudesse ser movimentado.

Com o sequestro, os recursos serão depositados numa conta judicial e ficarão indisponíveis até o fim do processo.

O pedido de novo bloqueio dos recursos foi apresentado pela PGR na sexta-feira passada. São duas contas, uma em nome de Cunha e outra da mulher do deputado, Cláudia Cordeiro Cruz, no banco Julius Baer. “Há a possibilidade concreta de que ocorra o desbloqueio das contas, com a consequente dissipação dos valores depositados nas contas bancárias estrangeiras”, disse o órgão no pedido.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

O processo foi transferido para a PGR por autoridades suíças já que o presidente da Câmara é brasileiro, está no país e não poderia ser extraditado para a Suíça.

No pedido, o procurador-geral da República em exercício, Eugênio Aragão, diz que não há dúvidas em relação à titularidade das contas. “Há cópias de passaportes – inclusive diplomáticos – do casal, endereço residencial, números de telefones do Congresso Nacional e do Palácio do Planalto”, diz. Seu patrimônio estimado, à época da abertura da conta, era de aproximadamente US$ 16 milhões.

Na semana passada, em nota à imprensa, Cunha reafirmou que não tem contas no exterior e nunca recebeu “vantagem de qualquer natureza”.

* Com informações da Agência Brasil